Arquivo da tag: Escolhas

A palavra dita é como uma abelha: tem mel e tem ferrão

Por Isaias Costa

noticias_1429295064

O talmude é o livro sagrado dos judeus e possui sabedorias incríveis que podem ser levadas para todas as pessoas, independente de qual religião siga . Vou fazer uma breve reflexão a partir uma frase riquíssima desse livro.

A palavra dita é como uma abelha: tem mel e tem ferrão

Essa é uma grande verdade, e cada vez mais tenho notado isso na minha própria vida. Eu tenho muito cuidado com o que eu digo, busco ser sincero e transparente em tudo o que eu digo, mas o que acho incrível é que existem pessoas que entendem perfeitamente o que eu digo e existem outras que entendem a mesma mensagem de uma maneira distorcida.

Nesse hora, acabo me lembrando de outra sábia frase também do talmude que diz o seguinte:

Nós não vemos as coisas como elas são, mas como nós somos.”

Talmude

Esse blog é uma prova viva do que estou falando aqui. Existem textos em que deixo bem claro o que estou querendo dizer, mas tem gente que entende o total oposto do que disse.

Às vezes chego a receber mensagens de gente criticando veementemente algum texto, comentários até agressivos que me recuso a compartilhar abertamente com todos que acessam o blog.

Mas não acho ruim nem fico com raiva, muito pelo contrário, eu lanço um olhar e um pensamento de amor e compaixão para cada pessoa que entende aquilo que eu digo de uma forma equivocada.

Em outras palavras, procuro sempre colocar mel nas minhas palavras, mas infelizmente ou felizmente, não sei bem, são recebidas como ferrões afiados por algumas pessoas.

Como você tem se trabalhado a questão das palavras?

Nessa hora sempre me lembro de Jesus e das sábias e profundas palavras:

A boca fala do que o coração está cheio…

Você enche o seu coração de amor, de afeto, de carinho, de amizade, de bons conhecimentos, de compaixão? Ou enche com sentimentos pequenos como raiva, ódio, vingança, inimizade, inveja, rancor?

Tudo se trata de escolhas! Eu posso escolher o que vou levar para dentro do meu coração. Está em minhas mãos saber o que é de fato IMPORTANTE.

O que significa a palavra importante? Aquilo que eu porto para dentro, que carrego comigo por onde vou!

Eu decidi que o importante para mim é o amor de Deus, o bom convívio com os amigos, com a família, ter momentos de apreciação da natureza, ler bons livros, fazer trabalhos voluntários etc. etc.

Tudo que tenho procurado fazer é para que me encha de amor e do meu coração saiam cada vez mais palavras de amor que toquem as pessoas profundamente.

Sei que existe sim um ferrão dentro de mim, mas se alimentar a minha alma com amor, certamente prevalecerá o mel, e esse mel adoçará muitos outros corações.

Procure você também cultivar o mel das suas palavras, tendo sempre em mente o cuidado para que o ferrão não surja, que esse ferrão fique bem adormecido e quieto.

Pense sobre isso…

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O que mais há na terra são paisagens

Por Isaias Costa

275686_Papel-de-Parede-Uma-das-Mais-Lindas-Paisagens_1600x900

Eu sempre fico impressionado com a imensa capacidade que o grande José Saramago tinha de falar um absurdo de coisas em pouquíssimas palavras.

Estava refletindo sobre uma de suas frases com apenas 8 palavras, mas com uma riqueza imensa, esta aqui: “O que mais há na terra são paisagens”.

Ao lê-la, remeti imediatamente ao nosso mundo atual capitalista e mega globalizado, no qual há um individualismo sem precedentes.

O EGO do ser humano nunca esteve tão evidente e dominante. Por onde formos, só escutamos as pessoas falarem em MEU, EU, PRA MIM

Raramente vemos alguém que pensa no NÓS, NOSSO, PARA TODO MUNDO, PARA AS COMUNIDADES.

E foi nesse sentido que o mestre Saramago quis dizer essa sábia frase. O que mais há na terra são paisagens. Se você prestar atenção, mesmo com as aproximadamente 7,3 bilhões de pessoas que existem no mundo hoje, se fizermos um levantamento cartográfico, será fácil verificar que apesar de toda destruição humana, há lindas paisagens em todos os lugares do planeta, e entre essas paisagens estão inseridas as cidades.

As florestas e matas compõem grande parte do que existe no planeta. Mas onde eu quero chegar afinal? Naquele pensamento reducionista de quase todas as pessoas em querer um lugar próprio no mundo, um lugar que possam dizer: “Isso aqui é meu…”.

Existe tanto, mas tanto sofrimento desnecessário por parte da maioria das pessoas quando não tem a chamada “casa própria”, que me deixa bastante pensativo.

Se a humanidade como um todo fosse mais evoluída, ela certamente se daria conta da “besteira” que tem feito em separar cada família em cubículos cada vez menores. Utilizando aquela velha frase “cada um no seu quadrado”.

Nós perdemos essa sensibilidade para ver como a natureza e os animais funcionam. Nenhuma espécie, fora a humana, faz as suas casas isoladamente dos outros e sem vínculos com ninguém, porque elas sabem de forma instintiva que precisam dos outros, que precisam dividir o que tem, que são parte de uma coisa só.

E nós, na nossa tremenda ignorância ainda achamos que somos muito inteligentes, superiores e donos do mundo. Já pensou?

Outro dia uma pessoa que eu conheço estava resmungando porque ainda não tinha conseguido dinheiro para ter a casa própria e estava com vergonha e chateado por ainda morar na casa da mãe.

Fiquei observando e senti a sua falta de gratidão, pois ele pode até não ter a casa própria, mas tem tudo que precisa ou até mais do que precisa, porque nem mesmo forçado a sair de casa ele estava sendo.

Quando existe forçação de barra dos pais para que os filhos morem sozinhos, é até mais justificável, mas não era o caso dele.

O Saramago também está falando sobre a SIMPLICIDADE nestas palavras. Se aprendermos a ser de fato simples, não vamos passar boa parte da nossa vida se matando para conseguir dinheiro para a super casa própria. Não! Vamos comprar uma casa boa, confortável, mas que não precise ser do preço de uma mansão em Dubai. Pra quê?

Eu percebo que existe muito status entre as pessoas que decidem morar nos “bairros nobres”, em casas chiques. Respeito demais quem faz isso, porém, há um preço alto a se pagar para ter uma casa dessas, um preço que eu de maneira alguma quero pagar, porque vejo muito mais beleza até numa casa de taipa onde me sinto bem acolhido por quem mora nela.

Aliás, isso não é discurso pra ser bonitinho não. Já conheci muita gente que mora em casinhas simples e a vontade que tinha era de ficar lá pelo menos uma semana de tão bem acolhido que eu era.

A simplicidade meus amigos! Aprender a ser simples é algo que só a busca pela sabedoria pode nos ensinar.

Então! Que essas poucas palavras tenham feito você refletir sobre em que você tem depositado seus maiores esforços.

Será que vale a pena gastar milhares, às vezes milhões de reais em um cubículo que o próprio tempo se encarregará de jogar fora? Ou é mais importante gastar dinheiro com experiências de vida, com aquilo que fica e nada no mundo consegue apagar?

Eu escolho as experiências e a simplicidade. E você?

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Precisamos ultrapassar nossos limites

Por Isaias Costa

just_a_dream

Tempos atrás escrevi um texto especial falando sobre a conhecida “lista do não aguento mais”, que se trata de uma lista absolutamente libertadora, na qual você escreve nela tudo aquilo que definitivamente, com convicção e força, você não quer mais para a sua vida.

Todos nós precisamos fazer e refazer essa lista de tempos em tempos, para que evoluamos e nos tornemos seres humanos cada vez melhores. Para os que ainda não leram, segue o link abaixo.

A lista do não aguento mais

Refletindo sobre isso e ouvindo as palavras de um comunicador iluminado e pacífico que gosto muito chamado Otávio Leal, me inspirei para escrever sobre esse tema em outra abordagem.

No programa de rádio que ouvi, ele fazia a distinção entre PASSAR e ULTRAPASSAR as experiências da vida.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Não tenha dúvidas nem demais nem de menos

Por Isaias Costa

dúvidas

Eu tenho buscado cada vez mais atingir o equilíbrio nas coisas que faço, o que é um exercício bastante exigente e requer a busca constante e incessante pelo autoconhecimento.

Estava refletindo sobre a DÚVIDA e quero compartilhar com você uma visão bem interessante sobre o CAMINHO DO MEIO, ou seja, o ideal é que não tenhamos dúvidas nem demais e nem de menos. Vou explicar.

Se você foi uma pessoa que tem dúvidas demais, vai acabar sendo excluída do convívio com as pessoas, vai acontecer com você aquela palavra esquisita que quase ninguém sabe o significado, ostracismo.

