Arquivo da tag: felicidade

Como eu tenho vivido os meus dias?

Por Isaias Costa

tumblr_mmz04aV4RC1spbshjo1_1280

Pelo fato de nós sermos brasileiros e vivermos na parte ocidental do planeta, que tem uma cultura bem diferente da oriental, um dos temas que ainda é tabu até os dias atuais é a morte. Quando alguém começa a falar sobre ela, muitos fogem ou já vão desviando o assunto. Por que será hein? O que me vem logo em mente é a palavra MEDO. A gente se afasta daquilo que amedronta, e parece que o medo da morte está entre os mais agudos no ocidente.

Nos últimos dias venho refletindo bastante sobre isso, principalmente por conta de uma morte súbita que aconteceu com uma funcionária do hospital no qual a minha mãe trabalha como técnica de enfermagem.

Continuar lendo

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

As aflições afastam a felicidade

Por Isaias Costa

a02cb89848e629b5477e9e26ab69be7c

Esses dias estava lendo alguns aforismos do filósofo Arthur Schopenhauer, que infelizmente não é lido por tantas pessoas, exatamente porque ele é tão profundo e verdadeiro em suas palavras que chega a assustar. Ele é conhecido por ser um grande pessimista e não ver muita esperança na espécie humana. Mas aproveito esse texto para lhe assegurar que não é bem assim. Acredito mesmo que quem diz isso não se debruçou em suas obras!

Enfim! Seu aforismo dizia o seguinte:

**********

“Se quisermos avaliar a situação de uma pessoa pela sua felicidade, deve-se perguntar não por aquilo que a diverte, mas pelo que a aflige.”

Arthur Schopenhauer

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Para que serve a escola?

Por Isaias Costa

Merlí grande professor

Série “Merlí”

A maior parte de nós brasileiros passa no mínimo 14 anos da vida dentro da escola até concluir o ensino médio. Isso sem contar com as milhares, talvez até milhões de pessoas, que adentram nos cursos superiores e ficam mais 4, 5 ou mais anos estudando.

Tem algumas perguntas que chegam a parecer hilárias, porque aparentemente são simples, mas nem um pouco simples de responder. Essas aqui:

O que é a escola? Para que ela serve?

Nessa hora talvez você me contraponha dizendo: “Essas perguntas são muito simples Isaias! A escola é o local onde as crianças e adolescentes vão para estudar a aprender uma série de conteúdos que elas podem precisar ao longo da vida…”.

Será? Será que é simples assim?

Como eu amo conhecer as raízes das palavras, vou aprofundar essa questão a partir das palavras do filósofo e escritor Mario Sergio Cortella, extraídas do seu livro “A escola e o conhecimento – fundamentos epistemológicos e políticos”, um dos seus livros mais antigos, datado de 1998.

=> Clique aqui para  ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Só seremos felizes quando todos nós formos como jardins

Por Isaias Costa

Keukenhof Gardens - Holanda

Jardim Keukenhof Gardens na Holanda

Eu amo ler as crônicas do mestre Rubem Alves e me encanto com a poesia contida nas suas palavras e reflexões. Muitos não sabem, mas ele era um excelente jardineiro, só não transformou isso em um ofício empregatício. Cultivava plantas diversas no jardim que havia em sua casa.

Na sua crônica “O jardim”, ele explora a beleza imensa contida nos jardins e farei uma reflexão bem existencialista a partir delas. Se prepare para uma bela viagem…

*********

Jardim é paraíso. E paraíso é felicidade. Plantar um jardim é afirmar a confiança de que estamos destinados à felicidade. Pois é isso que significa jardim, que nada mais é que uma tradução do paradisus latino e do paradeisos grego. Palavras que, por sua vez, se derivam do pérsico antigo pairadeiza, que quer dizer “espaço interno fechado”.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Pra trás, nem pra pegar impulso

Por Isaias Costa

corrida_606

 

No momento em que publico esse texto, estou lendo um livro excelente chamado “A vida que vale a pena ser vivida”, do professor e filósofo Clóvis de Barros Filho em parceria com o também filósofo Arthur Meucci.

Esse livro traz inúmeras provocações ao leitor sobre o que podemos considerar uma vida boa.

Farei uma breve reflexão a partir de um trecho super engraçado no qual o Clóvis fala da primeira vez em que teve um momento de êxtase que não queria que acabasse. Tinha 13 anos e estava apresentando um trabalho sobre o Petróleo. Tinha decorado bem o que estava nos livros, e devido sua empolgação, falou rápido demais, sobrando bastante tempo de apresentação ainda.

Bateu nele um medo danado e nessa hora ele conta assim em seu livro:

*********

Decidi, então, continuar. Neste momento, lembrei do meu pai. Sem nenhum estudo superior, sempre dizia coisas que, mais tarde, encontrei, com outras palavras, na mais refinada produção filosófica.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A felicidade e o copo d’água

Por Isaias Costa

glass-of-water

É impressionante o fato de existirem sabedorias transmitidas há milhares de anos e nós ainda não consigamos compreendê-las, por mais que já se tenha batido nas mesmas teclas vezes sem conta.

Essa semana eu li um pequeno artigo de autoria do designer de ideias Rafael Arraes que falava sobre a FELICIDADE inspirado na sabedoria do filósofo da antiguidade EPICURO, que viveu entre 341 – 270 a.C. Depois de 2300 anos continuamos sem entender suas ideias tão simples e ao mesmo tempo profundas!

Compartilho abaixo um pequeno trecho desse artigo. Leia com bastante atenção!

***********

Seguindo a essência dos ensinamentos de Epicuro, podemos imaginar nossa felicidade como um copo onde é necessário haver alguma água, talvez até pouco menos da metade, para que tenhamos alguma felicidade. Esta água corresponde a termos moradia, alimentação adequada, e algumas roupas para o convívio social básico. Dali em diante, podemos aumentar nossa felicidade na medida em que enchemos o copo com alguns luxos a mais, como uma alimentação mais elaborada, uma casa mais espaçosa e bem decorada etc. O que Epicuro nos afirma, no entanto, é que de nada adianta continuarmos enchendo o copo: a água vai simplesmente transbordar, e a nossa felicidade continuará inalterada.

=> Clique aqui para ler o texto completo

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

A sabedoria do gato

Por Isaias Costa

gato-laranja

Assistindo a uma aula do curso que iniciei esse ano, que foi a Graduação em Filosofia, fui colocado em contato com uma poesia absolutamente maravilhosa. Curta em palavras, mas profunda em reflexões.

Era uma poesia de autoria do mestre Fernando Pessoa intitulada “Gato que brincas na rua”. Quero junto com você pensar um pouco sobre as muitas interpretações contidas em 12 pequenas linhas. Veja só!

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

A simplicidade leva à plenitude

Por Isaias Costa

7883257_orig

Nós vivemos numa sociedade que, infelizmente, ainda é extremamente materialista e imediatista. Uma grande parcela da população trabalha de forma exagerada, quase sempre pra conseguir o dinheiro suficiente para manter um padrão de vida que não prioriza o essencial na vida e no qual não se valoriza tanto as pequenas coisas.

No momento em que escrevo esse texto estou lendo dois livros magníficos, que podem contribuir de forma significativa com mudanças no nosso comportamento e nas escolhas. São os livros “A morte é um dia que vale a pena viver”, da Dra. Ana Claudia Quintana Arantes, e “Simplicidade voluntária”, do escritor e palestrante Duane Elgin.

Desde garoto eu sempre tive uma tendência a buscar a simplicidade na vida, e agora com a leitura desses dois livros, isso só se ratificou, e venho trazer reflexões que considero de suma importância para todos nós a respeito da verdadeira simplicidade.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O poder da mente nos nossos processos de cura

Por Isaias Costa

yoga-sutra-tt-width-660-height-300-bgcolor-FFFFFF

A nossa mente tem um poder incrível, tanto para auxiliar no nosso bem estar, paz, plenitude, prosperidade, como também para nos afastar da nossa essência, contribuindo com diversos processos de adoecimento. Constantemente escrevo textos falando sobre o quanto a nossa saúde do corpo está diretamente relacionada com o nosso equilíbrio emocional, psíquico e espiritual.

Recentemente assisti a uma palestra bem interessante do grande escritor e orador espírita José Carlos de Lucca que me fez ficar um bom tempo refletindo sobre o poder imenso que a nossa mente tem.

Nessa palestra, ele disse que em determinado momento da sua vida, já trabalhando como palestrante e com alguns livros publicados, ele fez uma viagem de carro com um amigo e no meio do caminho eles se acidentaram. O carro ficou bem amassado, no entanto os dois continuaram bem. Aparentemente parecia que não tinha ocorrido nada com eles. Nem com partes do corpo sangrando eles ficaram. O de Lucca, como tinha um compromisso com uma palestra que estava confirmada, percorreu o restante do caminho que faltava de táxi.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Às vezes não dizer nada já diz tudo

Por Isaias Costa

f088f-e-inutil-querer-agradar-a-todos-capa-e-dentro

Praticamente todos os dias eu me lembro de uma das mais célebres frases atribuída ao grande Leonardo da Vinci que diz assim: “A simplicidade é o último grau de sofisticação”. Você sabia que quando ele disse essa frase não estava se referindo apenas ao que fosse operacional e prático? Ele estava se referindo, talvez, acima de tudo, ao nosso comportamento, à postura das pessoas sábias. Quanto mais sábia é uma pessoa, mais simples ela é, e opta por fazer tudo de um jeito que não traga estresse, dificuldades, não gere conflitos, mágoas ou ressentimentos com ninguém.

Esses dias eu estava refletindo sobre um comportamento que está presente em 100% das pessoas, em maior ou menor grau, que são as JUSTIFICATIVAS para aquilo que fazem ou que deixam de fazer. Um dos aprendizados bem difíceis na vida e as pessoas simples são nossas maiores professoras é o dizer NÃO na hora certa, pra pessoa certa e do jeito certo.

=> Clique aqui para lero texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized