Arquivo do mês: setembro 2014

A verdade fala por si só

Por Isaias Costa

estudando

Eu sou um rapaz muito sincero e busco essa sinceridade em tudo o que faço na vida. Aqui no blog não é diferente, escrevo de coração, com o objetivo de fazer os leitores pensarem através da vida REAL, e não como um conto de fadas.

Eu acompanho os textos de um cara incrível chamado Eduardo Marinho e me emociono com eles, pois mostram a realidade cruel que vivemos no Brasil e poucos tem a coragem de escancarar como ele faz. Inclusive, já compartilhei um vídeo maravilhoso dele, em um texto falando sobre a intuição. O link está logo abaixo.

Uma vida feliz seguindo a intuição

O texto que o Eduardo Marinho escreveu foi esse. Leia com bastante atenção!

“Um candidato morre na queda do avião. Sua vice foi jogada lá pra cima nas pesquisas. Ele mesmo era fraquinho na disputa que tava centralizada em dois outros candidatos, muito mais cotados. A campanha da ex-vice é alavancada, com o apoio dos banqueiros. Candidata à presidência, seu vice é do agronegócio, autor da lei que legalizou os transgênicos. A mídia divulga a candidata, apresenta como a nova força na eleição, prepara o terreno das mentes, ela sai nas capas de revistas, nos jornais, na televisão, com mal disfarçado apoio.

A caixa preta do avião não gravou os acontecimentos do vôo, não se pode saber o que aconteceu. Eu nunca tinha ouvido falar de uma caixa preta que não tivesse funcionado, ao contrário, vi essas caixas pretas explicarem um monte de acidentes aéreos que estavam sem explicação.

Na minha inguinorança, aí tem coisa… não duvidaria nada.

Esses programinhas bandeide do governo do pt incomodam muito a essa elite conservadora arrogante que se acha superior ao resto da humanidade, que acha grandes demais essas migalhas atiradas à população. Que aliás tá fazendo muito com essas “migalhas”, tô vendo resultado por todo lado. É assim que tá rolando. E a Marina vem pra acabar com isso, pois esse negócio de pobre se formando e se informando, ainda que de forma embrionária, tá assustando os vampiros. Eles têm o Estado nas mãos, a polícia taí pra garantir, treinada pra controle e dispersão de massas. A midia é aliada e tem enorme penetração nas cabeças da população. A função da pretensa presidente é reverter a situação, fechando os vazamentos e colocando o povo “no seu lugar”, de sujeição, de ignorância e alienação, de exploração e escravidão, sem direitos além de acreditar nas mentiras que o prendem. Se ela sabe ou não sabe disso, não posso dizer, nem me importa.

E se não for a Marina, eles têm poder de pressão sobre qualquer um que esteja na presidência. Mas com ela fica bem mais fácil que com a Dilma, que é esperta demais pra eles, nas manobras pra conservação desses programas que, afinal de contas, são melhor do que nada. Ou menos pior.

Na minha alucinação, o quadro é claro. Sabotaro o avião. Será que não?”

Eduardo Marinho

*****

Não vou falar nada sobre o avião, porque não se tem provas de nada. Quem é inteligente consegue desconfiar desta queda. Sei que você é, então nem preciso tocar nesse assunto, não é mesmo?

Quero falar sobre a verdade. O Governo do Lula e da Dilma fez crescer o “Bolsa Família”, essas migalhas que o querido Eduardo nos fala.

Essas migalhas estão ajudando milhares de famílias no Brasil inteiro a não morrerem de fome. FOME! Você tem tudo, comidinha no prato, um cama confortável e macia, e acesso à internet veloz para ler esse texto.

O povão do sertão e das periferias muitas vezes não tem nem o que comer. O Governo dá a ajuda do “Bolsa Família” para ajudar a essas famílias terem o mínimo do mínimo do mínimo. Obviamente dá pra saber que esse dinheiro não faz ninguém mudar de vida, seria muita ingenuidade não acha? Mas esse dinheiro pode alimentar o corpo e a mente de pessoas ávidas por correrem atrás dos seus sonhos.

Eu venho de uma família pobre e eu sei pela minha vivência o tamanho da disposição e vontade de trabalhar que as pessoas menos favorecidas tem. Gente desenrolada, que tem pulso e faz o possível e o impossível pelos seus filhos.

Uma idiotice que escuto é essa: “Tem gente que ganha o bolsa família para gastar com bobeiras”. Sim! Claro que tem. Por que não teria?

Mas quer saber de uma coisa? Eles são a EXCEÇÃO. A regra é que esse dinheiro é muito bem administrado pela maioria das famílias. Essa é a verdade que querem nos esconder.

Vou falar pra você a história de um grande amigo meu.

Ele passou a vida escolar toda estudando em uma escola pública PÉSSIMA perto da minha casa. Mas ele sempre teve vontade de vencer na vida. Sabe quem dava aulas de Matemática e Física pra ele na preparação para o ENEM? Eu. Ele é como um irmão pra mim e isso era o mínimo que poderia fazer por ele.

Ele fez vestibular e passou no Instituto Federal do Ceará para Licenciatura em Física, mas ainda não era o curso que queria. Entrou pra esse curso e continuou estudando para o ENEM seguinte. Fez de novo e passou para o curso que queria, Engenharia na UFC.

Sabe onde ele está hoje, na data que escrevo esse texto? Na Irlanda.

Sabe como ele conseguiu isso? O Ciência sem Fronteiras. Um programa que começou com o senhor Lula.

Se você ainda não sabe, o Ciência sem Fronteiras é um programa que dá bolsas de estudo para os estudantes de graduação estudarem por 6 a 18 meses fora do Brasil, para melhorarem o currículo e a experiência acadêmica.

Parece um sonho não é? Um garoto que saiu da escola pública está cursando Engenharia na Europa. É meu amigo, meu irmão. Eu me orgulho dele.

Pois é! Ninguém fala sobre isso, sabia? Mas essa é uma das milhares de histórias que estão acontecendo o tempo todo, todos os dias, em todos os lugares do Brasil.

A Marina Silva está louca para ser presidente do Brasil. Se ela vencer ela vai querer colocar os pobres no seu devido lugar, ela vai querer acabar com os sonhos de gente como meu querido amigo.

Enfim! Era isso o que queria lhe dizer: a verdade fala por si só

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Enquanto você me critica

Por Isaias Costa

caminho-de-pincel

Eu acho impressionante a carga de mensagens sobre transcendência que existe em muitas das músicas do Raul. É por essas e outras que elas são compreendidas por tão poucas pessoas. Estava refletindo sobre uma das que mais gosto e que, inclusive, já me inspirou a escrever um dos artigos do blog. A música “No fundo do quintal da escola”. Se você ainda não leu o artigo, ele está logo abaixo.

Vamos pular o muro?

Vou fazer uma reflexão baseada apenas em um trecho do início da música. Esse aqui:

“Não sei onde eu tô indo, mas sei que eu tô no meu caminho. Enquanto você me critica, eu tô no meu caminho…”

=> Você pode ler o texto completo clicando aqui.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Sentido pleno

Por Isaias Costa

1263-aa-003

Outro dia eu li um pequeno texto do jornalista, escritor e radialista Flávio Siqueira que me fez lembrar uma das artes que mais admiro, o desenho. Não sei desenhar nada, mas admiro muito quem sabe desenhar.

Existe um tipo de desenho que é ainda mais difícil do que aqueles feitos em papel, são os desenhos em areia. Você já viu algum vídeo com esses desenhos sendo feitos? Se não viu, ótimo, verá hoje! E espero que se encante tanto quanto eu, que fico abobalhado sempre que vejo essa arte maravilhosa.

“Muitas vezes é nossa busca angustiada por explicações que nos desvia do entendimento. Basta a cada dia sua própria porção e, para cada experiência, um significado específico…”

=> Você pode ler o texto completo clicando aqui.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

2 anos do blog “Para além do agora”

Por Isaias Costa

Party balloons background 3D

Hoje o blog “Para além do agora” está completando 2 anos de existência, e meu sentimento é de profunda gratidão por tantas coisas boas e surpreendentes que me ocorreram.

Tentarei resumir o máximo que puder para esse texto não ficar muito extenso.

Primeiramente quero agradecer aos meus amigos que publicaram seus textos no blog, que foram a Júlia Médici, o Marcelo Vieira, a Morgana Lima e o Thiago Rebouças. Abri as portas do blog para todos os amigos que queiram publicar textos interessantes e com reflexões parecidas com as que eu faço.

