A maior doença de hoje

Por Isaias Costa

gdr

Se você observar bem a nossa sociedade atual, vai perceber que existem cada vez mais pessoas doentes, mas como sempre gosto de dizer por aqui, muito, muito antes de essa doença se manifestar no corpo físico, ela já havia se manifestado através do desequilíbrio das emoções e dos pensamentos.

Li uma pequena frase da querida Madre Teresa de Calcutá que me fez refletir bastante sobre as doenças da atualidade…

“A maior doença de hoje não é a lepra ou a tuberculose, mas a sensação de ser indesejado, não amado e abandonado por todos.”

Madre Teresa de Calcutá

Concordo plenamente com suas palavras, e analisando as causas emocionais das doenças como um todo, a questão da falta de amor, do abandono e do descuido, são as causas que mais levam as pessoas a adoecerem.

Não vou me ater a falar sobre doenças e suas causas porque esse não é o objetivo geral desse texto, mas quero frisar as duas doenças principais da atualidade, que são a DEPRESSÃO e a OBESIDADE.

Existem pessoas que pensam que a obesidade não é uma doença, mas é sim! Quem diz que não é está tentando buscar uma justificativa para o seu próprio desequilíbrio.

A depressão tem a sua causa primária no MEDO, sabia disso? Toda pessoa que desenvolve depressão tem medo de ser quem é em essência. Ela quis se tornar algo que a sociedade impôs, que os pais impuseram, que o trabalho impôs, que a televisão impôs etc.

As pessoas que deprimem ouvem as vozes de todas as direções, menos a mais importante de todas, a VOZ DO CORAÇÃO.

Se alguém que desenvolveu depressão quer curar essa doença na sua raiz, não adianta ficar o resto da vida tomando remédios, porque eles só vão a entorpecer cada vez mais. O ideal é essa pessoa voltar lá para a sua mais tenra infância através de um processo terapêutico e com sinceridade se questionar para a criança que mora lá dentro do coração: o que a fazia absolutamente feliz quando criança? O que aconteceu no meio do caminho que a fez deixar de ouvir a voz do coração para ouvir todo tipo de outras vozes?

Um caminho certeiro para trabalhar a depressão é por aí, mas é preciso buscar, é preciso sair do casulo criado pela própria mente e ter fé em Deus. Essa fé, como diria o mestre Jesus, pode “mover montanhas”.

Se você prestar atenção, a depressão é falta de amor, no caso AMOR PRÓPRIO, e ABANDONO DE SI MESMO. A Madre Teresa foi direto na ferida!

Com relação à obesidade o desequilíbrio começa com os próprios pais, que carregam tristezas, mágoas, rancores e outros sentimentos, da criação dos seus pais, então num processo inconsciente, eles vão criando um ciclo vicioso transmitindo a obesidade de pai para filho.

Tudo começa na primeira infância, dos 0 aos 2 anos, período no qual a criança se encontra na fase oral. Nesse período a criança precisa do amor da mãe na mamada, juntamente com a sinestesia, ou seja, o calor do corpo, a audição, para ouvir a criança em seus anseios, e o olhar. Olhar no fundo dos olhos da criança é obrigatório.

Se a mãe amamenta sem olhar nos olhos da criança está escrevendo um atestado de que ela será obesa no futuro, porque na psique na criança, ela sente inconscientemente que a mamãe não está lhe amando profundamente, e começam a surgir carências e medos.

Essa criança cresce e nas primeiras dificuldades, traumas, perdas… desconta esse desconforto na comida, para preencher esse vazio que vem lá da infância.

Há muito mais detalhes que precisam ser destacados, mas não explanarei aqui, pois esse texto ficaria imenso. Deixo como sugestão que você assista na internet aos vídeos da professora e escritora Cristina Cairo, que explica tudo isso e muito mais com uma clareza incrível. Vale a pena conferir seus vídeos…

A obesidade vem da falta de amor, de cuidado, de atenção, lá da infância. Mais uma vez a Madre Teresa foi ao cerne do problema. Se analisasse aqui outras doenças chegaria nesses mesmos pontos.

Em resumo! O que fazer para curar todas as doenças? AMAR.

Acredite! O amor é a chave para curar absolutamente todas as doenças. Em um coração cheio de amor, não pode haver espaço para doenças. Portanto! Ame! Se aprofunde nesse amor, e aprenda com os grandes mestres como Jesus Cristo, que nos ensinou esse amor como ninguém…

 

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “A maior doença de hoje

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s