Uma pessoa que duvida de tudo é alguém que não tem muita segurança. A dúvida até certo ponto é boa, denota sabedoria e discernimento, porém, quando ela se torna exagerada leva a pessoa a ficar travada e não fazer nada com consistência, entende?

Como é que eu posso fazer um bom trabalho, seja ele em que área for, se for tomado por uma dúvida imensa? Não vai funcionar, concorda? Eu vou ficar pensando no futuro: “E se?”, “Será?”… ou no passado: “Alguém já fez isso antes?”, “Eu me preparei bem para isso?”, “Tenho conhecimento suficiente?”…

A dúvida na medida certa faz você pensar no leque de possibilidades que tem e acabar escolhendo aquilo que será melhor, que dará menos trabalho e que beneficiará o maior número de pessoas. Esse é o ponto ideal, o ponto de equilíbrio, o caminho do meio, que só se atinge com bastante determinação…

O outro extremo são as pessoas que praticamente não duvidam de nada. Essas são aquelas pessoas cheias de certezas, com suas verdades absolutas. Quem me lê frequentemente já deve ter percebido que sou bem diferente disso. Uma das minhas maiores referências é o grande Raul Seixas: “Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo…”.

As pessoas que não tem dúvida de nada são as chamadas TEIMOSAS. Você conhece alguém assim? Eu conheço muitas! A teimosia só leva a pessoa a ter desgastes nos relacionamentos, a perder oportunidades de emprego, a não ser vista pelas pessoas como alguém confiável, a ter uma saúde física comprometida etc. Enfim, a teimosia é uma coisa séria e que precisa ser muito bem analisada e trabalhada para que a pessoa tenha mais equilíbrio na vida.

E você? Como está nessa balança? Está no grupo dos indecisos, que ficam adiando tudo para amanhã? Está no grupo dos teimosos, que acham que já sabem de tudo e fazem tudo da melhor maneira possível? Ou está buscando a sabedoria, para ficar no caminho do meio?

Eu estou buscando o caminho do meio e esse pequeno texto é apenas para lhe instigar a buscar isso também!

Boas reflexões…

* Sugestão de leitura

A arte da dúvida

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Há diferença entre ser virtuoso e “vir a ser” virtuoso

Por Isaias Costa

el-dia-que-deidimos-crecer

Outro dia li algumas palavras profundas do místico indiano Krishnamurti e refleti bastante sobre as virtudes e o quanto nossa sociedade está carente de pessoas VIRTUOSAS de verdade. Leia com bastante atenção…

“Se desejais saber o que sois, não podeis imaginar ou ter uma crença numa coisa que não sois. Se sou ganancioso, invejoso, violento, o simples fato de nutrir um ideal de não-violência, de não-ganância, é de pouco valor. Saber, porém, que somos gananciosos ou violentos, sabê-lo e compreendê-lo, requer um percebimento extraordinário, não é verdade? Requer honestidade, lucidez de pensamento, ao passo que seguir um ideal apartado do que é representa uma fuga, que nos impede de descobrir e de atuar diretamente sobre o que somos.

A compreensão do que somos, não importa como somos feios, belos, perversos, malignos – a compreensão do que somos, sem disfarce, é o começo da virtude. A virtude é essencial, porque dá liberdade. É só na virtude que se pode descobrir, que se pode viver – não no cultivo da virtude, que leva só à respeitabilidade e não dá compreensão e liberdade. Há diferença entre ser virtuoso e “vir a ser” virtuoso. O ser virtuoso vem com a compreensão do que é, ao passo que o “vir a ser” virtuoso é adiamento, ocultação do que é com o que desejaríamos ser. Por conseguinte, no “vir a ser” virtuoso evita-se a ação direta sobre o que é.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Não queira apagar um incêndio com um copo d’água

Por Isaias Costa

beija-flor-gota

Vou tratar nesse texto de um tema de extrema importância, que é o desejo de ajudar os outros.

Infelizmente, existe um número muito grande de pessoas que não sabe a diferença absurda entre ajudar os outros e tomar as cruzes dos outros para si mesmo.

Normalmente, as pessoas mais generosas e de coração afetuoso, acabam sofrendo em demasia porque quando as pessoas que elas amam sofrem por algum motivo, elas querem dar uma de “bombeiros” e apagar um fogo que é impossível de ser apagado caso elas façam isso sozinhas, entende?

