Siga em frente

Por Isaias Costa

Hoje eu quero compartilhar um vídeo que conta uma história maravilhosa e que me comoveu completamente. Eu não consegui conter as lágrimas ao assisti-lo, esse história me tocou a alma e me fez refletir sobre muitas coisas. É assistindo a vídeos como esse que percebo o quanto existem pessoas boas no mundo e determinadas em fazer a vida de alguém mais feliz. Trata-se da história da produtora da ESPN chamada Lisa Fenn, que largou sua carreira para se dedicar de corpo e alma a uma missão nobre de ser uma segunda “mãe” de dois jovens especiais chamados Leroy Sutton, que sofreu um acidente quando ainda era criança e perdeu as pernas e Dartanyon Crockett, que tem uma rara doença de vista e enxerga apenas algumas sombras.

dm_130707_sc_featured_carry_on

Esse vídeo conta a história de superação de limites dos dois, a amizade profunda e verdadeira entre eles, os sonhos de vencer e crescer profissionalmente, o amor e confiança da Lisa para com eles, as oportunidades que foram dadas aos dois por seu intermédio, a grande humildade dela de dar total assistência a eles sem ter como objetivo o estrelato ou algo parecido com isso, etc. O link com o vídeo está logo abaixo e aconselho fortemente que você o assista. São 23 minutos que farão o seu dia se tornar especial e farão você agradecer ainda mais pela sua vida e por todas as bênçãos que são derramadas e muitas vezes nem se dá conta…

http://www.espn.com.br/video/353325_produtora-da-espn-larga-a-carreira-vira-mae-de-herois-e-se-emociona-com-medalha-paralimpica

Quero comentar algumas coisas sobre esse vídeo. Primeiro sobre o AMPARO. Estes dois rapazes nunca tiveram o apoio da família, pois vieram de famílias totalmente desestruturadas e conseguiram esse amparo tão necessário na vida de todos nós a partir da Lisa Fenn. Tenho certeza que essa mulher sempre será uma das maiores referências em suas vidas. Muito mais do que qualquer outra pessoa que quis ajudá-los financeiramente. Pois ela deu a eles o mais importante, AMOR. Esse sentimento é a mola propulsora da vida e que nos faz atingir o sucesso em todas as áreas.

Outra coisa é a CONFIANÇA. E isso é bastante comum de se ver nas pessoas especiais, pois, devido ao fato de elas terem limitações de ordem física, muitas pessoas olham para elas não com um olhar de EMPATIA, mas com um olhar de PIEDADE, o que é absolutamente diferente. A empatia é a capacidade de enxergar sob a perspectiva da outra pessoa e piedade é ter dó, pena, comiseração. Eles sentem no ar quando alguém os trata com piedade e nisso nós somos cruéis, porque se trata de um orgulho e uma vaidade disfarçadas de ajuda. Muitas vezes ajudamos financeiramente ou ajudamos com algo simples, como subir uma escada, acompanhar até o outro lado da rua, e isso nos deixa com um orgulho bobo e sem fundamento, não passa da superficialidade. Eu mesmo já fui assim e não tenho nenhuma vergonha de dizer, mas a vida e o convívio com as pessoas foram me ensinando a ser diferente e a cultivar a EMPATIA. Nessa hora tenho que agradecer a um grande mestre que ajudou a abrir os meus olhos para isso, é claro que estou falando do mestre Dalai Lama. Mergulhe nos seus escritos e nas suas conferências, garanto a você que não irá se arrepender e passará a enxergar as pessoas com olhos mais empáticos e compassivos. Como fez a Lisa Fenn, que deu uma enorme lição do que é EMPATIA.

Também quero comentar sobre a amizade verdadeira entre Leroy e o Dartanyon. O que eles vivem é a amizade no mais profundo da palavra, que é a união pelo caráter e não por conveniências. Eles têm um amor e respeito mútuos que transcendem toda e qualquer definição. É raro ver uma amizade tão bonita e sólida como a deles e isso serve de lição para todos nós…

https://paralemdoagora.wordpress.com/2013/04/30/benditos-sejam-os-amigos/

Também quero comentar outra coisa que foge ao que foi colocado no vídeo, mas considero de suma importância. Muitas vezes tendemos a achar que somos perfeitos e que nada irá nos abalar. A vida do Leroy mostrou que ele poderia ter uma vida com todos os membros, mas por um acidente ele perdeu as pernas. Todos nós, a qualquer momento, podemos também sofrer algum tipo de acidente e perder uma perna, um braço, ou a visão, o paladar, etc. E refletir sobre isso pode nos fazer crescer na HUMILDADE, pois nós somos seres humanos extremamente limitados e nosso corpo é frágil. Pense sobre isso e saiba que pessoas como o Leroy tiveram que superar limites e barreiras enormes, crises depressivas e muitas outras coisas para continuarem firmes e fortes na luta.

Quero finalizar com esse questionamento. Você seria capaz de abrir mão da sua própria carreira e fazer o que fez a Lisa Fenn? Essa pergunta é bastante profunda e precisa ser respondida com tempo e bastante reflexão. Ahh! Saiba que não estou propondo esse questionamento? Estou compartilhando, porque eu também ainda estou refletindo sobre isso junto com você que me lê agora. Não sei responder a esse questionamento ainda, mas com certeza ainda vou pensar bastante e com muito carinho sobre isso.

Espero que esta história tenha lhe trazido algo de bom e feito refletir. Siga em frente! Mesmo nas dificuldades, mesmo com as pedras que surgem no caminho! Pegue o exemplo destes três e utilize como motivação para ser uma pessoa cada vez melhor…

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “Siga em frente

  1. erika

    È muito emocionante e uma lição de vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s