Quem come do fruto do conhecimento, é sempre expulso de algum paraíso

Por Isaias Costa

58461156_2832284000178548_8172779790227472384_n

Às vezes algumas imagens falam mais do que mil palavras. Quem mora em São Paulo capital sabe que existem os bairros “Liberdade” e “Paraíso”, sendo bem próximos um do outro. A imagem acima mostra que se você for para um lado se distancia do outro e vice-versa.

Mas você sabia que levando para a realidade isso também é verdade? Quanto mais liberdade você tem, mais se afasta do paraíso religioso, que é a concepção mais comum que se tem de paraíso. E o contrário também se verifica. Quanto mais você se coloca nesse paraíso religioso, mais aprisionado se torna, ficando a anos-luz de distância da liberdade.

Depois que eu aprendi a etimologia da palavra paraíso, nunca mais olhei pra ela da mesma maneira. Ela significa “jardim murado”. Ou seja, os que estão no paraíso pertencem a uma espécie de prisão cheia de flores, mas que não entram em contato com a diversidade das pessoas, suas origens, suas realidades, suas virtudes e defeitos etc.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s