A espada mágica

Por Isaias Costa

images

Outro dia eu li uma pequena parábola que me fez refletir bastante sobre os nossos talentos e habilidades, mas também sobre os nossos medos e receios, a parábola da espada mágica.

Existe uma história muito, muito antiga, do tempo dos cavaleiros em brilhantes armaduras, sobre um jovem comum que estava com muito medo de testar sua habilidade com as armas, no torneio local.

Certo dia, seus amigos quiseram pregar-lhe uma peça e lhe deram de presente uma espada, dizendo que tinha um poder mágico muito antigo. O homem que a empunhasse jamais seria derrotado em combate.

Para surpresa deles, o jovem correu para o torneio e pôs em uso o presente, ganhando todos os combates. Ninguém jamais vira tanta velocidade e ousadia na espada.

A cada torneio, a notícia de sua maestria se espalhava, e não tardou a ser ovacionado como o primeiro cavaleiro do reino.

Por fim, achando que não faria mal nenhum, um dos seus amigos revelou a brincadeira, confessando que o instrumento não tinha nada de mágico, era só uma espada comum.
Imediatamente o jovem cavaleiro foi dominado pelo terror.

De pé na extremidade da área de combate, as pernas tremeram, a respiração ficou presa na garganta e os dedos perderam a força. Incapaz de continuar acreditando na espada, ele já não acreditava mais em si mesmo.

E nunca mais competiu.

Essa parábola tem muito que dizer e pode levar a diversas interpretações. O rapaz era muito habilidoso com as espadas. Era um talento nato, ou seja, era algo que fazia com muita facilidade e pouquíssimo esforço. Mas ele não acreditava no seu potencial. Quantos de nós também não somos assim? Temos talentos únicos e não o exploramos, por medo. Essa é uma das mensagens fundamentais desta parábola.

A rosa e seus espinhos

A outra mensagem que quero tratar aqui é sobre o que a espada mágica representa para cada pessoa. Cada um de nós possui uma espada mágica, que recebe diferentes nomes. É nesta espada que confiamos a nossa segurança. Perceba o rapaz da estória! A espada mágica era a sua segurança, e enquanto ele se sentiu seguro com ela, foi capaz de vencer facilmente todas as batalhas que tinha que enfrentar. Colocando isso na prática da nossa vida, o que seria? Para uns, a espada mágica pode ser um amigo de confiança, que com ele somos capazes de ir até o fim do mundo se for preciso. Pode ser um relacionamento amoroso, no qual depositamos nossas melhores energias, achando que na pessoa amada teremos este porto seguro. Pode ser um emprego, no qual nos sentimos seguros e realizados. Pode ser o apego aos bens materiais adquiridos, que nos dão esta sensação de segurança. Pode ser uma religião, na qual sem ela nos sentimos fracos e desolados. Pode ser um trabalho voluntário que nos dispomos a realizar, e que nos dá satisfação e alegria de viver, etc etc. Se você prestar bastante atenção, verá que, em todos os exemplos que dei ou em qualquer outro, existe uma palavrinha mágica, tão mágica quanto a própria espada, PROPÓSITO. Essa palavra é muito forte e é ela que nos faz sermos fortes e determinados. Quando temos um propósito bem estabelecido na mente, só existe um caminho para nós, chamado sucesso. O propósito nos leva ao sucesso, porque ele nos faz acordar todas as manhãs com o desejo de fazer o melhor possível, de se superar, de ser uma pessoa melhor, de poder ajudar os outros, de desenvolvermos sentimentos e virtudes mais nobres. Enfim, a espada mágica é real, e ela está ligada ao nosso propósito de vida. Vou deixar um texto bem bacana que escrevi tempos atrás, contando a história de um homem que queria literalmente sentir o tempo passar gravando um segundo de cada dia da sua vida por 1 ano completo. Vale muito a pena conferir, este é um ótimo exemplo de seguir um propósito.

um segundo por dia

Mas a principal mensagem que consegui extrair dessa parábola ainda não contei. Ela nos leva a refletir sobre o AUTOCONHECIMENTO. O rapaz habilidoso não se conhecia por inteiro, não sabia bem quais eram as suas potencialidades, e isso o levou a desistir daquilo que fazia de melhor. Quantas vezes não fazemos a mesma coisa? Temos os nossos talentos, mas, por medo, não o desenvolvemos, porque pensamos em mil e uma coisas e nos deixamos ser influenciados por “n” fatores. Isso pode ser muito perigoso, porque interfere diretamente na nossa felicidade e realização pessoal. Eu mesmo, muitas vezes não segui o que o meu coração dizia por puro medo, por me achar incapaz, por achar que não era bom o suficiente etc. Mais uma vez repito, busque o autoconhecimento. Você conhecendo as suas potencialidades, poderá realizar muito mais do que imagina ser possível e poderá ajudar muito mais pessoas ao longo da vida.

Há muito mais a ser extraído desta parábola riquíssima. Se quiser acrescentar alguma ideia, alguma interpretação, fique à vontade para comentar! Qual a sua espada mágica? O que você está fazendo com ela? Como a está utilizando? Você acha que precisa dela? Você acha que precisa mudar a sua espada? Ela está cega? Perdeu a magia? Questione-se! Faça estas e outras perguntas a si mesmo! Este é o processo do autoconhecimento! Ele se inicia a partir de perguntas e questionamentos! Boa viagem!

medo-GV

  • Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]
Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

3 Respostas para “A espada mágica

  1. Fernando

    Parece que este texto foi escrito especificamente para mim, pois ontem dia 16 de março, foi quando eu descobri que a minha espada não era mágica. Enquanto eu lia acho que caiu um cisco no meu olho e sentir que estava com lagrimas nos olhos, coração despedaçado e pés sem chão. Tenho que me recompor e ainda não sei como. Desculpe-me o comentário, precisava desabafar.

    • Torço pelo sua vitória Fernando. Sabe de uma coisa? Antes de escrever este texto para os leitores, eu escrevi primeiro para mim mesmo, porque muitas vezes acho que os meus medos e problemas são muito maiores do que eu, mas quando paro, penso, respiro, reflito, vejo que os problemas não são tão grandes assim e que posso criar a minha espada mágica com a própriavida e as experiências. É muito normal sentir medo e se sentir sem chão, faz parte da natureza humana, mas buscando o autoconhecimento podemos nos equilibrar e dar a volta por cima, SEMPRE… Grande abraço!

  2. Todos nós temos a espada mágica, mais por medo de nos decepcionamos ou por covardia, muitas vezes não há usamos.
    Eu também tenho medo de muitas coisas, mais a cada dia eu tento me superar, enfrentando os meus fantasmas.
    Um grande abraço Isaias Costa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s