Deixe que as emoções e pensamentos negativos se dissolvam

Por Isaias Costa

paraisoUma das coisas que mais tenho aprendido ultimamente é com relação à deixar fluir tudo o que acontece na vida. Estou aprendendo isso principalmente com as leituras dos mestres Osho e Eckhart Tolle, que deixo como excelentes sugestões para você que deseja se aprofundar mais nesses temas.

Quando deixamos que tudo flua naturalmente na nossa vida, acontece algo incrível que quero deixar bem destacado para que você grave no mais profundo da sua mente. Preste atenção!

Quando temos emoções e sentimentos negativos e deixamos que eles fluam, dentro de pouquíssimo tempo eles se dissolvem por si só, pois nada é fixo, nada é permanente, tudo muda o tempo todo.

E quanto mais fazemos isso, durante um tempo cada vez maior seremos preenchidos por emoções e sentimentos positivos. Desta forma, nos tornamos cada vez mais e mais felizes.

Não é simples?

Talvez você me questione ao dizer que as emoções positivas também podem se alterar e ficarem negativas! Sim! Claro que podem. Mas com o tempo e com os exercícios de deixar fluir, isso se minimiza até quase zerar.

Dou o mesmo conselho que os mestres Osho e Eckhart Tolle. Busque a meditação! A meditação é o estado de entrega ao momento presente e às dádivas infinitas do universo. Experimente e constatará isso…

Não vou me estender, porque essa mensagem, apesar de curta, é bastante sutil e precisa de um tempo para ser bem assimilada.

Pode ser que você queira voltar a esse texto em outro momento para relê-lo. Recomendo isso! Porque sempre que lemos algo com conteúdos espirituais mais de uma vez, o entendimento se torna mais completo.

Concluo com algumas sábias palavras da professora e espiritualista Gangaji. Leia com bastante atenção e busque exercitar essa entrega ao momento presente. Vale a pena! Garanto pra você…

Sob o medo pode revelar-se uma profunda tristeza ou mágoa. Isso também pode ser vivenciado direta e completamente sem necessidade de uma historinha. Se você estiver disposto a experimentar essas camadas emocionais até o fim, finalmente deparará com o que parece um abismo profundo. Esse abismo é o que a mente percebe como o nada, o vazio, a vacuidade, o ninguém. Eis um momento importante, pois a vontade de ser absolutamente nada, de ser ninguém, é a vontade de ser livre. Todos esses outros estados emocionais são camadas de defesa contra esta vivência do nada – a morte de quem você acha que é. Uma vez derrubadas as defesas, uma vez aberta a porta, pode-se acolher completamente este nada que foi temido. Esta acolhida é a revelação da verdadeira auto-investigação, que revela a gema secreta da verdade que esteve oculta no âmago do seu próprio coração o tempo todo. O diamante descoberto é você.

Esta é uma descoberta imensa, mas você terá de descobri-lo por si. Se estiver disposto a vivenciar profunda e completamente qualquer estado emocional, você descobrirá no seu núcleo a mesma consciência imaculada que se encontra consigo mesma tanto como vivenciador quanto como vivenciado. Se puder descobrir esta verdade de primeira mão, você será libertado da fuga dos estados supostamente negativos e da busca dos supostamente positivos. Você se libertará tanto da rejeição como do apego ao que é intrinsecamente impermanente. Você estará liberto para verdadeiramente encontrar-se consigo mesmo e regozijar-se nesse encontro.

Qualquer emoção que surja na consciência pode ser completamente acolhida pela consciência, sem precisar esconder-se em histórias ou análise. Na sua disposição de não seguir os mecanismos da mente, mas de apenas ficar quieto e vivenciar qualquer emoção que surja, você verá que ela não é nada. As emoções se mantêm compostas pelo pensamento, quer esse pensamento seja consciente ou inconsciente.

Você tem o poder de parar simplesmente e dizer: “Medo, raiva, mágoa, desespero – tudo bem, venham”. Quando você diz “Tudo bem, venham” e você realmente quer dizer isso mesmo e está verdadeiramente aberto, a emoção não pode vir porque nesse momento você não conta uma história sobre ela. Eu o convido a verificar isso por si mesmo. O medo, a raiva, a mágoa só existem quando vinculados a uma história! Sim, isso é incrível, é simples, porém uma descoberta profunda e enorme! Na verdade você pode reconhecer que aquilo de que você foge, em realidade, finalmente não existe, e aquilo que você procura já está sempre aqui.

Gangaji

  • Breve reflexão em áudio a partir desse texto
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s