Espiritualidade básica

Por Isaias Costa

Cambodia, Angkor Wat, Buddhist Monk at sunset

Eu estou aprendendo muito a ter uma percepção mais aguçada da vida e da espiritualidade a partir de um grande mestre, o Dalai Lama. Hoje vou compartilhar algumas palavras suas para falar sobre o que ele chama de espiritualidade básica e que foram extraídas de seu livro “A arte da felicidade”.

“Quando falamos em ter na nossa vida uma dimensão espiritual, já identificamos nossas crenças religiosas como um nível de espiritualidade. Agora, com relação à religião, se acreditarmos em qualquer religião, isso é bom. Porém, mesmo sem uma crença religiosa, ainda podemos nos arranjar. Em alguns casos, podemos nos sair melhor. Mas esse é nosso próprio direito individual. Se quisermos acreditar, ótimo! Se não quisermos, tudo bem. É que existe um outro nível de espiritualidade. É o que chamo de espiritualidade básica- qualidade humanas fundamentais de bondade, benevolência, compaixão, interesse pelo outro. Quer sejamos crentes, quer não sejamos, esse tipo de espiritualidade é essencial. Eu particularmente considero esse segundo nível de espiritualidade mais importante do que o primeiro, porque, por mais maravilhosa que seja uma religião específica, ainda assim ela só será aceita por um número limitado de seres humanos, somente uma parte da humanidade. No entanto, enquanto formos seres humanos, enquanto formos membros de uma família, todos nós precisamos desses valores espirituais básicos. Sem eles, a existência humana é difícil, é muito árida. Resultado, nenhum de nós consegue ser feliz, toda a nossa família sofre com isso e a sociedade acaba ficando mais perturbada. Logo, torna-se claro que cultivar valores espirituais básicos dessa natureza passa a ser crucial.”

Se as pessoas compreendessem bem o que o Dalai Lama está transmitindo com essas palavras o mundo seria totalmente diferente. Leia com atenção! Em nenhum momento ele fala sobre religião A, B, C! Ele fala sobre a espiritualidade de uma forma muito mais ampla do que puramente religião! O que acho mais interessante é que ele fala dos níveis de espiritualidade. O primeiro nível com as crenças religiosas e o segundo nível como a espiritualidade básica. Sendo o segundo nível bem mais importante que o primeiro. Aqui está a maior sutileza dessas palavras. As crenças religiosas são muito importantes, mas existe algo ainda mais importante, que é a espiritualidade básica, esta que é vivida no dia a dia e nas experiências acumuladas.

Se você é alguém que só desenvolve a espiritualidade no primeiro nível, dificilmente atingirá um grau de felicidade e harmonia grandes como o que o Dalai Lama propõe. A religião e as práticas religiosas são formas de se buscar Deus e conviver com os irmãos de forma que todos estejam juntos por um mesmo ideal. Aqui já está incutida a ideia dos grupos de oração. Eles são muito importantes, estes grupos existem para aproximar os irmãos com ideias em comum, e isso traz uma grande alegria e satisfação, sentimento de pertença e utilidade, de valorização dos talentos etc. Agora a espiritualidade vivida no cotidiano está no segundo nível. Apenas ter crenças ou participar de grupos não dá todos os recursos necessários para uma vida completamente harmoniosa e feliz, é preciso mais que isso, é preciso desenvolver os sentimentos nobres citados pelo Dalai Lama e outros mais (compaixão, benevolência, interesse pelo outro, honra, caridade, justiça, humildade etc).

Para reforçar a ideia que estou transmitindo transcrevo também algumas palavras do psiquiatra Howard C. Cutler que falam sobre a verdadeira espiritualidade.

“A verdadeira espiritualidade é uma atitude mental que se pode praticar a qualquer hora. Por exemplo, se nos encontramos numa situação na qual poderíamos nos sentir tentados a insultar alguém, imediatamente tomamos precauções e nos impedimos de agir dessa forma. De modo semelhante, se encontrarmos uma situação na qual talvez percamos as estribeiras, ficamos alertas imediatamente e dizemos a nós mesmos que não, que essa não é a atitude adequada. Na realidade, isso é a prática espiritual. A partir dessa perspectiva, sempre teremos tempo para as práticas espirituais.”

Está compreendendo? Você pode não seguir uma religião e mesmo assim ser uma pessoa religiosa. Um ateu pode ser uma pessoa religiosa, e pode ser até mais do que alguém que passa o dia inteiro enfurnada dentro de uma igreja e não vive a espiritualidade básica. O que vai garantir que você é uma pessoa espiritual é a própria vida, o dia a dia, o convívio com as pessoas e com as adversidades.

Enfim. Eu quero lhe levar a refletir sobre essas questões tão importantes e que procure buscar elevar seu nível de consciência e espiritualidade. Vou deixar um link antigo em que falei sobre algumas experiências simples que considero “Experiências religiosas”, se você não leu ainda, recomendo que leia, tem tudo a ver que o que foi exposto aqui.

Experiências religiosas

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Espiritualidade básica

  1. Ricardo

    Bom Dia!

    Excelente texto, os pais, professores e todas as pessoas responsáveis pela educação das nossas crianças deveriam passar este ensinamento da espiritualidade básica e juntamente com o desenvolvimento do seu intelecto e do se raciocínio crítico ir amadurecendo ao ponto de depois com uma consciência global mais desenvolvida decidir qual caminho tomar com mais seguranças, porque as bases e os alicerces já existem.

    Obrigado!

    Ricardo

    • Exatamente Ricardo! Eu penso desta forma. A Educação carece dos ensinamentos sobre espiritualidade. A religião é um caminho para se conectar com Deus, mas as crianças não compreendem bem, porque está repleta de preceits, crenças, dogmas etc. E como elas ainda não tem a consciência desenvolvida, apenas reproduzem tudo o que aprendem, sem se questionar, se duvidar, sem refletir profundamente.
      Sonho com essa nova educação, e farei o meu melhor através das palavras para levar as pessoas a refeltirem sobre isso.
      Abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s