A diferença entre amar e gostar

Por Isaias Costa

Jesus Cristo é o homem mais famoso do mundo e também o mais desconhecido. Uma vez postei um texto falando sobre AMAR OS INIMIGOS, que é um dos ensinamentos de Jesus que muitos leem, leem e leem, mas não entendem. Aos que não leram segue o link.

Amai os vossos inimigos

Hoje eu vou continuar nessa levada compartilhando um texto muito reflexivo do psicanalista e escritor Caio Fábio falando sobre a diferença entre amar e gostar. Confira…

se-voce-amar-seus-inimigos-conde-leon-nikolaievitch-tolstoi-citacao

A DIFERENÇA ENTRE AMAR E GOSTAR

Às vezes a gente ama e gosta.
Outras vezes a gente ama, mas não gosta.
Mas o chamado de Jesus é para amar até quem não se gosta.
Não dá para ser saudável e gostar do inimigo, do perseguidor, do falsificador da vida.
Todavia, é possível amá-lo.
Esta é a aparente contradição de Jesus.
Sim, Ele amava a todos, mas não gostava de um monte de coisas; e, de certo modo, de um monte de gente. Mas amava. E ensinou que é possível e necessário amar, mesmo quando se aborrece alguém.
Às vezes se aborrece algo… Então é fácil separar as coisas. Mas outras vezes a coisa e pessoa se fundiram de tal modo que não dá para separar. Entretanto, mesmo assim, é possível amar; pois amor, nesse nível, não demanda sentimento, mas tão somente CONSCIÊNCIA.
Amar o adversário, o inimigo, o falsificador de Deus — acontece assim, nessa dialética que só cabe no amor segundo Jesus.
A ira de Jesus é cheia de amor desgostoso e ferino como uma espada de dois gumes!
Não amar quando não se gosta, não nos é permitido!
Até o abomináveis precisam ser amados com oração!
No entanto, isso não significa ódio.
Apenas quem não conheceu ainda o Evangelho é que pensa que não gostar implica em não amar.
O amor por quem não se gosta não carrega nenhum prazer, e, por vezes, vem cheio de enfrentamento e denuncia, como se vê nas práticas de Jesus!
“Ai de vós fariseus” [Mt 23] – é uma fala de um amor desgostado, mas é amor!
Para os religiosos, todavia, amar implica em acordo ou em silêncio obsequioso, mesmo quando se desgosta de tudo.
Em Jesus, no entanto, não é assim….
Porém, ninguém entenderá isso sem que antes fique cheio do Espírito de Cristo!

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s