Arquivo do mês: agosto 2013

O poder das metas

Por Isaias Costa

Young female lying on floor in living room and reading book

Outro dia eu li um artigo muito interessante do Alberto Dell’Isola, psicólogo e escritor, recordista latino americano de memorização. Nesse artigo ele falava sobre o poder de uma boa meta e deu algumas dicas de como desenvolver boas metas e conseguir um rendimento e aproveitamento muito superior. Boa leitura…

Metas de estudo bem definidas

A definição de metas de estudo é primordial. Diversas experiências já demonstraram que é muito mais fácil executar tarefas quando temos alguma meta ou objetivo bem definidos. Desse modo, quanto mais próximos estamos desse objetivo ou modo, mais rapidamente executamos nossa tarefa. Joyce Brothers, famosa psicóloga dos anos 50, costumava dizer que uma meta bem definida se parece com um imã: quanto mais perto o imã se encontra de um pedaço de metal, mais forte será a atração. Qualquer que seja a tarefa que você deseja fazer, você trabalhará de maneira mais eficiente e eficaz conforme for se aproximando do final da tarefa. Ou seja, quanto mais próximo do final da tarefa, mais rápido você trabalhará e sujeito a menos erros.

Uma experiência realizada sobre esse assunto, teve como objeto de estudo um grupo de fazendeiros em um campo de trigo. Nesse grupo, todos eram igualmente capacitados para manejar uma foice e ceifar o trigo de maneira adequada. Dividiu-se os fazendeiros em dois grupos, cada qual trabalhando em um lado oposto do campo de trigo. Os dois lados do campo de trigo eram idênticos na forma e área, diferenciando-se apenas na existência de bandeiras vermelhas de dez em dez metros, ao lado de um dos campos.

Os dois grupos começaram a ceifar o trigo no mesmo instante e velocidade. No entanto, verificou-se que o grupo que trabalhava no lado do campo marcado por bandeiras, trabalhava muito mais depressa. Além disso, quanto mais perto estavam de uma das bandeiras, maior era a rapidez e eficiência do serviço.

Para verificar a fidedignidade dos dados obtidos, a experiência foi repetida no dia seguinte invertendo-se os dois grupos. Dessa vez o segundo grupo, agora trabalhando no lado que continha as bandeiras, saiu-se bem melhor que o primeiro.

Assim, verificou-se o poder que as metas têm sobre os individuos durante a execução de uma tarefa. Isso acontece porque sentimos certa exaltação ao percebermos que estamos nos aproximando de nossa meta. Desse modo, passamos a trabalhar de maneira ainda mais eficiente em direção à meta definida inicialmente.

Essa motivação no curso de aproximação de nossas metas, já foi observada experimentalmente em ratos treinados a percorrer um labirinto em busca da saída. Esses ratos eram capazes de eliminar mais rapidamente as passagens sem saída no fim do labirinto que as passagens perto da entrada. Desse modo, ao atravessarem o labirinto, os ratos andam cada vez mais depressa, à medida que vão se aproximando da saída. Esse aumento de velocidade, devido a proximidade da meta, é conhecido como gradiente de meta.

Um exemplo comum de como opera esse gradiente de meta ocorre nas filas para shows de alguma banda conhecida. Dependendo da popularidade da banda, o público costuma chegar bem mais cedo que o horário de início do espetáculo. Todos esperam calmamente, até que a hora do show começar vai se aproximando. Quando a hora do show começar vai se aproximando, as pessoas começam a se comprimir perto da entrada – embora saibam que não vão poder entrar naquele momento. Isso é um exemplo do gradiente de meta funcionando, enquanto o alvo se aproxima.

Como utilizar o gradiente de metas para estudar?

Na véspera de sua seção de estudos, é importante que você defina de maneira bem específica quais suas metas de estudo para o dia seguinte.

Exemplos de metas bem definidas diárias:

• Estudar Física até o final do capítulo 10;
• Terminar todos exercícios de matemática sobre funções quadráticas;
• Estudar a apostila de direito constitucional até a página 120.

Perceba que, durante sua sessão de estudos, ao se aproximar de cada uma dessas metas, sua eficiência apenas aumentará – mais uma vez o gradiente de meta estará funcionando em seu favor. No entanto, é preciso que você seja bem específico ao criar suas metas diárias de estudo. Caso incorra nesse erro de não ser específico, o gradiente de meta dificilmente funcionará a seu favor, já que você nunca saberá se realmente está terminando a tarefa.

Exemplos de metas mal definidas diárias:

• Estudar Física;
• Ler sobre constitucional;
• Resolver exercícios de matemática.

Repare que essas metas não permitem que o gradiente de meta atue em seu favor: como saber se você já está terminando de estudar Física ou de ler sobre constitucional se você não determinou o ponto em que essa tarefa iria terminar?

Defina bem suas metas diárias de estudo e torne o gradiente de meta seu grande companheiro na sua vida de estudante ou concurseiro.

* Para ouvir a leitura dese texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

7 hábitos dos perdedores

Por Isaias Costa

1001091_523200814426204_829566079_n

Hoje eu quero compartilhar um texto de um empresário que tem me influenciado muito, juntamente a um grupo de mais de 1 milhão de pessoas. É claro que eu estou falando do Flávio Augusto! Administrador da página “Geração de valor” no facebook. Adoro sua forma direta e sem firulas de se expressar. Atinge o mais profundo das pessoas e faz com que pensem e tomem uma atitude.

Preste bastante atenção nessas palavras e procure seguir as suas dicas. São dicas de alguém que batalhou muito para chegar aonde chegou hoje e são lições de vida reais de um homem que convive com todo tipo de gente todos os dias, tanto pessoas de sucesso como também as fracassadas. Vamos fazer parte das pessoas de sucesso…

7 HÁBITOS DOS PERDEDORES

Nossos hábitos têm grande influência sobre nosso comportamento. Não adianta apenas adquirirmos os hábitos dos vencedores, sem antes nos livrarmos dos hábitos dos perdedores.

Abaixo, 7 hábitos dos perdedores:

1. Reclama quando chega a 2ª feira e torce para chegar a 6ª feira – Os perdedores odeiam trabalhar. Tudo em suas vidas resume-se na busca de um novo par para uma aventura sexual de fim de semana. Por isso, a balada é sagrada e é assim, de noite em noite, que eles gastam suas vidas.

2. Não gosta de assumir compromissos em nenhuma área da vida – Os perdedores têm uma afeição por independência. Assumir compromissos, entregar-se a um relacionamento, comprometer-se no trabalho e lutar por uma meta, sacrificando-se em prol de um objetivo maior, faz com que ele se sinta escravizado.

3. O medo de perder influencia suas decisões muito mais do que sua vontade de ganhar – Os perdedores, diante do medo natural que todos nós sentimos, ao invés de enfrentá-lo, eles se acovardam. Resultado! Não se frustram de imediato, porém não conquistam nada. Em longo prazo, sentem-se vítimas do sistema ou que não tiveram oportunidades.

4. Desistem diante das primeiras dificuldades – Os perdedores são especialistas em manipular a si mesmos, criando teses convincentes para desistirem de seus objetivos. Tudo isso para fugir das dificuldades. Uma das teses preferidas é: “Não me sinto feliz fazendo isso”. Toda atividade profissional que promove crescimento é desafiadora. E os desafios geram desconfortos. Diante do desconforto, os perdedores usam suas teses para correrem dos desafios. Resultado! Não crescem.

5. Como os perdedores não realizam nada, a única coisa que lhes resta é a auto-afirmação– Perdedores são orgulhosos, falam e defendem suas convicções sem nenhuma autoridade e na hora H, fogem da raia. Não é pouco comum ver os perdedores se auto-afirmando sobre suas grandes habilidades e competências que nunca colocam em prática.

6. São refém de seus sentimentos – Nossos sentimentos, uma vez não gerenciados, tonam-se controladores de nossa vida. O desenvolvimento de uma inteligência emocional faz com que dominemos essas demandas de maneira a fazermos as melhores escolhas. Os perdedores são jogados de um lado para o outro por seus sentimentos. Uma das frases preferidas dos perdedores é: “Eu não controlo o que está em meu coração”.

7. Perdedores acreditam em sorte – Acreditar na sorte é uma das maiores anestesias para a consciência de um perdedor, pois sendo controlado por hábitos de perdedor, por consequência lógica, seus resultados jamais poderão ser resultados de vencedor. Neste caso, sentir-se sem sorte é o mais confortador para se acreditar, pois alivia a dor e desenvolve um sentimento de auto-piedade típico dos perdedores: “Eu não tenho sorte”. Quando ouvem de alguém que seus resultados são consequência de suas próprias escolhas, sua resposta preferida é: ” Não é bem assim”. Os perdedores são especialistas na relativização do absoluto, ao mesmo tempo em que generalizam o relativo.

Qualquer um de nós pode desenvolver esses hábitos, seja influenciado por amigos que nos cercam, por nossa família ou por gerado nossas próprias fraquezas. O problema é que uma vez desenvolvidos, esses hábitos funcionam como um vírus de computador, atuando silenciosamente no “sistema operacional” de nosso cérebro, influenciando nosso comportamento, decisões, ações e reações. Nesta hipótese, não será por acaso que teremos fracassos como consequência.

Costumo dizer: Previna-se! Coloque um preservativo em seu cérebro contra o vírus mortal da mediocridade. Ele tira a sua imunidade, mata seus sonhos, faz você definhar sem ter forças para lutar.

Você é inteligente. Pense comigo, se existe uma estatística, por mais difícil que ela seja, ela é possível. Se não fosse, não existiriam centenas de histórias de quem venceu todos os obstáculos e chegou lá. Alcançar o sucesso é uma questão de perseverar até se tornar um ponto fora desta curva, mas para isso, é fundamental que seus hábitos e comportamentos também estejam fora da curva. Este é o X da questão!

Flávio Augusto

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

A capacidade de voar

Por Isaias Costa

_guia_008
Outro dia li uma frase extremamente inspiradora de um escritor francês que adoro, o Richard Bach.

“Quando você chega ao limite de toda luz que você conhece, e está a ponto de dar um passo na escuridão, fé é saber que uma dessas coisas vai acontecer: vai haver chão, ou você vai ser ensinado a voar”.

Essa pequena frase traz grandes ensinamentos, mas os principais são: e esperança. Eu já falei várias vezes neste blog que o sofrimento é uma coisa boa, desde que visto sob a perspectiva do crescimento humano. Sempre que passamos por sofrimentos nos tornamos mais humanos, mais solidários, mais humildes, mais sinceros e por aí vai. Eu sou prova viva disso, já passei por várias situações em que precisei de muita fé e esperança para me reerguer e garanto a você que valeu a pena, porque me tornei mais humano. Essa é uma das mensagens que o Richard Bach quer transmitir com essa bela frase.

A pipoca e o fogo

As duas possibilidades que ele fala devem ser muito bem compreendidas. A primeira é: vai haver chão. O que ele está querendo dizer com essas palavras é o famoso “fundo do poço”, que praticamente todos nós já estivemos pelo menos uma vez na vida. Quero aproveitar para explicar uma ideia simples que é fácil ter dúvidas. Muitos pensam que o fundo do poço é a total falta de dinheiro, ou seja, estar quebrado financeiramente. Sabe o que eu digo a você? Isso é um grãozinho de areia na frente de um problema que é bem maior. Estar no fundo do poço é uma questão psicológica, quando você já perdeu praticamente todas as esperanças e já não enxerga muita coisa a sua frente. Eu tive essa experiência apenas uma vez na minha vida e precisei de tempo para me reerguer e enxergar uma luz. Foi quando estava prestes a concluir o curso de Física. Eu quase entrei em depressão e tive uma espécie de vislumbre do meu futuro caso eu seguisse carreira por lá. Vi um futuro nebuloso e triste. O mais profundo da minha alma me dizia para tomar outro rumo. É exatamente aqui, neste ponto, que está a luz, quando você consegui enxergar um novo rumo, uma saída, e reconquistar a felicidade e a paz. Portanto, aprenda que o fundo do poço é quando você praticamente não consegue encontrar uma saída para o seu problema.

A mensagem mais bonita está no final da frase: você vai ser ensinado a voar. Lendo essa frase e filosofando sobre ela tive um “insight” simples, porém muito profundo. A capacidade de voar é algo que vai mais além do que o voar propriamente dito, como o dos pássaros. Olhe para você! O que lhe impede de voar como os pássaros? Talvez você me responda: “Eu não tenho asas! Por isso não posso voar…”, mas a resposta não é essa sabia? A resposta é: “Eu não posso voar porque existe uma força chamada PESO, que sempre me empurra para baixo, para o chão…”. Veja a questão psicológica por trás dessa afirmação! A força peso me impede de voar. A nossa mente introjetou essa ideia de que existe essa força, esse peso, veja a palavra, peso, algo difícil. Por isso não podemos voar. Eu acredito que é possível voar, mas para que isso aconteça devemos ter uma fé inabalável quanto a força da gravidade, ela nos aprisiona ao chão e para voar é exatamente dela que os nossos pensamentos mais profundos devem se desviar. Estando totalmente livres desta amarra aprenderemos a voar como os pássaros. É fácil isso? Posso afirmar que não! Se fosse já veríamos pessoas voando por aí. Mas acredito que o caminho é mais ou menos esse.

Um dos maiores exemplos para mostrar essa possibilidade está no apóstolo Pedro. Quando ele diz a Jesus em alto mar: “Senhor! Se és tu ordenas que vá ao seu encontro!”, e Jesus diz apenas: “Vem!”. Nesse pequeno momento a sua mente estava completamente destituída de pensamentos limitadores de sua capacidade, então ele andou sobre as águas, até o momento em que ele se deu conta de que estava sob as águas. Exatamente nesse ponto ele começou a afundar, porque apenas a sua razão destituída da fé falou mais alto. Então Jesus lhe fala: “Homem de pouca fé! Por que duvidaste?”. Percebe a profundidade desse momento entre Jesus e Pedro? Com o voar é da mesma forma. O medo e a falta de fé nos mantém presos ao chão.

Eu erro: logo existo

Vou concluir com a mesma frase do início. Faça você as suas próprias reflexões a partir dela! Esta frase permite milhares de interpretações, existe um universo de possibilidades escondidas nas suas entrelinhas…

“Quando você chega ao limite de toda luz que você conhece, e está a ponto de dar um passo na escuridão, fé é saber que uma dessas coisas vai acontecer: vai haver chão, ou você vai ser ensinado a voar”.

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

O meu Bar Mitzvá

Por Isaias Costa

images

Eu sou apaixonado pelo seriado “Anos Incríveis” e um dos meus episódios favoritos se chama “O Aniversário”. Neste episódio o Kevin e o Paul estão prestes a completarem 13 anos, com uma diferença de apenas 4 dias. O aniversário do Paul foi totalmente planejado e estruturado, culminando com uma cerimônia chamada Bar Mitzvá. A família de Paul é judaica e essa cerimônia representa a inserção de um jovem judeu como um membro maduro da comunidade judaica.

Durante o episódio o Paul se mostra bem entusiasmado com a cerimônia e faz o Kevin ficar com ciúmes, pois ele gostaria de ter algo grande na sua festa de aniversário de 13 anos. Ele também fica com ciúmes por seu amigo ser tratado como um “homem” e ele apenas como um garotinho.

