O que há além das expectativas?

Por Isaias Costa

e2809dnc3a3o-crie-expectativas-c3a9-melhor-se-surpreender-do-que-se-decepcionar-e2809dSe você procurar na internet o tema “expectativas”, vai perceber que existe muita coisa, muitos textos, vídeos e livros. Praticamente tudo que se fala tem a ver com relacionamentos amorosos, o que é bem importante, mas existe algo que vai muito, muito mais além do que isso, e nesse texto quero lhe levar a refletir comigo sobre isso.

Quando criamos expectativas com relação a alguém ou a alguma coisa, os especialistas sempre dizem: “Cuidado! Você pode se decepcionar…”. E pode mesmo! Isso é óbvio. Assim como pode não se decepcionar. Tudo depende da perspectiva.

Gosto muito de ler os textos budistas e com eles aprendi algo que pode aos poucos transformar a sua vida, assim como tem transformado a minha. O conceito de IMPERMANÊNCIA. Não existe nada fixo, nada permanente nesse mundo. Tudo está em um pleno processo de mudança e transformação. E nesse ponto, apenas nele já reside o problema de muitos casais, quando se cria muitas expectativas.

Você inicia um relacionamento imaginando que o companheiro(a) seja como você imagina, mas o próprio tempo de convivência, os caminhos, as escolhas, a individualidade de cada um, nos leva a concluir que o(a) outro(a) não é exatamente como pensávamos que fosse. Nunca é!

Nessa hora, para as pessoas mais imaturas, vem a decepção, e a vontade de romper o relacionamento. Porém, é preciso amadurecer esse pensamento. Em vez de você querer que o outro mude, é preciso se voltar para dentro e tentar ver em você mesmo o que precisa ser mudado para que você se torne um ser humano cada vez melhor e cada vez mais amável.

Não tem como! Se você busca a espiritualidade e busca mergulhar dentro de você mesmo, entender o que se passa no mais profundo do seu coração, você vai encontrar o equilíbrio e vai atrair isso para você. É uma lei. A lei da atração. Você sempre atrai aquilo que emana.

Isso é apenas uma parte do que tenho para lhe dizer e você pode facilmente se aprofundar nisso aravés de pesquisas. Quero lhe levar a outro ponto muito interessante.

Quando você busca de verdade não criar mais expectativas com relação a nada, há um amadurecimento e um processo de pacificação que vai crescendo de forma sutil, nos levando a desenvolver algo que considero uma dádiva divina, o NÃO IMPRESSIONAR-SE.

Poucas pessoas não são impressionáveis. É preciso ter muita autoestima e saber as reais motivações pessoais para não se impressionar facilmente.

É engraçado falar sobre isso porque à princípio parece “papo de velho”. Pode rir à vontade! Parece mesmo. Eu consigo até ouvir alguns leitores me dizendo: “A vida perderia a graça se não nos impressionássemos com nada. Tô fora…”. Será? Será mesmo? Vamos pensar com carinho nisso! Tudo bem?

Vou dar pequenos exemplos para você.

Uma moça conhece um rapaz, se encanta com seu carinho e atenção. Então, num determinado dia ele lhe dá um buquê lindo e perfumado, lhe convida para jantar num restaurante francês e faz todo um cerimonial para impressioná-la, para dizer o quanto ela é especial.

Se essa mulher não for impressionável, ela vai agradecer essa noite linda, mas vai prestar atenção às pequenas coisas como a forma que ele se comunica com as pessoas da sua família, como se comunica com seus pais, como é seu relacionamentos com as pessoas do trabalho, como ele cuida do seu animal de estimação etc. Se todo esse carinho não se estender para tudo isso que citei ou outras coisas. Não adianta! Era puro teatro. Ele estava certamente usando uma máscara.

Você precisa definitivamente colocar na sua mente que o que determina o caráter de uma pessoa são as pequenas coisas do dia a dia, que para os olhos mais atentos, não passa batido.

Outro exemplo são os produtos que supostamente estão em “promoção”. Se você reparar, o que sempre vem no papo dos vendedores? “Corra! Por que é só até quinta-feira…”. Será? Tem certeza? Volte lá na semana seguinte e perceberá que ele vai dizer exatamente: “Corra! Por que é só até quinta-feira…”. Pois é! Ele falou isso semana passada. Que coisa não?

Se você não for impressionável, não vai cair nessa dos marqueteiros de plantão. Essa pedadinha é para pegar os despreparados.

Isso é interessante até para conseguir descontos. Você gosta de descontos? Quer aprender uma sacada legal? Preste atenção!

Quando alguém chegar lhe oferecendo algo, dizendo que é imperdível, que mudará sua vida e blablabla. Diga apenas.

“Bom. Sabia que eu consegui numa outra loja esse mesmo produto num preço menor. Tá muito caro sabia?”.

Pode ter certeza que o vendedor vai lhe dar um desconto. É sempre assim! Eu faço isso o tempo todo. Não é fácil? O nome disso é não se impressionar.

Outro exemplo fantástico está nas religiões. Muitos pastores, padres, mestre espirituais, gurus etc. vêm com um papo meio torto lhe dizendo que na igreja deles tolos os seus males, doenças e afins, serão curados, basta que você pague isso, pague aquilo outro.

Isso é sempre, sempre um tiro no pé. A cura, a salvação, os milagres, as mudanças de vida, estão todas, absolutamente todas, dentro de você. Basta que você acredite! Basta que você tenha fé!

Sabia que fé não tem nada a ver com religião? Já falei inúmeras vezes por aqui que não sou religioso, mas tenho uma fé inabalável. Sei com absoluta certeza que o Deus criador, que pode receber qualquer nome que se queira dar, está sempre comigo, em todos os meus passos, todas as minhas escolhas, todas as minhas decisões, em tudo que escrevo, inclusive nessa mensagem que você está lendo agora.

Interessante? Com isso, você precisa também entender o que é o amor. Quem procura fazer o bem, o faz por amor, por doação. Essa é a motivação dos genuinamente voltados para o bem. Esse é meu desejo, não escrevo pensando em ser reconhecido, em ganhar dinheiro com isso. Não! Escrevo porque gosto de compartilhar a vida, gosto de compartilhar o que me habita, o que aprendi, o que vivo e sei que pode acrescentar algo de bom na vida dos que leem.

Ao você entender tudo isso, estará apto para saber que não criar expectativas leva ao não se impressionar e leva naturalmente a não cair em “conversa fiada de ninguém”. Prestou atenção? Essa é a sequência.

Se você não se impressiona, passa a ouvir mais o seu coração, o que a sua alma anceia na vida. Desta forma, todos os seus caminhos lhe levarão naturalmente ao que você precisa para se tornar um ser humano cada vez melhor. Tem sido assim comigo e pode ter certeza que pode ser assim com você também…

Se alguém vier querendo lhe impressionar com alguma coisa, torne-se um OBSERVADOR sagaz. Busque a paz e a quietude. Em paz, você aguçará seu poder de observação e perceberá muito facilmente quando alguém está de “conversa fiada”.

Desta forma você protejerá seu maior bem, seu bem mais precioso. Você e sua vida, seu coração.

Espero que esse texto tão simples e sem firulas tenha feito você pensar e refletir sobre esse assunto profundo e tão importante na vida de todos nós…

Lembre-se sempre: Não criar expectativas leva a não se impressionar com nada e isso leva naturalmente a não cair nas “conversas fiadas” de ninguém…

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “O que há além das expectativas?

  1. Julia

    Quando escolhemos alguem, evidentemente é porque nos impressionamos, pelo menos á primeira vista, com alguma coisa. As expectativas então são normais.
    Se com a convivência, notamos que nos enganamos… e como não podemos mudar o outro…só nos resta cair fora.
    Não concordo em olhar para dentro de mim e verificar se algo pode ser mudado para acalmar as expectativas ludibriadas. Isso poderia levar-me a ficar com personalidade identica á de quem afinal me decepcionou.
    Minha opinião apenas.

    • Entendo a sua colocação Julia, agora tem uma coisa bem interessante que só aprendi ao longo da vida e acho interessante falar. Nos relacionamentos mais duradouros como longos namoros ou casamentos, sempre haverá aspectos da outra pessoa que você gostaria que fossem diferentes, mas que jamais serão como você gostaria, por mais que queira.
      Nessa hora, você faz um balanço entre as qualidades e os defeitos da pessoa. Se as qualidades superam os defeitos e a convivência consegue ser harmoniosa, vale a pena continuar o relacionamento, porque isso é uma forma de crescer e amadurecer. Não existem relacionamentos perfeitos, afinal de contas, somos tão imperfeitos não é mesmo?
      Essa é a forma que eu penso!
      Grande abraço e obrigado pelo seu comentário!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s