Confie em Deus, mas faça sua parte

Por Isaias Costa

O amor de Deus está aqui e agora, está em suas mãos...

O amor de Deus está aqui e agora, está em suas mãos…

É muito comum ouvir, principalmente das pessoas mais religiosas, uma frase mais ou menos assim: “Deixa nas mãos de Deus” ou então “Isso são desígnios de Deus”. Eu respeito quem costuma pronunciar tais frases, mas se você parar para analisá-las com um pouco mais de senso crítico, verá que isso se trata de exteriorizar aquilo que deveríamos resolver dentro do nosso próprio coração, e não ficar colocando nossas responsabilidades nas mãos de Deus.

Já falei aqui inúmeras vezes, Deus não é uma pessoa, Deus é uma energia cósmica que está presente em tudo, inclusive em mim e em você que me lê agora.

Precisamos definitivamente aprender que não existe nenhuma separação entre nós e Deus, porque somos constituímos da mesma matéria prima que ele. Vemos isso até mesmo nas escrituras sagradas da bíblia: “Deus nos fez a sua imagem e semelhança…”.

O que estou querendo dizer é que devemos parar de colocar aquilo que é de total responsabilidade nossa nas mãos de Deus, porque isso vai contra todas as leis universais, ou seja, as leis de Deus.

Resumindo! Deus faz a parte dele com maestria, mas nós devemos fazer a nossa. Nos conectando com Deus no amor e na paz, podemos crescer em consciência e ter a presença desse Deus maravilhoso em todos os momentos da nossa vida e em todas as nossas vivências. Sim! Isso é perfeitamente possível, mas é preciso buscar diariamente essa conexão.

Para refletirmos mais profundamente sobre isso, compartilho um belíssimo texto do místico oriental Osho falando sobre a manifestação do divino que há em cada um de nós. Leia com bastante atenção, essas são palavras que tocam profundamente a nossa alma…

O fazer – Osho

Você ou qualquer um poderia ter feito alguma coisa, mas não fez e usa a desculpe de que, se Deus quisesse que algo fosse feito, ele o faria de qualquer jeito. Já no oposto disto, você faz algo e espera pelo resultado, fica esperando, mas o resultado nunca chega. A partir daí você fica bravo, como se tivesse sido trapaceado, como se Deus o houvesse traído, como se ele estivesse de brincadeira com você, sendo parcial, preconceituoso, injusto. E então surge uma grande reclamação em sua mente, e nessa hora lhe falta confiança.

Uma pessoa verdadeiramente espiritualizada é alguém que fará o que for humanamente possível, mas não criará nenhuma tensão por causa disso. Porque somos muito, muito pequenos, átomos ínfimos neste Universo, as coisas são bem mais complicadas e complexas. Nada depende apenas da minha ou da sua ação: existem milhares de energias se entrecruzando por conta de emaranhamentos quânticos de vidas passadas. A soma dessas energias irá determinar o resultado. Mas se você não fizer nada, pode ser que as coisas nunca sejam do jeito que espera.

Você tem que agir, mas, ao mesmo tempo, tem que aprender a não ter expectativas. Então o fazer torna-se uma espécie de meditação, sem nenhum desejo de que tenha determinado resultado. Então não há frustração. A confiança irá ajudá-lo a permanecer livre de frustrações, e “amarrar o cavalo” vai ajudá-lo a manter-se em paz, intensamente em paz.

Existe uma história muito boa que conta o seguinte:

Trata-se de um ditado sufi que deseja criar o terceiro tipo de homem, o verdadeiro homem; aquele que sabe como fazer e como não fazer; que pode ser um fazedor quando necessário, que pode dizer “Sim!”, e que pode ser passivo quando necessário e dizer “Não”. Aquele que está absolutamente acordado durante o dia e absolutamente adormecido durante a noite. Aquele que sabe inspirar e como expirar. Aquele que conhece o equilíbrio da vida e da existência.

“Confie em Deus, mas amarre seu cavalo primeiro”.

Um mestre estava viajando com um dos seus discípulos. O discípulo estava encarregado de cuidar do cavalo. À noite chegaram, bastante cansados, a um abrigo. Era tarefa do discípulo amarrar o cavalo, mas ele não o fez, deixou o cavalo do lado de fora, ele simplesmente rezou. Disse a Deus: “Cuide do cavalo”, e foi dormir.

Ao amanhecer o cavalo havia partido. Tinha sido roubado ou simplesmente seguiu o seu caminho. O mestre perguntou: “O que houve com o cavalo? Onde está o cavalo?”
E o discípulo respondeu: “Eu não sei. Vá perguntar a Deus, pois eu havia dito a Deus que tomasse conta do cavalo, eu estava muito cansado, então não sei. E também não sou responsável, porque eu havia dito a Ele, e de forma muito clara! Não havia como não compreender. Na verdade eu não disse apenas uma vez, mas sim três. E você nos ensinou a confiar em Deus, então eu confiei. Por isso não me lance esse olhar de raiva.”

O mestre disse: “Confie em Deus, mas sempre amarre seu cavalo primeiro, porque Deus não tem outras mãos a não ser as suas.”
Se ele quiser amarrar o cavalo, ele terá que usar as mãos de alguém. Ele não tem outras. E é seu cavalo”. A melhor maneira, e também a mais fácil, é usar as suas mãos. Confie em Deus, não confie apenas nas suas mãos, pois do contrário você ficará tenso. Amarre o cavalo e então confie em Deus. Você perguntará: “Então, por que confiar em Deus enquanto estou amarrando o cavalo?”Porque mesmo um cavalo amarrado pode ser roubado. Faça o que puder, mas isso não garante o resultado, não há garantias. Então faça o que puder e aceite aquilo que acontecer. Esse é sentido de amarrar o cavalo: faça o que for possível fazer, não fuja de sua responsabilidade e, se nada acontecer ou se algo der errado, confie em Deus. Então ele terá razão. Então talvez seja correto que continuemos a viagem sem o camelo.

É muito fácil confiar em Deus e ser preguiçoso. É muito fácil não confiar em Deus e ser um fazedor. O terceiro tipo de homem é o mais difícil: aquele que confia em Deus e ainda assim permanece um fazedor. Mas nesse momento você é apenas um instrumento. Deus é aquele que verdadeiramente faz e você é um instrumento em suas mãos.

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

3 Respostas para “Confie em Deus, mas faça sua parte

  1. valdiane

    Texto maravilho e inspirador!!

  2. cid utsch jorge

    Li, apreciei. Deus é aquele que verdadeiramente faz”. Compete-nos apenas AGIR com AMOR. E AMARRAR O CAVALO!

  3. REYNALDO

    Deus e a força do universo Deus é tudo o dono da verdade apesar de usarem o seu nome como se fosse mercadoria para se enriquecer enganando as pessoas se achando que tem poder e garantindo a salvação eterna tudo isso e mentira Deus não precisa que seu nome seja usado em vão hoje e agora a cada dia surge igrejas pastores a procura de clientes que paguem para ouvir palavras prometendo salvação cada um tem o poder de falar com Deus sem intermediário basta ter fé e acreditar nessa força universal todos que estão nesse planeta veio sem bagagem e retorna sem bagagem o destino ninguém sabe onde será a próxima morada e o dia e hora que cada um vai retornar no trem da vida e embarcar quando ele para na estação só Deus sabe e se cham a verdade da vida sem demagogia religiosa sem apego a bens material e pessoas ontem passou hoje é agora amanhã quem sabe repito acredite só em Deus fale com ele sem marcar audiência ou local coloque ele no seu coração e siga em frente igreja é comercio hoje ocorre a competição Deus pregou curou sem ter onde morar e sem cobrar nada porque ate para morrer tem que pagar a alguém para pronunciar no velório palavras religiosa e pedindo que se coloque esse alguém em um bom lugar essas pessoas se acham poderosas para ordenar esse pedido e como resposta pergunto onde fica o céu e o inferno quem garante para onde vai se alojar onde morrer morreu acabou já foi sem volta.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s