Não engane a si mesmo

Por Simone Oliveira

triste e feliz

Está em alta na atualidade o modelo de “desconstrução”. Seja lá do que for, pode ser da figura feminina ou da figura masculina, do ideal de corpo e beleza, do significado de riqueza e de felicidade, enfim, qualquer modelo pré-concebido está posto a prova pelos revolucionários dos dias de hoje.

Vemos muitas pessoas lutando para que cada um se aceite do jeito que é, liberte-se das prisões que a sociedade nos colocou e viva conforme imagina ser o correto. Aliás, não existe mais o certo e o errado, tudo é relativo.

Bem, acontece que, apesar de ter sido bom conquistar alguns direitos e visibilidade para pessoas que antes sofriam sob os olhos julgadores da maioria da população (que seguia mais a risca alguns paradigmas assimilados com o passar do tempo), ainda assim devo dizer que muito do que se prega por aí é na verdade uma mentira.

verdades e mentiras

Deixe-me explicar melhor: dias atrás vi um vídeo sobre uma mulher que dizia amar seu corpo, sendo gorda – palavras dela – e ensinando a outros que todos devem se amar e se aceitar da forma que estiverem. Mais abaixo do vídeo, havia um comentário bem interessante e destoante dos comentários em volta: quem digitava dizia que, ao contrário das palavras da garota, seus gestos e sua linguagem corporal estavam completamente em desacordo daquilo que ela estava falando, ou seja, a verdade é que ela não se sentia feliz estando gorda, se sentia insatisfeita, e a todo instante procurava se enganar para mudar a imagem que, no fundo, ela tinha de si mesma. Continuando a comentar, a pessoa considerou que, se ela parasse de fugir daquilo que a incomodava e aceitasse que ela mesma não gostava do que via, não gastaria tanta energia em lutar contra seu emocional e passaria a concentrar esforços para mudar aquilo que não era bom para ela.

É interessante isso, porque ela não bateria tanto na tecla de “sou gorda mas sou feliz” se realmente sentisse isso, pois seria algo que ela já teria superado há tempos, algo que ela não se lembraria com tanta frequência. A boca fala do que o coração está cheio, e falar tantas vezes sobre o próprio corpo e fazer uma alusão à auto-aceitação e contra-ataque à mídia e suas manipulações na opinião do povo, sem ser para responder comentários de inscritos ou quem pede a sua ajuda, parece mais que ela está sim se auto-enganando, como a análise feita por quem comentava.

Cheguei à conclusão de que é bom sim tentar se curar de certas feridas que carregamos por não sermos perfeitos nem física nem psicologicamente, pois todos temos defeitos de caráter, atitudes erradas, inseguranças, manias e neuras, assim como pele com estrias, celulite, espinhas de vez em quando, ou muitos outros problemas mais sérios de saúde. É bom tentar aceitar quem nós somos e o que fazemos (principalmente se não for algo convencional ou admirável para os de fora), mas a verdade é que se estivermos felizes e em paz nada disso será problema para nós. Se for difícil de aceitar algo que estamos tentando engolir faz tempo, talvez seja hora de repensar se o que incomoda são as críticas ou se é o que nós, lá no fundo de nosso ser, sentimos sobre nós próprios. E, se entendermos que as opiniões alheias não nos machucam se elas não refletirem aquilo que no fundo nós pensamos e tentamos suprimir, fica muito mais fácil de saber qual é o problema que tira a nossa paz. Aí é só lutar contra o verdadeiro inimigo.

Devemos ir direto na raiz da dificuldade, em vez de arrumar desculpas ou colocar a culpa nos outros que nos criticam. Isso é poupar energia e focar no que é mais importante: nosso bem-estar.

euSimone Oliveira. Santos-SP. Bacharel em Engenharia Civil por formação e escritora por gosto. Estuda para concursos e se dedica às aulas particulares de exatas, ao namorado, à família e às suas atividades na igreja. Ainda não descobriu seu propósito na vida, mas tem certeza de que tem um. Pede que Deus a guie por esse caminho até a sua volta.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Não engane a si mesmo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s