Solidão e Solitude

Por Isaias Costa

É muito bom ter momentos assim de vez em quando...

É muito bom ter momentos assim de vez em quando…

Hoje eu quero falar sobre uma palavra que a maior parte das pessoas desconhece ou não vê com bons olhos, a SOLITUDE. O que é solitude? É uma coisa que busco demais e também por muito tempo não sabia que tinha um nome específico, que é ter momentos sozinho, com o objetivo de refletir, pensar, se aliviar de algum peso, etc. Antes de prosseguir quero compartilhar a melhor explicação que li para essa palavra, feita pelo jornalista e cartunista Luciano Pires.

Solitude em geral é uma escolha, é a decisão de ficar só, longe de todos, com seus pensamentos. É uma decisão consciente, que busca dar prazer, trazer alívio emocional, fazer com que mergulhemos em nós mesmos num exercício necessário de auto avaliação. Eu, por exemplo, me sinto muito bem quando estou acompanhado de mim mesmo. Mas o grande lance da solitude é o fato de ela ser uma escolha consciente do indivíduo.

Já a solidão não é…

Solidão tem a ver com separação. Somos separados por qualquer motivo que seja, de gente que amamos. Aliás, quando nascemos esse exercício é levado ao extremo: somos separados de uma mãe, saímos de dentro de outra pessoa! E começamos um processo lento de adquirir independência. E conforme crescemos, esses períodos de solidão vão se mostrando cada vez mais comuns. Nos separamos de nossos pais para ir à escola e depois para tocar nossas vidas. Quando esse processo significa uma separação profunda, há o risco de sentir-se abandonado, rejeitado, ansioso, inseguro… Em alguns casos desembocando num processo de depressão, quando nos sentimos inúteis, ressentidos.

A palavra central para solitude é ESCOLHA, eu escolho ter um momento sozinho e não fico sozinho por ser solitário, entende? Essa é a grande diferença. Eu faço muito isso. Às vezes eu preciso de momentos sozinhos para organizar meus pensamentos e principalmente para não fazer uma coisa por impulso. Eu paro e penso no que vou fazer, como fazer, quais serão as possíveis consequências, etc.

A principal mensagem que quero deixar é essa, a solitude não é ruim, o ruim é a solidão, ou seja, você pode buscar a solitude e não ser solitário.

A outra mensagem que quero deixar é que não necessariamente uma pessoa que tenha contatos com muita gente não seja solitária. Tem muita gente que conhece ou conheceu milhares de pessoas ou mesmo são ou foram famosas enquanto vivas e são muito solitárias, isso é bem comum entre músicos e atores, posso citar vários exemplos (Kurt Cobain, Janes Joplin, Renato Russo, Raul Seixas, Cazuza, Chorão, Heath Ledger, Marilyn Monroe, Hugh Grant, Ben Stiller, e por aí vai) e também tem outras que possuem uns dois ou três amigos sinceros e não tem um pingo de solidão. Ou seja, não importa a QUANTIDADE de amigos, mas a QUALIDADE. Eu até já falei nesse blog que não tenho tantos amigos assim, mas os que tenho eu posso contar sempre, em qualquer ocasião, e isso é que é o importante, é isso que nos completa e nos deixa felizes.

Entendendo a solidão

Portanto. Eu quero deixar como sugestão que você busque de vez em quando a solitude, porque ela é uma grande amiga do AUTOCONHECIMENTO. Já a solidão anda de mãos dadas com a DEPRESSÃO. Se você sente que está começando a se sentir sozinho e com sintomas de depressão é hora de buscar ajuda, de livros, amigos, parentes, ou mesmo a ajuda de um profissional da psicologia, porque depressão é uma coisa muito séria e pode trazer grandes malefícios. Pense sobre isso…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

4 Respostas para “Solidão e Solitude

  1. Também não sabia o significado de solicitude, já solidão li bastante. Boa colocação, realmente a solidão nos aproxima da depressão que não é em nenhum aspecto ESCOLHA! Parabéns! Vou acompanhar seu blogue e grata pela sugestão Julio!

  2. Maria José de Jesus Aguiar Coimbra

    Ótimo texto, Isaías. Uma explicação bem clara da enorme diferença que existe entre essas duas palavras: solidão e solitude. Eu gosto da solitude, preciso dela para me equilibrar e ser feliz. A solidão é deprimente e destrutiva pois a pessoa pode se sentir solitária ainda que esteja rodeada por muita gente, até mesmo amigos e parentes. Isso é o que penso ao analisar as obras de Hooper. Sou fã incondicional.
    Obrigada!

    • Exatamente Maria José! Cada vez mais eu percebo e sinto que a solidão tem a ver com você estar perto de pessoas que não entendam você com todas suas qualidades e defeitos. É algo relacionado com o nível de consciência e evolução pessoal.
      Quando sentimos solidão mesmo em meio a outras pessoas, normalmente é porque elas não têm a mesma consciência que a gente, então a convivência passa a se tornar esquisita e muitas vezes artificial.
      Nessa hora, buscar a solitude passa a ser uma necessidade, para realmente mantermos o equilíbrio.
      Você está no caminho certo minha amiga! Continue sempre seguindo seu coração e suas intuições, assim você sempre será guiada a estar no lugar certo e com as pessoas certas para lhe ajudarem a crescer e ser melhor!
      Grande abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s