Valores humanos que mudam o mundo

Por Isaias Costa

cl_37716

Outro dia eu li algumas palavras extremamente sábias que foram ditas pelo grande Mahatma Gandhi e que me fizeram refletir bastante…

A VIDA É UM ESPELHO

Perguntaram a Mahatma Gandhi quais são os fatores que destroem o ser humano. Ele respondeu assim: A Política sem princípios, o Prazer sem compromisso. A Riqueza sem trabalho, a Sabedoria sem caráter, os Negócios sem moral, a Ciência sem humanidade e a Oração sem caridade.

A vida me tem ensinado que as pessoas são amáveis, se eu sou amável; que as pessoas estão tristes, se eu estou triste; que todos me querem, se eu os quero; que todos são maus, se eu os odeio; que há faces sorridentes, se eu lhes sorrio; que há caras amargas, se estou amargo; que o mundo está feliz, se eu estou feliz; que as pessoas são terríveis, se eu sou terrível; que as pessoas são agradecidas, se eu sou agradecido.

A vida é como um espelho: Se sorrio, o espelho me devolve o sorriso. A atitude que tomo frente à vida, é a mesma que a vida tomará diante de mím. “Quem quer ser amado, que ame”.

Se você prestar bastante atenção nestas palavras, poderá observar que ele expôs a sua própria mística de vida, a não violência, pois essa mística tem por base o amor, então para receber amor nós devemos oferecer e se quisermos oferecer amor, devemos estar abertos para também receber, é exatamente como um espelho, é impossível haver harmonia se houver apenas um dos dois. Se quiser ler um pouco mais sobre isso, compartilho um texto anterior que explica com mais detalhes o dar e receber amor.

Dar e receber amor

Quero ressaltar principalmente a não violência, que acredito ser o caminho único e fundamental para que a nossa sociedade se torne mais equilibrada e harmoniosa. O Brasil está passando por um período turbulento que tende a crescer e tomar proporções extraordinárias. Porém, as pessoas estão se manifestando com um imenso sentimento de ódio carregado muitas vezes até de experiências acumuladas lá na infância ou que foram se acumulando por descuido das emoções pessoais. Recentemente li um artigo incrível do terapeuta André Lima que falava sobre a “sombra coletiva”, que é a ira e sentimento de ódio ou vingança que cresce quando as multidões se juntam por uma causa como as manifestações que ocorreram em junho de 2013 ou como as que estão ocorrendo agora. Recomendo fortemente a leitura deste artigo, porque ele pode lhe levar a refletir que a cura das emoções é um processo único e exclusivamente pessoal e que se esse processo não acontecer, nós corremos o risco de nos tornarmos agressivos em determinadas situações e nem nos darmos conta destas reações inusitadas. Se você que me lê agora já passou por experiências de se enfurecer rapidamente e sem motivos concretos, recomendo ainda mais a leitura. O link está logo abaixo.

Sombra coletiva

O que destrói o ser humano e, consequentemente, a sociedade, é a falta de amor. Só o amor é capaz de fazer uma verdadeira revolução neste país. Nós precisamos buscar a sabedoria e as virtudes elucidadas pelo Gandhi em seu texto, princípios políticos, compromisso no mais profundo da palavra, riqueza de espírito, conquistada através do esforço pessoal, um caráter firme e sólido, moral, humanidade e caridade. Agora eu lhe pergunto: “É fácil adquirir todas essas virtudes e valores?”. Com certeza não! É algo que se leva uma vida inteira, mas que é preciso ser buscado diariamente para se iniciar uma revolução. Gandhi conseguiu fazer uma revolução na Índia através da não-violência e acredito profundamente que podemos fazer o mesmo no Brasil, lutando pela paz e por adquirir os valores já citados.

Assim como a vida é um espelho, a sociedade é um espelho de seu povo, de sua política, da sua história. Se as pessoas são movidas por sentimentos corruptos e mesquinhos, a sociedade reflete isso. Nós devemos firmar um caráter honesto e firme, para que a sociedade reflita honestidade. Isso pode parecer um sonho, mas eu acredito nele e por isso que estou escrevendo, pois tenho certeza que não estou sozinho, muitos têm o mesmo pensamento que eu. Nos juntando, podemos criar uma corrente do bem. Eu, você, todos nós…

Portanto! Reflita sobre essas poucas palavras e busque elevar os seus valores humanos. Somente assim poderemos nos unir e fazer acontecer a mudança tão sonhada para o crescimento efetivo e verdadeiro no Brasil…

Sugestões de leitura
* Gandhi e a comunicação não-violenta
* A luta pela paz

  • Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s