Arquivo do mês: fevereiro 2020

O fardo do fracasso e o contentamento descontente

Por Paulo Ricardo

raul-seixas-1200x720

Lançada em 1976, a música Quando Você Crescer, do Álbum “Há Dez Mil Anos Atrás”, é pouca conhecida do grande público de Raul Seixas, no entanto, a canção parece dialogar com questões essencialmente modernas e atuais. Entre elas: os sonhos, as tentativas de ter algum tipo de sucesso na vida, o fracasso das tentativas e mediocridade da aceitação de uma vida comum. Neste breve texto, separarei em tópicos, as ideias e excertos da canção, a fim de sistematizar e esclarecer melhor minha interpretação.

O que você vai ser quando você crescer?

“O que que você quer ser quando você crescer?

Alguma coisa importante

Um cara muito brilhante

Quando você crescer

Não adianta, perguntas não valem nada

É sempre a mesma jogada”

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Os remédios não curam nossas doenças

Por Isaias Costa

vicio-remedios

Eu adoro estudar a mente humana e seus processos de somatização, que é a manifestação de doenças no corpo oriundas de desequilíbrios mentais ou emocionais. No momento em que escrevo esse texto, estou lendo um livro excelente do Prof. Wallace Lima chamado “Dê um salto quântico na sua vida”, e um trecho especial me gerou inquietantes reflexões. Vejamos!

“O currículo na área da saúde é desenhado para que quando as pessoas adoeçam nunca aprendam a evitar adoecer novamente no futuro. Por isso, o médico não pode ser ensinado sobre prevenção nem sobre as causas das doenças. O papel do médico passa a ser o de receitar os remédios que a indústria diz serem os melhores e, assim, ele se transforma, com a credibilidade que o diploma lhe confere, na força motriz dessa indústria, e possibilita que ela cresça cada vez mais, pois os remédios, além de não curar, também provocam mais adoecimentos através dos danosos efeitos colaterais que provocam, já que não é um produto da natureza e o corpo humano rejeita tudo o que é estranho ao seu convívio”.

Wallace Lima

=> Clique aqui para ler o texto completo

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Caminhe a meu lado, e a gente vai se ensinar mutuamente

Por Isaias Costa

adolescentes-casal-jovem-caminhando-juntos-no-parque-relaxante-holida_1150-785

“Não caminhe à minha frente, porque talvez eu não esteja disposto a segui-lo. Não caminhe atrás de mim, porque talvez eu nem tenha vontade de liderar você. Caminhe a meu lado, e a gente vai se ensinar mutuamente.”

LinkResgatando a sabedoria interior com Felipe Rocha

********

Essa linda frase de autoria por mim desconhecida foi dita pelo terapeuta holístico Felipe Rocha num episódio do podcast Conscientemente, cujo link está logo acima.

Ela traz profundos ensinamentos e talvez o maior deles seja o da humildade. É uma forma elegante de dizer que não existe ninguém nem melhor nem pior do que ninguém. O que existe são bilhões de seres humanos no mundo, cada um vivendo suas experiências e aprendendo a partir delas.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized