Não confunda familiaridade com compreensão

Por Isaias Costa

pequeno principe

Farei uma breve reflexão a partir de algumas palavras muito bonitas do escritor Victor Lisboa que li outro dia. Era um pequeno texto no qual ele falava sobre a profundidade que é o outro e no quanto tentar compreendê-lo pode ser enriquecedor…

****************

“A gente costuma confundir familiaridade com compreensão, e esse talvez seja todo o problema. Podemos estar familiarizados com alguém, mas ainda assim não ter compreendido sequer um milésimo de quem aquela pessoa realmente é. Conheço casais que estão casados há mais de uma década, mas que ainda assim se estranham continuamente, rivalizam, brigam, ressentem-se um do outro.

Criaram familiaridade entre si, mas jamais expenderam verdadeiro esforço para compreender um ao outro. E isso porque a compreensão requer um tipo diferente de sensibilidade, uma abertura para sentir e aceitar a outra pessoa sem qualquer julgamento baseado nas nossas próprias experiências e opiniões, uma capacidade de se colocar no lugar do outro e perceber o mundo tal como ele percebe, moldado por seus medos e seus sonhos.

A familiaridade vem da convivência, mas a compreensão vem da capacidade de silenciar nosso próprio ser para que o outro possa expressar-se com total liberdade. Quando você compreende alguém dessa maneira, é impossível não amar essa pessoa. Quando você compreende alguém dessa forma, é impossível tê-la como inimiga. E quando duas pessoas se compreendem mutuamente, o elo que as une é verdadeiramente indissolúvel, pois não surge do convívio nem de promessas: o elo entre elas se estabelece naquele ponto profundo no coração humano em que todos nós, ao nos machucarmos e ao sermos amados, sentimos da mesma maneira, pois ali somos todos iguais.”

Victor Lisboa

******************

Essas suas palavras são de uma profundidade impressionante. Pouquíssimas pessoas conseguem de fato compreendê-las, porque são palavras que não se entendem com a mente, mas somente com o coração.

Infelizmente são muitos os casais que não vivem um amor verdadeiro no qual há essa busca por compreender o outro. Creio que isso se deva à falta de sabedoria e busca por desenvolver as nobres virtudes como HUMILDADE, GENEROSIDADE, COMPAIXÃO, DESAPEGO etc…

Concordo plenamente quando ele diz que a verdadeira compreensão faz com que amemos profundamente a outra pessoa, e ela nunca se tornará nossa inimiga, em hipótese alguma.

Ao ler essas palavras lembrei-me de mim mesmo. Nos relacionamentos amorosos que tive, graças à Deus nutri esse amor. Diferente do que a maioria dos casais faz, terminei meus relacionamentos passados sempre com um sentimento de carinho muito grande pelas garotas que namorei, pois desde sempre busquei essa COMPREENSÃO, olhar através da ótica delas e dos seus mundos.

Isso muda nossa vida meus amigos. Acho isso tão bonito! Sempre que revejo alguma delas hoje em dia, sinto esse respeito e admiração que elas têm por mim, e isso é resultado da postura de respeito e amor que nutria desde o início, entende?

O que o Victor Lisboa trata nesse pequeno texto pode SIM ser exercitado, e vale muito a pena começar, pois é algo realmente transformador, não só da própria vida, mas na vida da pessoa amada e também de todos que se aproximarem.

Termino esse texto simples e profundo com uma frase célebre do livro universal “O pequeno príncipe”. Ame! Cresça nesse amor e veja o quanto sua vida se tornará mais bonita…

“Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que a fez tão importante.”

pqnoprincipe_rosa

* Sugestões de leitura

Não tome ninguém como garantido em sua vida

Precisamos nutrir o amor genuíno

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s