Arquivo do mês: agosto 2019

A arte tem o poder de nos resgatar dos nossos abismos

Por Isaias Costa 

68675909_358586314838188_5279879438153023488_n

“A arte é uma corda bem comprida trançada para resgatar pessoas afundadas em abismos”. Essa linda frase de autoria do Alexandre Reis me trouxe grandes reflexões que venho compartilhar aqui com você.

De vez em quando eu gosto de fazer trocadilhos com as palavras, o que também considero uma bela arte! Se você mudar a ordem das sílabas o que aparece? TEAR. Sabe o que é um tear? Não é um verbo como aparenta ser. Na realidade é um aparelho mecânico utilizado em tecelagem. Em outras palavras, vai totalmente ao encontro da definição proposta pelo Alexandre!

Muita gente não conhece esse instrumento, que para manusear, é preciso ser um verdadeiro artista. Se eu fosse colocado para tecer alguma coisa, o desastre estaria garantido! Escrevo isso em tom de brincadeira, mas o que quero dizer que é existem diversos tipos de arte, e elas são exuberantes. Elas têm esse poder de nos retirar dos abismos da vida. Artes manuais, pintura, escultura, música, teatro, cinema, dança, poesia, literatura etc. estão todas dentro desse mesmo universo…

=> Clique aqui para ler o texto completo

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Será que Raul Seixas morreu cedo demais?

Por Isaias Costa

1_mMgVwbWo2M4xVKwJlHFbag

Raul Seixas morreu no dia 21/08/1989 aos 44 anos. Publico esse pequeno texto em homenagem a ele 30 anos depois, no dia 21/08/2019, levantando essa pergunta do título: Será que Raul Seixas morreu cedo demais? Muitos dirão que sim, outros que não, e outros simplesmente dirão, não sei!

Lendo o livro “Raul Seixas: Estudos Interdisciplinares”, que traz uma coletânea de artigos, no artigo da Mônica Buarque intitulado “Rebeldia e negociação na trajetória artística de Raul Seixas”, dois trechos me chamaram bastante atenção e me inspiraram na escrita desse texto.

Em um texto de 1971, o cantor se pergunta “onde está Raul” enumerando suas contradições e responde não estar “ali ou aqui, rótulos prontos para serem usados”: No intelectual? No menino família? No hippie, no político? No eterno hipocondríaco? No sensual? No estudante de filosofia? No compositor popular? Ou quem sabe no poeta modernista? No cínico? No produtor de discos? – Raul Seixas

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

É duro ser amado quando não se ama mais

Por Isaias Costa

depresso12

“É evidentemente muito duro já não ser amado quando ainda se ama. Mas, pior do que isso, é sê-lo quando não se ama mais.”

Georges Courteline

Essa linda frase desse escritor francês é muito profunda e traz uma perspectiva que raramente é levantada, a dor da pessoa que é amada sem que exista essa reciprocidade.

Existem milhares de músicas de amor que falam sobre a tristeza, a raiva, a mágoa por ter sido deixado, abandonado etc. Mas é raro ver alguma música que na letra mostre a dor de saber que a outra pessoa ama, porém não existe esse amor recíproco. Mas sabe que isso faz todo sentido? Vou explicar!

Existe uma verdadeira epidemia de pessoas que se fazem de vítimas em tudo. Têm uma falsa visão de que sofrem mais do que as outras, de que são injustiçadas, de que são muito boas para merecerem ser mal tratadas.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

As prioridades de uma pessoa revelam o que importante para ela

Por Isaias Costa 

0_FDPMXHbE0m_lnWBB_

Através das palestras do filósofo Mario Sergio Cortella e diversas leituras, aprendi algo que levo profundamente comigo, o conceito de prioridade. Ele costuma dizer: “Quando uma pessoa diz que não tem tempo para alguma coisa, na realidade ela está dizendo que aquilo não é prioritário para ela, não é importante”.

Tem um pensamento muito bonito do escritor Rick Warren, que vai nessa linha e nos ajuda imensamente a compreender melhor nossas prioridades! Leia com bastante atenção!

******

“A importância das coisas pode ser medida pelo tempo que estamos dispostos a investir nelas. Quanto maior o tempo dedicado a alguma coisa, mais você demonstra a importância e o valor que ela tem para você. Se você quiser conhecer as prioridades de uma pessoa, observe a forma como ela utiliza o tempo”.

Rick Warren

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O Que é Minimalismo?

Por Juan O’Keeffe

minimalismo

O tema do minimalismo é fascinante e nunca escrevi aqui no blog diretamente sobre ele. Compartilho então esse texto do meu amigo Juan O’Keeffe que exprime de forma simples e objetiva essa filosofia. Espero que gostem!

**************

A palavra minimalismo tem ganhado bastante popularidade recentemente. Muitos tem promovido o minimalismo como um estilo de vida que vale a pena ser seguido.

Eu particularmente achei fantástico esse conceito. Me pegou e já está fazendo parte do meu dia a dia faz um tempo.

Então achei que seria legal escrever sobre isso para deixar claro do que se trata e como podemos nos beneficiar.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

É de pouco valor aquilo que primeiramente tem de se provar

Por Isaias Costa

_105136827_mural

Mural na Universidade do Bío-Bío no Chile retratando Paulo Freire Link: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-46830942

“Coisas de respeito, como homens de respeito, não trazem assim na mão os seus motivos. É indecoroso mostrar os cinco dedos. É de pouco valor aquilo que primeiramente tem de se provar.” – Nietzsche, “Crepúsculo dos ídolos”

O Nietzsche tinha muita sabedoria e profundidade em praticamente tudo que escrevia. Esse pensamento me levou a refletir sobre várias questões e quero compartilhar com você nesse texto.

Uma das principais mensagens que ele transmite é sobre a humildade em contraposição ao orgulho e a vaidade. As pessoas mais bonitas, no meu entendimento, são aquelas que sabem trabalhar em silêncio em prol do bem, do amor, da paz, da união, da partilha etc.

Já comentei em outros textos, mas não custa retomar. A vaidade é um comportamento muito deletério e autodestrutivo. Ela em sua raiz significa “vacuidade” ou “vazio”. Ou seja, alimentar a vaidade é alimentar os nossos vazios interiores. Percebe o quanto isso é forte?

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized