Arquivo do mês: dezembro 2019

A leitura nos dá acesso aos tesouros do espírito humano

Por Isaias Costa

Light coming from book in woman's hands in gesture of giving

“A educação é uma luta que lida diretamente com os aspectos mais essenciais do que significa ser humano. Não é demais dizer que somente através da educação nos tornamos genuína e completamente humanos. O propósito da educação é formar, incentivar, aprofundar e aperfeiçoar nossa humanidade. Em minha opinião, a educação deve servir para conferir às pessoas a capacidade de se envolver no trabalho, de criar valor para si mesmo e para a sociedade como um todo. Ela deve estimular, fazer vir à tona e libertar as possibilidades escondidas dentro das pessoas.”

******

“A leitura nos dá acesso aos tesouros do espírito humano – de todas as épocas e de todas as partes do mundo. Aquele que os conhece possui uma riqueza insuperável. É como possuir muitos bancos dos quais fazemos retiradas ilimitadas. E aqueles que experimentam esse prazer, que veem livros como amigos, são fortes.”

Daisaku Ikeda

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Tão humanos quanto Jesus!

Por Andreia Carvalho 

jesus-cristo-ii-ec--800x500_c
O que pode nos caracterizar como humanos?

Biologicamente, humano (homo sapiens) é o termo utilizado para caracterizar a espécie viva evolutiva que se difere das demais por possuir inteligência e razão. Para a sociologia é aquele indivíduo que é capaz de viver em sociabilidade com os demais. Já a Psicologia enveredou-se por caminhos ainda mais complexos em suas várias abordagens para compreender o humano e seus processos mentais. Muitas outras vertentes cientificas conceituariam de outras formas, mas… o que realmente nos diferencia dos demais animais?

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O perfume que emana das pessoas que amamos

Por Isaias Costa

perfume

“Um brinquedo, uma roupa, a pequena cama – os objetos que cercam a vida de uma criança conservam sua energia quando ela se ausenta para ir à escola ou viajar. Há naquelas coisas uma vibração que se percebe no ar. Aqueles que amam costumam também imantar tudo o que tocam, e assim deixam um rastro perfumado por onde passam”.

Luiz Carlos Lisboa

****

Esse belíssimo texto me levou a refletir sobre as marcas que as pessoas que amamos deixam registradas em nossa vida e nossas memórias. O autor cita uma criança e a energia que fica impregnada nos ambientes da casa, mesmo quando ela não está presente.

Essa espécie de presença na ausência, como gostava de dizer o querido Rubem Alves, é um dos motivos para se sentir tanta saudade quando alguém vai embora para morar em outro lugar ou quando alguém desencarna.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized