A aceitação e o desenvolvimento dos talentos

Por Isaias Costa

Colacao_de_Grau_07_12_(10)

Hoje eu vou falar de um ingrediente fundamental para você ser muito bom em alguma coisa, esse ingrediente se chama ACEITAÇÃO. O que é a aceitação? É algo que poderia me estender e falar muitas coisas, mas vou tratar de apenas alguns pontos relevantes. Vou falar a partir de uma frase bem inspiradora e filosófica do escritor John Powell que diz assim:

“Se você me aceitar no ponto em que estou, minhas energias e desejos de crescer serão liberados. Se você me assegurar que está bem estar no ponto em que estou agora, terei coragem de avançar mais adiante. Também começarei a aprender que posso ser autêntico em minha comunicação sem ser punido por minha franqueza ou rejeitado por minha honestidade.”

Essa frase tem muito que dizer, mas vou falar sobre a minha própria experiência. John Powell está falando sobre os talentos individuais das pessoas. Cada um tem seus talentos e deve desenvolvê-los, mas para desenvolvê-los deve ACEITAR-SE COMO É. Essa é a grande questão! Todos passam por momentos de grandes dúvidas na vida, sem saber a verdadeira vocação, sem saber que caminho seguir, como se estivesse em um labirinto com várias entradas possíveis e não se sabe qual entrada seguir. Isso é muito normal, eu já passei muito por isso e continuo passando. Ainda digo mais! Se você é uma pessoa que acha que já tem todos os seus caminhos muito bem trilhados e certos, pode enterrar. Você não é um ser humano normal, provavelmente é uma pessoa metida a “certinha demais”, é como diria o Jorge Luis Borges, alguém “que viveu sensata e produtivamente cada minuto de sua vida”. Estas são as pessoas do grupo das lamentadoras. Eu escrevi um texto interessante falando sobre isso, confira…

Lamentações de uma vida

Leva-se muito tempo para discernir a vocação, e como eu gosto de dizer sempre, para você discernir bem a vocação deve ouvir a voz do coração, silenciar e deixar que ele diga qual caminho deve seguir.

Eu descobri que minha vocação é para o ensino e para a escrita, mas não foi algo que descobri de repente, do nada. Precisei passar por muitas provas na vida até descobrir que era realmente o que queria.

A aceitação tem uma forte ligação com a serenidade e a paz. Com isso vou falar de algo extremamente importante. Muitos pais interferem nos sonhos de futuro dos seus filhos. Muitos deles querem que o filho ou filha faça faculdade tal sem nem perguntar o que eles realmente gostariam de fazer. Esses pais se utilizam de muitos argumentos e chantagens para persuadir os filhos a fazer o que eles querem, o principal mecanismo se chama CHANTAGEM EMOCIONAL, um mecanismo que tenho repúdio. A chantagem emocional é aquele mecanismo que coloca como ponto de partida o amor de pai e mãe, ou a moradia, ou a felicidade pessoal dos pais. As frases clássicas são: “Se você não fizer faculdade tal eu nunca irei me orgulhar de você!”, “Se você não fizer faculdade tal não olho mais nem pra você. Não serei mais o seu pai (sua mãe)” ou “Se você não fizer faculdade tal pode procurar outro lugar pra morar porque nessa casa você não fica mais!”. Leia com calma essas frases e responda com sinceridade. Qual o filho que, escutando essas asneiras dentro de casa terá motivação suficiente para correr atrás dos seus sonhos e fazer aquilo que ama fazer? Praticamente nenhum. Somente aqueles que souberem desenvolver uma OUSADIA fora do comum, o que é algo raríssimo. O que falei sobre a paz e serenidade fica completamente destruído e passa-se a imperar o MEDO, o maior destruidor de sonhos, perspectivas e crescimento do ser humano. Portanto, estas palavras vão principalmente para quem for pai ou mãe. Aceite o seu filho ou filha do jeito que ele é! Apoie e deixe que ele siga o seu caminho! Pode ter certeza que pouco a pouco ele vai fazer o que o John Powell está propondo. Ele vai liberar os desejos de crescer e vai ter coragem de avançar mais adiante.

Quero concluir falando de uma coisa que já falei diversas vezes neste blog. Os caminhos de todos são cheios de pedras e buracos, mas todas as experiências vividas servem para crescermos como seres humanos e irmos além, evoluirmos. A evolução sempre vem acompanhada de muitos sofrimentos. Portanto, vamos ACEITAR isso. Vamos a partir de hoje entender com um pouco mais de completude essa palavra tão rica e ao mesmo tempo tão desconhecida chamada ACEITAÇÃO. Aceitando-se como é, com todas as falhas e erros, mas com o firme propósito de ser melhor e de buscar a evolução. Dessa forma, tudo na vida pode fluir de forma muito mais natural e harmoniosa…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “A aceitação e o desenvolvimento dos talentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s