Já falei inúmeras vezes por aqui que a única maneira de ajudarmos alguém efetivamente é quando estamos muito bem conosco mesmos, ou seja, quando internamente o nosso coração está em paz e sabemos que estamos cumprindo a nossa missão de vida.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A felicidade é o critério

Por Isaias Costa

e7921ed2eab8908a700846f89ec739e9

A visão de mundo dos grandes iluminados da humanidade é algo magnífico, entre eles está o místico Osho. Sua maneira de ver a vida dá um chacoalhão nas estruturas e pensamentos arcaicos.

Quero lhe levar a refletir junto comigo a respeito da FELICIDADE, mas não uma felicidade de araque, mas aquela que surge do autoconhecimento. Para embasar esse texto, compartilho algumas palavras dele…

“Você está infeliz porque você escolheu uma atitude errada diante da vida. Você pode ser feliz se você escolher a atitude correta. Buda dá tanta atenção à ‘atitude correta’. Ele faz disso uma base, uma fundação – atitude correta. O que é atitude correta? Qual é o critério? Para mim esse é o critério: a atitude que lhe faz feliz é a atitude correta, e não há nenhum critério objetivo. A atitude que lhe torna infeliz e miserável é a atitude incorreta. O critério é subjetivo; sua felicidade é o critério.”

Osho 

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

As duas dimensões da nossa vida

Por Isaias Costa

Minutos-de-Sabedoria-Caminhe-reto-para-a-frente-e-para-o-alto

Cada vez mais eu me convenço de que um sentido mais profundo para a vida acontece quando olhamos para dentro de nós mesmos e encontramos nossos tesouros internos que estavam obscurecidos pela nossa limitada visão completamente dominada pelo EGO.

Talvez o maior desafio na nossa vida seja nos desvencilharmos desse enorme poder do ego sobre nós, mas isso é possível, só requer de nós um comprometimento e uma busca constante pelo crescimento em consciência.

Outro dia li algumas palavras do místico oriental Osho e fiquei encantado com a sua visão tão simples e ao mesmo tempo tão profunda. No texto, ele falava sobre as duas dimensões da vida. Veja!

“A vida possui duas dimensões.

 Uma é horizontal — na qual todos vocês estão vivendo, na qual vocês estão sempre pedindo por mais e cada vez mais e mais. A quantidade não é a questão; nenhuma quantidade vai satisfazê-los. A linha horizontal é a linha quantitativa. Você pode ir seguindo sem parar. Ela é como o horizonte — à medida que você segue adiante, o horizonte continua recuando. A distância entre você e a meta do seu “cada vez mais”, a meta do desejo, permanece sempre a mesma.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A gratidão torna o mundo perfeito

Por Isaias Costa

serenidade

Há um bom tempo eu venho refletindo diariamente sobre o imenso poder que a GRATIDÃO tem sobre a nossa vida. Hoje acredito plenamente que ela pode transformar a nossa vida, nosso astral e por consequência, o mundo inteiro.

A gratidão nos conecta com o nosso ser mais profundo, com o nosso eu verdadeiro, e desta conexão surge a FELICIDADE GENUÍNA. Tempos atrás só poderia falar esse tipo de coisa através de teorias, mas hoje posso confirmar isso através da minha própria vida.

De alguns anos pra cá, tenho apenas seguido o meu coração em TUDO, só tenho dado atenção ao que ele me diz, e como não poderia ser diferente, estou cada vez mais conectado com a minha essência.

Assim, toda a minha vida se transformou e a prosperidade em todos os campos da vida estão vindo e crescendo. Parece uma mágica, mas não tem nada de mágica, é apenas o poder da GRATIDÃO e o fato de SEGUIR O MEU CORAÇÃO, que estão fazendo com que o meu mundo se torne melhor, e desta forma, o mundo que me cerca também.

Ainda não falei sobre isso nenhuma vez aqui no blog. De uns tempos pra cá, eu criei o meu próprio mantra, não sou muito chegado nesse lance de repetir os mantras dos orientais, porque pelo menos para mim, isso soa meio artificial, sabe? Mas repito que se trata apenas do meu pensamento, OK?

O meu mantra hoje em dia é: “Só glória! Está tudo na glória!”.

Essa palavra tem um poder interno muito grande, e pronunciá-la atrai boas energias e situações. É sério! Acredite! Muitas pesquisas científicas já provaram que as nossas palavras são capazes até de mudar a constituição física das moléculas de água. Já pensou que interessante?

Se alguém diz palavras de ÓDIO, de VINGANÇA ou de MORTE, as moléculas ficam feias e desordenadas, mas se alguém diz palavras de AMOR, de ORAÇÃO, de CARINHO ou MÚSICAS SERENAS, as moléculas de água ficam como lindos cristais, com uma perfeição que deixa qualquer um de “queixo caído”.

emoto-water-crystals

E então? Você sabe que somos constituídos de 70% de água, não sabe? Pois é! Agora imagine o poder que uma palavra como GLÓRIA pode ter sobre a sua vida se você a pronuncia pelo menos umas 300 vezes por dia, que é mais ou menos o número de vezes que eu repito?

E você? Também tem vivido na glória? Ou faz parte daquele povo que só sabe reclamar de tudo? Da vida, das pessoas, dos pais, do governo, da Dilma? Vale a pena refletir com carinho sobre essas questões…

Tudo que eu tenho feito na minha vida é agradecer, todos os dias e o tempo todo. Só tenho motivos para isso. Eu sou um privilegiado, e você, se parar, se aquietar e refletir de verdade sobre isso, vai perceber que é um privilegiado também. Vem cá! Você sabia que só por estar lendo esse texto você já é um mega privilegiado? Isso mostra que você tem acesso fácil à internet. No nosso país, milhões e milhões de pessoas sonham em ter o acesso fácil à internet que você tem, mas elas não têm condições financeiras e muitas vezes até psicomotoras para isso.

Aprenda a agradecer por todas as glórias que são derramadas na sua vida a todo instante, mas que muitas vezes você não enxerga, pois a sua mente está pensando em picuinhas como aquela pessoa que lhe disse palavras raivosas, aquele cara do seu trabalho que se sente superior aos outros, aquele dinheiro que você emprestou a uma pessoa e ela nunca mais lhe devolveu, aquele plano que você tinha com alguns amigos e eles lhe desestimularam etc. etc.

Pare com isso meu amigo! Pense no HOJE, no AGORA. Se você focar a sua MENTE, e acima de tudo, o seu CORAÇÃO no agora, você vai começar a agradecer mais e reclamar menos.

Para concluir, quero compartilhar uma linda frase do místico oriental Osho que me inspirou a escrever esse texto. Acredite em você! Acredite que através da gratidão sua vida pode se transformar no céu aqui mesmo na Terra. Em minha opinião, céu e inferno somos nós que criamos a partir das nossas escolhas. Então escolha ser feliz seguindo o seu coração e sendo grato! Garanto que fazendo isso a sua vida se transformará em um céu…

“Quando o sentimento de gratidão aflora em seu ser é quando você começa a sentir a presença de Deus à sua volta. E então, toda a sua energia se transforma em gratidão, todo o seu ser se transforma em agradecimento – você se transforma em verdadeira prece. Porque nada mais falta, e o mundo é perfeito e tudo está como deveria estar.”

Osho

* Sugestões de leitura

Quer ser feliz? Seja grato!

Gratidão, simplicidade e felicidade 

A voz do coração e a voz dos outros

 

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Torne-se um homem ou uma mulher de autoconhecimento

Por Isaias Costa

cap420

Vou fazer uma breve reflexão sobre a LIBERDADE, a partir das sábias palavras do místico oriental Osho. Infelizmente, vivemos em uma sociedade na qual a maior parte das pessoas é escrava e nem sequer consegue vislumbrar que a vida pode ser diferente e pode até se transformar em um mar de rosas se elas fizerem escolhas mais conscientes na vida, escolhas estas feitas no amor e na liberdade.

Leia suas palavras com bastante atenção…

“Um Homem com autoconhecimento não pode ser um Escravo, e não consegue fazer dos outros escravos. Não se consegue oprimir um Homem com Sabedoria, e um Homem Sábio não consegue oprimir ninguém. Não se consegue dominá-lo e ele não dominará. A Dominação simplesmente desaparece dessa dimensão. Tu não o consegues possuir e ele não consegue possuir ninguém. Ele será livre e ajudará outros a serem livres. Esta é uma dificuldade mais profunda do que a primeira. Tu consegues evitar a Sociedade, mas como é que vais conseguir evitar o teu próprio ego? Tu tens medo — porque um Homem Sábio simplesmente não pensa em termos de possessão, dominação, poder. Ele é inocente, tal como uma Criança. Ele gostaria de viver totalmente livre, e gostaria que os outros vivessem também totalmente livres.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized