Cada escolha uma renúncia

Por Isaias Costa

escolha

Um dos grandes aprendizados da vida e que nos traz amadurecimento e evolução é saber que em cada escolha, em cada decisão, sempre haverá ganhos e perdas, e que isso é algo natural!

Esses são os chamados RISCOS da vida. Viver é arriscado sabia? Quem busca uma vida que não tenha riscos de nenhuma natureza na realidade ainda nem aprendeu a viver, porque tentar viver assim gera um gasto de energia tão grande, mas tão grande, que a pessoa se cansa!

Tenho percebido isso ao longo da minha vida e das minhas experiências. Um dos homens que mais me ensinou essa perspectiva foi o místico oriental Osho. Ele sempre falava que a nossa vida é como um rio, que flui suas águas em direção ao mar, e sempre que passa por obstáculos, apenas os contorna, sem grandes esforços, sem enormes gastos de energia!

Gosto de fazer essa comparação. As pessoas que aprendem a viver fluem como um rio e gastam menos energia por estarem À FAVOR DA CORRENTEZA. Já as pessoas que buscam à todo custo a SEGURANÇA, gastam muito mais energia, pois estão remando contra a maré da vida.

Elas remam, remam, remam e não saem do lugar ou quase não saem.

Que tal refletir com carinho sobre isso e buscar ter uma vida que envolva mais riscos? Você tem medo? Não se preocupe! É normal ter medo. Todo mundo tem!

Antes de continuar a reflexão deixo uma sugestão de leitura na qual eu falei sobre a importância de se correr riscos! Vale muito a pena a sua leitura. Segue o link abaixo.

A importância de correr riscos

O que me inspirou a escrever esse texto foi uma das músicas da banda Charlie Brown Jr. que gosto muito chamada “Lutar pelo que é meu”, que deixarei ao final para ser ouvida! Além de um pequeno texto de um amigo meu falando sobre os riscos da vida! Confira…

“Viver é correr riscos… Já saquei que não vou sair dessa ileso às dores, alegrias, decepções, risos, fracassos e vitórias… A cada risco uma perda e um ganho, uma lágrima e um sorriso. Então não faz sentido levar uma vida cheia de temores. Convém, e convém muito arriscar, pagar pra ver e assumir as consequências de cabeça erguida, afinal de contas uma vida não se constrói na base do ‘se’. Escolhas e ações constroem uma vida… Então seja lá o que for que eu tiver que decidir, não vou adiar por excesso de medo… O fruto pode passar do tempo e apodrecer” 

Hugo Ribas

****************

Esse texto dele traz umas reflexões bem interessantes! Muitas vezes a gente deixa de ter grandes experiências na vida por puro MEDO. E como você certamente já ouviu. O MEDO NOS PARALISA.

E se ele nos paralisa, nos deixa nas nossas conhecidas ZONAS DE CONFORTO.

Dá muito medo sair de uma zona de conforto. Veja só! O próprio nome diz: zona de conforto. Ao sair dela, você obrigatoriamente sentirá algum desconforto, mas esse desconforto é necessário para o seu crescimento como ser humano!

Toda evolução só acontece através de desconfortos. Até mesmo o nosso corpo. Quando estamos crescendo, os ossos fazer os músculos literalmente serem rasgados, e novos tecidos são gerados, maiores e mais resistentes.

Nesse processo sentimos dores, principalmente ao acordar pela manhã! Não é interessante? Até escrevi outro texto falando mais sobre isso. Crescer dói! E quanto mais cedo você compreender isso, melhor! Segue o link abaixo.

Crescer dói

E para concluir, vem a mensagem da música. Cada escolha na vida sempre vem acompanhada de uma RENÚNCIA. À medida que vamos amadurecendo, as renúncias vão sendo melhor compreendidas e internalizadas.

Gosto sempre de comentar aqui e com meus amigos que o grande termômetro para saber se você lida bem com as renúncias é o sentimento de PAZ e SERENIDADE. Se você consegue estar sereno diante das perdas naturais da vida, isso mostra que certamente existe uma boa dose de inteligência emocional no seu interior!

Muitas pessoas reagem com raiva, com tristezas excessivas e longas, com mágoas, remorsos, culpas e por aí vai ao tomarem decisões importantes na vida.

Esse tipo de reação revela que elas ainda precisam amadurecer mais para compreender que as perdas são inevitáveis para a chegada de qualquer coisa nova.

Já repeti diversas vezes aqui que para chegar o novo é preciso se desprender do velho. É preciso se DESAPEGAR.

Essa é outra palavra extremamente terapêutica. Quanto mais você aprende a ser desapegado, mais recursos internos você tem de se tornar um ser humano bastante equilibrado e feliz. É fácil aprender a se desapegar? Nenhum pouco! É bem complicado, mas estou aqui para lhe encorajar a aprender junto comigo. Vamos?

Enfim! Espero que tenha gostado dessa pequena reflexão e busque aos pouquinhos compreender e por em prática na vida esses ensinamentos. Eles são transformadores quando acolhidos no coração.

Paz e luz.

 

 

 

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “Cada escolha uma renúncia

  1. vou com vc buscar o amadurecimento quer tanto preciso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s