Arquivo do mês: janeiro 2013

Preencher a vida com amor

Por Isaias Costa

fotos1

Eu estava conversando com um amigo e ele me pediu que escrevesse alguma coisa sobre o que achei da tragédia acontecida na cidade de Santa Maria, na madrugada do dia 27/01/13. Eu demorei muito para escrever a respeito, porque sou um rapaz muito emotivo e sentimental, é muito difícil para mim falar alguma coisa sobre uma tragédia tão dolorosa quanto essa. Eu tento me colocar na situação em que as famílias das vítimas se encontram, mas sei que nada do que possa imaginar chega perto da dor que elas estão sentindo.

O que me inspirou a escrever foi uma passagem muito bonita de um escritor e palestrante motivacional chamado Richard Carlson. Esta passagem que vou colocar aqui já li inúmeras vezes e quero deixar a dica a você que escreva essa passagem em algum lugar importante, onde possa ler quantas vezes for possível. Vamos a ela:

Quando sentir a morte se aproximando, sei que vou me perguntar: Quanto amor recebi na vida? Como reparti o meu amor? Quem me amou? A quem valorizei? Em que vidas eu causei impacto? A minha vida fez diferença para alguém? Que serviço prestei ao mundo? Tenho certeza de que minha única preocupação será: terei ou não preenchido minha vida com amor?”.

Sempre que releio essa frase, ela me leva a profundas reflexões e foi com ela que intitulei esse post. PREENCHER A VIDA COM AMOR. Eu sei que é muito triste falar sobre a tragédia dos jovens na casa noturna em Santa Maria, mas o que penso é sempre com relação ao AGORA, ao momento presente. Eu quero levar você que está lendo esse texto agora a pensar sobre a sua vida e sobre os vários questionamentos que Richard Carlson propõe…

Eu fico pensando sobre a minha vida e imagino: “Isso poderia ter acontecido comigo!”. Aliás! Isso poderia ter acontecido com qualquer um de nós, foi uma fatalidade. E estar vivo é motivo para dar glórias a Deus. Agradeça pela sua vida! Ela é uma dádiva preciosa. Cada dia é uma oportunidade de fazermos diferença nesse mundo. Não queira desperdiçar o seu tempo, a nossa vida é muito curta e cada momento deve ser vivido com intensidade, mas principalmente no AMOR, e essa é a principal mensagem que quero deixar a você. Vamos preencher a nossa vida com amor, porque dessa forma teremos sempre aquela sensação de “dever cumprido”, de paz e de harmonia. Eu quero preencher a minha vida com amor, porque tenho consciência de sua brevidade.

Olhe para as pessoas do seu convívio, seus familiares, seus amigos mais chegados e agradeça. São as pessoas mais chegadas que nos ajudam a ver as nossas vidas com um pouco mais de sentido. Não deixe para amanhã você expressar o amor que sente por elas. Faça isso hoje! Faça com que elas sempre lembrem que são importantes e fundamentais na sua vida, da mesma forma que você para com elas. Veja as pessoas do seu trabalho e olhe para elas com um olhar de ternura. Trabalhe dando o melhor de si, lembre que o que você faz pode melhorar o mundo, mesmo que seja algo muito simples e de pouca relevância. Sem você, não seria a mesma coisa. Olhe para o mundo e tenha esperança de vê-lo transformado. O mundo será transformado a partir do amor. O que estou propondo com esta frase do Richard Carlson é isso. Eu quero falar de coisas boas. De esperança. Vou até parafrasear o grande Roberto Carlos: “O que passou não quero mais lembrar, só quero ter você aqui…”.

Enfim amigos. É com grande pesar que concluo essa minha reflexão. Eu acredito muito na misericórdia infinita de Deus, e sei que aqueles jovens que morreram na tragédia alcançaram essa misericórdia. Com certeza existe uma morada celestial reservada para todos eles, de acordo com a vida que cada um levou. E para você é isso que proponho: “preencha a sua vida com amor”…

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

O controle das emoções

Por Isaias Costa

 O mundo em que vivemos hoje está ficando cada vez mais triste e solitário. Nunca a doença chamada depressão foi tão estudada e discutida em jornais, revistas, programas de TV, escolas, universidades etc. Mas sabe de uma coisa que está por trás dessa doença e que não é muito discutida e comentada? A fisiologia do corpo humano. O que é a fisiologia do corpo humano? Vou explicar de uma forma bem breve.

A palavra fisiologia significa “estudo da natureza”, e fisiologia humana significa “estudo da natureza humana”. Não estou querendo dar uma aula de Biologia, nada disso. Estou querendo dizer que a fisiologia humana vai muito mais além da digestão, respiração, excreção, circulação… Ela tem a ver também com o comportamento e as emoções. A natureza humana é física e psicológica, portanto, a fisiologia das emoções é também algo que se estuda e inclusive existem muitos estudos nessa área, com graus de complexidade muito variados.

Se você parar para observar a natureza, ou seja, a fisiologia de uma pessoa deprimida, o que você encontra? Olhos baixos, humor triste, ombros caídos, voz baixa e sem entusiasmo, respiração e movimentos lentos etc. E se você observar a natureza de uma pessoa realizada e feliz, o que você encontra? O total oposto. Olhos para o alto, ótimo humor, ombros elevados e voltados para trás, coluna ereta, voz firme e segura, movimentos ágeis etc. Eu quero propor e até desafiar as pessoas que são deprimidas com essa pergunta! Experimente incorporar a fisiologia de uma pessoa feliz? Ficar em um estado deprimido dessa forma é praticamente impossível, porque a fisiologia de uma pessoa feliz dá todos os recursos para deixar o corpo equilibrado. Chega a ser até incoerente! Você já viu uma pessoa realizada de ombros caídos e olhar cabisbaixo o tempo todo? Garanto que não. Da mesma forma que você não vê uma pessoa deprimida com ombros elevados e olhar para cima o tempo todo. Então é isso que eu sugiro. Mude a sua fisiologia que você mudará o seu comportamento.

tumblr_lps9xjI9cL1qgdykbo1_500

Outra coisa que faz os deprimidos serem deprimidos é o poder dos pensamentos e das palavras. Eu já falei disso diversas vezes no blog, mas não me canso de repetir. TUDO na nossa vida começa em nível de pensamento. E a nossa vida como um todo é um reflexo dos nossos pensamentos. Se na minha mente vem aquele pensamento, “Estou cansado”, aí desse pensamento vem as palavras “estou cansado”. O que vai acontecer? É lógico que você vai ficar cansado com qualquer coisa que fizer. Vai estudar por meia hora e vai ficar com os olhos caindo de sono. Vai fazer exercício e achar que está tendo um ataque cardíaco depois de percorridos apenas 200 metros. Vai fazer algum relatório ou trabalho e vai achar que o tempo parou etc. Tudo isso pode acontecer porque você permitiu que isso acontecesse, entende? Para você trabalhar sempre bem e com afinco é preciso dizer o tempo todo para si mesmo, “Estou ótimo. Estou 100% disposto. Vou trabalhar super bem. Vou conseguir estudar e assimilar todos os conteúdos…” Essa é a fisiologia do sucesso. É outra coisa que posso afirmar sem medo. Não tem como a depressão se instalar em uma pessoa que está o tempo todo repetindo e vivendo através de palavras e ações positivas. Lembre-se. Primeiro vem o pensar, depois o dizer e depois o fazer. Escrevi sobre isso em outro texto, se quiser ler deixo o link abaixo.

O caminho para o sucesso

Quero concluir falando sobre o equilíbrio e o controle das emoções. Nós temos o poder de controlar as emoções e todos os nossos sentimentos e comportamentos. Basta saber como fazer isso. Neste post eu dei algumas dicas preciosas para ajudar a controlar as emoções e incorporar a fisiologia da alegria e do sucesso.

Vale ressaltar que o melhor remédio para a depressão não está nas drogas, que só fazem deixar o usuário dependente e resistente às mudanças e melhoras. O melhor remédio para a depressão é cuidar da mente, ou seja, elevar os pensamentos. Ter sempre o pensamento voltado para a alegria, o sucesso, o bem estar, a saúde, o conforto, o desapego, a partilha, a generosidade, a gratidão, a família e os amigos etc. Tendo o pensamento elevado, não há como a depressão se instalar. Pense sobre isso…

Rir é o melhor remédio

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Voltar para agradecer

Por Isaias Costa

Hoje eu vou refletir sobre uma belíssima passagem bíblica e discursar um pouco sobre a personalidade do maior homem que já pisou nessa terra, Jesus Cristo. Trata-se da passagem dos dez leprosos, que é a seguinte:

E aconteceu que, indo ele a Jerusalém, passava pela divisa entre a Samaria e a Galiléia. Ao entrar em certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos, os quais pararam de longe, e levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem compaixão de nós! Ele, logo que os viu, disse-lhes: Ide, e mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, enquanto iam, ficaram limpos. Um deles, vendo que fora curado, voltou glorificando a Deus em alta voz; e prostrou-se com o rosto em terra aos pés de Jesus, dando-lhe graças; e este era samaritano. Perguntou, pois, Jesus: Não foram limpos os dez? E os nove, onde estão? Não se achou quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro? E disse-lhe: Levanta-te, e vai; a tua fé te salvou”.

dezleprosos2

Essa passagem mostra um dos maiores defeitos do ser humano, a INGRATIDÃO. Todos nós somos ingratos, em maior ou menor grau. Digo isso sem medo, e me incluo entre os ingratos. Sabe por quê? Por que o simples fato de estar vivo, já é motivo mais que suficiente para dar glórias. E muitas vezes eu fico reclamando que está faltando isso ou aquilo, sendo que quando paro pra pensar e observar a minha vida, tudo que sou e tudo que tenho, vejo que estou reclamando à toa, no dito popular “reclamando de barriga cheia”. Jesus foi o maior mestre da gratidão, sempre ensinava isso a todos, mas poucos aprendiam os seus ensinamentos.

As pedras da gratidão

Jesus passa pela região entre Samaria e Galiléia e quando é abordado pelos leprosos logo eles pedem misericórdia. Esta é outra característica marcante em Jesus, ele não tarda a nos ajudar e nos curar. Os leprosos lhe abordaram e imediatamente ele os curou. Ele não esperou por nada, não adiou nada, curou os doentes imediatamente. Quem de nós consegue ser assim? Alguém lhe pede ajuda e você não coloca nenhum empecilho para ajudar? Não adia nada? Não dá a velha desculpa esfarrapada da falta de tempo? Do cansaço? Não existia nenhum desses empecilhos para Jesus. Se as pessoas estavam precisando dele, ele ajudava na mesma hora, não deixava nada para depois.

Outro detalhe impressionante nessa passagem é quando ela diz que o samaritano voltou para agradecer. Entre os Galileus e os Samaritanos, a probabilidade de se esperar que um Galileu voltasse para agradecer seria muito maior, porque a sociedade dos Samaritanos vivia separada da sociedade dos Galileus, onde Jesus vivia. Os habitantes da Samaria não tinham contato com os da Galiléia e vice-versa. Essa passagem vem dizer isso, que o agradecimento veio de quem menos era esperado. Essa passagem vem quebrar o paradigma de que só um povo agradece e o outro não, também quebra o paradigma de que o povo da Samaria é inferior e deve viver separado. Foi constatado que a humanidade desse servo samaritano era muito superior a de muitos Galileus. Essa é uma grande lição para todos nós. Lembrei-me de uma frase que acho linda que fala sobre isso, uma frase de William Shakespeare que diz, “durante a vida você descobre que, algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajuda a levantar-se”. A atitude esperada veio de alguém que não se esperava, o Samaritano.

Outra característica marcante da personalidade de Jesus é bem enfatizada nessa passagem, a virtude de ajudar sem esperar nada em troca. As perguntas que Jesus fez ao Samaritano não são para esperar ser elogiado, não são pra “passar na cara” a cura feita aos leprosos, muito menos para resmungar. Ele fez essas perguntas para instigar os homens a pensarem sobre eles mesmos, sobre a maravilha que tinham acabado de conquistar e sobre o novo universo que tinha sido revelado a eles.

Essa virtude de Jesus, infelizmente, é cultivada por pouquíssimas pessoas. É inerente ao ser humano a necessidade de aprovação. Se você faz uma coisa e não é aprovado ou elogiado, quase sempre a raiva, o ressentimento e os resmungos vêm de forma natural e espontânea, reações típicas de um ser humano limitado e sem maiores perspectivas.

Outra coisa comum do ser humano é que quando ele ajuda uma vez e não é elogiado vem aquele pensamento “Eu estou dando o melhor de mim e ninguém me dá nenhum crédito, nenhum reconhecimento. Da próxima vez não vou ser trouxa, vou deixar que os outros façam…”. Isso é triste, mas é uma realidade. Esse tipo de comportamento mesquinho jamais foi expresso por Jesus, ele se doava por amor, simplesmente por amor. Não queria saber se seria elogiado ou não. E é justamente aí que está sua maior virtude. Quando ele fazia milagres, quase sempre dava um jeito de “sair de fininho”, para não ser exaltado, ou ele dizia aos curados, “vá e não contes nada pra ninguém”.

O que Jesus mais buscava era o ANONIMATO, enquanto nós buscamos a EXALTAÇÃO. Quem de nós agiria dessa forma? Jesus tinha um poder imenso, tinha poder até sobre os ventos e a chuva, andava sobre as águas, mas não queria ser o centro das atenções como os seres humanos tanto buscam.

Enfim. Eu citei apenas poucas ideias e ensinamentos tirados dessa passagem, existe muito mais nas entrelinhas. Jesus foi um grande mestre da vida e do amor. Temos muito que aprender com ele, o mestre dos mestres…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Trabalhando a timidez

Por Isaias Costa

timidez1

Hoje vou falar sobre um tema muito interessante. Inclusive eu me surpreendo comigo por estar escrevendo sobre esse tema, a TIMIDEZ. Falo isso porque sou um cara relativamente tímido também, mas que passei e continuo passando por um contínuo processo de superação dos meus limites, para que a timidez não sobressaia sobre a minha pessoa e sobre os meus planos e metas.

Se existe uma coisa que os tímidos perdem demais se chama OPORTUNIDADE. As pessoas tímidas deixam escorrer pelas mãos inúmeras oportunidades incríveis, porque não se acham capazes, ou porque se escondem debaixo da mesa, ou porque ficam apenas na história do mocinho ou mocinha legal, etc. Existem alguns caminhos que podem ser seguidos para evitar que essas oportunidades sejam perdidas por causa da timidez. Vou falar os que eu acho mais importantes.

A AGRESSIVIDADE, ela tem um enorme poder de nos impulsionar para frente, da fazer sair da inércia eterna e tomar um rumo. Quero ressaltar que não estou falando da agressividade de sair por aí espancando todo mundo ou dizendo injúrias aos outros. Estou falando da agressividade positiva e comedida, que nos faz ir adiante. Eu escrevi um pequeno texto falando sobre o lado positivo da agressividade, aos que quiserem ler segue o link.

O lado positivo da agressividade

A OUSADIA, ela nos faz querer seguir um caminho diferente do já costumeiro ou nos impulsiona a fazer uma coisa que achamos dificílima ou quase impossível. Vou exemplificar com minha própria experiência. Durante a minha adolescência, eu era extremamente tímido quando o assunto era conquistar uma garota. Na minha cabeça era algo quase que impossível de acontecer. Quando eu via uma menina que me interessava, ficava vermelho igual um pimentão, às vezes chegava até a tremer de tanto medo, não passava um pensamento organizado na minha mente e ficava me martirizando por isso, fazia a clássica pergunta “O quê eu vou dizer para aquela menina?”, e isso me deixava ainda mais travado. O resultado dessa história toda é que eu levava toco em cima de toco das garotas. E não era para menos, eu não conseguia me dar bem nem comigo mesmo? Como é que eu poderia me dar bem com outra pessoa? É óbvio que eu levaria muitos tocos. Mas como eu sou um rapaz que gosta de filosofar e tentar melhorar como pessoa, o que eu fiz? Fiquei me perguntando o que os outros tinham que eu não tinha. Depois de um tempo eu cheguei à conclusão, me faltava OUSADIA e ATITUDE, dois pré-requisitos para se conquistar uma garota. Sem isso, ela pode até achar você um cara interessante, mas dificilmente vai ficar com você.

Ver para crer ou crer para ver?

Outra coisa que atrapalha demais os tímidos é o RISCO DE QUERER AGRADAR A TODOS. Esse erro é quase que unânime entre os tímidos. Eles têm medo de não serem bem aceitos pelos outros ou têm medo de ferir alguém, têm medo de ser uma presença chata, ou um fardo para os outros, etc. Tudo isso é fruto de AUTOESTIMA BAIXA, ou seja, a pessoa coloca um monte de “minhoca” na cabeça, que quase sempre não é verdade, não condiz com a pessoa em si. Normalmente os tímidos são pessoas agradáveis e de ótimo coração e conduta pessoal, mas que não acreditam nisso, não colocam fé nisso, não acreditam fielmente no seu potencial, resultando nessa pessoa travada diante de certas situações. Eu também escrevi um texto falando sobre isso, é um assunto um pouco complexo, aqui vai o link com ele.

O risco de querer agradar a todos

Quero concluir dizendo que a timidez em si não é algo ruim, ela é ruim a partir do momento que te faz perder as oportunidades que aparecem na vida ou no desenvolvimento das relações interpessoais. Mas eu sei que a timidez é um assunto complexo também, sei que tem muita carga genética envolvida nesse comportamento, e sei também que existem casos em que apenas o trabalho pessoal não é o suficiente para que a pessoa se harmonize. Nesses casos o que eu sugiro é a procura de um especialista, um psicólogo, para poder tratar a fundo o dilema da timidez.

Além disso, quero deixar também um programa muito interessante que assisti recentemente que fala desse tema. Assista! Vale a pena conferir…

P.S. O vídeo foi removido pelos direitos autorais da Rede Globo, percebi vários meses depois que publiquei este texto!

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Desejo

Por Isaias Costa

Hoje eu vou apenas deixar uma belíssima poesia que adoro e acho que já li umas 50 vezes, sempre que eu a releio faço novas interpretações e aprendo um pouco mais. Essa é o tipo de poesia que vale a pena ser lida e relida muitas vezes. Trata-se da poesia “Desejo”, do escritor francês Victor Hugo.

Victor Hugo

Victor Hugo

Desejo

 

“Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconsequentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim,

Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo depois que você seja útil,
Mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
Quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e

é preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra,
Com o máximo de urgência,
Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque, assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente,
Por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento,
Para que você saiba de quantas
Muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
Porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele
Na sua frente e diga “Isso é meu”,
Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
Por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar
Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

Desejo por fim que você sendo homem,
Tenha uma boa mulher,
E que sendo mulher,
Tenha um bom homem
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
Ainda haja amor para recomeçar.

E se tudo isso acontecer,

Não tenho mais nada a te desejar”.

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma parte de mim

Por Isaias Costa

bebe-ouvindo-musica

Hoje vou refletir sobre a música a partir de uma que acho simplesmente uma obra prima. Trata-se da música “Traduzir-se” , do grande Fagner. Vou colocar a letra com o vídeo interpretado pela cantora e compositora Adriana Calcanhoto.

Traduzir-se

Fagner

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta:
outra parte
se espanta.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
– que é uma questão
de vida ou morte –
será arte?

Eu lembro que a primeira vez que ouvi essa música ela se multiplicou por 4 ou 5. Eu fiquei repetindo e repetindo até dizer “chega”. Já que estou falando de música, quero aproveitar para fazer um questionamento. Uma enorme asneira que escuto quase todos os dias é essa aqui: “Hoje em dia não se faz mais música boa…”. Errado! Não se faz música boa ou é você que não está sabendo procurar as músicas boas? Eu adoro a frase da música “Mulher sem razão” do Cazuza que diz assim: “Ouve o teu coração, ao cair da tarde. Ouve aquela canção que não toca no rádio…”. Eu penso como o grande Cazuza. Como pode você ouvir músicas boas se você só escuta o rádio? Não estou querendo dizer que não existem músicas boas no rádio, existem sim, mas é como se você estivesse catando um feijão velho e cheio de gorgulhos. Tem que procurar com a maior atenção do mundo! Sendo criterioso. Vou deixar essa dica e contrapor essa enorme falácia de que não existem músicas boas. Faça como eu e o Cazuza! Vamos ouvir menos rádio e procurar as músicas boas! Pode ter certeza que música boa é só o que tem por aí, basta saber procurar.

Eu estava procurando músicas boas na internet e me deparei com uma banda lá do Rio Grande do Sul que acredito ainda não ser tão conhecida, mas eu tenho que tirar o chapéu para este quarteto chamado “Apanhador Só”. O som deles é totalmente diferenciado para um mundo que está tão cheio de lixo sonoro, umas coisas que não consigo nem me atrever a chamar de música, este nome é muito bonito e rico para muitas coisas que estão sendo lançadas hoje em dia. Os arranjos, instrumentação, melodia e harmonia dos instrumentos dessa banda é algo raro de se ver na atualidade. Portanto, quero apresentar aos meus leitores esta banda muito boa e que acredito vir a ser bem conhecida um dia. Escutem essa música aqui…

Eu sei que o gosto para música é algo completamente individual. Cada um tem o direito de ouvir a música que quiser e com o estilo que quiser, mas a principal mensagem que quero deixar hoje é essa: Por favor! Não saia por aí dizendo que hoje não se fazem mais músicas boas porque isso é papo de gente que não sai à procura do novo!

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Ou sim ou não

Por Isaias Costa

Li uma pequena mensagem outro dia que me fez refletir bastante a respeito das atitudes de muitas pessoas, as atitudes “meio tudo”. Afinal de contas, o que é “meio tudo”? São pessoas que nunca se comprometem 100% com alguma coisa ou sempre se colocam com uma postura de receio. Esse cenário é muito mais comum do que se pode imaginar, pode ter certeza disso. Eis a mensagem inspiradora que li…

Não deixe portas entreabertas.
Escancare-as ou as bata de uma vez.
Porque por meias entradas entram meias felicidades. 


Flora Figueiredo

Um dos cenários mais comuns onde se vê atitudes “meio tudo” está no campo dos relacionamentos, principalmente para os homens. Existem muitos homens que simplesmente retiram do seu vocabulário a palavra “compromisso”, fogem dessa palavra como um gato foge da água fria. Essa cena clássica pode ser resumida em uma palavra, MEDO. Medo do compromisso com uma garota. A grande maioria desses homens tem uma autoestima tão baixa que sabem que não conseguirão encantar e fascinar uma única garota por muito tempo, com isso, usam o caminho do “meio tudo” para xavecar com muitas garotas, querem aprender truques e mais truques para conquistar garotas, mas fica tudo na superficialidade, conquistam usando esses truques e depois de alguns minutos ou dias acontece algo muito simples, mas que praticamente todos esses caras não percebem. As garotas com que saem vão perdendo o interesse por eles naturalmente. Eles ligam e elas não atendem o celular, ou atendem e inventam desculpas esfarrapadas para não saírem com eles (o que concordo plenamente). Elas fazem isso para se livrarem de entrar em “barcos furados” e se arrependerem depois. Tudo isso é simplesmente resultado de uma atitude “meio tudo”. A maior parte das mulheres têm uma espécie de “sexto sentido” e percebem facilmente quando alguém está usando uma máscara, ou está só na base de truques baratos. O resumo dessa história é que esses caras ficam com uma, duas, três, dez, vinte mulheres, mas continuam sempre infelizes, porque ao invés de se entregarem por completo a alguém e com sinceridade, se usam de máscaras e truques que só levam a mais infelicidade. Essa é a dica que dou para os homens. Não queiram conquistar garotas usando truques! Isso nunca vai dar certo! Só se pode conquistar uma garota verdadeiramente e com todas as letras sendo você mesmo, sem máscaras, sem subterfúgios.

Os homens que têm medo do compromisso com uma garota...

Os homens que têm medo do compromisso com uma garota…

A felicidade é um dos temas mais discutidos desde que o mundo é mundo. Mas o que eu digo é simples. A felicidade com certeza vem com muito mais facilidade para as pessoas que são sinceras e que não tem medo de ser quem são. Posso falar isso por mim mesmo. Quando eu era garoto tinha um enorme complexo de inferioridade, achava que os outros eram melhores do que eu, mais capazes do que eu, mais bonitos do que eu, etc. O resultado disso tudo é que eu não me sentia plenamente feliz. O que eu fiz foi uma reflexão profunda sobre a minha pessoa e fui vendo o que eu tinha de bom e de ruim, e fui me trabalhando. Tentando reforçar o que tinha de bom e eliminar pouco a pouco o que tinha de ruim. Sempre com muita sinceridade em relação a todos os meus sentimentos. E também aprendi a viver o hoje. Sempre falo nos meus textos que o hoje é a única coisa que existe, e é mesmo. Depois que mudei a minha filosofia de vida a felicidade bateu na minha porta e entrou pra ficar. Fiz comigo o que essa mensagem sugere, abri as portas da minha vida por completo, não deixei minhas portas entreabertas, assim posso afirmar que tudo na minha vida mudou. Essa é a grande mensagem que quero deixar hoje. Não vamos deixar as nossas portas entreabertas e eliminemos da nossa vida as atitudes “meio tudo”, atitudes “meio tudo” são para pessoas “meio tudo”. Vamos fazer parte do time das pessoas plenas e conscientes…

sedutor_charme

Vou concluir deixando uma música incrível que fala sobre as atitudes “meio tudo”, a música “ou sim ou não”, do Arnaldo Antunes. Preste atenção na letra, é muito real o que ele está falando nela…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

           

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

E se o dinheiro não existisse?

Por Isaias Costa

Eu assisti a um vídeo incrível e assim que terminei de assistir me veio uma vontade enorme de postar no blog. Trata-se do vídeo “E se o dinheiro não existisse?”. Vou fazer uma pequena reflexão sobre algumas coisas que consegui captar de mensagem desse vídeo. Aqui segue o link com ele.

A principal mensagem que esse vídeo quer passar é sobre TRABALHAR COM O QUE SE AMA, e segunda mensagem é sobre o MEDO. Vou explicar cada uma separadamente.

Acho que todo mundo já fez essa pergunta. Essa pergunta é como as clássicas: “De onde viemos?” ou “Para onde vamos?” ou “Quando surgiu o universo?”. A diferença é que a pergunta sobre o dinheiro é mais simples de responder do que estas clássicas que até hoje ninguém soube responder com perfeição. O dinheiro surgiu como uma tentativa de organizar melhor a sociedade. A princípio, não se pensava que a existência do dinheiro iria aumentar as disparidades entre as pessoas, ou seja, uns com tanto e outros com nada. Um dos motivos para que o dinheiro tenha sido criado tem a ver com a instituição do TRABALHO como meio de vida e sobrevivência. Isso mesmo! Até mesmo o apóstolo Paulo falava isso! “Quem não trabalha não deve comer…”. Pois é. O dinheiro foi criado para fazer as pessoas serem ÚTEIS À SOCIEDADE e poderem usufruir dessa colaboração de acordo com o seu trabalho. Simples assim! Essa é uma explicação bem simples e direta para a criação do dinheiro. Agora vou fazer o grande questionamento. O problema nunca foi, não é e nunca será o dinheiro! O problema é o que você faz com a sua vida! O que você faz com ela é que vai determinar o seu sucesso ou o seu fracasso. Então eu digo a principal mensagem desse vídeo. Trabalhe com o que você ama que o dinheiro virá até você NATURALMENTE. Escrevi sobre isso recentemente, inspirado no místico oriental Osho. A nossa vida é como um rio, que flui naturalmente, e as pessoas que não trabalham com o que amam estão nadando contra a maré da vida e gastando uma energia muito maior. Confira…

A vida é um rio

A maior parte das pessoas trabalha pelo dinheiro e não o contrário, como realmente deveria ser. Nós devemos fazer O DINHEIRO TRABALHAR PARA NÓS. O que estou falando é bastante sutil e se você captar a ideia vai começar a enxergar o dinheiro com outros olhos e vai começar a agir de uma forma diferente. Fazer o dinheiro trabalhar para você é isso. A primeira coisa é não trabalhar pelo dinheiro, é trabalhar fazendo o que se ama e pronto, sem ficar contabilizando nada, “Eu tenho que trabalhar para ganhar R$ 1000,00; R$ 2000,00; R$ 5000,00…”. Não! Não é desse jeito! Quando você trabalha com o que ama! Com aquilo que faz você vibrar de emoção, o dinheiro simplesmente vem até você. É quase como um passo de mágica. Isso acontece porque você está fazendo algo que está ajudando outras e contribuindo para a melhoria do mundo e da sociedade, e você recebe o dinheiro como uma recompensa pelo seu esforço e dedicação. Está compreendendo o que estou querendo dizer? Ainda tem mais! Quando você faz o que ama vai dar o melhor de si e o resultado será o melhor possível, e sendo o melhor possível você criará uma enorme energia de prosperidade. E o que é prosperidade? É você ganhar o dinheiro suficiente para ter uma vida feliz, tranquila e harmonizada.

