Consolo do céu

Por Andreia Carvalho

quais_foram_as_sete_ltimas_palavras_de_jesus_cristo_na_cruz_e_o_que_significam

Esse é o texto de estreia da querida Andreia Carvalho aqui no blog. Ela escreve sobre temáticas bem alinhadas com a proposta desse portal, então pra mim é um prazer compartilhar suas palavras para que mais e mais pessoas leiam, reflitam e que nessa corrente do bem, todos nós cresçamos juntos! Seja muito bem-vinda!

*************

“E apareceu-lhe um anjo do céu, que o confortava” (Lucas 22:43)

Há momentos na nossa caminhada que a nossa alma recusa-se ser consolada por qualquer coisa da terra. É hora de uma intervenção divina.

Jesus consegue entender esse sentimento porque a angústia também se apoderou Dele, e a sua humanidade foi testada nos últimos limites. Ele orava em agonia enquanto os amigos dormiam, e entendo que a razão era uma só: a solidão é uma das piores dores que existem, ninguém pode preencher o vazio que existe na condição de ser humano, só uma partícula divina completa a falta que há em nós, e Jesus compartilhava da natureza humana, embora também fosse divino. Os últimos resquícios de humanidade estavam sendo espremidos. Na prensa de azeite que era aquele jardim, estava a Oliveira verdadeira sendo massacrada pelos os temores humanos. Não saía óleo, mas gotas de sangue corriam do seu rosto até o chão.

A literatura médica chama essa condição rara de hematidrose, que ocorre quando as veias capilares debaixo das glândulas sudoríparas se rompem e se misturam ao suor, causada principalmente por fatores emocionais. Literalmente Ele suava sangue.  A alma do Mestre estava em agonia e tristeza, pois Ele sabia do que estava prestes a vir. Enquanto homem, Ele cogitava rejeitar aquela cruz, porém enquanto Deus Ele queria ir até o fim. A sua vontade era passar o cálice, mas Ele não estava ali para cumprir a sua vontade e sim a do Pai. Não havia nenhuma palavra de homem que pudesse confortá-lo. Era necessário uma manifestação divina para suportar aquele momento, por isso Deus envia-lhe um anjo.

Assim também acontece conosco, tem dias que nossa alma encontra-se em extrema agonia. A dor de existir inerente ao ser humano é singular a cada um. Como disse Freud “a vida é árdua demais”, por isso, cada pessoa lida da melhor forma que consegue. Alguns desenvolvem mecanismos improváveis para dar conta, uns se empenham em desenvolver uma espiritualidade, outros buscam entorpecer-se de alguma forma, outros sucumbem ao sofrimento e ainda há aqueles que conseguem enxergar a vida como bela! E é essa diversidade de perspectivas da vida que a torna tão complexa.

Para Sartre o homem está condenado a ser livre, porém frente às decisões e escolhas que se apresentam para que ele faça, o ser humano percebe a sua real condição existencial: o desamparo. Era esse sentimento de estar sozinho que corroía Jesus no Getsêmani, e é esse sentimento que a condição de humanidade nos impõe. Diante das escolhas que a vida nos cobra, nas dificuldades e adversidade que enfrentamos, por vezes nos sentimos em agonia e extrema angústia. Não sabemos conceituar com extrema exatidão o que é angústia. Só sabemos que trata-se de algo que parece nos comprimir por dentro, nos faz percorrer caminhos que não sabemos como voltar, a sensação de não existir mais ninguém, o sentimento de estar só naquela viagem.

Nessa hora acredito que apenas um consolo vindo do céu pode nos alentar. Esse consolo chega de formas variadas e surpreendentes. Nem sempre vai chegar um anjo do céu para nos consolar, mas chegam amigos, animais de estimação, às vezes uma música… muitas são as formas do céu se manifestar conosco! E a verdade é que o desamparo é sim característica do ser humano, porém podemos contar com o que o outro pode nos oferecer. Por vezes não vem de onde esperamos, mas de lugares improváveis o suporte que precisamos para conseguir dar conta da nossa vida!

Cada vez mais essa lacuna que existe no ser humano tem lhe causado transtornos. Compreendendo o homem como uma tricotomia, sabemos que precisam andar alinhados para que haja qualidade de vida. Corpo, alma e espírito precisam de cuidados.

Todos nós teremos dias que precisaremos ser confortados e de alguma forma o céu se manifestará ao nosso favor.

****

IMG-20191006-WA0000Andreia Carvalho, moro na cidade do Rio de Janeiro, sou Psicóloga Clínica e amo escrever. Escrevo sobre psicologia e gosto de enfatizar a importância da espiritualidade na vida do ser humano. Costumo definir minha vida com uma frase de Viktor Frankl “Encontrei o sentido da minha vida, ajudando os outros a encontrar o sentido das suas” e três coisas não podem me faltar: fé, livros e café!

 

 

 

 

10 Comentários

Arquivado em Uncategorized

10 Respostas para “Consolo do céu

  1. JOSÉ TEÓGENES ABREU

    Olá, Andreia! Felicito-lhe pelo texto. De fato, todos nós necessitamos de algo que não se encerra em nós mesmos; de algo que estabeleça ponte entre nós e o outro. Isso projeta a ideia de nossa fraqueza, falibilidade e incompletude. Isso é o ser humano.

    • Que alegria receber um comentário seu Teógenes. Ela vai ficar muito feliz ao ler teu comentário e certamente super motivada a nos brindar com outros textos excelentes! Esse é só o início de uma parceria que já está dando muito certo!
      Grande abraço e tudo de bom pra ti!

  2. Geisiane Felipe Mendes

    Muito forte. Precisava ler isso!

  3. Neidson Santos

    Parabéns. Ótimo texto.

  4. Anderson Silva

    Muito lindo esse texto, dessa pessoa Maravilhosa, precisamos de ter essa sensibilidade humana, tenho uma frase que diz “Semeie Pessoas e Colha Talentos”
    Que você sempre tenha essa expiração manhã linda!

  5. Andreia Carvalho

    Olá Teógenes,
    Muito obrigado, fico muito feliz de poder contribuir para um melhor entendimento dessa complexidade que é o ser humano!
    Abraços

  6. Andreia Carvalho

    Obrigado!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s