A metáfora da areia

Por Isaias Costa

g-de-areia

Hoje eu vou fazer uma pequena reflexão a partir de uma estorinha bastante interessante, de autoria desconhecida. Não sei se essa estória tem um título, mas eu chamo de “Metáfora da areia”, porque acho que é o nome que melhor a representa. Vamos a ela.

Uma mãe e sua filha estavam caminhando pela praia. Num certo ponto, a menina perguntou: “Como se faz para manter um amor?”.

A mãe olhou para a filha e respondeu: “Pega um pouco de areia e fecha a mão com força…” A menina assim fez e reparou que quanto mais forte apertava a areia com a mão, com mais velocidade a areia escapava entre seus dedos. E então disse: “Mamãe, mas assim a areia cai!”. Sua mãe a responde: “Eu sei, agora abra completamente a mão…”.

A menina assim fez, mas veio um vento forte e levou consigo a areia que restava na sua mão. E disse: “Assim também não consigo mantê-la na minha mão!” A mãe, sempre a sorrir disse-lhe: “Agora pega outra vez num pouco de areia e mantenha na mão semiaberta como se fosse uma colher… bastante fechada para protegê-la e bastante aberta para dar-lhe liberdade”.

A menina experimenta e vê que a areia não se escapa da mão e está protegida do vento. É assim que se faz durar um amor…

Essa foi uma das metáforas mais bonitas que já li para falar sobre relacionamentos saudáveis. Praticamente todas as pessoas querem ser felizes no amor, mas muitas pensam que isso é coisa de cinema e que o amor verdadeiro é algo utópico. Não é verdade. O amor é antes de tudo uma DECISÃO, não é sentimentalismo, coraçãozinho e “Eu te amo”. O amor verdadeiro acontece para as pessoas que aprendem primeiro a si amar e só depois passam a compartilhar seu amor com as outras pessoas. Não é uma busca, não é uma necessidade, é um compartilhamento, uma escolha, eu escolho dividir meu amor com alguém por alegria e não por necessidade. Entende a diferença?

Uma definição do amor

Banquete do amor

Quando a garota aperta a areia com força em sua mão ela rapidamente dá um jeito de sair. Esses são os relacionamentos dominados pelo APEGO EXCESSIVO. Eu já falei aqui que o apego excessivo é extremamente destruidor e pode gerar terríveis consequências pessoais, principalmente no campo dos relacionamentos de amizade com outras pessoas. As pessoas extremamente apegadas vivem em uma “bolha”, e praticamente ninguém consegue se aproximar. São relacionamentos dominados pelo medo.

O campo magnético dos apegados

Quando a garota deixa sua mão totalmente aberta a areia voa rapidamente. Esses são os relacionamentos NARCISISTAS. São aqueles relacionamentos em que não há uma verdadeira parceria, onde apenas um dos lados se doa e o outro lado só suga ou não valoriza. Esse tipo de relacionamento é típico dos cafajestes. Pessoas que só pensam no seu próprio prazer e esquecem completamente a outra pessoa. São relacionamentos extremamente doentios e levam a enormes sofrimentos. O narcisismo é um tema extremamente amplo e está presente em 100% das pessoas, em maior ou menor grau. Vou deixar um link muito interessante de um texto falando sobre o narcisismo de uma forma bem mais ampla do que apenas relacionamentos. Eu aprendi muito com a leitura desse texto. Confira…

O narcisismo e suas várias faces

Um relacionamento saudável se dá exatamente como diz a metáfora. A mão deve estar bastante fechada para protegê-la e bastante aberta para dar-lhe liberdade, ou seja, deve haver o cuidado e a atenção, mas é preciso deixar a pessoa livre para ter seus momentos individuais e trilhar seus passos. O caminho seguido por cada um é único e você tem de respeitar sem se intrometer, dar pitacos, ou resolver pela pessoa. É preciso deixá-la livre, a vida é dela e as suas escolhas são apenas dela.

Portanto amigos. Vamos refletir sobre essas poucas palavras. Elas são muito profundas. Quero concluir com uma frase maravilhosa do grande Raul Seixas que diz assim: “O amor só dura em liberdade…”. Vamos deixar as pessoas que amamos livres, pois só assim podemos ter relacionamentos duradouros e frutuosos.

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s