A qual grupo você pertence?

Por Isaias Costa

1970077-7407-atm14

Outro dia eu li uma pequena estória que me fez refletir bastante sobre como eu tenho levado a minha vida e como tenho procurado fazer as minhas atividades profissionais e pessoais. O texto de autoria desconhecida está logo abaixo.

*****************

Em uma importante universidade, um sábio professor, com grande dose de paciência, tentou começar a primeira aula do ano da nova turma, mas não conseguiu. Pediu silêncio educadamente várias vezes, sem sucesso. O professor, com voz firme, disse então:

“Queridos alunos, prestem atenção porque eu vou falar isso uma única vez. Desde que comecei a dar aula, anos e anos atrás, descobri que de cada 100 alunos, apenas 5 são aqueles que fazem a diferença no futuro; apenas 5 se tornam profissionais brilhantes e contribuem de forma significativa para melhorar o mundo. Os outros 95% servem apenas para fazer volume; não se dedicam, não se esforçam, não saem da zona de conforto, são acomodados, ficam na mediocridade. Passam pela vida sem deixar nada de útil.

Esta porcentagem vale para todo mundo. Se prestarem atenção, notarão que de 100 professores, apenas 5 são aqueles que fazem a diferença; de 100 garçons, apenas 5 são excelentes; de 100 motoristas de táxi, apenas 5 são verdadeiros profissionais que amam o que fazem. É uma pena não termos como separar estes 5% do restante, pois se isso fosse possível, eu deixaria apenas os 5% nesta sala e colocaria os demais para fora, então teria o silêncio necessário para uma boa aula e eu dormiria tranquilo sabendo ter investido nos melhores! Mas, infelizmente ainda não há como saber quais de vocês são estes alunos. Só o tempo será capaz de mostrar isso. Terei de me conformar e tentar dar uma aula para os alunos especiais, apesar da confusão que está sendo feita pelo restante.

Claro, cada um de vocês sempre pode escolher a qual grupo pertencerá: ao grupo que faz a diferença, ou ao grupo que passa pela vida sem deixar sua marca. Pensem bem. Ainda dá tempo de fazer parte do grupo certo, do grupo que faz a diferença. Obrigado pela atenção e vamos à aula”.

******************

Este pequeno texto pode nos levar a grandes reflexões, e no meu caso levou ainda mais, pelo fato de ser professor e passar por experiências semelhantes à contada nessa estória todos os dias. Não há um único dia que eu dê aula e não haja alguma indisciplina por parte dos alunos, dispersão, falta de interesse, desmotivação, sono e por aí vai. Não é à toa que falam que ser professor é uma das profissões mais desafiantes que existe, e realmente confirmo isso. Motivar os alunos é uma tarefa que exige uma verdadeira maestria, e esse talento só é possível para quem se decide por fazer parte do grupo dos 5% que fazem a diferença. Eu procuro fazer parte desses 5% na minha profissão de professor, é uma batalha muito grande e desafiadora, mas eu tenho certeza que todos os alunos que passam por mim saem guardando alguma coisa do que tenha dito, mesmo que não tenha sido do conteúdo em si, mas guardam daquilo que tenha conversado ou levado a pensar. Eu sempre inicio as minhas aulas levando os alunos a pensarem a respeito de temas importantes da vida, levando as minhas maiores referências para eles conhecerem, tais como Rubem Alves, Paulo Freire, Mario Sergio Cortella, John Powell, Jostein Gaarder, Alain de Botton, Augusto Cury, Clarice Lispector, Richard Bach, Leonardo Boff, Flávio Augusto, Seiti Arata, Conrado Navarro, Flávio Gikovate, Dalai Lama, Thich Nath Hanh, Martin Luther King, Mahatma Gandhi etc etc. Os meus alunos tem a oportunidade de adentrar no universo dessa turma da pesada através de mim, e isso me deixa muito feliz, porque sei que são poucos os professores que levam esse tipo de conhecimento para os alunos.

Este texto também nos leva a pensar sobre a mediocridade. Escrevo constantemente sobre isso e não me canso de repetir, porque sei que através da repetição os conhecimentos são verdadeiramente assimilados e levados ao processo de mudança interior. Vamos fugir da mediocridade meus amigos! O mundo está repleto dessas pessoas, que compõem esses 95% do grupo, que seguem a boiada, que fazem o que todo mundo faz, que não inovam, não se reciclam, não ousam… É possível sair desse grupo, mas para isso é preciso determinação, força de vontade, perseverança e uma mentalidade voltada para o sucesso. Uma mentalidade empreendedora. Já falei aqui que todos nós podemos ser empreendedores, e para ser não é necessário ter uma conta bancária cuspindo dinheiro. Nada disso! Um empreendedor é construído, tal como a construção de um prédio. Primeiro vem o alicerce forte e seguro que se chama MENTE, depois vem os andares, que são as PALAVRAS e as ATITUDES. Lembre-se sempre, muito antes das palavras e atitudes deve estar o alicerce, a mente, que comanda tudo.

O caminho para o sucesso

A mediocridade das pessoas

No campo profissional há uma enorme diferença entre “O que se faz” e “Como se faz”. Ter conhecimento dessa diferença é o que pode fazer de nós profissionais brilhantes e nos colocar no grupo dos 5% que fazem a diferença. Quero compartilhar o terceiro texto que escrevi neste blog, que escrevi com muito carinho e mostra de forma simples como eu penso em relação ao “Como se faz”. O link está a seguir.

A diferença entre “o que?” e “como?”

E você? Quer fazer parte de qual grupo? Dos 5% que fazem a diferença ou dos 95% que compõem a mediocridade? A escolha é única e exclusivamente sua…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “A qual grupo você pertence?

  1. Amelia Dourado Arejano

    Maravilhoso este texto. Se nos questionássemos mais como estamos funcionando como pessoas, como profissionais, quais nossos reais interesses, valores morais e éticos,talvez pudéssemos fazer com que outros buscassem esses questionamentos e despertassem para seus reais valores e a diferença que faz na vida, quando somos pessoas que buscam sempre fazer o melhor em tudo que fizer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s