De vez em quando reassisto os episódios deste maravilhoso seriado e sempre aprendo coisas boas e novas. Na última vez que assisti ao episódio citado, fiquei refletindo sobre a importância de estar presente nos momentos históricos dos amigos e familiares. É muito importante a PRESENÇA nesses momentos, pois são ÚNICOS. Fiquei imaginado o Bar Mitzvá do Paul sem o Kevin, não teria nem 10% da graça que teve. Acho que você já deve ter passado por alguma situação em que adoraria ter o seu melhor amigo ao seu lado e exatamente naquela hora que mais você se sentia triste e sozinho ele apareceu. Nossa! É uma alegria que falta palavras para descrever. Acontece isso neste episódio, tudo que o Paul queria era a PRESENÇA do Kevin na sua festa, para ele pouco importava se receberia muitos presentes ou dinheiro, a única coisa que importava era estar ao lado do Kevin.

Um detalhe muito importante vale a pena ser frisado. Devido à natureza intempestiva do Kevin, por pouco ele perde um momento que seria eterno na sua vida. É muito importante estarmos antenados para os acontecimentos da nossa vida, porque são os pequenos momentos que nos dão as mais inesquecíveis histórias. Isso pode ser levado até mesmo para o campo dos relacionamentos amorosos. Muitas vezes a pessoa que pode vir a ser o grande amor da nossa vida aparece nas situações mais inesperadas ou mesmo estranhas, e podemos deixar de conhecer um alguém especial porque preferimos ficar em casa assistindo TV ou passando o tempo na internet. Certa vez escrevi uma post contando uma história bem interessante e mostrando um vídeo que fala sobre a magia dos momentos na nossa vida. Confira…

https://paralemdoagora.wordpress.com/2013/07/11/nao-deixe-a-sua-vida-acontecer-sem-voce/

Para concluir, uma bela frase do escritor T. Harv Eker: “Eu sempre digo: não basta estar no lugar certo na hora certa. Você tem que ser a pessoa certa, no lugar certo, na hora certa”. Faça como o Kevin! Esteja nos momentos históricos dos seus melhores amigos! Com certeza você é a pessoa certa, no lugar, na hora certa nestes momentos! Pense sobre isso…

E o maravilhoso episódio é esse aqui…

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Um presente do dia dos pais inesquecível

Por Isaias Costa

Dia-dos-pais-presentes

Hoje é o dia dos pais e quero compartilhar um texto maravilhoso que li essa semana e exprime muito bem o meu sentimento quanto a esse dia. Eu já falei aqui que não me importo tanto com presentes físicos, pois existem muitas outras coisas que são infinitamente mais importantes. Como diria o Marcelo Jeneci: “Não te darei presentes, não te darei, pois envelhecem e se desbotam…”.

Neste dia dos pais quero presentear os leitores com um texto que jamais irá envelhecer e desbotar, pode ser lido este ano ou em qualquer ano e continuará tão atual quanto hoje!

Se você ainda tem o seu pai não lhe dê só presentes físicos, mas um beijo, um abraço, um carinho, diga que o ama, que ele é importante na sua vida…

Feliz dia dos pais…

Meu último presente- por Gilson Bifano

Dia dos Pais é um dia especial na vida de todos nós. Dia de dar e receber presentes, beijos, abraços e expressões de afeto.

Lembro-me, perfeitamente, do último presente dado ao meu pai. Naquele 13 de agosto de 1995, com meu pai internado em um hospital, em estado quase terminal, perguntei a mim mesmo: Que presente darei ao meu velho? Um pijama, uma sandália? Não tinha opções. Meu pai já não podia mais levantar da cama, vitimado pelo câncer. Confesso que fiquei angustiado com a situação. Com o coração pesado, me dirigi para o hospital sem nenhum embrulho nas mãos. Sabia que aquele era o último Dia dos Pais que passaria com ele. Entrei no quarto, um tanto quanto triste, e vi aquele semblante já bastante abatido, cansado pelas lutas com a doença que consumia seus ossos. Mas logo pude perceber qual poderia ser o meu último presente. Sua barba, ainda por fazer, era uma oportunidade perfeita para expressar o meu afeto naquele dia especial. Com carinho, comecei a fazer-lhe a barba. Cada ato era um presente que lhe oferecia. Eu já estava acostumado com aquilo, mas aquele dia foi diferente. Depois de terminado, passei a loção, enxuguei o seu rosto e beijei sua face, e falei que aquele dia era o Dia dos Pais. Treze dias depois, meu pai veio a falecer.

Passados quase dois anos, aquele gesto me faz pensar que foi o presente mais significativo que dei ao meu pai. Nunca esquecerei aquela tarde, naquele quarto de hospital. O meu último presente não teve um embrulho especial, não foi comprado em um shopping, não paguei nada por ele. Aquele foi um presente do coração, da alma.

Às vezes, os melhores presentes não custam nada. Apenas um gesto de amor, um abraço gostoso, uma palavra de carinho, um silêncio solidário, um olhar de ternura, um elogio sincero. São presentes que nascem em um coração que ama.

No Dia dos Pais, procure esses presentes que estão escondidos no fundo do seu coração. Procure presentear o seu pai com perdão, sua aceitação (nossos pais não são perfeitos!), com um abraço, uma declaração de amor, uma palavra de gratidão. Tenho a certeza que o seu pai vai gostar, mas você será o maior beneficiado. Você se tornará mais gente, mais humano, mais parecido com Cristo. Ele, que através de gestos de amor, toques de bondade, evidências claras de humildade, soube conquistar corações.

A você, papai, nossos parabéns! Que você valorize mais esses presentes.

A você, filho, desejo que tenha muitos “Dia dos Pais” e que cada um destes dias, bem como os demais, sejam uma eterna e doce recordação, independente das circunstâncias.

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Idade para ser feliz

Por Isaias Costa

11

Hoje vou apenas deixar um pequeno poema de um poeta que admiro muito e que vivia a dinâmica do hoje, o grande Mário Quintana. Viver o hoje é uma das coisas que mais costumo escrever nesse blog, isto é a única coisa que realmente importa. A idade para ser feliz é o hoje, o agora.

Idade para ser feliz

…Existe somente uma idade para a gente ser feliz.
Somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos,
e ter energia bastante para realizá-los
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.
Uma só idade para a gente se encantar com a vida
e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda
intensidade, sem medo nem culpa de sentir prazer.
Fase dourada em que a gente pode criar e recriar
a vida à nossa própria imagem e semelhança,
e vestir-se com todas as cores, e experimentar todos
os sabores, e entregar-se a todos os amores, sem
preconceito nem pudor. Tempo de entusiasmo e
coragem em que todo desafio é mais um convite à luta;
que a gente enfrenta com toda disposição de tentar
algo novo, de novo e de novo, e quantas vezes for preciso.
Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE,
e tem a duração do instante que passa…

tumblr_m2xqi380Y31r1m7koo1_r1_500

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A ampliação do conceito de amizade- Parte 2

Por Isaias Costa

No post passado eu falei um pouco sobre a dimensão da amizade. Hoje eu vou falar de outros aspectos muito importantes e fundamentais.

A ampliação do conceito de amizade- Parte 1

lendas-do-rock-1

Tem uma frase que sempre vou lembrar e que diz o seguinte: “Amigo de verdade é aquele que lhe corrige na sua frente e que lhe defende nas suas costas”. Pequena frase, mas que mostra o verdadeiro sentido da amizade. Amizade é isso! As pessoas mais EGOÍSTAS e ARROGANTES são muito difíceis de ter como amigas porque elas não entendem essa frase. Elas querem ter amigos perfeitos que concordam com todas as suas ideias. Isso é impossível! Você pode passar a vida inteira procurando esses amigos perfeitos, mas nunca vai achar. Os meus grandes amigos já me deram grandes “broncas”, que me fizeram acordar e amadurecer. Nós só conseguimos amadurecer se houverem essas pessoas que chegam para dizer: “Para com isso! Você não pode ser assim!”. “Deixe de se colocar como vítima de tudo! Tome uma postura! Cresça!”. “Eu não concordo com aquela sua atitude! Se você continuar agindo assim pode deixar de contar comigo!”, etc. Esse tipo de indagação, que só os verdadeiros amigos nos fazem é que nos tira da nossa ignorância e nos faz repensar a nossa vida e nossas atitudes. Eu agradeço muito a Deus os amigos que tiveram autoridade para me dizer o que é certo e o que não é. Esses são os verdadeiros amigos. Além do fato deles não falarem pelas costas. Essa é outra grande coisa que aprendi na vida. Aqueles que são meus amigos eu só falo bem e elogio. Quando vejo outras pessoas discordando ou falando mal, simplesmente me afasto delas e as deixo falando sozinhas. Eu acredito demais nos meus amigos, e não são palavras dos outros que vão fazer mudar o que penso.

Outro fator de enorme relevância nas amizades se trata da condição social. Você já parou pra pensar nisso? Todas as pessoas se relacionam com os seus semelhantes, pessoas de mesmo patamar social e econômico. Lógico que existem as exceções, como tudo nessa vida, mas é a minoria. Alguém de classe pobre normalmente não vai ter amigos de bairros nobres nem o contrário. Isso é absolutamente normal e não há nada o que se condenar. O nome disso é COMPATIBILIDADE DE VALORES. Os ricos financeiramente tem compatibilidade com outros ricos, e os pobres com outros pobres. Eu acho muito interessante isso. Eu sou de uma família bastante humilde e consequentemente sou humilde também, não tenho as vaidades das pessoas da alta sociedade. Se eu me colocar no meio do ambiente deles, muito provavelmente vou me sentir um “peixe fora d’água”. Não vejo problema nenhum nisso, vejo apenas compatibilidade. Inclusive tem uma música do Gabriel, o Pensador, que acho incrível e que fala da amizade, a música “mandei avisar”, o refrão dela fala o seguinte: “mandei avisar pro mundo inteiro, que amizade meu irmão, vale mais que dinheiro”. Essa frase é muito profunda, não tem dinheiro nenhum no mundo que compre uma amizade sólida e verdadeira. Pense sobre isso…

Vou concluir essa reflexão com outro fator importantíssimo. A graça do PERDÃO. É impossível se ter grandes amigos sem a graça do perdão, porque por mais que uma pessoa lhe ame, ela pode e provavelmente vai lhe ferir em algum dia na sua vida, e se você não estiver disposto a perdoá-la por isso irá perder uma grande oportunidade de crescer como ser humano. Inclusive tem uma frase do William Shakespeare que diz assim: “Na vida você aprende que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-la de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso”. Os momentos de adversidades são os que mais nos fazem crescer como pessoa. Na maioria das vezes quando há algum desentendimento entre amigos é porque a pessoa que iniciou a discussão está lhe questionando sobre alguma coisa em você que precisa ser mudada. Eu levei muito tempo pra entender isso e digo que tem muito fundamento. O que eu posso dizer é que o perdão é muito importante nessa hora. Se você tem um amigo e ele não age como gostaria que agisse, oriente, mas jamais desista dele, muitas vezes as pessoas que nos trazem grandes dores de cabeça hoje são as que vão nos trazer as maiores alegrias no futuro, essa é uma reflexão muito profunda, pense sobre isso…

perdoar-2

Enfim amigos. Essas são apenas algumas considerações a respeito da amizade. Com certeza há muito mais o que ser falado, mas vou ficar por aqui. Sempre lembre a ideia central, “amizade é fazer o bem”.

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A ampliação do conceito de amizade- Parte 1

Por Isaias Costa

Sabe qual é uma das palavras mais rica e cheia de significado que existe? A palavra AMIZADE. Ela é tão rica que optei por dividir esse post em duas partes e explicar com um pouco mais de detalhes.

A amizade não é um sentimento, é uma ação e um desejo, é algo que todo ser humano NECESSITA. É impossível um ser humano passar por essa terra e não ter amigos. Mesmo que ele não tenha pessoas como amigas, ele pode ter um animal de estimação, ou muitos livros, ou seres espirituais como amigos ou até mesmo um amigo imaginário. Sim! Isso é normal, existem pessoas que criam amigos imaginários para preencher o seu vazio interior.

O vazio existencial

A amizade consiste em fazer o bem, simples assim. Esse é o conceito de amizade. Pense em um amigo seu? Você faria mal a ele? Não! Com certeza não! Exatamente porque essa pessoa é sua amiga. Uma coisa interessantíssima que está por trás do conceito de amizade é com relação a presença física. Eu posso ter muitos amigos mesmo que nunca os tenha visto na vida ou até mesmo que já tenham morrido. Pode até parecer estranho, mas aí está a ampliação do conceito de amizade. Alguém que me faz ser melhor do que sou e me faz bem, é meu amigo sim, pode estar a milhares de quilômetros de distância ou em outra dimensão, mas é meu amigo.

Eu gosto muito de ler e posso afirmar que vários escritores que admiro são meus amigos, porque me fizeram sair da minha ignorância e navegar em mares mais profundos. Vou citar apenas alguns amigos escritores que tenho.

Augusto Cury

Augusto Cury

Augusto Cury. Ele é um médico psiquiatra extremamente inteligente e sábio. Eu aprendi muito com os seus escritos e ainda continuo aprendendo e me inspirando, inclusive até para escrever vários dos textos deste blog, muitas das ideias que tenho foram inspiradas em seus escritos. Outra coisa que aprendi com ele é sobre um dos seus estudos chamado inteligência multifocal. Este estudo mudou a minha vida. Eu passei a me tornar muito mais atencioso depois dele, passei a dar mais importância a tudo o que fazia e a explorar mais as minhas habilidades. Todos nós temos diversas habilidades, mas que muitas vezes ficam adormecidas a vida inteira. Este homem me ajudou a despertar as habilidades que tenho. Leia seus livros e constatará o que estou dizendo aqui.

Jostein Gaarder

Jostein Gaarder

Jostein Gaarder. Ele é um brilhante escritor norueguês. Seus livros são de caráter filosófico e ao mesmo tempo romanceado. Não é uma literatura acadêmica cheia de regras, é uma leitura livre e de fácil entendimento. Ele foi um dos grandes homens que despertou a minha alma filosófica. Só a título de curiosidade, um livro seu que se tornou um dos maiores Best-sellers mundiais se chama O mundo de Sofia, um livro maravilhoso, que recomendo a leitura a todos.

Richard Bach

Richard Bach

Richard Bach. Ele é um escritor americano que tem “natureza de aviador”, quase todos os seus livros falam sobre a aviação ou o voo, mas o que eu mais aprendi com ele foi sobre a INTUIÇÃO. Eu me tornei uma pessoa muito mais intuitiva depois que li os seus livros. Eles são de uma profundidade muito grande, e é interessante que a sua linguagem também é bem fácil e fluida.

Leonardo Boff

Leonardo Boff

Leonardo Boff. Meu sonho é me tornar um velhinho tão sábio quanto ele. Quando leio seus livros e textos é como se eu entrasse em um universo paralelo e esquecesse a existência do mundo. Ele foi um dos escritores que mais me ajudou a desenvolver a ESPIRITUALIDADE, a verdadeira espiritualidade, aquela que transcende toda e qualquer religião, que revela o divino que está presente dentro de cada ser humano. Vou deixar o link do seu blog, que é constantemente atualizado e escrito em várias línguas.
Blog Leonardo Boff

Rhonda Byrne

Rhonda Byrne

Rhonda Byrne. Essa foi uma das escritoras que mais mexeu comigo e mudou principalmente as PERSPECTIVAS. Depois de ler o seu Best-seller “O segredo” eu tive a impressão de que todo o universo se expandiu. Eu aperfeiçoei o meu pensamento de uma forma avassaladora. Os pensamentos positivos tomaram conta de mim e hoje vivo uma vida totalmente diferente e atraio as melhores coisas até mim. Leia o livro e assistam ao filme. Ele tem o poder de mudar o mundo literalmente. Vou deixar o link com o filme para que você possa assisti-lo com calma e se aprofundando nos muitos pontos que ele trata…

Antoine de Saint-Exupéry

Antoine de Saint-Exupéry

Antoine de Saint-Exupéry. Este é o escritor do livro O pequeno príncipe, que, em minha opinião, é o livro mais universal que existe. Qualquer pessoa em qualquer tempo, idade ou lugar vai ler esse livro e se identificar, vai ficar com aquela impressão: “esse livro foi feito pra mim”, eu acredito que todos que leem esse livro têm essa impressão que eu coloquei aqui. Este foi um dos livros que mais me ensinou sobre o valor do AMOR e do ESSENCIAL, que é a principal mensagem do livro.

Clarice Lispector

Clarice Lispector

Clarice Lispector. Uma das maiores escritoras brasileiras de todos os tempos. Ela me ajudou a despertar o lado criativo, da originalidade e principalmente a ousadia. Ela era uma escritora com uma ousadia fora do comum, quando ela queria escrever palavras sangrentas, escrevia sem medo. Suas palavras me fazem estremecer, eu chego a ficar arrepiado com algumas delas. Meu Deus! Ela sabia mexer com as pessoas. Não dá nem vontade de parar de ler de tão bons que são os seus escritos.

Flávio Gikovate

Flávio Gikovate

Flávio Gikovate. Um médico psiquiatra e psicoterapeuta brasileiro brilhante. Ele é um velhinho, mas tem uma produção literária extremamente vasta. Todos os dias ele posta pequenos textos no facebook e sempre acompanho. Ele foi uma das pessoas que mais me ensinou sobre relacionamentos amorosos e sociais. Esta é sua maior especialidade. Vou até deixar o link do seu site. Você quer ter relacionamentos amorosos mais saudáveis? Mergulhe fundo em seus escritos. Você vai se surpreender com a sabedoria deste homem.
Site Flávio Gikovate

Rubem Alves

Rubem Alves

Rubem Alves. Esse senhor me surpreendeu desde a primeira vez que li seus livros e crônicas, além das suas participações em programas de TV. Esse mestre da Educação é um dos homens que mais me inspira no campo profissional, pois sou professor e suas ideias sobre a Educação são revolucionárias. A cada dia aprendo um pouco mais com ele e levo esse aprendizado para os meus alunos.

Existem muitos outros escritores que são meus amigos, mas vou citar apenas esses. Vou deixar também um vídeo que assisti que me inspirou a escrever este post, é um vídeo de outro amigo meu, o padre Fábio de Melo, em que ele fala da dimensão da amizade. Vale a pena assistir. É um vídeo muito profundo. No próximo post eu vou continuar a falar sobre a amizade em outros pontos. Aguarde…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A vida é muito curta para ser pequena

Por Isaias Costa

ampulheta-1

Hoje eu quero deixar um belíssimo texto do grande filósofo brasileiro Mario Sergio Cortella em que ele fala sobre a vida de uma forma instigante e questionadora. Fala sobre sonhos, o tempo, a coragem, as escolhas, as prioridades, etc. Leia com bastante atenção e se permita fazer os questionamentos propostos por ele…

Cuidado, a vida é muito curta para ser pequena. É preciso engrandecê-la. E, para isso, é preciso tomar cuidado com duas coisas: a primeira é que tem muita gente que cuida demais do urgente e deixa de lado o importante. Cuida da carreira, do dinheiro, do patrimônio, mas deixa o importante de lado. Depois não dá tempo.’

A segunda grande questão é gente que se preocupa muito com o fundamental e deixa o essencial de lado. O essencial é tudo aquilo que não pode não ser: amizade, fraternidade, solidariedade, sexualidade, religiosidade, lealdade, integridade, liberdade, felicidade. Isso é essencial. Fundamental é tudo aquilo que te ajuda a chegar ao essencial. Fundamental é a tua ferramenta, como uma escada.

Uma escada é algo que me ajuda a chegar a algum lugar. Ninguém tem uma escada para ficar nela. Dinheiro não é essencial. Dinheiro é fundamental. Sem ele, você tem problema, mas ele, em si, não resolve. Emprego é fundamental, carreira é fundamental. O essencial é o que não pode não ser. Essencial é aquilo que faz com que a vida não se apequene. Que faz com que a gente seja capaz de transbordar. Repartir vida. Repartir o essencial, a amizade, a amorosidade, a fraternidade, a lealdade. Repartir a capacidade de ter esperança e, para isso, ter coragem. Coragem não é a ausência de medo.

Coragem é a capacidade de enfrentar o medo. O medo, assim como a dor, é um mecanismo de proteção que a natureza coloca para nós. Se você e eu não tivermos medo nem dor, ficamos muito vulneráveis. Porque a dor é um alerta e a dor nos prepara. É preciso coragem para que a nossa obra não se apequene. E, para isso, precisamos ter esperança.

E, como dizia o grande Paulo Freire, “tem de ser esperança do verbo esperançar”. Tem gente que tem esperança do verbo esperar. E esperança do verbo esperar não é esperança, é espera. “Ah, eu espero que dê certo, espero que resolva, espero que funcione.” Isso não é esperança. Esperançar é ir atrás, é se juntar, é não desistir. Esperançar é achar, de fato, que a vida é muito curta para ser pequena. E precisamos pensar se estamos nos dedicando ao importante em vez de ao urgente. Tem gente que diz: “Ah, mas eu não tenho tempo”. Atenção: tempo é uma questão de prioridade, de escolha.

