A volta às origens da Igreja- Parte 2

Por Isaias Costa

Continuando a reflexão iniciada no post passado, agora vou falar sobre o porquê de a igreja ser tão rígida quanto ao celibato.

https://paralemdoagora.wordpress.com/2013/02/25/a-volta-as-origens-da-igreja-parte-1/

A igreja católica é extremamente rígida quanto ao celibato principalmente por causa do motivo que já expliquei, eles têm muito medo que os padres não cumpram bem a sua missão, ou seja, negligenciem a missão da igreja para cuidar da família. Eu sinto dizer! Mas essa é uma visão extremamente LIMITADA da capacidade do ser humano, ou seja, os que pensam assim subestimam a capacidade do ser humano. Eu, sinceramente, acredito que um padre pode ser casado, desde que realmente assuma o compromisso com a comunidade. Está chocado com essas palavras? Acha que estou falando uma heresia? Não! Não é heresia. Estou procurando abrir os olhos das pessoas para algo muito simples e que até hoje ainda é um calo no pé para o mundo inteiro. Vou falar da minha experiência de vida com as pessoas do meu convívio. Eu já conheci homens com uma vocação nata para o sacerdócio, porém, apaixonados pelas suas namoradas. Então! Nessa situação! O que você diria para mim? Não sei! Não posso lhe ouvir! Mas sabe o que eu responderia para você? Que pena! O mundo acabou de perder o que poderia ser um grande sacerdote, milhares de almas poderiam ser salvas, mas não vão ser, porque esse meu amigo não pode ser padre. Entende o dilema? Existem sim muitos homens com desejo de serem padres, mas que sucumbem devido a essa proibição da vida sexual. Então, resolvem seguir o coração, o que concordo plenamente.

PAPA-BENTO-XVI-III

Agora vou falar o mais sério de tudo. A igreja católica está pouco a pouco declinando e ainda não foi tomada uma atitude mais séria para que ela não definhe de vez. Eu digo com sinceridade, fico profundamente triste e abalado emocionalmente por saber que a igreja católica está perdendo fiéis e perdendo a sua força. O papa Bento XVI renunciou o papado e estamos na espera por um novo papa. E agora? Como será o destino da igreja católica? Como procederá o papa que está por vir? Será que ele vai querer uma igreja medieval ou vai tentar novos rumos? Será que a sede por poder e riquezas no Vaticano vai continuar acontecendo e dilacerando a obra de Jesus? Meu sonho é que ele veja estas e outras questões que são conflitantes com olhos de amor, com os olhos de Jesus Cristo. Eu acredito que a Igreja fundada por Jesus é uma igreja santificadora, e ele nunca falou sobre essa questão do celibato. Ele simplesmente disse aos seus discípulos: “Ide e pregai o evangelho a todos os cantos do mundo!”, a questão do celibato foi institucionalizada pelos homens, mas como a nossa sociedade está cada vez mais evoluindo em todas as formas, está cada vez mais complicado sustentá-lo. Jesus falou a Pedro que as portas do inferno jamais prevalecerão sobre a sua igreja, é bem verdade isso, porém, a igreja atual não está como Jesus quer, infelizmente. O que acredito que vai acontecer é esse retorno às origens, a igreja vai voltar a ser como quando Jesus a instituiu e a igreja nos moldes de hoje vai pouco a pouco ser transformada. Eu vejo o mundo e suas evoluções e constato que está crescendo o número dos adoradores de Jesus, aqueles que o adoram em espírito e verdade. Quero fazer parte desse grupo e também quero encorajá-lo a fazer o mesmo. Vamos adorar a Jesus em espírito e verdade, meus amigos. Eu escrevi sobre isso, confira…

https://paralemdoagora.wordpress.com/2013/01/04/adorar-a-deus-em-espirito-e-verdade/

Vamos adorar a Deus em espírito e verdade! Jesus veio a terra para nos ensinar isso...

Vamos adorar a Deus em espírito e verdade! Jesus veio a terra para nos ensinar isso…

Outro motivo para a rigidez no celibato é com relação à HUMILDADE. Como assim? Se a igreja implantasse isso nos dias de hoje, toda aquela ostentação de riquezas materiais deixaria de existir, porque tudo seria dividido igualmente entre os irmãos. O papa não se vestiria mais com roupas cheias de ouro e joias preciosas. Tudo seria como Jesus sempre quis, simples e humilde. É duro ler isso? Você acha duro ler essas palavras? Pois é! Infelizmente os líderes da igreja não querem admitir que AMAM a vida nas riquezas e pompas. Já pensou? Se todas essas riquezas materiais fossem destinadas à verdadeira evangelização, à salvação das almas, à alimentação dos famintos, à construção de abrigos e lares, à compra de roupas e calçados àqueles que não têm nada? O mundo já teria mudado e as pessoas seriam muito mais felizes. E sabe de uma coisa mais? Essa era a missão de Jesus na terra, foi isso que ele ensinou desde sempre, mas entra por um ouvido e sai pelo outro para a maior parte das pessoas, inclusive dentro do próprio Vaticano. Ou você vai me dizer que não conhece a passagem em que João Batista fala: “Se você tem duas túnicas, dê uma a quem não tem nenhuma…”. O que será que João Batista, sendo tão próximo de Jesus, está querendo dizer com essas palavras, hein? Será que ele está dizendo que devemos ter paredes revestidas de ouro? Será que ele está dizendo que devemos ter 50 túnicas só para si? Um palácio? Servos? Banquetes chiques onde os pobres não podem nem chegar perto? Observe Jesus, ele comia e se confraternizava em todos os lugares que adentrava, lugares humildes, festas, lugares chiques, na casa de pagãos. Será que os maiores líderes da igreja fazem isso? Eles se alimentam nas casas dos pobres? Passam a noite da casa de um cobrador de impostos? Pense sobre isso…

vaticano1.213231219_std

Enfim amigos! Eu sei que esse assunto é extremamente polêmico e cheio de controvérsias. O que mais eu gostaria agora era que você desse a sua opinião! Um assunto como esse não pode parar por aqui! Existe tanto ainda a ser falado sobre ele! Fale aquilo que você pensa em um comentário e vamos enriquecer essa discussão! Se quiser também divulgue no facebook ou e-mail…

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized

6 Respostas para “A volta às origens da Igreja- Parte 2

  1. Paulo Candeira

    Isaías cara,eu nao entendi o que tu quis dizer com “Será que a sede por poder e riquezas no Vaticano vai continuar acontecendo e dilacerando a obra de Jesus?” Sede por poder?

  2. Paulo! Isso é bem simples de entender. Lá dentro sempre existiu uma coisinha chamada HIERARQUIA. A coisa já desanda a partir daí. Jesus dizia: “se quiser ser o maior entre os homens, seja aquele que serve…”. Com hierarquias, naturalmente existe os que servem e os que são servidos.
    Quanto mais os padres, bispos, cardeias, etc, vão crescendo, mais esse desejo de serem servidos e tratados como reis vai tomando conta deles. Só isso já dilacera a obra de Jesus. Mas não para por aí. Você sabe que existe o banco do Vaticano e apenas pessoas selecionadas têm acesso a ele. Nesse banco está o dinheiro dos fiéis que inocentemente pensam que esse dinheiro está sendo usado para a evangelização. É uma pena! Porque muito desse dinheiro está sendo utilizado para ostentação de riquezas e bens materiais internos do Vaticano, e aqui está o que mais fere o coração de Jesus. Saber que um dinheiro que, com certeza, foi dado de coração e muitas vezes, de fiéis que não tinham dinheiro nem para si, está sendo utilizado para fins pessoais e totalmente egocêntricos.
    Lá dentro muitos brigam para serem mais importantes, e se não conseguem isso guardam rancores, criam inúmeras inimizades, vinganças, etc. Sim! isso acontece no Vaticano.
    Então? Essa é a igreja que Jesus instituiu? Pense sobre isso…

  3. Osvaldo

    Apesar de não ser católico espero que esse “retorno às origens” realmente aconteça.
    Paralelo a isso, me surpreendi quando li que o Vaticano usa nos dias atuais o dinheiro dos fiéis para fins pessoais, isso é somente uma suspeita ou tem algum fundamento? e qual a dimensão disso?

    • Pois é Osvaldo! Tem fundamento sim, li vários artigos a respeito disso antes de escrever esse post. A dimensão desses desvios de verbas é grande, porque é a evangelização que se torna completamente comprometida com isso, com menos dinheiro menores os recursos para a evangelização.
      Mas a nossa grande sorte é que agora, com a chegada do papa Francisco, eu realmente acredito que essas mudanças vão acontecer (na realidade já estão começando), e esses desvios serão, senão extirpados, quase extirpados. Ficando então a igreja cada vez mais próxima dos planos de Jesus Cristo.

  4. Marcio Cremona

    Osvaldo
    Apesar de não ser defensor do celibato, creio que existam funções na Igreja, Diacono, por exemplo, que podem ser desempenhadas plenamente no trabalho de evangelização, por homens com vocação para o sacerdócio, mas que preferem optar pelo casamento.
    O que mais me preocupa no clero, são os que procuram o sacerdocio sem a devida vocação sacerdotal, pois apenas vislumbram no sacerdócio uma profissão, de certo modo, bem remunerada.
    Márcio Cremona

    • É muito triste você imaginar o sacerdócio como uma profissão, mas infelizmente acontece e muito. Mas creio que estamos em um processo no qual isso vai ser minimizado ao extremo ou mesmo vai inexistir, porque eu creio profundamente que a humanidade está se encaminhando para um novo nível de consciência no qual os muitos moralismos sem sentido deixarão de ter força e darão lugar à consciência profunda que vem da nossa alma.
      É nisso que acredito e ponho toda a minha fé!
      Abração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s