A vida é repleta de polaridades

Por Isaias Costa

dualidade

A nossa vida é repleta de polaridades que são absolutamente necessárias para que atinjamos o equilíbrio e nos conheçamos melhor. As polaridades são um brilhante caminho de autoconhecimento e para refletir sobre isso, compartilho algumas frases do grande místico oriental Osho.

“A vida só é possível através dos desafios. A vida só é possível quando você tem tanto o bom tempo quanto o mau tempo; quando tem prazer e dor; quando tem inverno e verão, dia e noite; quando tem tristeza tanto quanto felicidade, desconforto tanto quanto conforto. A vida passa entre essas duas polaridades. Movendo-se entre essas duas polaridades, você aprende a se equilibrar. Entre essas duas asas, você aprende a voar até as estrelas mais distantes.”

Estas são palavras muito sábias e que devem ser refletidas com bastante calma. Uma visão mais simplória pode nos levar a pensar que os sofrimentos não trazem grandes ensinamentos ou não são necessários na nossa vida. Claro que precisamos fazer todo o possível para atenuar os sofrimentos, mas é impossível se livrar definitivamente deles, e ao contrário do que muitos pensam, só consegue ser verdadeiramente feliz quem já foi infeliz, ou seja, só experimentamos o sentimento genuíno de felicidade quando passamos pelo caos, pela desolação, pelo desespero, quando achamos que não temos mais saída etc. Essa é uma das polaridades citadas pelo Osho e considero uma das mais importantes, pois o nosso maior desejo nesta terra é sermos felizes, portanto, se compreendermos que a tristeza nos leva a uma felicidade genuína, a nossa visão de mundo passa a se ampliar e, consequentemente, nos tornamos mais sábios.

Eu gostei muito da forma com que a Marina Silva tratou essa questão no documentário brasileiro “Eu maior”, que recomendo a você assistir na íntegra, mas se quiser ouvir apenas as partes dela, os intervalos são: entre 31:00 a 32:40min e no minuto 59. Nele, ela explica que se nós fossemos felizes o tempo todo, talvez nem soubéssemos o que é a felicidade e talvez até nem valorizássemos tanto os momentos felizes. Confira… Vale muito a pena ouvir a sua visão a respeito da felicidade e do autoconhecimento. Deixo também o link com uma entrevista sobre esse filme, em que ela fala mais algumas coisas…

Filme completo

Entrevista com a Marina Silva

Não é tão simples entender essas polaridades. O nosso próprio cérebro é constituído de polaridades, existe o hemisfério direito, que comanda as emoções, e o hemisfério esquerdo, que comanda o lado racional. O tempo todo precisamos equilibrar o lado emocional e o lado racional, às vezes prevalece um mais do que o outro. Não existe o mais ou o menos importante, o ideal é termos o equilíbrio, não sermos nem emocionais demais e nem racionais demais. Para refletir sobre isso com mais detalhes, compartilho um texto interessante que publiquei tempos atrás no blog.

Equilibrar razão e emoção

Existe o conforto e o desconforto. Se ficarmos o tempo todo em situações de conforto nós não crescemos intelectualmente e como seres humanos, ficamos estagnados. O desconforto faz parte do nosso crescimento, é como diria o empresário Flávio Augusto: “Crescer dói, mas vale a pena”. Devemos enfrentar a nossa dor, o nosso desconforto, para assim, atingir novo conforto e depois mais desconfortos seguidos de confortos. E dessa forma vamos seguindo a vida.

Crescer dói

Enfim! Essa linda mensagem do Osho serve para aprofundarmos no autoconhecimento, serve para nos fazer olhar para dentro de nós mesmos com o desejo de evoluir e ser a cada dia seres humanos melhores, para assim, aprendermos a voar até as estrelas mais distantes

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s