Não exponha sua vida aos desconhecidos

Por Isaias Costa

blog-nimboz-selfie-2

Tenho refletido há um tempo sobre a exposição em demasia que a maior parte das pessoas se coloca. Com esse mundo cada vez mais repleto de tecnologias e aplicativos nos celulares, a vida de muita gente tem se transformado praticamente num “terreno baldio”, e isso pode ser muito sério, gerando sofrimento.

O que me inspirou a escrever esse texto foi uma das minhas músicas favoritas da banda Legião Urbana chamada “Andrea Doria”, juntamente com um vídeo muito interessante da terapeuta Gisela Vallin, que compartilharei com você no final desse texto.

Vamos à música do Legião Urbana! A letra completa com o vídeo estão logo abaixo:

Andrea Doria – Legião Urbana

Às vezes parecia
Que de tanto acreditar
Em tudo que achávamos tão certo
Teríamos o mundo inteiro
E até um pouco mais
Faríamos floresta do deserto
E diamantes de pedaços de vidro

Mas percebo agora que o teu sorriso
Vem diferente quase parecendo te ferir

Não queria te ver assim
Quero a tua força como era antes
O que tens é só teu, e de nada vale fugir
E não sentir mais nada

Às vezes parecia que era só improvisar
E o mundo então seria um livro aberto
Até chegar o dia em que tentamos ter demais
Vendendo fácil o que não tinha preço

Eu sei é tudo sem sentido
Quero ter alguém com quem conversar
Alguém que depois não use o que eu disse
Contra mim

Nada mais vai me ferir
É que eu já me acostumei
Com a estrada errada
Que eu segui e com a minha própria lei

Tenho o que ficou
E tenho sorte até demais
Como sei que tens também

**********

As frases iniciais desta música falam de uma pessoa que imagina estar certa de muitas coisas, podendo fazer coisas incríveis como diamantes de pedaços de vidro ou florestas do deserto. Esta foi uma maneira poética que o Renato Russo encontrou para falar de alguém que está dominado pelo EGO.

Por que isso? Vou explicar.

Nosso ego tenta de inúmeras maneiras nos dizer que somos mais do que realmente somos, o que logicamente é falso. Precisamos desenvolver nossa consciência para termos cada vez mais convicção de nossa INSIGNIFICÂNCIA. Essa consciência nos traz HUMILDADE, e essa humildade gera luz, amor, paciência, sabedoria e muitas outras virtudes.

As estrofes seguintes dizem assim:

Mas percebo agora que o teu sorriso
Vem diferente quase parecendo te ferir

Não queria te ver assim
Quero a tua força como era antes
O que tens é só teu, e de nada vale fugir
E não sentir mais nada

Aqui começa a mensagem mais importante que quero lhe transmitir hoje. Preste atenção nesta frase:

O que tens é só teu, e de nada vale fugir
E não sentir mais nada

Elas querem dizer que a pessoa citada na letra não conseguiu guardar sua intimidade, as coisas mais sagradas da sua vida. Levei muito tempo para entender isso. Esse fugir tem a ver com os arrependimentos de ter tomado atitudes erradas e estas terem manchado a imagem pessoal perante as outras pessoas.

E o não sentir mais nada se relaciona com as frases da estrofe anterior, que fala do sorriso diferente repleto de medo, desconfiança, desamor, desesperança etc. isso é muito triste! É como uma facada na alma, por isso ele fala “quase parecendo te ferir”.

O Renato, sendo extremamente sentimental, mostra sua preocupação ao dizer: “não queria te ver assim, quero a tua força como era antes…”, ou seja, antes de se ferir expondo a intimidade a quem não merecia.

As estrofes seguintes dizem:

Às vezes parecia que era só improvisar
E o mundo então seria um livro aberto
Até chegar o dia em que tentamos ter demais
Vendendo fácil o que não tinha preço

Eu sei é tudo sem sentido
Quero ter alguém com quem conversar
Alguém que depois não use o que eu disse
Contra mim

Nelas, ele coloca a expressão “livro aberto” como um alerta. Devemos ter cuidado com isso. Nossa vida não pode ser um livro aberto em todos os setores. Concordo em setores como o conhecimento, a servidão, o respeito com o próximo, porém, discordo completamente quando se trata de relacionamentos amorosos.

Nossos relacionamentos JAMAIS podem ser colocados como um livro aberto, pois neles há uma magia, uma sacralidade, uma energia totalmente singular e especial. Se contamos nossa vida íntima para os outros, o que acontece? Algo terrível. Permitimos que as energias dos outros tomem espaço dentro deste relacionamento. E quase sempre essas energias são de inveja, de raiva, de vingança, de orgulho etc.

Precisamos nos blindar contra essas energias negativas, e para fazer isso é muito simples. Precisamos SILENCIAR, guardar a sacralidade do relacionamento amoroso. O silêncio é a maior proteção para um casal que se ama de verdade.

Esse “vender fácil o que não tinha preço” é justamente transformar a vida íntima em um salão de festas.

Na estrofe seguinte ele fala sobre as consequências desta insensatez. Ele diz: “quero ter alguém com quem conversar e que depois não use o que eu disse contra mim…”.

É isso o que fazem as pessoas que carregam essas energias negativas. Elas querem nos ver pra baixo, desolados, e muitas vezes acabam conseguindo, porque demos abertura e liberdade para eles.

Por fim, na última estrofe, ele diz: “nada mais vai me ferir, é que já me acostumei com a estrada errada que eu segui e com a minha própria lei, tenho o que ficou e tenho sorte até demais, como sei que tens também…”.

Essas frases são lindas. Elas querem dizer que por mais que a pessoa tenha sofrido ou mesmo sido humilhada, é possível reverter esse quadro, basta mudar a atitude. Ser mais cauteloso, mais discreto, respeitar a si mesmo e ao outro.

Viu só como a letra dessa música é profunda?  Desejo que você reflita com carinho sobre ela e saiba o quanto os relacionamentos amorosos são sagrados.

Eu, por exemplo, nem whatsapp tenho, porque sei que por lá acontece muitas coisas ruins, muita gente desonesta posta coisas absurdas, desejam o mal, a vingança, incitam o ciúme, a desonestidade, a traição e por aí vai. Não quero estar no meio disso tudo e decidi conscientemente não ter esse aplicativo.

Tenho o facebook e inclusive vários dos meus leitores estão adicionados, mas eles são prova de que não exponho minha vida íntima por lá, porque sei do perigo que é toda essa influência energética que vem por todos os lados.

Só utilizo meu facebook para postar meus textos, frases, pensamentos e raramente para ter um bate papo com alguns amigos.

Para concluir, como disse anteriormente, compartilho o vídeo maravilhoso da Gisela Vallin intitulado “Como podemos evitar influências negativas em nossa vida pessoal?”. Escute com toda a atenção e busque por em prática o que ela está sugerindo. Garanto que você não vai se arrepender.

Portanto, lembre-se sempre:

Não exponha sua vida aos desconhecidos…

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s