Quando eu digo que não tenho tempo para isso, estou dizendo que isso não é importante para mim. Cuidado, você já viu infartado que não tem tempo? Se ele sobreviver, ele arruma um tempo. O médico dizia “você não pode fazer isso, tem de andar todos os dias”. Se ele infartar e sobreviver, no outro dia você vai vê-lo, às 6 horas da manhã, andando. Se ele tinha tempo, que ele teve de arrumar agora, por que não fez isso antes? Você tem tempo? Se não tem, crie. Talvez precisemos rever as nossas prioridades. Será que estamos cuidando do urgente e deixando o importante de lado? Será que não estamos atrás do fundamental, em vez de ir em busca do essencial? E assim, contribuir com meu verso!

  • Breve áudio com reflexão a partir desse texto

9 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Sylvester Stallone- Uma história de superação

Por Isaias Costa

998449_409505435827333_2019478720_n

Hoje quero compartilhar um pequeno texto que conta a história de vida de um ator que admiro muito, o Sylvester Stallone. Não conhecia sua trajetória e depois de ler esse texto passei a admirá-lo ainda mais.

Se você está passando por momentos de crises e dificuldades, saiba que pode se superar e chegar muito mais longe do que imagina…

Uma das historias mais tristes nos bastidores de Hollywood.

Seu nome é Sylvester Stallone. Um lutador em todos os sentidos da palavra. Nasceu com uma paralisia facial o que lhe rendeu apelidos e bullying na infância. Em um ponto de sua vida estava tão pobre que roubou as poucas joias que sua mulher tinha e as vendeu. As coisas ficaram tão ruins que ele acabou morando na rua. Sim ele dormiu na estação de ônibus de Nova York por 3 dias. Incapaz de pagar aluguel ou comprar comida. O fundo do poço chegou quando ele teve de vender seu cachorro em uma loja de bebida para um estranho qualquer, pois não tinha dinheiro para alimenta-lo mais. Ele o vendeu por $25, entregou seu cachorro e saiu chorando.

Duas semanas depois ele viu uma luta de boxe entre Mohammed Ali e Chuck Wepner e essa luta o inspirou a escrever o roteiro de ROCKY. Ele escreveu o roteiro durante 20 horas seguidas! Tentou vendê-lo e recebeu a oferta de $125.000, mas tinha apenas UM PEDIDO. Ele queria ESTRELAR no filme como o personagem principal ROCKY, mas o estúdio disse NÃO. Eles queriam uma “estrela” de verdade.

Disseram que ele “tinha um rosto engraçado e falava engraçado”. Ele saiu com seu roteiro. Depois de algumas semanas o estúdio o ofereceu $250,000, ele recusou, então ofereceram $350,000, e ele ainda recusou. Queriam o seu filme, mas não o queriam. Ele disse NÃO! Eu tenho que estar nesse filme.

Depois de um tempo o estúdio concordou em lhe dar $35,000 pelo roteiro e o deixaram estrelar o filme. O resto entrou para a história do cinema. O filme GANHOU prêmios de MELHOR FILME, MELHOR DIREÇÃO, MELHOR EDIÇÃO e o prestigioso OSCAR de MELHOR FILME. Ele ainda foi nomeado como MELHOR ATOR! O filme ROCKY entrou para o s registros americanos da indústria de cinema como um dos maiores filmes até então feitos.

E você sabe a primeira coisa que ele fez com os $35,000?

COMPROU DE VOLTA O CACHORRO QUE HAVIA VENDIDO. Ficou parado na loja por 3 dias até que o homem voltasse com seu cachorro. O homem se recusou a vendê-lo mesmo por $100, Stallone então ofereceu $500, ele recusou. Ele então ofereceu $1.000. Acredite ou não Stallone teve de pagar $15.000 pelo mesmo cachorro que ele vendera por $25.

O mesmo Stallone que morou na rua, que vendeu seu cachorro, pois não podia alimentá-lo é um dos maiores ícones do cinema mundial hoje.

“Não ter dinheiro é ruim, MUITO RUIM. A vida não será fácil. Oportunidades passarão por você ser um ninguém. Pessoas vão querer seu produto e não VOCÊ. É um mundo cruel. Se você ainda não é famoso, ou rico, ou bem conectado você vai achar ainda mais difícil. Portas se fecharão. Pessoas roubarão sua glória e esmagarão sua esperança. Você vai se esforçar, se esforçar e nada acontecerá. Então desolado, quebrado, pobre, você aceitará trabalhos que não o completam por sobrevivência. Quem sabe pode até acabar dormindo na rua. Mas NUNCA deixem que destruam seu sonho. Seja o que for que aconteça CONTINUE SONHANDO, mesmo quando esmagarem sua esperança CONTINUE SONHANDO, mesmo quando te deixarem sozinho CONTINUE SONHANDO. Ninguém sabe do que você é capaz a não ser você mesmo.Enquanto você estiver vivo, a sua história ainda não acabou.”

apollo-creed-rocky-balboa-i16* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

41 Comentários

Arquivado em Uncategorized