A fortaleza que se chama família

Por Isaias Costa

familia-1

Hoje eu vou falar sobre um dos assuntos mais importantes que existe, a família, baseado em uma das músicas mais incríveis do grande Raul Seixas, a música “Diamante de mendigo”. Aos que não conhecem vai o link aqui em baixo (recomendo ouvir a música antes de ler o restante do post).

A música começa assim, “Eu tive que perder minha família para perceber o beneficio que ela me proporcionava. É triste aceitar esse engano, quando já se esgotaram as possibilidades”. Raul criou a sua família, mas não foi capaz de fazê-la crescer. Admite que teve muitas possibilidades de fazê-la crescer, mas desperdiçou, por conta de seus inúmeros vícios e exageros.

E agora sofro as atitudes que tomei por acreditar em verdades ignorantes. Que da época tomei, acreditando numa moda passageira que se foi tal qual fumaça”. Ele acreditou em verdades ignorantes como alcoolismo, drogas, prostituição, excessos de tudo, comidas, roupas, modas, sapatos, etc. Apesar de sua enorme inteligência, ele era muito influenciável e tinha muita dificuldade de dizer “não” aos seus melhores amigos, eles lhe ofereciam todo tipo de drogas e repetiam o lema da sociedade alternativa para ele, “faze o que tu queres, há de ser tudo da lei”. Com esse lema introjetado na sua mente, não existia limites que pudessem pará-lo, essa falta de limites o fez destruir uma das maiores fortalezas que o ser humano possui, a família.

Agora vem a parte mais bonita da música, “Não respeitei o sacrifício que custa para construir a fortaleza que se chama família. Acabamos no fim, perdendo a quem nos ama só porque o jornaleiro da esquina, falou que é otário aquele que confia. E é tão difícil confiar em alguém. Quando a gente aceita se mentir, se mentir”. Ele era influenciável e se deixou levar pelo que diziam os seus amigos. Eles não acreditavam no valor da família, mas o Raul queria acreditar. Não conseguiu acreditar porque estava rodeado de pessoas que não acreditavam e que enchiam sua cabeça de ideias torpes. O resultado de todos os seus erros foi a perda total da sua família, e das pessoas que mais lhe amavam, sua mulher e seus filhos. Ele mais uma vez admite que errou. Ele diz que se deixou mentir, aceitou que tudo acontecesse, tudo por conta dos seus vícios.

Somente conhecendo a beleza da união é que a gente tem a força para não, não se enganar. Eu que me achava um diamante nas mãos de mendigos, só pelo medo de não sê-lo”. Essas são as últimas frases da música. As mais filosóficas e que demora um pouco mais para entender. Quando se conhece a beleza da união você não vai acreditar em verdades ignorantes. O jornaleiro pode chegar dizendo besteiras que você não vai mudar o que pensa. A união faz acreditar na força da família, na fortaleza que ela representa. O que seria esse diamante nas mãos de mendigos? Ele está querendo dizer que queria ser alguém grande, importante, reconhecido, famoso, etc. Ele realmente foi tudo isso, e sabia disso. Por isso que ele se chama de diamante, porém ele sabia que estava nas mãos de mendigos, os vícios no geral, principalmente a bebida, que lhe deixava totalmente desorientado, em um mundo só dele, onde ele pairava e esquecia dos problemas. Mas não era bem isso, era uma fuga para problemas que ele deveria resolver e não tinha forças.

Raul Seixas era um homem brilhante, tinha muita consciência dos seus erros, mas se deixou dominar por eles, pelos seus vícios, pelo seu lema da sociedade alternativa e pelos seus amigos que influenciavam no caminho errado.

Eu quero deixar por fim essa mensagem. A família é uma das maiores fortalezas que existe. Nós devemos valorizá-la com todas as nossas forças. Nela estão as pessoas que mais nos amam e querem bem. E também não deixemos que vícios e influências negativas tomem espaço e tentem destruir o alicerce tão bonito e sólido da família, um alicerce feito com amor e dedicação.

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

3 Respostas para “A fortaleza que se chama família

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s