Se alguém tem sede, venha a mim e beba

Por Isaias Costa

Drop of water

Estou escrevendo esse texto com a certeza de que ele será compreendido por apenas uma minoria, mas está ótimo! Sei que ele será muito enriquecedor para essa minoria!

Sempre gosto de brincar com os meus amigos que teoricamente existe mais de 1 bilhão de cristãos no mundo, mas destes, talvez menos de 1% segue o ser humano Jesus Cristo e a maioria segue uma máscara que foi criada para ele a partir das religiões.

Passei muitos anos da minha vida estudando a personalidade deste imenso avatar da humanidade, talvez o maior que já encarnou nesse planeta e sua mensagem é bem mais profunda do que se pode imaginar. Enfim, sem mais delongas! A passagem que vou me aprofundar é essa aqui:

“Se alguém tem sede, venha a mim e beba” – Jo. 7 – 37.

As religiões cristãs de um modo geral dizem que nessa passagem Jesus está se autoproclamando o Messias, o nosso “salvador”, a “água da vida”. E não é não Isaias?

NÃO. ABSOLUTAMENTE NÃO.

Ficou chocado? Vai fechar essa aba agora? Não tenha medo! Leia mais um pouquinho!

Jesus nunca, em hipótese alguma, se autoproclamou salvador do mundo! Se ele tivesse realmente sido o salvador, todos no seu tempo teriam se salvado, concorda comigo?

E outra coisa interessante é que Jesus era tão simples, mas tão simples, que milhares, milhares e milhares de pessoas passavam do lado dele e não percebiam que se tratava do mestre dos mestres!

Sim! Eram pessoas completamente ignorantes e distraídas!

O que ele realmente quis dizer ao pronunciar essas palavras é sobre como ser um verdadeiro mestre.

Ele disse: Se alguém tem sede, venha a mim e beba.

O que é essa sede? Beber o quê? Será que é água?

Essa frase é simbólica meus amigos! Essa sede é a SEDE PELA PLENITUDE DO SER, SEDE POR FELICIDADE GENUÍNA.

Jesus era um homem tão pleno de si mesmo, tão sábio, tão sereno, tão iluminado, que todos que dele se aproximavam queriam saber: “Mas como esse homem consegue ser assim? Como? Ele deve ter algo a nos ensinar…”.

Sim! Era dessa maneira que ele atraia para si multidões de seguidores.

Ele fazia alguma coisa? Você acha que ele fazia? Não! Ele não fazia absolutamente nada. A única coisa que ele fazia era viver a vida dele, em paz, em consciência, com um amor infinito que acredito, com toda sinceridade, que precisarei ainda viver muitas vidas para conseguir.

Eu me olho no espelho e vejo o quanto ainda tenho uma série de defeitos, de julgamentos, de desconfianças, de preguiças, de preconceitos e por aí vai!

Ele não! Ele era perfeito como ser humano, e por causa dessa perfeição, depois que ele morreu, ou mesmo antes de sua partida, as pessoas o chamavam de “Deus”. Já pensou?

Sempre que ele ouvia isso, posso estar julgando, mas acho que ele se estremecia por dentro e corria dessas pessoas! Rsrsrs

Você acha que Jesus se achava mesmo um “Deus”? Talvez você já tenha lido essa passagem na qual ele disse assim: “Vós fareis as obras que eu faço e as farão ainda maiores”.

Ele era tão humilde, mas tão humilde, que queria levar todas as pessoas a descobrirem e revelarem o “Deus” existente dentro delas. Ele veio nos ensinar a AUTOSALVAÇÃO

Sim! Existe um Deus dentro de você! O problema é que você não acredita nisso! Na realidade não se trata de acreditar. Você não tem fé suficiente para isso.

“A tua fé te curou”. “A tua fé te salvou”…

Lembra? “A fé remove montanhas”. Que montanhas? As montanhas de medo, de raivas, de mágoas, de ciúmes, de condicionamentos, de ignorância, de prepotência… todas essas armadilhas do EGO.

Acredite! Quando você conseguir retirar de dentro de você todas essas camadas e couraças que formam sua montanha de sombras. O seu ser verdadeiro vai começar a despertar! Você começará a ser você mesmo!

Jesus sabia quem ele era, e você também pode descobrir. Isso leva uma vida inteira, mas quanto mais cedo você começar, melhor, não acha?

E ele diz nesta frase. VENHA ATÉ MIM.

Essas palavras são riquíssimas e mostram o seu infinito poder.

Diferente de muitas igrejas que aparecem nas esquinas das cidades, que dizem: “Venha até nossa igreja! Aqui você vai se curar! Aqui você vai encontrar a salvação…”.

Ele dizia: VENHA ATÉ MIM.

E dizia mais: “Pegue a sua cruz e me siga”. Está com vontade de levar a cruz do esposo, da esposa, do filho, do sobrinho, da tia. Sinto dizer, mas desse jeito vai ser difícil você se tornar seguidor de Jesus. Já pensou nisso também?

Sua cruz já é bem pesada! Para que querer levar a cruz das outras pessoas? Sabe qual é no nome disso? EGOÍSMO e VAIDADE. Você vai querer ser egoísta e vaidoso o resto da sua vida? Vai esperar pela próxima encarnação para seguir Jesus? Eu não! Procurei ser mais inteligente! Estou seguindo Jesus agora mesmo! Vamos? Estou contigo Jesus! Para sempre e sempre…

Quer entender melhor o que é o egoísmo? Compartilho abaixo um vídeo maravilhoso do terapeuta Marcello Cotrim que explica isso com uma simplicidade imensa. Além de dois textos que escrevi inspirados no grande Raul Seixas. Vale a pena conferir!

Um Messias indeciso

O que é egoísmo?

Quando alguém começa a entender de fato quem foi Jesus, é impossível continuar sendo a mesma pessoa. Passa a si amar mais, passa a perceber que possui uma luz própria, que possui dentro de si a mesma potencialidade do Cristo, a única e crucial diferença é que essa luz está obscurecida pelos milhares, milhões de medos artificiais.

Ele já disso tudo que precisávamos meus amigos!

“O amor venceu todo medo”.

Quem vence seus medos, inevitavelmente se torna um ser amoroso, passa a exalar amor em cada gesto, em cada palavra, em cada sorriso!

E para concluir essa reflexão. Uma frase que você já está cansado de ouvir e apenas com ela, não precisaria ter escrito nenhuma das palavras anteriores.

“Amai ao próximo como a ti mesmo”.

Se você aprender a amar ao próximo como a si mesmo, aí você também terá o potencial de ser uma luz e matar a sede de muitas pessoas que se aproximarem de você…

Paz e luz…

 

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s