A parábola da rã

Por Isaias Costa

Fig09_Seladinha (rã vista de lado)Outro dia li uma parábola maravilhosa que falava sobre as perspectivas do ser humano e do quanto nossa visão é limitada. Uma parábola que nos faz refletir sobre as zonas de conforto e nos ajuda a enxergar o mundo com um olhar mais profundo.

A parábola da rã

Havia uma rã que vivia num poço próximo ao oceano. Ali havia nascido e dali nunca tinha saído pois não conseguia saltar tão alto. Mesmo porque, ela desconhecia o mundo ao redor do poço pois, como nunca o havia visto, então para ela não havia nada além das paredes de pedra que a cercava. Desta forma, ela ignorava o imenso oceano ao seu redor e que dele somente ouvia o seu som, sem se dar conta do que realmente era. Ela não só ignorava o oceano, ou seja, a condição do mundo onde vivia, mas também ignorava sua própria condição de “rã presa no poço” e para descobrir que vivia num poço e que havia um oceano a poucos metros, ela teria que sair dali.

=> Você pode ler o texto completo clicando aqui.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s