Arquivo do mês: maio 2016

Eu quero é ter tentação no caminho

Por Isaias Costa

raulzito_thumb

Você sabia que existe uma palavra da língua portuguesa que as pessoas “morrem de medo”, mas na realidade é uma das mais bonitas e ricas que existe?

Estou falando da palavra TENTAÇÃO. Eu amo essa palavra, eu quero ter mais e mais tentação no meu caminho.

Nada melhor do que me inspirar no mestre Raul Seixas para escrever esse texto trazendo novos paradigmas! Vamos lá?

Na sua linda música “Eu sou egoísta” ele diz:

“Enquanto eu provo sempre o vinagre e o vinho, eu quero é ter tentação no caminho, pois o homem é o exercício que faz…”

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

É bom ser ridículo

Por Isaias Costa

maxresdefault

Outro dia estava lendo uma entrevista com o escritor, humorista e ator Gregorio Duvivierque me fez refletir bastante sobre um tema bem pouco abordado em artigos, livros ou blogs, o RIDÍCULO.

Infelizmente, vivemos em uma sociedade que trata esse tema de forma negativa, como se fosse uma afronta à nossa dignidade, à nossa honra, nossa imagem pessoal e coisas assim.

Venho falar para você que tudo isso é bobeira, e uma bobeira arquitetada para você não mostrar seu poder e todos os seus valores humanos para o mundo!

Como gosto muito de conhecer as raízes das palavras, a etimologia da palavra ridículo é incrível. Veja!

RIDÍCULO = AQUELE QUE É DIGNO DE RISO

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Herbert Vianna: um exemplo de superação e amor

Por Isaias Costa

herbert-vianna-vai-a-show-no-rio-292010-1305898601432_956x500

Hoje, dia 04/05/2016, fico muito feliz em fazer uma pequena homenagem a um homem que eu e o Brasil inteiro admira de coração, o grande cantor e compositor Herbert Vianna.

Hoje ele completa 55 anos de idade, com um sucesso estrondoso e levando milhões de pessoas a terem mais alegria e esperança através das suas músicas e acima de tudo, do seu testemunho de vida.

Quase todos os dias lembro as suas palavras que parecem um mantra na sua vida: “nossos irmãos astrais total”.

Ele carrega no seu coração essa veia meio franciscana de chamar a todos de irmãos e admiro muito isso nele, porque sei que não é da boca pra fora. É real! Ele tem tanto amor no coração que trata a todos como seus irmãos.

Eu me emociono ao falar sobre ele porque o que ele viveu, somente alguém com um coração estratosférico poderia suportar.

Em 2001, ele sofreu um acidente terrível num ultraleve que teve como consequência a perda da sua amada esposa e seu corpo ficou paraplégico.

Suas palavras para descrever o que aprendeu sobre a vida a partir desse acidente são de arrepiar. Veja só!

“Uma coisa que serviu para mim, e que está muito clara no meu dia a dia, que, baseado nas minhas convicções espiritualistas, vejo isso [o acidente] como uma oportunidade para aprender, crescer, evoluir emocionalmente”

Link: Não tenho nenhuma lembrança do acidente

Eu que acompanho essa banda desde criancinha, consigo perceber nitidamente o amadurecimento enorme que ele teve após o acidente. Ele sempre foi um homem pacificado e carismático, mas percebo que sua sabedoria de vida se tornou muito mais aguçada depois do acidente, e essa frase dele é a prova maior disso.

Essa é uma grande lição que ele deixa para todos nós. Os sofrimentos muitos vezes fazem despertar grandes potenciais que antes estavam adormecidos dentro da gente. Guarde bem essas palavras, para que de hoje em diante você passe a ver os sofrimentos da vida com novos olhos!

Outra grande lição que ele tem para nos ensinar é sobre ter PROPÓSITO e uma RAZÃO PARA VIVER baseada nos valores mais intrínsecos e nos talentos pessoais.

Ele é genial no que se trata de MÚSICA, é um homem que “respira” música! Seu talento para compor lindas canções é algo mágico e ter essa consciência fez com que ele mantivesse esse firme propósito de continuar com a banda depois do acidente.

Em uma entrevista ele até disse isso aqui, confira!

“Eu sempre digo para os meus médicos que a ciência ainda não conseguiu sintetizar em palavras o efeito químico que a música e a convivência com os amigos pode fazer por um doente. Você esquece das perdas, das dores, das tristezas. Sem os Paralamas, provavelmente eu não estaria aqui”

Link: A música o salvou depois do acidente

Deixo mais essa profunda reflexão. O Herbert poderia muito facilmente ter desenvolvido DEPRESSÃO, pois grandes alicerces da sua vida foram quebrados: relacionamento amoroso e mobilidade.

Ter força interior para superar perdas tão avassaladoras, só mesmo tendo um imenso coração, como é o seu caso. Me faltam palavras para descrever esse sentimento que ele teve ao passar por essa experiência. Nem me atrevo, pois sei que nada consegue chegar nem perto do que ele sentiu. Mas nessa hora, palavras são desnecessárias. Muito mais tocante é o sentimento e admiração pela sua pessoa!

Enfim meus amigos! Esse é um texto no qual deixo registrado minha profunda admiração por esse ser humano que tem uma luz interior absurda! Ele é uma das minhas referências na vida e sei que também é na de muita gente.

Para concluir, compartilho uma das minhas músicas favoritas dele: “flores e espinhos”.

Vida longa ao mestre Herbert Vianna!

  • Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

 

 

 

 

 

 

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized