Por que ser ciumento?

Por Isaias Costa

beijo

Eu fico impressionado de saber que milhões e milhões de pessoas ainda hoje tem a falta impressão de que o ciúme é algo positivo, é como se fosse uma forma de dizer que a pessoa é muito importante pra você ou que é super especial.

Esse texto, de certa forma, é uma continuação do último texto que eu escrevi, também inspirado nas palavras do grande mestre Yogananda. Se você ainda não leu esse texto, segue o link [aqui].

No livro “Jornada para a autorrealização”, o Yogananda dá uma verdadeira aula sobre a inutilidade do ciúme. Farei uma breve reflexão a partir das suas palavras. Leia com bastante atenção!

******************

Por que ser ciumento? Se você entrega seu amor a alguém que não o aprecia; se esta pessoa não quer você ou dá a outro o reconhecimento que você acha que merece, é óbvio que o ciúme não vai segurar a pessoa e nem vai curar a tensão do relacionamento. Aprisionar alguém com ciúme e exigências certamente não produzirá felicidade. Relacionamentos felizes só crescem com amor e confiança. O amor sobrevive quando nos sentimos respeitados, úteis e livres do sentimento de posse.

Então, qual é o remédio? Sempre que o ciúme tentar prender você, afirme com convicção: “Estou livre da escravidão do ciúme e do medo. O que é meu é meu, e o que não me pertence que vá embora!” Quando você se libertar de todo o medo e ciúme, sua vida será maravilhosa. Você pode ser livre. O que é seu será sempre seu, e o que não é para ser seu jamais faria você feliz. A satisfação plena resulta do aperfeiçoamento constante de si, de modo que ao invés de ter que procurar os outros, eles é que o procurarão. Dê amor e amizade sem esperar ou exigir nada em troca. A expectativa o tornará uma vítima do sofrimento.

Paramahansa Yogananda

******************

Garanto a você que se adquirir essa consciência que ele está colocando aqui, nunca mais terá crises malucas de ciúme.

Mas qual é esse caminho para não sentir mais ciúme Isaias? Se chama AMOR PRÓPRIO. Quanto mais você se ama, tem essa consciência de que só vem até você aquilo que merece e as pessoas que você merece.

É fantástico perceber que quando desenvolvemos o amor próprio, o que acontece quase que como uma mágica, é que atraímos pessoas melhores para a nossa vida. É aquela velha lei universal que certamente você já ouviu falar e está presente em todos os setores da nossa vida. A lei do DAR E RECEBER.

A gente só recebe aquilo que a gente dá, sempre! Não tem como ser diferente, pois se trata de uma lei universal. Estou ensinando da forma mais simples e didática possível para você como funciona essa lei.

Pense comigo! Se eu me torno uma pessoa amorosa e espalho esse amor para todas as pessoas, sem exclusivismos e diferenciações. Seja sincero! Por favor! Você acha que com esse amor mais expansivo, dá pra sentir ciúmes de alguém?

Um dos trechos mais lindos é esse aqui: “A satisfação plena resulta do aperfeiçoamento constante de si, de modo que ao invés de ter que procurar os outros, eles é que o procurarão…”.

Essa é a mais pura verdade. Inclusive outro mestre da poesia nos disse a mesma coisa com outras palavras, o grande Mário Quintana. Certamente você já leu essa frase em algum momento.

“O segredo é não correr atrás das borboletas…
É cuidar do jardim para que elas venham até você.
No final das contas, você vai achar,
não quem você estava procurando,
mas quem estava procurando por você!”

Perfeito não é? Procure internalizar essa sabedoria desses mestres que entendiam melhor do que ninguém como a vida funciona!

Pode ter certeza que a pessoa certa para você vai aparecer ou talvez você já esteja com ela nesse exato momento. Quando a gente sente que está junto com aquela pessoa que transborda nosso coração de alegria e satisfação. Não há porque sentir ciúmes, ela não vai querer saber de outra pessoa e vive-versa. Não é simples?

Concluo esse texto com o que ele fala sobre a FORÇAÇÃO DE BARRA, como dizemos no dito popular. Veja! Aprisionar alguém com ciúme e exigências certamente não produzirá felicidade. Relacionamentos felizes só crescem com amor e confiança.”

Você já prestou atenção da energia que esses casais que são mega ciumentos emana? Já conheci inúmeros casais assim, e nunca percebi uma alegria genuína neles, percebia uma energia pesada, uma desconfiança, um olhar cheio de malícia.

Vou ser bem sincero como você querido leitor. Para ter alguém ao meu lado desse jeito, eu prefiro 1 milhão de vezes estar sozinho. De que adianta estar com alguém que parece um policial querendo saber cada um dos seus passos? Querendo fazer um questionário sobre tudo que fez e às vezes até mesmo o que pensou? Pelo amor de Deus! E ainda há quem chame isso de amor? Pra mim parece piada isso!

Enfim! Pense com carinho sobre tudo isso e tome a consciência de que o ciúme é um sentimento de quem ainda não adquiriu verdadeiramente o amor próprio..,

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Por que ser ciumento?

  1. Marcelle Azevedo Rodrigues de Souza

    Perfeito! Apesar da pouca idade (27 primaveras), passei por dois relacionamentos tóxicos, um inclusive durou 7 anos (um ciclo) e era exatamente desse maneira: Não havia real felicidade entre nós, e sim uma prisão sem grades ou muros, onde diariamente era cobrado satisfação sobre tudo que era feito ou pensado. Isso me serviu como uma grande lição de vida. Hoje estou namorando, e muito feliz por ter aprendido que, nada que não é por real prazer ou satisfação vale a pena. Forçar o outro a ficar ao seu lado e implorar atenção através de ciúmes é um ideal que ficou no passado…Hoje a liberdade me encanta muitíssimo!

    • Que maravilha Marcelle! Você aprendeu com as experiências difíceis e dolorosas a amar alguém com mais profundidade! Com certeza a riqueza do seu sentimento hoje é muito maior do que no passado! Mas a vida é assim, como sempre gosto de dizer, a gente aprende através da tentativa e erro!
      Desejo tudo de melhor na sua vida e que seja muito feliz nesse relacionamento atual! Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s