A confiança mútua é a base estrutural dos relacionamentos

Por Isaias Costa

“A confiança mútua é a base estrutural dos relacionamentos. Qualquer pessoa que encontremos em nossas vidas merece ser tratada com respeito e consideração. Mesmo a verdade que vai magoar em um dado instante é melhor do que a mentira usada com o pretexto de não fazer o outro sofrer… e que vai causar um resultado muito pior para o relacionamento. O amor e o afeto verdadeiros são capazes de perdoar um erro, mas a desconfiança tira a condição mínima do relacionamento ter um futuro feliz.

Conhecerás a Verdade e ela vos libertará, já dizia o Mestre Jesus há tantos séculos atrás e fingimos não ter ouvido… continuamos a viver falsidades e a fazer trapaças, tirando das pessoas a confiança na própria vida.”

Maria Cristina Tanajura

********

A mensagem do mestre Jesus é sempre viva e transformadora! Essa mensagem de que é preferível dizer uma verdade que pode magoar a uma mentira para que a outra pessoa não sofra é perfeita!

Veja só o quanto nós nos enganamos e com isso acabamos também enganando que mais a gente ama! Será mesmo que a outra pessoa fugindo da sua verdade não vai sofrer? É óbvio que ela vai sofrer de todo jeito! Se duvidar, ela vai sofrer ainda mais com a sua mentira!

Eu adoro uma metáfora que o querido Rubem Alves sempre contava em suas crônicas e palestras e cabe muito bem aqui. Ele falava que seu papel ao questionar as dores das pessoas que o procuravam como psicanalista era ser um “espremedor de furúnculos”. Eles são feios, doloridos, às vezes até fedidos, e se a gente não os espreme, eles passam dias e dias nos incomodando com uma dor constante. Porém, se o esprememos, dá uma dor aguda na hora de espremer, mas depois, uau! Dá um alívio gigantesco porque a dor desaparece completamente…

Essa dor que desaparece é o sentimento de liberdade que provém do contato com a verdade interior, a verdade do ser! Não é incrível isso?

Por isso que a Maria Cristina fala sobre a importância da confiança. Ela de fato é uma base nos relacionamentos. Essa palavra na sua origem etimológica significa “fio”, ou seja, é uma conexão real e forte entre duas ou mais pessoas! Já a desconfiança é a quebra desse fio, a quebra da conexão entre as pessoas! Sem essa conexão o relacionamento fica frio e vai perdendo todo o vigor, todo o viço.

O grande problema deriva do nosso medo sabia? Nós temos medo de que as nossas falhas, nossos defeitos, acabem interferindo no relacionamento. Mas por acaso existe alguém perfeito e que nunca erre nesse mundo? Se a gente fosse perfeito não estaríamos encarnados no planeta Terra. Já seríamos seres da mais alta grandeza. Mas não! Temos muitas falhas e muito a aprender, a curar dentro de nós.

E o barato da vida está exatamente aí, em saber que temos muito o que melhorar e que é exatamente no convívio com as pessoas que amamos que teremos as vivências perfeitas para irmos transformando nossos defeitos e virtudes.

Portanto! Vamos conhecer e acessar essa verdade interna, que dessa forma vamos alcançar essa liberdade que tão bem o mestre Jesus nos ensinou…

********

P.S. Breve podcast com reflexões a partir desse texto. No podcast eu li o texto da Maria Cristina na íntegra. Ficou bem bacana!

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s