dinheiro

Agora vou falar da questão do medo. O discurso de muitas pessoas é esse aqui: “Tenho que trabalhar para botar comida dentro de casa” ou “Tenho que trabalhar para poder pagar as minhas contas” ou “Tenho que trabalhar senão eu vou ser despejado do meu apartamento”. Existe uma palavra chave por trás desse discurso, sabia? MISÉRIA. Exatamente! As pessoas que falam assim acreditam que tem que trabalhar para isso. E o quê elas conseguem? Exatamente o que seu cérebro está dizendo. Se você diz que tem que trabalhar para pagar as contas vai ganhar o dinheiro de pagar as contas. Um dinheiro bem apertadinho. No final vai sobrar só o dinheirinho para tomar um sorvete na sorveteria da esquina, sendo bem otimista. Você está trabalhando pelo dinheiro e não o dinheiro está trabalhando para você. É o medo! Por causa do medo de não pagar as contas isso se reflete no trabalho e no salário. É isso o que quero dizer. Eu adoro a palavra ABUNDÂNCIA. Tente fazer esse exercício! Pense em tudo na sua vida com abundância que pouco a pouco é isso que você terá. Você quer ter abundância? Então coloque essa palavra no fundo da sua mente! Pense grande! Queira grandes coisas! Dessa forma você estará fazendo o dinheiro trabalhar pra você!

Esse tema do dinheiro é muito vasto. Há muito que se falar sobre ele, mas vou ficar apenas com essas ideias! Reflita sobre isso e tente por em prática! Essa reflexão pode lhe ajudar a dar uma reviravolta na sua vida…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

As grandes referências

Por Isaias Costa

Hoje eu vou falar sobre o que talvez seja o maior catalisador para o sucesso, as REFERÊNCIAS. Em qualquer coisa nessa vida, quando se tem uma grande referência o sucesso será garantido e vem de uma forma muito mais rápida do que se imagina. Vou citar alguns exemplos de grandes referências para mostrar a sua importância.

Você quer se tornar jogador de basquete profissional. Tem esse sonho desde criança e quer realizá-lo. A melhor forma de conseguir isso e ver o exemplo dos melhores jogadores do mundo, e não posso deixar de falar da maior referência no basquete mundial. Michael Jordan. Ele não se tornou um mito porque era bom, se tornou porque fazia por onde ser o melhor, ele treinava exaustivamente, todos os dias. Para ele não havia folga, todo dia era dia de jogar basquete, sempre queria se aperfeiçoar, e o melhor de tudo, era humilde. Não se achava o fodão, se achava um jogador como qualquer outro, mas dava o melhor de si para se destacar dos demais. Se quiser ser o melhor no basquete se mire em alguém como ele!

MichaelJordan5

Você quer se tornar ator. Sonha em participar de grandes filmes internacionais. Para que isso se torne realidade você deve ter como referência os melhores atores do mundo. O bom mesmo é estudar a vida e a trajetória dos melhores. Faça uma lista e leia muito sobre as suas carreiras, sobre o inicio, as dificuldades passadas, etc. Posso citar alguns, mas existem muitos outros, por exemplo, Al Pacino, Johnny Depp, Sean Penn, Will Smith, Drew Barrymore, Julia Roberts, Michelle Pfeiffer, Meryl Streep, Anne Hathaway, John Travolta, Harrison Ford, Nicholas Cage, Adam Sandler, Eddie Murphy, Christopher Lloyd e por aí vai. Todos estes são atores extraordinários, que fizeram e sempre vão fazer muito sucesso, porque correram atrás do seu sucesso e conseguiram. Tenho certeza que todos eles tiveram grandes referências nas suas vidas e se miraram neles para serem tão bons ou até melhores…

al-pacino                                                                                                   Drew-Barrymoreblah-cultural-Nicolas-Cage-nicolas-cage

Michelle PfeifferTHE DEVIL WEARS PRADAwill_smith_atual

Você quer se tornar um grande empresário, quer ter a própria empresa e muito dinheiro e sucesso. Se mire nos maiores empresários do mundo, como Bill Gates, Robert Kiyosaki e Steve Jobs. Se interesse de conhecer a vida deles, existem muitas biografias falando deles, são homens geniais quando se trata de negócios. Sabem como ninguém “fazer dinheiro”. Eles são referências espetaculares.

Bill_Gates1

Seu sonho é se tornar um grande cientista. Da mesma forma, tome como referência os melhores cientistas do mundo. Desde os mais antigos até os da atualidade. Principalmente os antigos. Eles eram gênios com todas as letras, porque conseguiam ter o que chamo de “visão além do alcance”. Em minha opinião, os maiores cientistas de todos os tempos foram Arquimedes, Galileu Galilei, Isaac Newton, Johannes Kepler, Thomas Edison, James Clerk Maxwell e Albert Einstein. Meu Deus! Estes caras são muito bons. Eu poderia escrever um enorme texto falando sobre cada um separadamente. Eles revolucionaram a ciência e a sociedade. A melhor forma de se tornar um grande cientista é se debruçar sobre as suas biografias e se perguntar, “o que cientista tal fez para ser tão extraordinário?”, e tentar copiar um pouquinho do que eles foram e fizeram.

Kepler

Kepler

Newton

Newton

Maxwell

Maxwell

Seu sonho é ser pintor. Tome como referência os melhores pintores do mundo, como Pablo Picasso, Michelangelo, Leonardo da Vinci, Van Gogh, Tarsila do Amaral, Toulouse Lautrec, etc. Estude as suas trajetórias, principalmente o inicio de suas carreiras e como conseguiram tanto sucesso. Aprenda um pouco das suas técnicas avançadas de pintura.

Pintura de Van Gogh

Pintura de Van Gogh

Diga para você mesmo. “Vou ser um jogador de basquete tão bom quanto o Michael Jordan!”, “Vou ser um ator tão bom quanto o Will Smith!”, “Vou ser um grande empresário como o Bill Gates!”, “Vou pintar quadros tão bonitos quanto os de Leonardo da Vinci!”, etc. Pensando dessa forma você vai se tornar tão bom ou até melhor do que eles.

Enfim. Em cada área da vida sempre haverá os melhores dos melhores como referências. Tentar imitar um pouco do grande sucesso deles não só vai fazer de você um brilhante profissional como o caminho para se chegar até o sucesso será muito mais rápido. É a história do catalisador que falei no início do texto. Esse é um catalisador poderosíssimo…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O valor da cultura

Por Isaias Costa

arvore

Cultura é uma das palavras mais abrangentes que existe na língua portuguesa. Essa palavra quando bem compreendida pode fazer uma mudança revolucionária no mundo. Afinal, o que é cultura? O que significa cultura?

A cultura é uma palavra que deriva do latim colere, que significa cultivar. E o que vem a ser cultivar? Cultivar é ter cuidado, atenção, dispor de energia, evoluir, etc. Uma das maiores aplicações dessa palavra está na agricultura. Cultivo de grãos, cultivo de trigo, cultivo de plantas… É uma palavra que se aplica muito bem, porque quem cultiva na agricultura tem cuidado, atenção, amor, vê o crescimento das plantas e dos grãos acontecendo passo a passo, sem pressa para ver os frutos das sementes plantadas em poucos dias. É uma prática honrosa, de pessoas que tem um coração muito pacífico, na maioria das vezes.

cultivo-plantas-medicinais

A cultura relacionada ao saber também é muito bem aplicada. É a evolução do pensamento de um indivíduo. Quanto mais cultura uma pessoa tem mais ela vai conseguir ter harmonia e saber driblar todas as adversidades que aparecem no caminho. O conhecimento aguça o princípio de justiça e retidão. É algo natural, se você aprende como a sociedade evoluiu desde a antiguidade até hoje, acompanha a mudança de postura das pessoas, a forma de governar o povo, as mudanças administrativas, o crescimento populacional, a devastação da natureza, a criação dos direitos e deveres do cidadão, etc. Analisar tudo isso de forma crítica e organizada, vai fazer de você um grande cidadão. Infelizmente no nosso mundo atual muitas pessoas não desenvolvem esse senso crítico, porque estão alienadas, não buscam a cultura, não buscam o aperfeiçoamento, não buscam o autoconhecimento.

mar.de.livros

Gosto de associar a cultura e o conhecimento às gotas. Gotas são as menores expressões assumidas pela água. Muitas gotas podem encher um copo com água, muitos copos com água enchem uma bacia, muitas bacias enchem uma caixa d’água, muitas caixas d’água enchem uma represa e muitas represas enchem os rios, mares e oceanos. Com o conhecimento é a mesma coisa. Ele vem através de gotas, que vão se aglutinando até formarem grandes mares. Quero fazer então um questionamento. Por que tantas pessoas não buscam o conhecimento? Porque são IMEDIATISTAS. O conhecimento não é algo que se adquire de um dia para o outro, é preciso paciência e dedicação. Muitas pessoas estão ficando preguiçosas e estão querendo tudo com o menor esforço possível. Grande engano! Essas pessoas estão remando contra a maré da vida. A vida exige paciência, determinação, sacrifício e esforço. São os ingredientes para se conquistar grandes coisas.

gotas_de_agua

Portanto, vamos aprender a cultivar a nossa vida. Vamos aprender a ser filósofos, ou seja, amigos do conhecimento. Este conhecimento passado adiante vai contribuir para a melhoria do mundo inteiro. Pense sobre isso…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized