Arquivo do mês: março 2013

O poder de uma boa música ou um bom texto

Por Isaias Costa

21398

Hoje eu vou refletir sobre uma coisa que acho importantíssima e que pode literalmente revolucionar o mundo. A CULTURA. Essa é uma das palavras mais ricas da língua portuguesa, mas muitos nem fazem ideia do que significa. Leia esse post aqui! Com ele você vai entender o que é cultura!

O valor da cultura

O tema CULTURA é extremamente vasto. Tão vasto que não cabe nem na maior biblioteca do universo. Na realidade eu comparo a cultura com o próprio universo, ESTÁ EM CONSTANTE EXPANSÃO.

Hoje quero me focar em apenas dois pontos: o poder de uma boa música ou um bom texto. Uma vez estava assistindo a um programa que falava sobre a vida do mestre Raul Seixas. Em certa parte do programa houve o depoimento de um homem que tinha perdido todo o sentido da sua vida. Estava na sacada do prédio em que morava e olhando para baixo com um desejo imenso de se jogar. A única coisa que ele tinha por perto era um pequeno radinho. Quando ele estava prestes a se jogar do prédio teve um último lampejo de esperança. Ele disse: “Vou ligar o rádio para escutar as últimas palavras antes da minha morte…”. Meu Deus do céu! Só de pensar eu já fico arrepiado da ponta da unha do pé até o último fio dos meus cabelos. Quando ele ligou o rádio ouviu simplesmente essa obra de arte aqui.

Depois que aquele homem terminou de ouvir essa música caiu de joelhos no chão e teve o choro mais curador de toda a sua vida. A partir daquele momento ele começou uma nova vida e passou a escrever uma história totalmente diferente. Essa música tem uma vibração totalmente diferenciada. Eu consigo sentir a alma mais profunda do Raul Seixas introjetada nela. Os seus desejos mais profundos foram expostos nesta música e hoje consigo entender um pouco melhor porque ele é um mito. Ele é um mito porque compôs canções como essa, em que expôs a sua ALMA. Ele colocou a sua melhor energia nesta música e o resultado foi que ele deu uma nova esperança e renovou a vida de uma pessoa que não via mais nenhum sentido para nada. Grande Raul Seixas! Seu nome sempre ficará guardado na minha memória e no meu coração, e suas músicas sempre farão parte do meu melhor repertório…

Quando tudo está perdido, sempre existe um caminho. Quando tudo está perdido, sempre existe uma luz...

Quando tudo está perdido, sempre existe um caminho. Quando tudo está perdido, sempre existe uma luz…

Um bom texto pode fazer o mesmo sabia? Uma vez eu li um texto simplesmente magnífico, que me fez refletir sobre o poder que o bom texto pode fazer a uma pessoa. Ele conta a história real de um homem que estava literalmente COM OS DIAS CONTADOS e precisava de algo para fazê-lo ver algum sentido maior para a vida. Escreveu as palavras SOBRE A VIDA no Google e conheceu um blog com este título (um blog que acompanho com muito orgulho). Depois ele mandou um e-mail para o escritor do blog e o texto foi feito com uma reflexão a partir deste e-mail. Nossa! Quando terminei de ler eu percebi o quanto um bom texto pode mudar a vida de uma pessoa. Leia-o com bastante atenção! Ele é extremamente inspirador…

O que falar para alguém que está prestes a morrer?

67891

Quero concluir falando sobre o meu objetivo com este blog. O meu desejo é poder atingir alguns corações e transmitir um pouco do que aprendi na minha vida e as sabedorias que me foram transmitidas desde que me entendo por gente. Meu objetivo com este blog é transmitir CULTURA, e fazer esse mundo ser um pouquinho melhor a partir disto. A você que me lê agora, agradeço pela atenção e espero estar lhe ajudando ou fazendo seu universo se tornar um pouquinho maior. “Tente! E não diga que a vitória está perdida! Se é de batalhas que se vive a vida! Tente outra vez!”…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Unindo qualidades

Por Isaias Costa

Hoje vou compartilhar com você um texto belíssimo que li recentemente e refletir um pouco sobre ele, um texto de autoria desconhecida que fala sobre as ferramentas e o carpinteiro. Aqui está ele:

oficina-da-obra-de-carpintaria-com-ferramentas-de-madeira-9957862

“Contam que na carpintaria houve uma vez uma estranha assembleia. Foi uma reunião das ferramentas para acertar suas diferenças. O martelo exerceu a presidência, mas os participantes lhe notificaram que teria que renunciar. A causa? Fazia demasiado barulho e, além do mais, passava todo o tempo golpeando. O martelo aceitou sua culpa, mas pediu que também fosse expulso o parafuso, dizendo que ele dava muitas voltas para conseguir algo. Diante do ataque, o parafuso concordou, mas por sua vez, pediu a expulsão da lixa. Dizia que ela era muito áspera no tratamento com os demais, entrando sempre em atritos. A lixa acatou, com a condição de que se expulsasse o metro, que sempre media os outros segundo a sua medida, como se fora o único perfeito. Nesse momento entrou o carpinteiro, juntou o material e iniciou o seu trabalho. Utilizou o martelo, a lixa, o metro e o parafuso. Finalmente, a rústica madeira se converteu num fino móvel. Quando a carpintaria ficou novamente só, a assembleia reativou a discussão. Foi então que o serrote tomou a palavra e disse: ‘Senhores, ficou demonstrado que temos defeitos, mas o carpinteiro trabalha com nossas qualidades, com nossos pontos valiosos. Assim, não pensemos em nossos pontos fracos, e concentremo-nos em nossos pontos fortes’. A Assembleia entendeu que o martelo era forte, o parafuso unia e dava força, a lixa era especial para limar e afinar asperezas e o metro era preciso e exato. Sentiram-se, então, como uma equipe capaz de produzir móveis de qualidade. Sentiram alegria pela oportunidade de trabalharem juntos. Ocorre o mesmo com os seres humanos. Basta observar e comprovar. Quando uma pessoa busca defeitos em outra, a situação torna-se tensa e negativa. Ao contrário, quando se busca com sinceridade os pontos fortes dos outros, florescem as melhores conquistas humanas. É fácil encontrar defeitos. Qualquer um pode fazê-lo. Mas encontrar qualidades, isto é para os sábios.”

 pro9

Para mim, a maior lição que se pode tirar deste texto é sobre unir qualidades. Todos os seres humanos têm qualidades e defeitos, não existe ninguém perfeito, até porque, qual a graça que teria na vida se todos fossemos perfeitos? Não precisássemos mais mudar uma vírgula sequer?  A vida seria um tédio total, a grande alegria na vida está justamente em não sermos perfeitos e precisarmos de pessoas ao nosso lado. São os nossos amigos, a família, pais, filhos, que dão um brilho todo especial a nossa vida.

Outra grande lição que se pode tirar deste texto é a humildade. É ter aquele sentimento de não se achar melhor nem mais útil que ninguém. O martelo não é mais importante que o parafuso nem a lixa, todos são importantes e utilizados de forma diferente para um mesmo destino, a fabricação de móveis. Vou dar um exemplo pessoal. Eu sou um rapaz bastante teórico, penso sobre quase tudo de forma analítica e exata, o que é algo positivo. Com essas qualidades consigo pensar de forma organizada, escrever coerentemente, dar aulas com fluência, estudar por horas a fio sem dispersões, etc, etc. Porém, me coloque para consertar pequenas coisas em casa, como uma fiação elétrica que partiu, um sanitário que deu problema na descarga, um chuveiro com poros entupidos, um ralo que entupiu por causa de cabelos em excesso, um ventilador que pifou por causa de sujeira no motor, entre outras coisinhas domésticas que sempre aparecem para dar dor de cabeça. Eu olho essas coisas e fico sem saber o que fazer, com vontade de dar um jeito, mas sem muito tato para isso. Nessas horas agradeço muito a Deus por ter um irmão em casa que é o meu total oposto quanto aos talentos. Ele é extremamente prático, e essas coisas que aparentemente são muito difíceis, ele resolve num piscar de olhos, é como se ele triscasse e já ficasse tudo novo de repente. Eu fico me martirizando porque não sei fazer esse tipo de coisa? Absolutamente NÃO. Eu fico feliz por poder sempre contar com o meu irmão.

Na nossa vida é assim amigos. Nós temos os nossos talentos, e estes são individuais. Então a melhor forma de levar a vida de forma eficaz em tudo é unindo qualidades. Se todos unirem as suas qualidades e juntá-las para o bem, o mundo vai se tornar um lugar cada vez melhor de se viver. Vai haver muito menos egoísmo e este sentimento vai sendo transformado pela humildade e companheirismo…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Ser flexível

Por Isaias Costa

Recentemente escrevi um texto falando sobre uma das maiores carências deste nosso mundo atualmente, que se chama COMPAIXÃO. As pessoas estão ficando cada vez mais AUTOSUFICIENTES, EGOCÊNTRICAS E SOLITÁRIAS. E claro que a junção de tudo isso só resulta em uma coisa, INFELICIDADE. Se você ainda não leu segue o link, vale a pena conferir…

O mundo está carente de compaixão

Eu tenho me inspirado muito em um grande homem conhecido por Dalai Lama, um homem extremamente sábio e que transmite as suas ideias e perspectivas do mundo de forma tão simples que qualquer pessoa pode compreender sem dificuldade. Hoje foi fazer uma breve reflexão sobre a FLEXIBILIDADE. Um grande ingrediente para uma vida feliz e equilibrada.

dalai-lama

Uma vez o Dalai Lama disse isso aqui: “Às vezes sou tão flexível que sou acusado de não ter coerência política. Alguém pode vir a mim e apresentar uma ideia. E eu vejo a razão para aquilo que a pessoa diz e concordo com ela, comentando que é ótimo… Mas então aparece outra pessoa com um ponto de vista contrário, eu também vejo a razão para o que está dizendo e concordo também com ela. Às vezes sou criticado por isso e preciso me relembrar que estamos comprometidos com tal e tal conduta e que por enquanto devemos nos ater a esse lado”.

Eu fiquei absolutamente encantado com tais palavras. São simples, mas de uma profundidade quase inimaginável. Vou explicar um pouco do que ele quer dizer com essas palavras. A primeira coisa e a mais simples de entender é a chamada LIBERDADE DE EXPRESSÃO. Ele entende como ninguém que todo ser humano tem o direito de pensar como quiser, de ser o que quiser e de fazer o que quiser, e ele RESPEITA essa decisão, que é algo individual. Por isso ele escuta diferentes pontos de vista e não se opõe a eles, porque sabe que por mais absurdo que possa ser o pensamento de alguém, esse pensamento faz parte das crenças, ideais e valores desta pessoa, portanto, deve ser respeitado. Isso é algo tão simples, mas posso garantir que milhões e milhões de pessoas têm uma enorme dificuldade de compreender.

Outro ponto fundamental é a HUMILDADE. Esse ponto é importantíssimo, principalmente para as pessoas mais religiosas. Existem milhões de pessoas com aquele pensamento medíocre de que sabe mais do que as outras, ou de que a sua religião é a única que salva e que leva a Deus. Cada vez mais eu estou me distanciando desses indivíduos, porque eles insistem em fechar os olhos para a realidade da vida e do universo, eu já falei neste blog que a religião é um caminho para encontrar Deus e se harmonizar, e não é religião A que leva para Deus e B que não leva. Isso é pensamento de criancinha saindo do berço. O que nos leva para Deus não é a religião em si, o que nos leva para Deus é a nossa CONSCIÊNCIA, que faz a ponte entre o nosso coração e o seu. O Dalai Lama foi um dos homens que mais me ensinou o verdadeiro respeito a todas as religiões e estou aprendendo a cultivar a verdadeira FELICIDADE, que decorre deste pensamento mais abrangente e flexível.

Agora vou falar o ponto que considero mais importante. Você sabe quantas pessoas odeiam o Dalai Lama? Pouquíssimas pessoas, e as que o odeiam com certeza são aqueles indivíduos invejosos de sua FELICIDADE, HARMONIA, PAZ DE ESPÍRITO, COMPANHEIRISMO, COMPAIXÃO, BENEVOLÊNIA, etc. Por que você não se pergunta: Por que o Dalai Lama é tão querido? Para responder a essa pergunta nos mínimos detalhes teria que escrever um livro sobre ele. Mas vou falar um dos principais motivos. A FLEXIBILIDADE. Ele não é uma pessoa engessada nos seus pensamentos e ideais. Ele escuta todos os que se aproximam dele com muita atenção e com muita benevolência. Isso faz dele uma pessoa raríssima neste mundo. O seu EGO é controlado de uma forma quase sobrenatural, ele é uma das pessoas com mais autocontrole de que já tive conhecimento. Muitas pessoas chegam até ele com o objetivo de fazê-lo se contrapor aos seus ideais, mas até mesmo esses indivíduos maquiavélicos ele recebi com um enorme sorriso no rosto. Ele expressa a COMPAIXÃO como ninguém. E isso faz dele uma pessoa querida. Quero concluir com essa ideia, seja flexível no seu pensar. Dessa forma você será alguém muito mais agradável, um número muito maior de pessoas vai se aproximar de você e principalmente, você irá experimentar uma alegria e satisfação que dinheiro nenhum no mundo pode ser capaz de pagar. Se você quiser entender um pouco melhor isso leia o post sobre O RISCO DE QUERER AGRADAR A TODOS. Nele falo algumas ideias interessantes. Segui o link…

O risco de querer agradar a todos

Enfim. Vamos aprender com esse homem tão sábio, o grande Dalai Lama…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Os ETs existem?

Por Isaias Costa

extraterrestres_azul[8]

Eu estava conversando com uma amiga e ela me sugeriu de escrever sobre um tema muito interessante e que ainda não tinha nem parado para pensar, muito menos para escrever. Os ETs. Os ETs existem? Qual será a sua forma? Eles são parecidos com os seres humanos? Eles são bons, maus, feios, bonitos, grandes, pequenos, se comunicam com linguagem falada, são visíveis a olho nu, pertencem a uma dimensão material? Eles vêm a terra dentro de discos voadores? Estas e muitas outras perguntas intrigam os cientistas e ufólogos (aqueles que estudam OVNIs, Ets e vidas extraterrestres) até hoje.

Vou falar aqui algumas coisas que penso a respeito dos ETs. Não tenho conhecimento sobre esse assunto, mas acredito que eles existem sim. Por uma razão muito simples. Você não acha que seria egoísmo demais do ser humano achar que no universo inteiro, com bilhões e bilhões de estrelas, planetas, galáxias e até mesmo universos (cada vez mais os cientistas preveem que existem universos paralelos em dimensões que não identificamos), nós somos os únicos habitantes? Sinto dizer, mas isso é uma enorme falácia. Existem sim outros seres habitando outros planetas, galáxias e universos, nós é que não sabemos disso.

OVNIS

Eu gosto de pensar em tudo de modo mais filosófico. Se existem os extraterrestres, são para ajudar na evolução tanto do ser humano como do próprio universo. E sabe de uma coisa mais? Muitos pensam que os Ets podem ser perigosos. Uma coisa que sempre achei desde que era uma criança é o seguinte: “Não são os Ets que são perigosos. O ser humano que é perigoso!”. O ser humano cria guerras, armas químicas, produtos que o autodestroem (cigarros, drogas, bebidas alcoólicas, etc), vinganças, ódios, rancores, fobias, e mazelas das mais variadas possíveis. Eu acho que talvez os extraterrestres sejam até bem mais evoluídos do que nós, e talvez vivam em sociedades muito mais harmoniosas e organizadas do que a nossa. Eu ficaria lisonjeado se um dia visse um ET. Provavelmente não conseguiria me comunicar com ele, mas acho que ficaria muito feliz, porque provavelmente estaria diante de um ser muito mais evoluído do que eu, e esse é o meu maior desejo. Sempre estar perto de seres que sejam melhores do que eu…

Acho que a melhor forma de pensar nos Ets é essa. Pense que eles são seres bem melhores e mais evoluídos do que você, que pensar assim vai fazer você naturalmente buscar a evolução pessoal. Essa é a principal mensagem que quero lhe deixar hoje. Pensar em ETs é maravilhoso, porque é uma experiência de TRANSCENDÊNCIA. O que é TRANSCENDÊNCIA? É ver além do superficial. É ver com olhos que vão além da visão física. É interpretar a vida e o universo com olhos mais conscientes. É ter uma experiência vívida da verdadeira espiritualidade. É tirar a arrogância do coração por pensar que o ser humano é um ser supremo. Errado! Ele não é e nunca será. Nós somos seres no universo e é como falei. É justamente por pensar que não somos supremos que poderemos ser melhores, porque a arrogância não fará parte da nossa vida. Tente a partir de hoje pensar nos ETs dessa forma! Eles existem para a nossa evolução e para crescermos na dimensão da transcendência.

96C01

Sabe de outra coisa legal? O nosso querido sistema lucra milhões e bilhões de dólares todos os anos para encher as pessoas de MEDO. Nós não precisamos ter medo de ETs, precisamos ter medo de nossas próprias mazelas. São elas que destroem o mundo e a nossa paz. Pare de dar dinheiro a esse bando de sanguessugas que comandam a televisão e as mídias da internet! O que eles querem é lucrar em cima dos bestas que acreditam nos seus besteiróis. Você não precisa ter medo de Ets. Se algum dia alguns deles vierem nos visitar, devemos dar as boas-vindas. Recebê-los como amigos. Senão! Tudo bem! Continuemos nossa vida! Eu penso assim. Se os ETs existem e se um dia chegarem a ter contato direto com os seres humanos, com certeza não vai ser para fazer o mal, muito pelo contrário. Mas para nos fazer sermos melhores do que já somos.

Enfim! Vamos dar uma viva aos nossos amigos Ets! Eles são maravilhosos! E talvez até estejam bem na frente do nosso nariz e nem saibamos! Quem sabe eles já estão na terra, mas em uma forma que não se pode ver a olho nu? São tantas as possibilidades que acho melhor eu parar por aqui. Se você quiser acrescentar alguma coisa, fique a vontade. Esse espaço é para todos, para mim, para você e para os nossos amigos Ets também…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

A degradação da música brasileira

Por Isaias Costa

musica-5187

Hoje eu vou falar sobre um tema que adoro, a MÚSICA, mas sobre uma perspectiva que nem todo mundo para pra pensar, que é a degradação da música brasileira.

Eu fico impressionado como a maior parte das músicas de hoje em dia não fala nada com nada. São vômitos apodrecidos de pessoas que não tem nada na cabeça e jogam seus vômitos para uma população que não tem senso crítico, uma população medíocre que escuta estas baboseiras só porque todo mundo escuta. Chega disso! Vamos aprender a filtrar o que a gente escuta por aí e apreciar as músicas boas! Vamos deixar essa mediocridade apenas para os que insistem em ser medíocres!

https://paralemdoagora.wordpress.com/2013/02/04/a-mediocridade-das-pessoas/

Sabe por que as músicas da década de 70 e 80 têm letras extremamente bem elaboradas? Porque naquela época o Brasil estava vivendo na ditadura militar e o sofrimento batia forte nas portas de todo mundo. Então os músicos exploravam todo o seu potencial interior, porque eles brigavam por uma causa nobre, o sonho de liberdade e de um país muito melhor de se viver. Se não fosse pela ditadura militar o Brasil não teria os gênios da música Chico Buarque e Milton Nascimento. Esses homens brilhantes compunham as suas canções com aquilo de mais belo e profundo das suas almas, porém, é preciso ter sensibilidade artística para apreciar suas músicas. A sensibilidade artística é algo que está se tornando artigo do luxo no mundo de hoje. Por isso que estamos vivendo essa decadência da música. Ainda tem mais! Quase todos estão se deixando ser engolidos pelo “monstro siste”, o nosso querido sistema, que quer comandar a mente das pessoas. Estamos vivendo a INTERNACIONALIZAÇÃO, e lógico que com a música está sendo desse mesmo jeito. Quase todos só querem ouvir músicas internacionais. Não estou condenando as músicas internacionais, não é isso. Eu também escuto muitas. Eu estou questionando aqueles indivíduos medíocres que pensam que as únicas músicas boas são as internacionais. Onde é que está o amor à nossa pátria e às nossas músicas? Eu fico muito triste ao ver tanta gente que não se abre para conhecer melhor as músicas nacionais. É uma pena. Essas pessoas estão deixando de apreciar uma beleza magnífica.

https://paralemdoagora.wordpress.com/2012/12/10/o-monstro-siste-e-a-realidade-atual/

Antes de concluir quero falar sobre as ESCOLHAS. A música é algo que está no campo das escolhas da vida. Eu escolho a música que quero e a que mais me agrada, mas se questione! Coloque seu cérebro para funcionar e se pergunte se aquela música que todo mundo escuta vai lhe fazer bem! Vai lhe dar alegria! Vai alterar o seu humor! Pois é amigos! O que vou falar agora pode ser novidade para muita gente. AS MÚSICAS CARREGAM A ENERGIA DA PESSOA QUE A COMPÕE. Está chocado com essas palavras? Por que você acha que tanta gente diz: “Eu não aguento ouvir essa música porque ela me deixa deprimido” ou “É só ouvir essa música que o meu astral melhora” ou “Eu viajo na maionese com essa música” ou “Eu relaxo e tenho vontade de dormir com essa música” ou “Eu sinto vontade de chorar com essa música” ou “Eu tenho vontade de dar um murro na primeira pessoa que passa na minha frente quando escuto essa música” e por aí vai. Essa sensação causada pela música é a energia que está impregnada nela que passa para o ouvinte. Por isso eu estou dando tanta ênfase a tudo neste post, porque é questão de ESCOLHA o que você escuta. Se você escuta LIXOS é porque escolheu infiltrar lixos na sua alma. É isso que você quer? Ter uma alma triste, sem esperança, melancólica, raivosa, odiosa, etc? A partir de hoje você já sabe que as músicas têm grande influência sobre isso. Quer constatar o que acabei de falar agora? Leia esse post aqui embaixo e se faça a pergunta: “Como ficou o meu astral depois de ouvir essa música?”. Você não precisa me dizer, porque provavelmente eu já sei a resposta.

https://paralemdoagora.wordpress.com/2013/02/05/tudo-que-se-quer-no-final-e-so-amor

Enfim! Acho que já consegui transmitir bem a mensagem sobre a música. Vou deixar algumas para que você aprecie e veja o quanto a música brasileira é rica. São algumas músicas que encantam os meus ouvidos e enchem a minha alma de alegria…

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Tudo tem três lados

Por Isaias Costa

3

Outro dia eu li um texto interessante de uma engenheira química que trabalha com radiestesia chamada Maria Isabel Carapinha. Neste texto ela falava sobre as histórias que são compartilhadas, em toda e qualquer história, sempre existem três lados. Um tempo depois de ler esse texto descobri que se tratava de um provérbio chinês que diz o seguinte: “Todos os fatos têm três versões: a sua, a minha e a verdadeira”.

Quais são esses três lados ou versões? Trata-se do lado da pessoa que conta a história, do seu lado e da verdade em si. Essa discussão dos três lados é bastante filosófica, porque a verdade é uma coisa muito individual e relativa. O que é verdade para mim pode não ser para a outra pessoa vice-versa e ainda pode haver a possibilidade de as duas pessoas terem verdades individuais equivocadas, sendo a grande verdade a de outra pessoa. Parece meio confuso e complicado, mas não é. Inclusive eu escrevi um post falando sobre as verdades. Confira…

A verdade absoluta e a verdade individual

Já falei inúmeras vezes do grande Raul Seixas nos meus textos e não me canso de falar, porque ele é uma grande fonte de inspiração e de questionamentos. Um detalhe muito importante por trás das verdades e dos lados se chama SILÊNCIO. Como assim o silêncio? Vou explicar. As pessoas que normalmente mais se aproximam da verdade no falar são as pessoas silenciosas. Estas pessoas vivem profundamente o ensinamento do grande Sócrates: “Só sei que nada sei”, ou seja, é a questão da humildade. Os que sabem mais devem se mostrar humildes e silenciosos, estes quase sempre se aproximam das grandes verdades da vida. O mestre Raul Seixas entendia bem isso e não cansava de transmitir em suas músicas: “Quem sabe não fala, não diz…”.

Quem sabe não fala, não diz

Lendo esse texto eu fiquei filosofando a respeito do número três. Você já se deu conta de que quase tudo que envolve mistérios, conflitos ou discussões filosóficas tem uma profunda relação com o número três? Vou citar alguns exemplos para que se certifique do que estou dizendo aqui. Jesus morreu e ressuscitou em três dias. A bíblia sagrada e a igreja católica ensinam sobre a santíssima trindade (pai, filho e espírito santo), muitos religiosos acreditam na existência de céu, inferno e purgatório, Pedro negou Cristo por três vezes na noite da sua condenação, três foram os reis magos que foram ao encontro do menino Jesus. No campo dos relacionamentos, quando se fala de triângulo amoroso, quase sempre essas histórias terminam em grandes discussões. Na política foram criados os três poderes (jurídico, executivo e legislativo). No cinema existem os três mosqueteiros. Nos desenhos os três porquinhos, os três sobrinhos do pato Donald. Em livros de suspense ou romances policiais sempre existem grandes mistérios envolvendo o número três, etc, etc. Com relação às histórias de vida não poderia ser diferente. Sempre existem três lados. E a verdade aparece a partir da discussão desses três lados.

600-os-tres-mosqueteiros1texto-infantil-Os- três- porquinhos- de- Joseph -Jacobs-fábulas-galeria-do-texto-infantil

Quero concluir essa viagem filosófica dizendo que a verdade é algo muito individual, e nós devemos ser o mais neutros possíveis com relação às verdades dos outros, porque isso que é a verdadeira liberdade, a grande liberdade de expressão. Cada um tem o direito de pensar como quiser, de viver como quiser e da maneira que quiser. Manter-se neutro com relação a tudo isso pode nos ajudar muito, porque teremos relações mais saudáveis com as pessoas. Eu gosto muito de cultivar o silêncio. Eu acredito que ele é o maior aliado para os bons relacionamentos com as pessoas. Através do silêncio e da observação nós aguçamos a forma de falar, para não ser invasivo nem intransigente. E desenvolvendo isso, existe uma maior possibilidade de que aquilo que estejamos falando seja algo bem próxima da verdade.

Portanto amigos. Vamos sempre nos lembrar de que em tudo existem três lados e que ter a consciência deles pode fazer a nossa vida ter muito mais harmonia.

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Quanto vale a vida?

Por Isaias Costa

Uma jovem tão linda que morreu por causa de alguém completamente desequilibrado...

Uma jovem tão linda que morreu por causa de alguém completamente desequilibrado…

Ontem eu assisti a uma pequena notícia que me deixou absolutamente perplexo e a partir dela fiquei me perguntando: “Quanto vale a vida?”. Uma pergunta bastante difícil e complexa. Antes de iniciar minha reflexão a respeito vou deixar o link com a notícia para você assistir…

http://mais.uol.com.br/view/jinmcnm98vmk/aluno-mata-professora-por-amor-nao-correspondido-em-sp-0402CD9C3570C4994326?types=A&

É muito difícil concluir com exatidão o que levou esse jovem a cometer um crime tão bárbaro, mas acredito que a principal causa está no EGO. Ele teve seu ego profundamente ferido. O que observo nestes casos e em pessoas na sociedade é que o ego tem uma relação muito forte com a ACEITAÇÃO e com aquela forte tendência que existe dentro de todo ser humano de SER APROVADO. O ego NECESSITA de aprovação dos outros. Se essa aprovação não acontece parece que nós “entramos em parafuso”. Acho que se entrasse no mérito da questão escreveria páginas e páginas. A questão da aprovação vai muito mais além do que relacionamentos. Sabe um exemplo simples que acontece todos os dias que tem tudo a ver com essa história de aprovação? Mensagens de celular, de facebook ou telefonemas. Eu fico impressionado como as pessoas DEPENDEM de uma resposta de mensagem, de um “curtir” de facebook ou de telefonemas para dizer que está tudo bem ou que não esqueceu a pessoa. Eu acho tudo isso tão simples! Mas admito que não consigo entender porque a maioria das pessoas depende tanto dessas coisas. Se você manda uma mensagem e a pessoa não responde é como se houvesse um cataclismo. Se você manda uma mensagem no facebook e ninguém curte vem sempre aquela ideia: “Ninguém curtiu o que eu coloquei! Ninguém olha o que eu posto! Blablabla”.  Se você deixa de ligar um dia para o namorado ou namorada a pessoa fica pensando que você está deprimido, ou que esqueceu dele(a), ou que o relacionamento está esfriando, e mais infinitos outros pensamentos que só refletem uma coisa, NECESSIDADE DE APROVAÇÃO. Ahh! Quero deixar claro que não me excluo do que estou falando aqui. Eu mesmo penso muito das coisas que estou escrevendo e também não consigo entender o porquê…

https://paralemdoagora.wordpress.com/2012/11/03/ser-de-todos-e-de-ninguem/

Percebe como essa questão da aceitação e aprovação é ampla? Pois é. Eu acredito que aconteceu isso com esse rapaz que matou a moça, porém os seus desequilíbrios pessoais também contribuíram bastante neste ocorrido. Ele com certeza tinha muita coisa mal resolvida, principalmente do que se trata de AUTOESTIMA. Eu sinto dizer, mas seu caso é digno de PENA. Não sou mulher, mas eu tenho certeza absoluta que as mulheres que veem uma matéria dessas pensam: “Meu Deus! Que cara fraco! Idiota! Insignificante...”, entre outros adjetivos torpes. As mulheres pensam isso por um motivo muito simples, elas esperam atitudes de SEGURANÇA em um homem. Se isso não acontece o caminho natural é a REPULSA e FALTA DE ORGULHO. Esse rapaz deveria ser extremamente inseguro e logicamente não conseguia sucesso com as garotas. Mas o problema é das garotas? Obviamente não! O problema era dele, que não desenvolveu algo que todo e qualquer homem deve desenvolver: SEGURANÇA. O que aquela professora fez foi o qualquer outra garota faria, deu um fora bonito em um cara totalmente fraco e inseguro. Quero aproveitar para deixar essa dica aos homens que estão lendo esse post. Querem ter sucesso com as garotas? Sejam seguros! Ajam como homens! E não como um rapaz como esse do vídeo, que é digno de pena, e sei que as garotas concordam comigo. Ele agiu de forma completamente egoísta e doente matando a moça, e ele fez isso pra tentar aliviar uma dor que deste dia em diante vai se tornar ainda maior, porque ele está preso, com o nome sujo e principalmente, com o lado psicológico completamente destruído. O que deveria ser resolvido de uma forma honesta, que era a sua insegurança, foi esfacelado por causa do seu ego inflamado de ódio. É uma pena…

Na realidade, o caso deste rapaz é ainda mais complexo do escrevi até agora, porque seu perfil psicológico é típico de um psicopata, e tratar um psicopata é algo que nem os psiquiatras ainda sabem com perfeição. Na entrevista em que ele fala que faria o que fez em qualquer hipótese me leva a concluir que ele é psicopata, não sei o grau de psicopatia, mas com certeza ele é, e com essa informação ainda complica mais uma análise profunda desse caso.

Para concluir. Quanto vale a vida? Muitas pessoas estão matando seres humanos inocentes por causa deste desequilíbrio, que digo e repito, é interior. As pessoas querem resolver exteriormente problemas que devem ser resolvidos interiormente. O que acontece é que enquanto for assim o mundo continuará cheio de desequilíbrios. Mais uma vez vou repetir. Busque o AUTOCONHECIMENTO. Leia! Questione sobre a sua vida e seu universo interior! Destrua aos poucos as mazelas que estão guardadas no coração e muitas vezes já estão apodrecendo por falta de atitude! Não queira perfeição em ninguém, se você pensar assim vai acabar ficando paranoico, porque todo ser humano é cheio de defeitos e sempre vai lhe desapontar em alguma coisa! Se você foi rejeitado por alguém, não fique querendo matar essa pessoa, pergunte a si mesmo o que levou a outra pessoa a lhe rejeitar e mude esse comportamento! Seja HUMILDE. Tenha consciência que você é um ser em constante mudança e aperfeiçoamento, e que pode ser alguém muito melhor, basta correr atrás desse sonho.

https://paralemdoagora.wordpress.com/2013/01/07/o-ego-do-ser-humano-parte-1/

https://paralemdoagora.wordpress.com/2013/01/09/o-ego-do-ser-humano-parte-2/

Tudo que falei aqui é bastante amplo e complexo. Com certeza ainda falarei de muitos outros pontos que tem relação com o EGO, com a SOLIDÃO, com as MUDANÇAS, com o AUTOCONHECIMENTO, mas são cenas para os próximos capítulos. Quero lhe deixar com uma bela música que trata de forma mais filosófica a questão da vida. Escute prestando muita atenção na letra, é uma letra riquíssima e cheia de interpretações…

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

A estrada menos trilhada

Por Isaias Costa

Hoje acordei ouvindo um rapaz que me inspira demais a escrever, estou falando do meu amigo Raul Seixas. Ouvindo suas músicas tão ricas de ensinamentos lembrei-me de um texto antigo do blog que fala sobre a CORAGEM e sobre COLOCAR A CULPA NO OUTRO. Aos que já leram e aos que não leram segue o link com ele…

A culpa é do outro

Nós precisamos ter coragem de ARRISCAR e de seguir um caminho que ninguém trilhou ainda ou que tenha sido o menos trilhado. Filosofando sobre isso eu me lembrei de um poema riquíssimo de um poeta chamado Robert Frost chamado “A estrada não percorrida”, este poema foi escrito em inglês e obviamente fica sem rimas quando traduzido, mas o importante e entender a sua mensagem…

Pra onde é que eu vou??

Pra onde é que eu vou??

“Duas estradas divergiam numa árvore amarela
E me ressenti não poder ambas percorrer
Sendo um só viajante, por muito me detive
E observei uma até quão longe pude
Só para observar que na relva desaparecia

 

Então segui pela outra, tão boa quanto,
E talvez por ter melhor reclame
Mais ramos possuía e talvez por ansiar uso
embora, quanto a isso, o caminhar, no fim,
as tivesse marcado por igual.

 

E, naquela manhã, em ambas igualmente jaziam
Folhas que passo algum pisara.
Ó deixei a primeira para outro dia!
E sabendo que um caminho leva a outro caminho
Duvidei se algum dia eu voltaria.

 

Isto eu hei de contar mais tarde, num suspiro
Em algum ponto, eras e eras ainda nesta existência,
Duas estradas bifurcavam numa árvore,
Eu trilhei a menos percorrida,
E isto fez toda a diferença.”

           

Este poema traz grandes ensinamentos, mas o seu maior ensinamento é o da CORAGEM. A maioria das pessoas quer seguir o caminho já trilhado, por ser o caminho mais fácil. Isso tem uma profunda relação com algo que já escrevi tempos atrás, a MEDIOCRIDADE. O caminho mais fácil é o caminho dos medíocres. Você quer seguir sempre o caminho mais fácil por causa do medo de fracassar? Quer seguir a estrada já trilhada para ter segurança? Perceba a sutileza de Robert Frost ao dizer: “Eu trilhei a menos percorrida, e isto fez toda a diferença”. Ele está dizendo em outras palavras isso aqui: “Eu não fui um medíocre, por isso eu me destaquei...”. Isso é um poema, se ele usasse essas palavras que acabei de colocar iria assustar todo mundo e ninguém jamais leria os seus poemas. Entende o que estou querendo dizer? Ele é um rapaz bem esperto. Eu gosto do Raul Seixas por isso também, muitas vezes ele esculachava os medíocres em suas músicas, mas somente aqueles que têm sensibilidade para os seus ensinamentos conseguem captar, porque ele colocava estas mensagens nas entrelinhas…

A mediocridade das pessoas

Vou ser bem breve hoje, quero deixar um ar de reflexão e a profundidade das palavras deste grande poeta…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

O campo magnético dos apegados

Por Isaias Costa

 campo3

Hoje eu vou tratar de um assunto de enorme relevância, mas poucos são os que vão fundo nele para decifrar e mostrar formas de lidar com harmonia, trata-se do APEGO. Talvez alguém leia este texto e fique com muita de raiva de mim ou passe a evitar ler meus posts, mas eu não me importo. Estou sendo SINCERO e TRANSPARENTE ao dizer a minha forma de pensar, e tenho convicção de que não vai agradar a todos.

Eu fico impressionado como existem milhares de relacionamentos doentios e que são disfarçados de amor, relacionamentos que vem com aquela bela roupagem da paixão. Grande engano! A paixão é uma coisa boa. Mas eu estou falando da paixão exagerada. Aquela que cega o indivíduo ao ponto de ele já não conseguir nem diferenciar a sua identidade da identidade da outra pessoa.

Eu não sei se você já reparou, mas existem muitos casais que vivem o seu “amor” de forma tão intensa, que se torna sufocante. Eu gosto de associar esses casais com os campos magnéticos da Física. Eles criam naturalmente um campo magnético de repulsão fortíssimo. Um campo que impede que qualquer pessoa se aproxime. O que não é pra menos. Como pode alguém se aproximar de uma pessoa que vive grudada em outra como um parasita? É impossível não é mesmo! Pois é. Isso que eu estou falando aqui é muito mais comum do que se pode imaginar. Vou falar um pouco do que acontece com esses casais.

O principal problema das pessoas que se apegam demais é a AUTOESTIMA. São pessoas com uma autoestima tão baixa que sentem a necessidade de “amarrar” uma pessoa para si. Esta é uma verdadeira prisão, sabe por quê? Porque o grande impulsionador desse relacionamento é o MEDO. A pessoa vive com um medo constante de que vai perder a pessoa amada, então o apego é como um mecanismo de defesa, para ter certeza de que a pessoa vai ser exclusiva. Quanto menor for a autoestima de uma pessoa, mais ela vai sentir esse apego, porque vai viver com medo.

Você é meu! Só meu!

Você é meu! Só meu!

Agora eu vou falar a ideia principal. As pessoas que se apegam demais tem a impressão de que a outra pessoa é a SOLUÇÃO PARA TODOS OS SEUS PROBLEMAS. Não, não e não. Ela não é! Como é que você vai achar que uma pessoa tão imperfeita como você vai ser a solução para todos os seus problemas? O que acontece é que esses casais extremamente apegados têm tantas compatibilidades que vem essa impressão de que não precisa de mais ninguém por perto. Aí então, o que vai acontecer? Exatamente isso. O casal cria o seu campo magnético para afastar todas as pessoas de perto. Isso é doentio meus amigos. Eu posso afirmar isso porque vejo acontecendo todos os dias e sinto que esses casais estão longe de serem mais felizes do que os que são desapegados. Na verdade, é justamente o contrário. Os casais desapegados são muito mais felizes. Você já parou pra pensar nisso? Não tem nada melhor do que você poder ter momentos individuais ou com amigos e não ter aquela pessoa no seu pé fazendo um mega questionário: “Vai pra onde?”, “Que horas?”, “Com quem?”, “Com qual finalidade”, “Tem que voltar na hora x”. Meu Deus! Isso é chato demais. Não tem quem aguente uma coisa dessas! Os relacionamentos das pessoas apegadas são nutridos por JOGOS DE DOMINAÇÃO. Um tem que dominar e o outro tem que ser o dominado, como um cachorrinho em uma coleira. Desculpe a dureza das minhas palavras! Mas eu tenho que ser muito duro mesmo! Porque eu acho que só dessa forma eu posso atingir alguém que esteja lendo isso agora. Faça a pergunta: “Um relacionamento precisa ser assim? Regido pelo medo? Achando que você vai perder a pessoa amada a qualquer momento?”. Não! Vamos ter amor próprio! Para amar de verdade outra pessoa nós devemos saber primeiro nos amar, porque desenvolvendo o amor próprio você vai viver os relacionamentos de uma forma bem mais saudável.

Vou concluir falando sobre a dimensão do outro. Você deve colocar definitivamente em sua mente que: “você é você e o outro é o outro”. Cada pessoa tem as suas próprias individualidades e você tem que respeitá-las. Todos nós temos diversos territórios pessoais, que vão sendo adentrados pelas pessoas que amamos. Mas se esse amor for intenso demais, criando esse vínculo doentio de apego, você vai permitir que a outra pessoa adentre em todos os seus territórios, fazendo com que você perca a sua própria identidade. Isso é muito grave. Por que tantos casais se casam e perdem totalmente o vínculo com os familiares? Acontece por causa disso! A outra pessoa invadiu um território que não é dela, o núcleo familiar. E isso gerou uma repulsa natural dos familiares. Pode observar! Os casais que não tem vínculos com os familiares são totalmente fechados nos seus mundos. É como se só existisse a outra pessoa em todo o universo. Será que isso é amor? Eu chamo isso de DOENÇA!

Eu só preciso de você na minha vida...

Eu só preciso de você na minha vida…

Não vou me estender para não me tornar um chato. Mas é muito bom que você reflita sobre essas minhas poucas palavras. Elas podem lhe ajudar a ter relacionamentos mais saudáveis e harmoniosos…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A caixa do nada

Por Isaias Costa

-Você está pensando em quê amor?-Em nada, querida!

-Você está pensando em quê amor?
-Em nada, querida!

Hoje eu quero apenas deixar um vídeo incrível que assisti ontem e que fala das diferenças entre o cérebro masculino e feminino. Esse vídeo é muito bom, amigos, super engraçado. O rapaz tem um senso de humor incrível e prende a atenção de uma forma impressionante. Se você quer ter um relacionamento melhor com seu(sua) namorado(a), noivo(a), esposo(a), esse vídeo foi feito para você. Áhh! E se você ainda não encontrou seu “Love”, esse vídeo também foi feito para você, aliás, seria ótimo que assistisse, porque com essas informações, você pode iniciar um relacionamento sem cometer erros comuns que quase todos cometem, fica a dica. Assista e perceba que conviver com o sexo oposto não é tão complicado assim, basta saber como se comportar…

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized