Arquivo do mês: fevereiro 2013

A calma e a saúde

Por Isaias Costa

Hoje eu vou fazer uma breve reflexão a partir de uma frase profunda de um filósofo alemão que admiro muito, Arthur Schopenhauer. A frase diz o seguinte: “Aquele que mantém a calma diante de todas as adversidades da vida mostra simplesmente ter conhecimento de quão imensos e múltiplos são os seus possíveis males, motivo pelo qual ele considera o mal presente uma parte muito pequena daquilo que poderia advir: e, inversamente, quem sabe desse fato e reflete sobre ele nunca perderá a calma”.

mulher-roi-unhas-beleza-12098

Esta frase traz um grande segredo sabia disso? Eu agora vou lhe revelar. Schopenhauer está falando sobre o equilíbrio e a sua relação com as doenças do corpo. A maior parte das doenças que assolam o corpo é fruto de desequilíbrios da mente, ele entendia isso e colocou de forma bastante sutil nessa frase. Leia-a de novo! Consegue perceber o que estou falando aqui? A principal ideia que leva a concluir isso é quando ele fala sobre os possíveis males, que são imensos e múltiplos. Esses males são as doenças físicas, e as palavras “imensos” e “múltiplos” definem algo muito importante tanto na medicina quanto na psicologia, que são as doenças SOMÁTICAS e PSICOSSOMÁTICAS. Isto talvez seja novidade para você que me lê agora, mas é fácil de ser compreendido. As doenças somáticas são aquelas que iniciam com um sintoma típico de uma doença e como num efeito cascata vão surgindo sintomas de outras doenças, e quando menos se espera a pessoa já está com várias doenças diferentes pelo corpo. E as doenças psicossomáticas são ainda mais graves, porque são de ordem psíquica, as doenças de ordem psíquica levam muito mais tempo para serem diagnosticadas e curadas, e o que é pior, levam às doenças somáticas também. Preste muita atenção nestas palavras. Esse é um assunto bastante complexo e que ainda requer profundos estudos de especialistas. Mas o que eu posso dizer é que a calma é muito importante para se manter no equilíbrio. A mente e o corpo podem trabalhar de forma muito melhor quando você está calmo. Eu tomo por mim. Quando estou calmo consigo fazer grandes coisas, mas quando estou ansioso ou agitado, parece que o meu dia foi “sem sentido”. Tento fazer minhas atividades, mas perece que falta aquela inspiração. Fica a dica para todos. Querem ter resultados muito melhores no trabalho? Permaneçam calmos e serenos.

Acho bem interessante que ele fala das duas vias com relação à calma e às doenças. Quando você está calmo consegue trabalhar muito melhor e as doenças não vêm até você. Você não precisa ter esse conhecimento para que isso aconteça. Porém, quando você tem esse conhecimento, vai fazer de tudo para permanecer calmo, porque sabe das consequências para o corpo. É muito interessante isso, não acha? Uma coisa leva a outra.

work_stress

Vou concluir falando de algo muito simples, mas que tem profunda relação com tudo que falei aqui. Se você fica agitado e preocupado demais com os seus problemas, o resultado disso é horrível, porque você estará sendo COMPLETAMENTE IMPRODUTIVO, primeiro, porque ficar preocupado não vai fazer o seu problema ser resolvido, segundo, você provavelmente vai ficar doente, terceiro, você vai perder muito tempo para se recuperar da doença, quarto, você vai gastar um dinheirão com remédios, quinto, você vai se dar conta da besteirada que fez e vai procurar ficar calmo, sexto, você estará preparado para resolver o seu problema. Está vendo como ficar preocupado é improdutivo? Por que ao invés de você passar por esses seis passos você não vai direto para o sexto passo? Sem ter que sofrer os cinco anteriores? Eu tenho procurado a um bom tempo ir direto para o sexto passo, e isso tem me ajudado bastante. Quero deixar essa reflexão a você. Busque a calma e a serenidade. A sua vida pode se tornar muito melhor e produtiva.

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Tudo que se quer no final é só amor

Por Isaias Costa

NASCER DO SOL

Hoje eu quero apenas alegrar um pouco mais o seu dia trazendo uma bela música, que acredito não ser tão conhecida. Trata-se da música “Minha sorte“, da banda Tianastácia. Essa música tem o poder de melhorar o meu astral e minha alegria quase que instantâneamente. Espero que ela faça o mesmo com você. Pare tudo que estiver fazendo por 4 minutos e aprecie esse som. Uma das coisas que quero com o meu blog é proliferar músicas boas…

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

A mediocridade das pessoas

Por Isaias Costa

Eu estava refletindo sobre a mediocridade. Você sabe o que é ser medíocre? Muitos pensam que ser medíocre é não ter senso das coisas, ou não gostar de coisas boas e de qualidade, ou não ter sonhos e projetos de crescimento pessoal, etc. Tudo isso tem um pouco a ver sim, mas a definição de mediocridade na sua essência é: Estar no meio de alguma coisa, ou estar entre o bom e o mal. Infelizmente, a maior parte da população, não só no Brasil, mas no mundo todo, pode ser considerada medíocre. Por quê? A própria definição da palavra já diz isso. Eu adoro a forma como Aristóteles a coloca. Ele define o ser humano em três tipos: SÁBIOS, MEDIOCRES E CRETINOS. É uma definição um tanto quanto pesada, mas gosto dela. Leia esta frase dele! “Os sábios buscam a verdade, os medíocres gostam de fatos, os cretinos falam de si”. Reflita sobre essa frase…

O que caracteriza uma pessoa medíocre? Algumas características compõem os medíocres, são: imitação, rotina, viver em grupos de outros medíocres e ser submissos a chefes e patrões. Vou explicar um pouco cada uma dessas características.

São imitadores, fazem tudo que os outros dizem que é para fazer. Por quê? Muito simples. Eles pensam assim: “Os outros fazem, então deve ser uma coisa boa e eu não vou correr o risco de fracassar…”. Grande engano! Esse é um pensamento muito limitador, porque reflete medo de agir e fazer alguma coisa diferente ou arriscada. É bom de vez em quando fazer algo que seja arriscado ou fora dos padrões, porque o crescimento sempre vem com as experiências. Se você faz só o que todo mundo faz para não fracassar, que graça terá a vida? Uma das coisas que detesto são as pessoas metidas a “certinhas demais”, na realidade o que essas pessoas são é MEDROSAS, e escondem seus medos por trás de um comportamento “certinho”. Elas dificilmente vão sentir o verdadeiro sabor que a vida pode oferecer, porque são engessadas e não se abrem para novos horizontes. Detalhe! Não estou querendo dizer que fazer as coisas certas é ruim. Estou querendo dizer que ser certinho demais pode ser um problema, porque a pessoa não se abre a novas possibilidades. Um exemplo clássico são aquelas pessoas com excesso de organização em casa. Elas dizem: “Esse quadro tem que ficar a 1,60 m do chão, perto do sofá e contrastando com a pintura da parede. Nunca tire esse quadro daí, porque esse é o único lugar que ele pode ficar…”, ou “o pano da mesa da cozinha tem que ter tantos centímetros por tantos centímetros, porque se for maior fica feio e se for menor vai ficar mostrando pedaços da mesa, o que é feio também”, meu amigo, sabe o que é feio? Ficar perto de alguém tão chato como você! Ninguém merece um “pé no saco” desses por perto.

Os medíocres não têm a sua própria atitude. Se dizem, “Escuta aquela música ali que é boa!”, ela vai lá e escuta, sem nem prestar atenção na letra. Ou dizem: “Compre aquele livro que ele é bom!”, mais uma vez ela vai lá e compra. Ou dizem “Compra aquela roupa, porque ela tá na moda!”, ela vai lá e compra, fica ridícula nela, mas tem que comprar, porque tem que ser igual a todo mundo. Ou dizem: “vota naquele candidato tal que ele é bom!”, a pessoa vai e vota nele, só depois que passa as eleições ela percebe o ladrão sanguessuga que votou, quando já é tarde demais e não se pode mais voltar atrás.

cansado

São submissos aos seus chefes e patrões. Isso é uma triste realidade da vida. Muitos chefes e patrões são verdadeiros empreendedores e acima de tudo, são muito espertos. Esses sabem quem são os medíocres e utilizam deles para o seu maior crescimento. Muitos dos medíocres não pensam em crescer na vida e se contentam com pouco, eles são alvo fáceis dos caras espertos, que colocam os medíocres para trabalhar com uma coisa que vai lhes render muito dinheiro, enquanto os empregados ficam com as migalhas. A característica de viver em grupos de outros medíocres entra aqui, os patrões tem a vida deles como que em um “universo paralelo”, no qual nenhum dos seus empregados tem acesso, ou seja, tem a divisão do grupo dos patrões e dos medíocres.

articles-6971

O caminho para o sucesso

Empreendedorismo e acomodação

Enfim. Vamos refletir sobre a mediocridade! Será que você quer passar a vida inteira fazendo o que todo mundo faz? Você vai querer ser lembrado como alguém que fez diferença no mundo ou como “só mais um na multidão”? Eu quero e estou lutando para não ser só mais um na multidão e quero encorajá-lo a fazer o mesmo. Busque cada vez mais ATITUDE. Queira se aperfeiçoar, ler coisas diferentes, conhecer povos diferentes, culturas diferentes, comidas diferentes, paisagens diferentes, línguas diferentes, etc. Vamos procurar a EXCELÊNCIA, que é uma das palavras mais bonitas para contrapor a mediocridade…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

26 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Os opostos se atraem?

Por Isaias Costa

Hoje eu vou desmistificar um dos ditados mais conhecidos da humanidade, “os opostos se atraem”. Será que realmente os opostos se atraem? Quanto mais o tempo passa, mais eu chego a conclusão que NÃO. Vou explicar através de alguns exemplos, mas quero também salientar que nada do que eu escrevi aqui deve ser generalizado, afinal de contas, somos seres humanos, e cada ser humano é um universo de possibilidades e histórias.

11-01-08-semelhantes-se-atraem-no-gente-com-gente

Você é um rapaz super recatado, adora ficar em casa, gosta de atividades caseiras como ficar no computador ou jogar videogame, a última coisa que pensa é em conquistar uma garota em uma balada ou show. Como é que você espera ficar ou se relacionar com uma garota que adora sair para baladas e festas? A probabilidade de isso acontecer é mínima. A maior probabilidade de este rapaz encontrar alguém compatível é através de situações não extravagantes, que não venham a inibi-lo para se aproximar das garotas, talvez algo como um dia em que ele fique na companhia de um amigo que lhe convidou para passar um final de semana na casa de parentes dele. Numa oportunidade como essa, esse rapaz pode conhecer garotas interessantes dentro de um contexto em que está totalmente familiarizado, o contexto doméstico. A recíproca também é verdadeira, uma garota recatada e um rapaz festeiro, para acontecer de forma mais natural, o ideal seria uma situação parecida com a que descrevi.

Você é alguém muito culto, passa o dia inteiro estudando e trabalhando, não consegui passar um único dia da vida sem ler. Uma pessoa assim tem uma probabilidade quase nula de se relacionar com uma pessoa que odeia estudar e ter um relacionamento saudável e livre. O normal de acontecer em um caso como esse é, a pessoa que adora estudar se cansa da que não gosta porque não consegui nem conversar em um mesmo nível, fala com a outra de uma forma que ela fica o tempo todo “Ãh? O quê? Como? Não entendi!”. Ou pode acontecer também de aquela que não gosta de estudar se sentir incomodada por ver que a outra pessoa não “curte” as mesmas coisas que ela, como assistir novelas ou curtir aqueles besteiróis do facebook. Essa cena é extremamente comum. Relacionamentos assim já começam com um prazo de validade estipulado.

Você é uma pessoa bem alegre e comunicativa (esse é um dos exemplos mais clássicos de todos), e pela sua energia positiva e alto astral, consegui fazer amizade muito facilmente com as pessoas e se relacionar sem grandes dificuldades. As pessoas que são assim atraem outras de diversas personalidades para si. O que acontece é que muitos daqueles que são tímidos e retraídos sonham em si relacionar com alguém assim, pensando naquela ideia de que “vai encontrar no outro o que falta em si”, esse um ledo engano, na realidade ninguém encontra no outro o que falta em si, os que pensam dessa forma com certeza sofrem demais com a baixa autoestima. Cada um tem a sua personalidade e praticamente não há nada que se possa fazer para mudar isso, o máximo que pode acontecer é alguém que é tímido se tornar um pouco mais extrovertido por esforço próprio, ou alguém que é extrovertido demais se tornar um pouco mais recatado também por esforço próprio. Neste exemplo, o que é mais interessante de tudo é que, quando essas personalidades opostas começam a se relacionar em um namoro e depois que passa aquela fase da paixão, do encantamento inicial, a pessoa que é mais recatada começa a reclamar da outra, achando que fala demais ou que é “sem noção”, ou extravagante, etc. E aquela pessoa mais extrovertida começa a achar a outra muito “paradona”, ou “sem sal”, ou caseira, ou previsível, e por aí vai. Você percebe! Aquilo que a princípio foi motivo de encantamento passou a se tornar um peso. Quando o relacionamento chega nessa etapa começa a vir as discussões sem nenhum motivo, brigas e mais brigas, e pouco tempo depois vem a bendita separação do casal.

OppositePoles-large

Com esses exemplos, será que você ainda acha que os opostos se atraem? Vou terminar minha reflexão falando sobre as mudanças. Eu tenho consciência que muitos relacionamentos duradouros acontecem devido às mudanças pessoais para se adequar a outra pessoa. É o seguinte, pode uma pessoa que é festeira se tornar um pouco menos festeira porque ama a outra, ou pode também acontecer de a que é caseira demais se esforçar para se tornar um pouco mais festeira. No caso dos tímidos e extrovertidos, muitos relacionamentos desse tipo são duradouros porque acontece um esforço mútuo do que é tímido em ser menos tímido e do que é extrovertido em ser menos falante e passar a ser mais contemplativo e sereno, ou silenciar mais para dar espaço para as outras pessoas. Eu conheço na prática casais que vivenciaram e vivenciam todos os exemplos que eu dei nesse texto. Mas veja só! O que acontece não é atração de opostos, o que acontece é uma adequação a personalidade do outro. ADEQUAÇÃO é muito diferente de ATRAÇÃO. Espero ter deixado bem esclarecido o meu recado e que de hoje em diante você passe a prestar mais atenção no processo de atração. A realidade da vida mostra que semelhante atrai semelhante e não que os opostos se atraem.

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized