O quase tudo quase sempre é quase nada

Por Isaias Costa

Hoje vou fazer uma reflexão a partir de uma das composições mais inteligentes do Humberto Gessinger, vocalista da banda “Engenheiros do Hawaii”. A música “muros e grades”.

A principal mensagem que o Humberto quer passar nesta música é sobre o MEDO. Nós vivemos com medo de quase tudo nessa vida. Existem pessoas que tem medo até da própria sombra, são verdadeiras paranoicas, ficam com a impressão de que estão sendo perseguidas ou observadas. Eu acho isso muito louco! As pessoas assim não conseguem administrar os seus medos e se tornam paranoicas.

Muro-de-xisto

A música começa assim: “Nas grandes cidades, no pequeno dia a dia. O medo nos leva a tudo, sobretudo a fantasia. Então erguemos muros que nos dão a garantia de que morreremos cheios de uma vida tão vazia. Erguemos muros…”. Percebe o que acabei de dizer? A fantasia que ele fala são as “minhocas” das cabeças dos paranoicos. As palavras MEDO, FANTASIA E PARANOIA são como aquelas setinhas dos livros didáticos, que mostram as evoluções de uma fase à outra de alguma coisa. O medo leva a fantasia e a fantasia leva a paranoia. Muito cuidado com isso…

Nesta frase ele vem falar também do medo de perder os patrimônios. O mundo em que vivemos hoje, cada vez mais está dominado pelo medo. As pessoas constroem as suas casas com muros enormes, com cercas elétricas, com sistemas de segurança, com um vigia armado no portão e um cachorro valente no quintal. Eu me pergunto sempre. “Pra quê tudo isso? O que estas pessoas tanto querem proteger?”. Eu só digo uma coisa, isso se traduz em medo, medo e medo de novo. Eu penso assim. Se for para ter muitos bens materiais e viver desse jeito, morrendo de medo achando que vai perder tudo, é preferível nem ganhar tanto, para viver sem ser controlado por ele. O Humberto está dizendo isso na sua música, é uma grande lição.

HELLOMOTO

Depois vem a frase: “Nas grandes cidades, de um país tão violento. Os muros e as grades nos protegem de quase tudo, mas o quase tudo quase sempre é quase nada, e nada nos protege de uma vida sem sentido, é, o quase tudo quase sempre é quase nada”. Essa é a parte mais bonita da música, e foi com essa frase que intitulei este post. “o quase tudo quase sempre é quase nada”. Nesta frase ele está fazendo um grande questionamento. Os muros e as grades protegem os patrimônios materiais das pessoas, mas não protegem o principal, o CORAÇÃO e a FELICIDADE. O Humberto tinha e tem consciência disto. De nada adianta você ter uma verdadeira mansão se não é feliz, se acha que vai ser roubado, extorquido, ou até mesmo assassinado. Sim! Tem muita gente rica que vive com medo de ser assassinado, de que os seus bens materiais venham parar nas mãos de pessoas que não merecem. Isso é muito triste. O que eu digo é que estas pessoas não vivem, elas apenas existem, porque não conseguem saborear o que há de belo na vida, não sabem viver a magia dos momentos. Inclusive tem um texto que li e que nunca mais tirei da minha mente, as palavras “magia dos momentos” ficaram entranhadas na minha mente e passei a viver dando muito mais importância às pequenas coisas da vida. Vou deixar o link com esse texto que para mim foi mais do que inesquecível, confira…

A magia dos momentos

O trocadilho do refrão da música também é brilhante: “um dia super, uma noite super, uma vida superficial…”. Nós estamos vivendo em um mundo superficial e cheio de pessoas superficiais. Vou concluir este post fazendo esse convite. Vamos fazer parte de um grupo seleto de pessoas que vive a vida com intensidade? Que sabe saborear e degustar cada momento, cada instante, como se fosse o último da vida? Eu acredito que vivendo assim estaremos dando um brilho todo especial à vida. E claro! Não posso deixar de colocar o link desta bela música para ser apreciada…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s