A invisibilidade social- Parte 1

Por Isaias Costa

Hoje vou falar sobre um tema muito abrangente e que pode ajudar muita gente, a INVISIBILIDADE SOCIAL. O que é a invisibilidade social? É aquela sensação de se estar em um determinado lugar ou grupo e perceber que é como se não estivesse. Essa sensação é horrível e quase sempre é muito frustrante para o indivíduo que se sente invisível. Quero ressaltar que não estou falando de bullying, isso é outra coisa, muito diferente do que vou falar aqui.

Eu já passei muito por isso, sei muito bem o que é estar em um lugar e perceber que é como se não estivesse. O comportamento principal para determinar a invisibilidade social é a timidez. É um comportamento que, se não for bem trabalhado, pode fazer você se arrastar pela vida afora como se fosse um fantasma, onde ninguém se dá conta de sua existência. Nesse post não vou me focar em timidez, só estou citando, mas eu escrevi um texto falando sobre a timidez, quem quiser ler segue o link.

Trabalhando a timidez

Eu sempre gostei muito de me questionar e refletir sobre a minha vida. O que eu fiz? Percebi que a timidez estava me fazendo perder grandes oportunidades e me fazendo tornar cada vez mais invisível. Então procurei mudar, seguir novos rumos e tentar adquirir novos comportamentos. Outra coisa que percebi e que inclusive está sendo pauta de muitos trabalhos acadêmicos, programas de TV e noticiários é o desenvolvimento da SOCIABILIDADE NO TRABALHO. Principalmente no mundo de hoje, com toda essa globalização e o conhecimento que está praticamente “vomitado” para todos. Estou querendo dizer que o conhecimento nunca foi tão acessível como hoje. A internet está revolucionando o mundo e o conhecimento adquirido por uma pessoa não determina se ela vai ter sucesso ou não. O principal quesito hoje é a interação social e a desenvoltura para a comunicação. Não adianta mais você ter um currículo brilhante, com várias páginas, com muitos cursos feitos, duas ou três línguas estrangeiras, etc, se você não sabe lidar com pessoas. É como se todo o seu conhecimento fosse jogado na lata do lixo. Você será visto como um “Zé ninguém” pelos patrões das empresas, mesmo tendo muito conhecimento. Resumindo, muito mais importante do que ter conhecimento é saber se expressar e ter boas relações sociais. Isso vai fazer de você um excelente profissional, e não será visto como um “Zé ninguém” ou um “fantasma”.

Outra coisa que eu fiz para melhorar e me tornar mais sociável foi observar as pessoas que são muito bem relacionadas e se destacam pelo carisma que tem, e tentar imitar um pouquinho do seu carisma. O que a Hebe Camargo, Jô Soares, Sandra Annenberg, Ivete Sangalo, Zeca Pagodinho, Oprah Winfrey, Ayrton Senna e muitos outros têm em comum? Eles têm o que eu chamo de carisma nato, ou seja, são pessoas que naturalmente são bem recebidas pelas pessoas e elas adoram suas presenças e querem por perto. Por quê? Porque são pessoas com uma enorme energia positiva, elas irradiam alegria e positividade. Uma ótima forma de confirmar isso é se perguntar. Quantas pessoas odeiam o Jô Soares? Ou odeiam a Oprah Winfrey? Com certeza os que os odeiam são aqueles invejosos que gostariam de ser tão bem sucedidos e famosos quanto eles. O sonho dos brasileiros é ir para o programa do Jô e o sonho dos americanos é ir para o programa da Oprah (sei que ela não apresenta mais o seu programa, mas isso não vem ao caso…), porque eles são tão importantes e cativantes, que só a “nata” do sucesso é chamada para participar do programa deles.

jo-soares-13111

O exemplo do Ayrton Senna também vale muito a pena ser comentado. Ele é um ídolo para muitas pessoas, mas o que é interessante é que ele era uma pessoa tímida e reservada. Mas porque ele fez tanto sucesso? Lógico que seu talento para Fórmula 1 é um enorme fator, mas a sua pessoa e a sua integridade foram muito maiores para ele se tornar um ídolo. Ele não precisava se mostrar, as pessoas é que vinham até ele, “loucas” para tê-lo por perto. Ele tinha uma energia muito positiva, era uma pessoa extremamente agradável e feliz. Com isso eu acabo de quebrar o paradigma de que para ter sucesso social não se pode ser tímido. Errado! O problema não é a timidez, é a RELEVÂNCIA SOCIAL. Você pode ser tímido, mas se você agregar valor à vida das pessoas, todos vão lhe querer por perto. Grande Ayrton Senna…

ayrton-senna-do-brasil

Mas agora vem a grande pergunta? O que se pode fazer para não ser invisível socialmente? Como melhorar as relações sociais e a comunicação com os outros? Isso é assunto para o próximo post… Aguarde…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s