E se nós fabricássemos bombas de amor? Como o mundo seria?

Por Isaias Costa

yjumumujmjmtyjtyjyj-519x321

Estava relendo um dos textos mais bonitos e profundos que já li na vida, de autoria do genial físico Albert Einstein. Se trata de uma pequena carta que ele escreveu para a sua filha lhe falando que o amor é o tecido do universo. Deixarei o link caso queira lê-la na íntegra. Farei uma breve reflexão a partir de um trecho que se encaixa perfeitamente no momento atual não só do Brasil, mas do mundo todo.

***********

Para dar visibilidade ao amor, eu fiz uma substituição simples na minha equação mais famosa. Se em vez de E = mc², aceitarmos que a energia para curar o mundo pode ser obtido através do amor multiplicado pela velocidade da luz ao quadrado (energia de cura = amor x velocidade da luz ²), chegaremos à conclusão de que o amor é a força mais poderosa que existe, porque não tem limites.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s