2 técnicas para eliminar a procrastinação e aumentar a produtividade

Por Simone Oliveira

procrastinação

Há poucos dias foi postado um texto sobre a procrastinação [link aqui] e como nós devemos ter cuidado com o tempo desperdiçado em entretenimentos que não nos trazem benefício nenhum de crescimento.

Porém, a grande maioria das pessoas não possui disciplina necessária para evitar interrupções no meio de suas tarefas, seja para tomar cafezinhos ou jogar conversa fora, seja para consultar suas redes sociais e saber das últimas notícias ou ler artigos variados na internet (e digo isso pois sei que no mundo de hoje é muito difícil manter-se centrado numa tarefa de cada vez, já que tudo ao nosso redor é feito para que chame a nossa atenção, desviando o foco e fazendo com que percamos o fio da meada inúmeras vezes).

Gostaria de apresentar duas dicas que se colocadas em práticas podem surpreender quem as usa, no sentido de aumentar suas capacidades e, consequentemente sua autoestima e controle próprio, estimulando seu cérebro a realizar mais e desenvolver o seu potencial mais rapidamente. Elas são de graça, e apesar de parecer que isso é a propaganda de um produto que promete ser revolucionário e na verdade não tem nada de mágico, te digo que NÃO É. Seus resultados estão comprovados, bastando que você saia por aí procurando depoimentos reais de usuários que não abrem mão de pelo menos uma dessas técnicas e sinta vontade de usá-las. Mesmo porque quando acreditamos que precisamos mudar, já demos o primeiro passo, já nos mostramos conhecedores de nossa condição e queremos melhorá-la.

Pois bem, sem mais enrolações:

Técnica Número 1: Pomodoro

Bastante disseminada, a ideia do nome em original veio de um timer de cozinha em forma de tomate e para usá-la é muito simples: pegue um cronômetro qualquer – serve o do celular, algum aplicativo ou programa de computador, relógio, aparelho de som etc – e marque nele 25 minutos – o que é chamado de 1 pomodori.

Cada 25 minutos equivale a 1 pomodori.

Durante esse tempo você não irá fazer mais nada além da atividade que se comprometer a fazer dentro daquele período relativamente curto de tempo. Dessa maneira você irá forçar sua concentração apenas em uma atividade, sendo mais difícil desviar a atenção, sabendo que ao fim dos 25 minutos você estará “livre”. Deixe o cronômetro ligado e se dedique a tarefa; quando ele apitar, você irá parar imediatamente o que está fazendo e dar uma pausa de 5 minutos. Nessa pausa vale tudo, mas aconselha-se a se levantar, fazer algo com as mãos ou apenas cochilar caso a atividade ocupe demasiado a sua mente. O ideal é o descanso.

Ao fim dos 5 minutos ligue novamente o cronômetro para mais 1 pomodori, e assim por diante.

Completados 4 pomodoris você irá dar uma pausa maior – de 15 a 30 minutos – para iniciar o quinto e assim, ao final do dia você terá descoberto quantos pomodoris conseguiu fazer e o período do tempo literalmente aproveitado nas 24 horas. A satisfação é enorme ao ver que sua mente consegue se focar e ainda se cansar menos e o hábito de agir, em vez de dar lugar à inércia, fará parte da sua rotina.

Técnica Número 2: Em 3, 2, 1…

Também para indisciplinados e procrastinadores de carteirinha, a técnica do “Eu vou fazer essa coisa chata que eu preciso fazer em 3,2,1…JÁ!” aos meus olhos parece um incentivo próprio, imediato, como se levar o lixo até a lixeira ou lavar o banheiro, ou lavar os pratos do almoço fossem pequenos desafios levados ao nível de heroísmo para serem completados com maestria, e adivinha quem é o herói? Exatamente, você! Então, em vez de se martirizar porque não consegue fazer pequenos serviços simples você dá a si próprio um choque de ânimo e os transforma em missões, antecipando o orgulho que sentirá de si mesmo após termina-las e ganhando ânimo para começar. Lembre-se, 3, 2,1… JÁ! Sem tempo de pensar duas vezes, de sentir vontade de ligar a tv ou o computador ou se deitar na cama e ver o que há de novo no whatsapp.

Concluindo o assunto, devo dizer que existem muitas outras maneiras inventadas de acelerar a sua produtividade, essas são apenas exemplos. Além disso, lembro que alguns não se sentirão confortáveis com essas técnicas, outros preferirão outras, afinal de contas somos diferentes. O mais importante é encontrar o que te faz feliz e te leva para frente. Eu uso essas e apesar de não ser nada organizada, vi muitos resultados positivos desde o início. Não custa nada tentar, certo?  Experimente e me conte, nos comentários, qual é a sua opinião ou crítica.

euSimone Oliveira. Santos-SP. Bacharel em Engenharia Civil por formação e escritora por gosto. Estuda para concursos e se dedica às aulas particulares de exatas, ao namorado, à família e às suas atividades na igreja. Ainda não descobriu seu propósito na vida, mas tem certeza de que tem um. Pede que Deus a guie por esse caminho até a sua volta.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s