Em um relacionamento sério com o celular

Por Isaias Costa

imagem.php

No programa do Fantástico apresentado no dia 05/10/2014, houve uma matéria que me deixou muito pensativo. Ela falava sobre o tempo que os jovens estão ficando nas redes sociais e o quanto isso os tem prejudicado. O link da matéria é o que segue:

Jovens ficam 6 horas por dia nas redes sociais

Os malefícios do avanço tecnológico são notórios, as pessoas estão ficando cada vez mais ansiosas, estressadas e isoladas. Há uma indústria poderosíssima por trás de todos esses avanços que quer unicamente uma coisa, que todos nós, absolutamente TODOS NÓS, nos transformemos em ANDRÓIDES. Máquinas em pele humana.

Pense comigo? O dia tem 24h. Passamos em média 8h dormindo, 8h trabalhando, entre 1 ou 2h (sendo extremamente otimista) para ir e vir do trabalho, mais 2h com refeições e atividades pessoais como tomar banho, escovar os dentes etc. Só aí já foram 20h, sobram 4h.

Para onde vão essas 4h? Adivinhou! Para a internet. Mas a reportagem diz que os jovens estão passando em média 6h. Onde a conta não está fechando?

Muito simples! Eles estão almoçando e jantando ao celular, escovando os dentes ao celular, e pasme, TRABALHANDO ao celular.

Você já notou o quanto nos dias de hoje as empresas e instituições estão cada vez mais carentes de profissionais de extrema qualidade? Está ficando difícil aparecer um jovem com um leque de conhecimentos e habilidades que o tornem indispensável. Isso é lamentável. Eu conheço pessoas que estão tão dependentes do celular e redes sociais que não conseguem nem se comunicar de forma eficiente. Acredito que você também, não é mesmo?

A sociedade do filme “Idiocracia” está se imprementando sutilmente e poucos estão se dando conta. Nesta sociedade o vocabulário das pessoas se resume a um número tão pequeno de palavras que beira ao absurdo. Nessa sociedade, um texto como esse que você está lendo agora é “coisa de boiola”. Se você ainda não assistiu, recomendo! Reflita sobre esse filme! Precisamos nos desenvolver intelectualmente e do jeito que o bonde está andando a tendência não é nada animadora.

As redes sociais estão deixando os jovens mais ansiosos e elétricos. Isso tem interferido diretamente no sono. Em vez de dormirem 8h por dia, que é o recomendável, muitos estão dormindo 6, 5h ou até menos. Aquele barulhinho de “assobio” do Whatsapp não deixa ninguém dormir direito, é perturbador.

Com o sono prejudicado, a primeira coisa que acontece é um cansaço excessivo, uma fadiga muscular e redução da imunidade. Consequentemente o corpo fica doente com muito mais facilidade. Daí, os jovens se entopem de remédios, faltam ao trabalho, pegam atestado e ficam em casa por duas semanas no facebook e whatsapp.

Quem ama essa realidade são as indústrias farmacêuticas, que ganham bilhões com a ignorância e falta de reflexão das pessoas. Já falei várias vezes nos meus textos que o melhor remédio que existe é a paz de espírito, que não se adquire com redes sociais, mas com uma profunda busca pelo autoconhecimento. Quanto mais estamos em paz conosco, com o mundo, com a natureza, mais o nosso corpo responde em saúde, trabalhando corretamente e mantendo o nosso metabolismo alto. Não vou me estender nesse ponto porque ele é muito extenso, há muito a se falar sobre ele.

As redes sociais estão interferindo diretamente nos relacionamentos. Você percebe a profundidade dos relacionamentos de amizade e amorosos? Estão extremamante superficiais e voláteis.

As pessoas estão ficando tão isoladas nos seus mundos que até mesmo a decisão difícil e dolorosa de terminar um relacionamento amoroso estão sendo feitas pelo Whatsapp ou Facebook. Você tem noção de onde isso foi parar? Os jovens mandam uma mensagem: “Ñ dá +! Estou terminando! Ñ quero + te vê”. Escrevi assim de propósito! Porque nem escrever eles têm mais coragem, escrevem errado e com a gramática totalmente absurda.

Na reportagem, uma garota diz: “Estou em um relacionamento sério com meu celular”. É tanta carência afetiva que esse jovens têm que transformam o celular em um namorado(a). Quero aproveitar para sugerir um filme excelente que mostra essa realidade, que a meu ver é no mínimo “estranha”. O filme “Ela”, que conta a história de um homem que se separou da esposa e, em sua solidão, comprou um dispositivo de celular que simula uma pessoa real, e ele se apaixona pelo celular! Isso é surreal, você não acha? Mas não é, a realidade está mostrando isso para nós.

Filme "Ela"

Filme “Ela”

Talvez você me pergunte: “O que fazer?”. Precisamos buscar o equilíbrio. Não dá pra viver longe da tecnlogia, e logicamente me incluo na lista. Você só está lendo esse texto porque eu tenho acesso à internet e preciso dela para isso. O que precisamos é dividir nosso tempo de uma forma mais racional, é preciso sim ser um pouco metódico. Eu não conheço uma única pessoa de sucesso que não seja um pouco metódica. Devemos ter um tempo para cada atividade do dia, e definitivamente, ficar 6h em redes sociais só indica uma coisa, doença. Isso é um verdadeiro absurdo! Desculpe se fui um pouco ríspido, mas é isso mesmo! Escrevi esse texto para lhe fazer acordar para a realidade!

Em vez de ter um relacionamento sério com o celular, vamos crescer em amor e consciência! Desta forma teremos um relacionamento sério com a vida, e é assim que tem que ser…

* Sugestão de leitura

Whatsapp e o emburrecimento das pessoas

  • Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Em um relacionamento sério com o celular

  1. V.

    Obrigada por compartilhar esses artigos! são muitos enriquecedores! Continue com o ótimo trabalho!

  2. Roger

    Sempre fui isolado mesmo sem celular nunca tive um só amigo, ou namorada ou relacionamento em sequer um momento de minha vida…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s