Como ser uma pessoa bem instruída?

Por Isaias Costa

Livros-de-pessoa-instruída-740x555

Eu sou um amante da etimologia, que é o estudo das raízes das palavras. Inclusive recentemente aprendi com a querida professora de Filosofia da Nova Acrópole Lucia Helena Galvão que boa parte do que podemos refletir sobre a Filosofia se esconde dentro das próprias palavras. E não é que ela tem razão? Quero nesse texto lhe levar a refletir sobre uma palavra que quase ninguém conhece sua origem: INSTRUÇÃO.

Todos nós vamos para a escola bem novinhos, em média com 3 anos de idade, e ficamos lá até os 17 anos. Só aí são 14 anos de estudo. Depois vamos para a faculdade estudar por mais 4, 5 ou 6 anos dependendo do curso. E como hoje em dia cada vez mais se exige uma especialização, aí se vão mais 2 anos de mestrado, e para os corajosos de plantão, mais 4 anos de doutorado. Somando tudo são em torno de 24 a 26 anos de estudo. Tudo para adquirir todo um cabedal de instruções! Quando paramos para pensar em termos de anos a coisa vai longe hein?…

Encontrei, pesquisando na internet, um artigo curto e bem interessante sobre a etimologia da palavra instrução. O título, para os interessados é: “A etimologia de alguns vocábulos referentes à educação”, do professor de Letras da Universidade Federal de Uberlândia Evandro Silva Martins. Abaixo transcrevo suas palavras.

=> Clique aqui para ler o texto completo

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Como ser uma pessoa bem instruída?

  1. Busco sempre o conhecimento, mas é sempre preciso questionar: o que eu estou fazendo com este conhecimento? Acho que quem gosta de estudar, conhecer, refletir, filosofar, tem uma responsabilidade muito grande em suas mãos pois usando os ensinamentos cristãos: “muito será cobrado, a quem muito foi dado”. Acredito que o saber é uma pérola precioso que quando ganhada é preciso presentear a alguém.

    • Com certeza Danilo! É exatamente assim, o conhecimento adquirido precisa ser espalhado para o máximo de pessoas que pudermos transmiti-lo. Inclusive todos os dias eu lembro de um lindo ditado chinês que diz assim: “Quando dois homens vêm andando na estrada, cada um carregando um pão, e trocam os pães quando se encontram, cada um vai embora com um pão. Mas, quando dois homens vêm andando pela estrada, cada um com uma ideia, e ao se cruzarem trocam as ideias, cada um vai embora com duas ideias”.
      Portanto! Que a gente troca ideias para nos enriquecermos e enriquecermos os outros!
      Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s