Meu desejo é que em 2015 mais amigos entrem em contato comigo para publicar seus textos. Esse blog é como uma família de pessoas com o mesmo propósito, crescer como seres humanos, em consciência e amor. Esse é o maior obejetivo deste blog, se você gosta de escrever, não se acanhe! É só me mandar um e-mail que o lerei com todo carinho e lhe responderei o mais rápido possível! O e-mail de contato está logo abaixo:

paralemdoagora@gmail.com

No comecinho do ano (em fevereiro), escrevi meu primeiro e-book falando sobre um tema que há muito tempo tinha vontade de escrever, a vocação pessoal, o “porque comecei a escrever na internet através de um blog”. Eu passei por muitas mudanças na minha vida e tenho certeza que muitos dos leitores de primeira viagem do blog acham estranho eu ser Físico e escrever sobre temas tão variados. Com a leitura do meu e-book todos poderão saber que não é tão loucura assim eu estar escrevendo e amando essa nova realidade. Foram os meus inúmeros sofrimentos vividos ao longo de alguns anos que despertaram o meu lado mais humano, levando até onde estou hoje, escrevendo para você e compartilhando conhecimentos que tenho adquirido. Se você ainda não leu, compartilho abaixo o link no qual você pode fazer o download.

E-book: Descobrindo um novo sentido no viver

Um pouco depois, em abril, senti a necessidade de criar um novo blog para falar exclusivamente das minhas reflexões baseadas no Raul Seixas. Tenho certeza que foi bom ter feito essa separação para não gerar conflitos com determinados leitores. Digo e repito que as ideias do Raul Seixas não são para qualquer pessoa, é preciso ter uma mente mais aberta e filosófica para acolher as suas mensagens. Neste blog eu me dei a liberdade de falar de temas que não teria coragem de publicar no “Para além do agora”, então só lê quem realmente gosta do Raul.

Até hoje tem sido maravilhoso. Os leitores do blog “Universo de Raul Seixas” são verdadeiros “Raulsseixistas”, como eu! E esse é meu desejo, compartilhar reflexões entre pessoas que pensam parecido. Fiz vários amigos que são fãs do Raul Seixas, e que estão compartilhando muitas ideias legais sobre ele, me fazendo aprender cada vez mais sobre esse maluco beleza que eu admiro tanto.

Se você quiser acompanhar os textos do blog “Universo de Raul Seixas” fique à vontade, pode se juntar a essa família também. O link está logo abaixo.

Blog Universo de Raul Seixas

No mês de junho dei um grande salto, que me deixou muito feliz e extremamente grato. Estou escrevendo em um blog parceiro de um site bastante visitado, o site “O Povo Online”. Para mim é um privilégio estar escrevendo para um site de notícias tão impactante no estado onde eu moro, que é o Ceará. Esse site é lido por mais de 600 mil pessoas e muitos visitam os “Blogs O Povo” diariamente.

É o blog “Artesanato da mente”, com reflexões no geral filosóficas e voltadas para o campo das artes, que sou apaixonado também.

Se você ainda não conhece esse blog, fique à vontade para ler e acompanhar a fanpage. O link está logo abaixo.

blog “Artesanato da mente”

No mês de julho eu tive uma grande alegria proporcionada pela aproximação das redes sociais. Conheci pessoalmente uma das leitoras assíduas do blog, que mora no Rio de Janeiro e era muito amiga do meu pai na sua adolescência. Fiquei impressionado de ver o quanto o facebook consegue aproximar pessoas que não se veem há tanto tempo. Ela não via o meu pai há mais de 30 anos e o reencontro foi uma maravilha. Será uma amizade que certamente durará por muito tempo. Espero que possa conhecer ainda muitos dos meus leitores pessoalmente. Vai ser uma alegria sem medidas…

Inclusive preciso agradecer pelas várias amizades excelentes que tenho feito pelo facebook. Não vou citar os nomes para não esquecer ninguém. Os amigos que tenho feito estão me ajudando a ser uma pessoa cada vez melhor e me inspirando, ao compartilharem suas ideias, textos, vídeos, reflexões, histórias de vida comigo. Mais uma vez digo! É um privilégio para mim ter vocês na minha vida. Que essa amizade perdure por muito tempo e que cresçamos todos juntos.

A última novidade é que neste terceiro ano do blog publicarei de vez em quando textos mais densos e aprofundados, todos com a possibilidade de se baixar o arquivo em pdf para impressão. Quero levar reflexões profundas para os leitores. Eu, particularmente, sou avesso à superficilidades e quem me lê percebe isso muito bem. Eu sei que as pessoas que me leem querem crescer como seres humanos e só conseguirão crescer através do que eu escrevo se eu mesmo, acima de tudo, busco isso. Sempre repito que tudo que escrevo procuro primeiramente aplicar na minha própria vida, para que os leitores sintam a verdade e a sinceridade transmitidas nas minhas palavras. Isso faz toda a diferença e comprovo isso pelos maravilhosos feedbacks que recebo diariamente.

O primeiro artigo extenso que escrevi se chama “Um possível quadro do mundo em um futuro próximo”. Se você ainda não leu, deixo o link abaixo.

Um possível quadro do mundo em um futuro próximo

Que este terceiro ano venha cheio de alegrias e grandes histórias. Continuemos crescendo juntos em consciência e amor. Mais uma vez lhe agradeço por me acompanhar nessa jornada…

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Precisamos nutrir o amor genuíno

Por Isaias Costa

1192461124_f

Esses dias assisti a um vídeo maravilhoso da monja Jetsunma Tenzin Palmo falando sobre o amor genuíno que, infelizmente, é vivido por pouquíssimas pessoas. Suas palavras são muito simples e já foram ditas por milhares de pessoas desde que o mundo é mundo, mas parece que poucos souberam assimilar.

Compartilho abaixo esse vídeo, que fiz questão de transcrever as falas, caso você queira anotar ou imprimir. Também deixei alguns textos que escrevi relacionados ao tema do amor e do apego.

“O problema é que nós sempre confundimos a ideia de amor com apego. Sabe, nós imaginamos que o apego e o agarramento que temos em nossas relações demonstram que amamos, quando na verdade, é só apego, que nos causa dor.

Porque quanto mais nos agaramos, mais temos medo de perder.

E então, se nós, de fato, perdermos, vamos sofrer.

O que quero dizer é que o amor genuíno é…

Bem, o apego diz: “Eu te amo, por isso eu quero que você me faça feliz.”

E o amor genuíno diz: “Eu te amo, por isso quero que você seja feliz. Se isso me incluir, ótimo! Se não me incluir, eu quero a sua felicidade.”

É, portanto, um sentimento bem diferente.

Sabe, o apego é como segurar com bastante força. Mas o amor genuíno é como segurar com muita gentileza, nutrindo, mas deixando que as coisas fluam. Não é ficar preso com força.

Quanto mais agarrarmos os outros com força, mais nós sofremos.

Porém, é muito difícil para as pessoas entenderem isso, porque elas pensam que quanto mais elas se agarram a alguém, mais isso demonstra que elas se importam com o outro. Mas não é isso. Eles realmente estão apenas tentando prender algo, porque eles têm medo de que se não for assim, elas é que acabarão se ferindo.

Qualquer tipo de relacionamento no qual imaginamos que poderemos ser preenchidos pelo outro, será certamente muito complicado.

Quero dizer que, idealmente, as pessoas deveriam se unir já se sentindo preenchidas por si mesmas e ficarem juntas apenas para apreciar isso no outro, em vez de esperar que o outro supra sua sensação de bem estar que elas não têm sozinhas.

E isso gera muitos problemas. E isso junto com toda a projeção que vem do romance, em que projetamos nossas ideias, ideais, desejos e fantasias românticas sobre o outro, algo que ele nunca será capaz de corresponder.

Assim que começamos a conhecê-lo, reconhecemos que o outro não é o príncipe encantado ou a Cinderela. É apenas uma pessoa comum, também lutando.

E a menos que sejamos capazes de enxergá-las, de gostar delas, e de sentir desejo por elas e também ter bondade e compaixão, será um relacionamento muito difícil.”

Jetsunma Tenzin Palmo

Sugestões de leitura

* A importância do desapego
* O campo magnético dos apegados
* O amor maduro

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Cooperação: a palavra que pode mudar o mundo

Por Isaias Costa

É isso o que os bancos e grandes corporações fazem...

É isso o que os bancos e grandes corporações fazem…

Existe uma palavra da língua portuguesa que há muito tempo foi deixada de lado e exatamente por isso que o nosso planeta está caminhando dia após dia para o precipício, esta palavra se chama COOPERAÇÃO. O que essa ela significa?

“Agir com ou fornecer cooperação; ação de trabalhar ou laborar em grupo com outros para o mesmo objetivo; contribuir, colaborar ou assistir com.”

Estamos inseridos no sistema capitalista, que já expliquei nos mínimos detalhes no artigo “Um possível quadro do mundo em um futuro próximo”, ser um sistema que, se continuar, vai destruir completamente o nosso planeta. Quanto mais o tempo passa, só reforço esse pensamento. Se você ainda não leu esse artigo, recomendo fortemente a sua leitura, o link está logo abaixo.

Um possível quadro do mundo em um futuro próximo

Um ponto de extrema importância e que não tratei neste artigo foi esse: Qual o contrário de cooperação? É uma palavrinha perigosa chamada COMPETIÇÃO. O que ela significa?

“Concorrência simultânea de duas ou diversas pessoas à mesma coisa.
Prova esportiva.”

Competir é o mesmo que concorrer, ou seja, o que procuro tem que ser MEU, entende? O outro não pode dividir comigo, nem eu com ele. Isso é a competição.

Há uma relação entre ambição e cooperação, da mesma forma que há uma relação entre ganância e competição, vou explicar isso a partir de um trecho de artigo belíssimo do filósofo Mario Sergio Cortella.

A cobiça se identifica com a ganância, em vez de fazer contato com a ambição. Uma pessoa ambiciosa é aquela que “quer mais”; uma pessoa gananciosa é aquela que “quer só para si, a qualquer custo”.

Uma pessoa ambiciosa quer mais conhecimento, mais bem-estar, mais lucratividade, mas, de modo a evitar a ganância, não pode querer só para ela mesma e de qualquer modo e com qualquer meio.
Por isso, ainda bem que muitas mulheres e muitos homens pelo mundo afora acreditam e praticam o que retirará cada vez mais o véu sombrio da competição doentia: a cooperação! A cooperação como atitude ética, a cooperação como valor negocial, a cooperação como princípio de para o lucro higiênico, a cooperação como meta solidária, a cooperação como auxiliadora da paz.”

***********
Perceba! Eu sou um rapaz muito ambicioso, porém, não sou ganancioso, pois ganância é querer só para si e a qualquer custo.

Eu tenho a ambição de levar conhecimentos para as pessoas, tenho ambição de ensinar princípios éticos para os meus alunos e amigos, tenho ambição de levar as pessoas a refletirem de maneira mais autêntica e menos presas a pessoas, instituições, religiões, crenças etc. Tenho muitas outras grandes ambições, e meu intuito é unir, conectar pessoas, ajudar no crescimento humano e espiritual.

Todavia a ganância tem a relação com a competição, que contribui para a separação, a divisão, o individualismo, o isolamento, a autossuficiência. Se você prestar atenção às grandes corporações e empresas, a imensa maioria é governada por pessoas gananciosas, que querem mais e mais dinheiro para si, querem crescer seu “patrimônio líquido”, vixe! Essa palavrinha está entranhada no cérebro dos chefes das grandes corporações. Um pensamento frequente deles é esse aqui: “Eu preciso aumentar MEU patrimônio líquido…”. E repetem esse pensamento milhões de vezes ao dia.

E o que isso gera? DESIGUALDADE. Não dá para aumentar substancialmente o patrimônio líquido de um sem que outro não seja prejudicado, sem que haja exploração de mão de obra barata. Repito! É absolutamente impossível!

Estou falando de capitalismo.

Ambição = cooperação
Ganância = competição

Não esqueça esses princípios. Tudo bem?

Pense sobre isso…

* NOTA: Esse texto foi reeditado, porque coloquei nele meu posicionamento político das eleições 2014 e decidi algum tempo depois não mais expressá-lo diretamente, pois se trata de uma decisão muito individual. Mas fica essa importante reflexão a respeito do capitalismo…

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Raul não compunha para as pessoas de seu tempo

Por Isaias Costa

Raul-seixas

O Raul tinha muita semelhança com um brilhante filósofo alemão sabia? Estou falando dele, Friedrich Nietszche. Os dois eram geniais, e em minha opinião, a maior semelhança entre eles está na sutileza das suas mensagens, que foram feitas no intuito de levarem muito tempo para serem compreendidas. Em outras palavras, o Nietzsche não escrevia para as pessoas do seu tempo e o Raul não compunha para as pessoas do seu tempo. Para refletir sobre isso, compartilho abaixo algumas palavras do escritor Acid, que escreve no site “Saindo da matrix”.

“Filósofo alemão. O pensamento de Nietzsche revela a influência da filosofia grega e da obra de Arthur Schopenhauer. Nietzsche tentou provar que os valores tradicionais – representados, principalmente, pelo cristianismo – tinham perdido poder na vida das pessoas, o que chamava niilismo passivo. Expressou este pensamento na sua famosa proclamação: “Deus está morto“.

=> Você pode ler o texto completo clicando aqui.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Qual é minha vocação?

Por Isaias Costa

criativo-consulte-2

Estamos vivendo em um mundo frenético, repleto de mudanças acontecendo o tempo todo, com os avanços científicos e tecnológicos, muitas coisas do passado que pareciam impossíveis já fazem parte do nosso cotidiano, a internet está cada vez mais acessível e a cada dia mais e mais conteúdos são publicados de diversas formas etc.

Porém, há um problema nisso tudo que pode e tem feito mal a muitas pessoas, quase sempre de forma bem sutil, o excesso de informações nos leva a um aumento de possibilidades, e o aumento de possibilidades frequentemente nos deixa atônitos e com dúvidas. Nos perguntamos: “Faço isso, aquilo ou aquilo outro?”. E tantas dúvidas nos deixam perplexos, acuados, com medo, atrapalham as tomadas de decisões etc.

=> Você pode ler o texto completo clicando aqui.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Sejamos vagalumes

Por Isaias Costa

ovagalume

Eu sempre reflito profundamente quando leio as palavras do místico oriental Osho. Suas palavras são de uma profundidade fora do comum.

Gosto muito de vagalumes, seres pequeninos que possuem uma luz própria. Eles acendem pequenas luzinhas nas noites escuras das zonas bem arborizadas e bucólicas.

Hoje compartilho com você um pequeno texto dele que traz essa reflexão, todos nós podemos ser vagalumezinhos, iluminando os nossos arredores com a luz que vem do nosso interior, e não de fora.

Quando nos abrimos ao amor e a sabedoria, essa luz vai pouco a pouco tomando conta do nosso ser.

Meu desejo é ser um vagalumezinho e levar você que me lê a também sê-lo. Leia esse texto com atenção e busque aplicar essas sabedorias na sua vida. Boa leitura…

****

Assim, o primeiro a ser entendido é que o conhecimento e a sabedoria são diferentes.

Conhecimento é informação, sabedoria é entendimento;

O conhecimento é coletado de fora, a sabedoria é um crescimento interior; o conhecimento é tomado de empréstimo, a sabedoria é sua, autenticamente sua; o conhecimento é aprendido, a sabedoria não é aprendida de ninguém.

Você precisa ficar mais alerta, de tal modo que possa perceber mais, sentir mais, ser mais.

Sabedoria é ser, conhecimento é apenas um acúmulo periférico.

Um outro ponto: quando você é uma pessoa de conhecimento, quando armazenou muito conhecimento, seu ego fica fortalecido, e você pensa: “Sei muita coisa”. E o ego é uma das barreiras a percepção da realidade; ele não é uma ponte, pois fica desconectada, em vez de conectar.

Quando você é uma pessoa de sabedoria, o ego desaparece, pois uma pessoa de sabedoria descobre que não existe nada que você possa conhecer. Como você pode conhecer? A vida é tão misteriosa, tão imensamente misteriosa, não há como conhecê-la realmente.

Se você puder conhecer apenas a si mesmo, isso é mais do que suficiente, mais do que se pode esperar. Se uma pequena luz acende no seu coração e o seu ser interior se torna luminoso, isso é mais do que suficiente. E é isso que é necessário; nessa luz, você fica ciente de que a realidade é um mistério supremo e é isso que queremos dizer quando usamos a palavra Deus. Deus significa exatamente a mesma coisa que natureza, com apenas uma diferença. No conceito de natureza está implícito que, se ela não foi conhecida até agora, será conhecida mais tarde; mas ela pode ser conhecida, é passível de ser conhecida; esse é o significado da palavra natureza.

Teoricamente, a natureza é passível de ser conhecida.  Ao usar a palavra Deus, ou divindade, passamos para outra dimensão, dizemos que algo é conhecido e ainda existe mais para se conhecer, sempre permanecerá incognoscível, algo será para sempre indefinível.

O mistério é vasto, é infinito e somos parte dele. Então como a parte pode conhecer o todo? Isso é impossível, a parte não pode conhecer totalmente o todo, só pode conhecer até um determinado limite.

Uma pessoa de sabedoria entende o mistério da vida e é por isso que Buda permaneceu em silencio sobre a vida; ele não disse uma única palavra sobre ela.

A verdade nunca é conhecida totalmente. Você a sente, você a vive, você tem grandes experiências com ela, grandes visões, grandes mistérios abertos, mas cada mistério o leva a outros mistérios. À medida que cada parte se abre, você percebe que mil e uma portas ainda estão esperando para serem abertas. Cada porta o leva a novas portas, então como você pode expressá-la?

Uma pessoa de conhecimento fica declarando que sabe tudo, essa é a prova da sua ignorância. Só uma pessoa ignorante diz que sabe; o sábio sempre diz que não sabe, este é o sinal, a indicação da sua sabedoria.

Mais um ponto importante; quando você sabe algo divide a realidade em conhecedor, conhecido e conhecimento. Imediatamente a realidade fica dividida em três coisas.

O conhecimento divide, e o que divide não pode levá-lo a verdade suprema. A sabedoria unifica; na sabedoria a pessoa não sabe quem é o conhecedor, quem é o conhecido e o que é o conhecimento.

É por isso que na sabedoria você se torna um místico, torna-se uma coisa só com a realidade, perde todas as distinções, as diferenças, as fronteiras, as definições.

Na sabedoria você fica indefinido, tão indefinido quanto a própria realidade.”

Osho

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O Brasil deveria ser governado pelas crianças

Por Isaias Costa

candidatos-presidente3

Esse texto que você lê agora partiu “literalmente” de um sonho. Acordei esta madrugada com um insight que tive e uma música “martelando” a minha mente.

Não pude continuar a dormir sem registrar esses pensamentos.

Quanto mais o tempo passa e maduro eu vou ficando, vou descobrindo uma verdade que parece ilusão para a maior parte das pessoas, mas para meus olhos de menino inocente, é tão real e vívido quanto a natureza, o amor ou Deus.

Esta verdade é que os seres mais iluminados do nosso planeta, os nossos mestres, são as crianças. Pode discordar de mim, mas o mais íntimo dos meus pensamentos me revela isso.

Fui dormir pensando no debate entre os presidenciáveis de 2014 no SBT, realizado na segunda-feira (01/03). Indignado com tantas baboseiras ditas por quase todos os candidatos em uma “farsa” de quase duas horas de duração. Uma verdadeira “farsa”. Estão nos escondendo a verdade de maneira tão contumaz que chega a dar desprezo.

Mas dentro de mim existe uma criança que não se deixou engolir por esse sistema adoecido no qual estamos inseridos. Uma criança que está criando coragem dia após dia de expressar o que pensa de verdade, sem reservas. Uma criança que sonhava em ser astronauta para desvendar mistérios do universo, mas que descobre cada vez mais que sua maior vocação é acender pequenas luzinhas nos corações das pessoas que dão abertura para o que transmito.

Essa criança se chama Isaias. Sabe de uma coisa? Essa criança existe em você também, existe em todos nós, mas ela não se revela por conta da nossa correria, da nossa incapacidade de silenciar, de aquietar, de encontrar as respostas no lugar onde encontramos todas elas, nosso coração. Deus se liga até nós pelo coração. Quem disse isso não fui eu, foram os grandes mestres da humanidade, tidos como “loucos” em suas épocas, mas que carregavam sua natureza de criança.

Talvez você lembre de um desses mestres que dizia: “Deixai vir a mim as criancinhas, porque delas é o reino dos céus” ou “Não entrará no reino dos céus aquele que não for como uma criancinha”. Isso mesmo! O mestre que disse essas frases é o que move os meus passos e poderia mover os seus também, se você permitisse isso.

Esse menino bate na sua porta todos os dias, ele possua muitos nomes sabia? Ele pode se chamar João, Antônio, Flávio, Roberto…

Nossa! Pensava que você estava falando de Jesus? É dele mesmo que estou falando.

Lembra quando ele falou: “Quando desprezas teu irmão, é a mim que desprezas…”. Isso é o mesmo que dizer: “Quando desprezas teu irmão não o estais amando como a ti mesmo”. Era o grande mandamento de AMAR A DEUS E AMAR AO PRÓXIMO que Jesus estava dizendo nesta passagem bíblica..

Um Deus que está presente em tudo. E Deus está na sua forma mais sublime nos olhos nas crianças. Olhe nos olhos delas e vai perceber. Uma das coisas que mais me emociona na vida é olhar no fundo dos olhos de uma criança, pois só consigo ver pureza, alegria, desejo de viver.

tumblr_lsfnlwHA6W1qg7h9g_large

Vamos perdendo esse olhar ao longo da vida. Eu quase perdi esse olhar para sempre quando escolhi ser pesquisador em Física e não via mais sentido naquilo. Quase entrei em depressão num período extremamente tumultuado da minha vida.

Esse menino está aqui hoje e já passou por muitos reveses até chegar onde está, falando para você sobre simplicidade, sem grandes teorias, sem demonstarções matemáticas, sem teoremas. Não precisamos de nada disso, sabia? Somos crianças num mundo que perdeu a simplicidade de olhar, a simplicidade de viver, a simplicidade de sentir a beleza da existência em cada acontecimento, no convívio com os irmãos, nos afetos compartilhados, no canto dos pássaros, na música dos astros.

Pois é! O que me levou a escrever esse texto foi o sonho de viver em um mundo melhor, e não tenho dúvidas que esse mundo melhor só poderá ser governado por pessoas que tenham os olhos e o coração de meninos. Enquanto não for assim, continuaremos a ver inúmeras barbaridades, como estão escancaradas no mundo todo e nem preciso me alongar na conversa, porque você já sabe.

Sabe qual era a música que ficou “martelando” a minha mente? A minha preferida do Roberto Carlos, chamada “Guerra dos meninos”. Essa música, não tenho dúvidas que foi composta com muito amor, pelo menino Roberto, que sabe que os seres mais iluminados deste mundo são as crianças.

Com muito carinho, ponho o link desta música para você ouvir.

O menino Jesus mudou o nosso mundo para sempre, e continua vivo e verdadeiro em cada criança e em cada adulto que não deixou essa criança morrer em seu interior.

E você? Essa criança ainda vive em você? Ou você deixou que ela morresse?

Este é um texto para falar sobre política. Já pensou? Se lesse esse texto para os presidenciáveis, eles ririam da minha cara, zombariam mesmo.

Eles diriam por dentro assim: “Como pode? Um cara desse tamanho, barbado, professor formado pela UFC! Vem nos falar essas baboseiras…”

Engraçado não? Sou só mais um que tenta falar o que vem do seu coração, mas sei que poucos são os que páram para ouvir.

Não nego a minha tristeza com a qualidade dos candidatos. Eles perderam a humanidade que deveriam ter, como as crianças, e nos vem cheios de discursos prontos e palavras sem sentido.

Vou dizer a você meu pensamento político. Pode me dar pedradas nos comentários se quiser.

Entre os candidatos, a que eu vi mostrar um pouquinho mais de consistência e coerência entre o que fala e os projetos de governo foi a Luciana Genro.

Pode ficar abismado e pode dizer: “O quêeeeee?”

Sim! É isso mesmo. Esse é o meu pensamento. Mas fique com o seu. É a criança que existe dentro de mim que está dizendo isso.

Gostaria mesmo de votar nela, mas infelizmente, ela não tem condições de ganhar. Então vou votar na que, se eleita, poderá ainda fazer alguma coisa que beneficie os pobres do nosso país, e essa candidata se chama Dilma Rousseff. Vou votar nela com dor no coração, por acreditar na proposta da Luciana Genro.

Vote em quem você quiser! Não quero convencer ninguém quanto a isso, estou apenas expondo o meu pensamento político.

E para terminar, um vídeo que já assisti diversas vezes, que mostra a sabedoria das crianças. Vale a pena conferir…

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized