Arquivo da tag: infância

Rubem Alves: um pássaro encantado eternizado em muitos corações

Por Isaias Costa

rubens-alves-3

“Porque os anjos são homens nascidos sem asas, é o que há de mais bonito, nascer sem asas e fazê-las crescer”.

José Saramago

*******

Já li essa frase do Saramago inúmeras vezes, e como sempre gosto de repetir, esse autor estupendo tinha o poder de escrever textos e livros que permitem as mais diversas interpretações e aprendizados.

Na data em que publico esse texto me bate uma saudade grande de um dos senhores que mais me inspira, principalmente com relação à escrita, o querido Rubem Alves, que nos deixou no dia 19/07/2014.

Lendo um pouco sobre a biografia dele e as diversas fases que ele vivenciou, essa frase se encaixa perfeitamente. Aliás, vale destacar que o Saramago era um dos autores que ele amava. Não duvido que ele tenha lido quase a totalidade dos seus livros…

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A gula não se resume a comer muito

Por Isaias Costa

b2bb99_de2489ed172349efa12329d7e661960b_mv2_d_1772_1336_s_2

Quando se fala em gula o primeiro pensamento que nos vem é comida não é mesmo? Mas uma coisa que a grande maioria das pessoas não sabe é que a gula não se resume apenas a comer muito, vai muito mais além, e quero nesse texto ampliar a reflexão.

A palavra gula é praticamente um derivado da palavra goela, que por sua vez é sinônimo de garganta, que faz conexão com o esôfago, canal que leva os alimentos até o estômago. É por isso também que tentemos a pensar na gula como o ato de comer em excesso.

Uma análise psicológica profunda necessariamente nos remete à infância e nossos primeiros anos de vida. A vontade de comer demais sempre está ligada a alguma carência afetiva. Até os 2 ou 3 anos a criança se encontra no que Sigmund Freud denominou de fase oral, na qual experimentamos o mundo e as sensações de prazer e desprazer através da boca.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Os ecos do menino preso dentro do adulto

Por Isaias Costa

46782827_m-810x540

Li uma frase encantadora do filósofo e escritor espanhol Ortega Y Gasset que me deixaram bastante reflexivo a respeito da infância, quando surgem nossos primeiros sonhos de futuro. Confira!

 “O canto do poeta e a palavra do sábio, a ambição do político e os feitos do guerreiro são sempre ecos de um incorrigível menino preso dentro do adulto”.

Ortega Y Gasset

Apesar de curta, essa frase traz inúmeras reflexões. O que mais gostei nela é a palavra incorrigível. Ela vem dizer que, pelo próprio transcorrer da vida, muitas forças tentam nos desviar do nosso verdadeiro caminho, daquele que nos trará grande realização pessoal.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A Força do Professor

Por Isaias Costa

Professores

É com imensa alegria que escrevo esse texto em homenagem aos professores, que como eu, fazem uma diferença impressionante na vida de centenas, às vezes milhares de pessoas.

O que mais me inspirou foram as lindas palavras de um poeta conterrâneo meu, o querido Bráulio Bessa, cearense genial, que vem abrilhantando a TV brasileira todas as sextas-feiras no programa da Fátima Bernardes no quadro “Poesia com rapadura”. Vamos à sua poesia…

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Faça para o outro aquilo que ele necessita

Por Isaias Costa

criana_vive_demais_no_mundo_da_imaginao-just_real_moms

Nós vivemos em um mundo onde reina o egoísmo, a arrogância, a prepotência, a vaidade, entre tantos comportamentos e posturas negativas. Venho a um bom tempo estudando e aprendendo mais sobre o que é a verdadeira EMPATIA, esse nobre sentimento de você se colocar no lugar da outra pessoa, tentando ver a partir da sua ótica, sem autocentramento.

Quero nesse texto questionar um ditado que está entranhado na sociedade e só prova o quanto ainda não sabemos o que é empatia. Ele tem duas versões, a do SIM e a do NÃO, mas a ideia é a mesma.

“Faça para o outro aquilo que gostaria que fizessem para você”.

“Não faça para o outro aquilo que não gostaria que fizessem para você”.

As duas são frases absurdamente egocêntricas! Você já parou pra pensar com carinho nelas?

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A experiência profissional me torna mais consciente

Por Isaias Costa

Tentativa-e-Erro-Na-Construção-de-Um-Site-1

Lendo o maravilhoso livro do filósofo brasileiro Mario Sergio Cortella chamado “Por que fazemos o que fazemos?”, fiquei refletindo bastante num determinado trecho no qual ele falava sobre o quão é importante a experiência, em amplo sentido. E como ele sempre gosta de fazer, vai até as raízes das palavras para explicar. Transcrevo abaixo esse pequeno trecho para nossa reflexão.

************

Perire, em latim, significa “provar”, de onde vem a palavra “perigo”, mas também as palavras “aperitivo” e “experimentar”. Experire é “experimentar”, ou seja, “provar de fora”.

A minha experiência é quando eu provo de fora e olho aquilo. O perigo é aquilo que me prova. Por isso, eu me sei naquilo que saboreio.

Mario Sergio Cortella

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma prática de cura dos relacionamentos familiares

Por Isaias Costa

jamie-street-253819-1024x608

Eu conheci no final do ano passado um rapaz sensacional chamado João Vale Neto e fiquei encantado como alguém tão jovem tem tanta sabedoria. É nessa hora que vamos fortalecendo em nós a certeza de que maturidade nada tem a ver com idade. Existem jovens como ele que são infinitamente mais maduros do que idosos que não buscaram esse crescimento interior.

Li um lindo artigo escrito por ele e que foi publicado na Revista Bodisatva e me fez refletir sobre o importante tema do honrar os pais, que infelizmente não é bem compreendido, principalmente na sociedade ocidental.

Aproveito esse texto inclusive para explicar melhor algo que boa parte das pessoas não entende direito, que são as fases de desenvolvimento infantil, amplamente desenvolvidas nos livros do psicanalista Sigmund Freud. Tudo que aprendemos ao longo da infância está diretamente ligado aos nossos pais, ao que eles nos transmitiram muito mais pelo exemplo e pelo comportamento do que pelas palavras.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Sempre decida pelo desconhecido

Por Isaias Costa

pos-psicomotricidade

Eu sou fã de carteirinha do místico oriental Osho e sempre aprendo coisas novas com a leitura de seus livros e textos soltos pela internet.

Um pequeno texto me fez refletir bastante sobre a importância de sermos mais OUSADOS e CRIATIVOS, pois a vida é muito passageira para perdermos tempo fazendo sempre as mesmas coisas e sempre do mesmo jeito! Segue abaixo suas sábias palavras…

*******************

Somente o desconhecido deve ter uma atração para você porque você ainda não o viveu; você ainda não andou por esse território. Mova-se! Algo de novo pode acontecer por lá. 
Sempre decida pelo desconhecido, seja qual for o risco e você irá crescer continuamente.

Mas continue decidindo pelo conhecido e você fica se movendo repetidamente num círculo com o passado. Você prossegue repetindo-o; você se torna como um gravador gramofone. 
E decida. Quanto mais cedo você o fizer, melhor. Adiamento é simplesmente estupidez.

Amanhã você terá que decidir também, então porque não hoje? E você pensa que amanhã você será mais sábio do que hoje? Você acha que amanhã você estará mais vivo que hoje? Você acha que amanhã você estará mais jovem que hoje, mais renovado que hoje? 

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Para chegar à fonte é preciso nadar contra a corrente

Por Isaias Costa

00001V2circling-barracuda-papua-new-guinea-by-David-Doubilet

Esses dias li uma frase magnífica e extremamente profunda após ouvir um dos comentários do filósofo brasileiro Mario Sergio Cortella pela Rádio CBN. Era uma frase atribuída ao importante poeta polonês chamado Stanisław Jerzy Lec que falava sobre a necessidade de gastarmos uma maior quantidade de energia para solucionarmos as grandes dificuldades da vida.

A frase era a seguinte: “Para chegar à fonte é preciso nadar contra a corrente”.

Apenas 10 palavras, mas que carregam uma profundidade imensa de reflexões. Com essa frase o Jerzy Lec está querendo nos dizer que para se chegar à essa fonte, que é de onde surge a água que vai ganhando força à medida que desce até encontrar o mar, precisamos de um dispêndio bem maior de energia do que simplesmente se deixar levar pela correnteza, que sem esforço algum, nos levará até o mar.

Como eu sou um amante da Psicologia e da Psicanálise, pensei no quanto essa frase pode se aplicar ao surgimento das nossas neuroses, medos, traumas e doenças.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

As principais causas da procrastinação

Por Isaias Costa

amanha

A procrastinação é uma palavra complicada que está se tornando cada vez mais popular e, infelizmente, cada vez mais comum também.

Ela vem do latim pro (à frente) + cras (amanhã). Ou seja, procrastinar é deixar tudo pra depois. É o tal do “amanhã eu faço!”, “Deixa pra semana que vem…”, “Segunda-feira eu começo essa dieta…”.

Muitos não veem assim, mas a procrastinação é de fato uma doença emocional que tem diversas raízes. Venho através desse breve texto apontar as que considero as principais causas da procrastinação e garanto a você que vai valer a pena ler o texto até o final, pois talvez você se identifique com algum dos pontos ou até com todos eles! Vamos lá…

1. Medo das críticas

Analisando psicologicamente, a procrastinação começa lá na infância sabia disso? Quase sempre quem procrastina veio de uma família que fazia uma série de exigências na infância e queria que os filhos fizessem tudo de forma impecável. Foram colocados para serem adultos antes da hora. Foram deixando de experimentar o mundo através de brincadeiras, de joguinhos, onde a criatividade pudesse rolar solta.

Com esses registros vem esse famoso medo das críticas. Por ter sido muito criticado ou criticada na infância, a pessoa guarda tudo no subconsciente ou inconsciente e morre de medo de ser criticada novamente, relembrando todas essas vivências. Então para evitar isso nem mesmo chega a começar algo novo.

Pensa em mudar de emprego? Não tenta porque já pensa que não vai passar na entrevista.

Pensa em ter um relacionamento com mais dignidade? Não termina o atual porque pensa que será rejeitada por qualquer outro pretendente a namoro…

Pensa em fazer um novo curso? Não se matricula porque acha que não vai conseguir concluir, porque acha que as pessoas do convívio familiar não vão gostar, porque acha que não vai conseguir pagar as mensalidades etc. etc.

E a pessoa continua assim, só pensando e pensando mais ainda e nunca toma uma atitude concreta…

Sugestão de leitura => Como aprender a lidar com as críticas

2. Baixa autoestima

Esse ponto é fundamental. Sempre as pessoas que adiam compromissos e tarefas tem uma baixa autoestima, que certamente está ligada a educação repressora que tiveram. Está tudo inter-relacionado.

A pessoa tem medo de ser criticada, logo é sinal de que não se vê como uma pessoa com um alto grau de MERECIMENTO. Esse é um ponto chave! Todos nós só conseguimos realizar o que quisermos na vida se nos sentimos merecedores da vitória e das conquistas.

E merecimento só se conquista com muito trabalho, e acima de tudo, com muito AUTOCONHECIMENTO. Eu preciso saber quais são minhas aptidões e trabalhar em cima delas.

Eu por exemplo! Minhas maiores aptidões estão na área do ensino. Então o tempo todo procuro me especializar para dar aulas melhores, para melhorar minha comunicação, meus conhecimentos, minhas amizades e contatos profissionais etc.

Você, da mesma forma! Procure conhecer quais são suas potencialidades, para trabalhar em cima delas e assim, cada vez mais se sentir merecedor de grandes coisas! É somente dessa maneira que vamos ganhando autoestima e crescendo de verdade na vida.

Sugestão de leitura => Qual é a minha vocação?

3. Falta de foco

As pessoas que procrastinam perdem tempo demais com coisas que não vão contribuir em nada com a autorrealização e o sucesso nas empreitadas.

Esse vício, sim! Se trata de um verdadeiro vício! É preciso ser cortado e transformado o quanto antes. Um exemplo bastante enfático e atual de falta de foco sabe qual é? A INTERNET, principalmente através das redes sociais! Tem gente que perde horas no facebook ou conversando com os amigos pelo whatsapp.

Nessa brincadeira, passam-se horas, depois dias, depois semanas e no fim, as pessoas fazem tudo “nas coxas”, como se diz!

Pense em você e nas suas atividades! Quanto tempo do seu dia você perde com coisas que atrapalham o bom andamento do que você pretende fazer? Responder a essa pergunta com bastante sinceridade vai ser fundamental para você acabar de vez com a procrastinação.

4. Falta de organização e disciplina

Esse ponto está completamente atrelado ao 3º, porque se falta foco na sua vida, é porque você está desorganizado, principalmente no que se trata do nosso bem mais precioso, que se chama TEMPO.

Nosso tempo é limitado! Todos nós temos 24h por dia! Ninguém tem tempo a mais ou a menos. Já reparou nisso? Tanto aqueles que não fazem quase nada quanto aqueles que têm inúmeros projetos têm o mesmo tempo. O que diferencia quem realiza muito de quem quase não realiza? O FOCO, a DETERMINAÇÃO, a DISCIPLINA e a ORGANIZAÇÃO.

Sabe algo bem simples que já vai ajudar em mais de 50%? Uma AGENDA! Escreva no papel o que você pretende realizar! Você não faz ideia do que é colocar o que se pretende fazer no papel! Estudos científicos já foram feitos sobre isso. Quando você escreve algo, aquilo mexe direto com seu subconsciente, e a probabilidade de você dar prosseguimento é muito maior! Nada de colocar o celular pra alarmar viu? Desenvolva esse hábito de escrever no papel! Em pouco tempo você vai perceber a diferença.

5. Insegurança e dependência das outras pessoas

Esse é outro ponto bem comum! As pessoas que deixam tudo pra depois são dependentes emocionalmente de alguém. E só fazem as coisas se houver essa aprovação dessa pessoa ou dessas pessoas.

Qual é a causa primária disso? Obviamente a INSEGURANÇA, que gera a baixa AUTOCONFIANÇA.

Veja só como é interessante! A pessoa é insegura e não confia muito em si mesma. Qual é a energia que ela vai transmitir às outras pessoas? MEDO. Então, o que ela vai receber em troca? Uma série de NÃOS. É simples assim?

Você precisa confiar em você e na sua capacidade e em determinados casos, bater de frente mesmo com as pessoas queridas que convivem com você e que discordam em alguma coisa.

Pense dessa maneira: “Fazer tal coisa vai contribuir com a minha felicidade e autorrealização?” Se sim! Perfeito! Siga em frente! Mesmo que todos ao redor queiram lhe desmotivar ou desencorajar.

Acredite! Isso é muito mais comum do que se pensa. E uma das relações mais comuns em que acontece isso são nos CASAMENTOS.

A esposa quer fazer um curso novo e está super empolgada. O marido desaprova e inventa mil e um motivos para ela não fazê-lo.

O marido quer abrir um negócio próprio! A esposa diz que é um risco muito grande! Se não der certo, como é que vão pagar a escola das crianças?…

Se fosse dar todos os exemplos possíveis, esse texto viraria um catálogo…

6. Perfeccionismo

Esse ponto é a “pedra no sapato” de milhares, milhões de pessoas! Exatamente porque elas têm um imenso medo das críticas. Elas querem fazer tudo de maneira impecável. E ficam pensando assim: “Só vou fazer tal coisa quando não tiver mais nenhum margem de erro…”.

Então quando é que a pessoa com esse perfil começa e realiza? NUNCA. Porque nunca vai existir nada que seja perfeito! Repito: NUNCA.

Esse texto, por exemplo. Se pensasse assim: “Eu só vou publicar esse texto quando perceber que ele não tem mais nenhum erro de gramática…”. Já pensou? Ele ficaria só no pensamento pra sempre! Se mandasse esse texto para um gramático, eu ia ser sabatinado por ele! kkkkkkkk

Esse é o mal do perfeccionismo!

Quer fazer algo? FAÇA. Hoje em dia tem até uma frase que virou cliquê, mas acho linda: VAI LÁ E FAZ.

Deseja algo? VÁ LÁ E FAÇA. Do jeito que der e com os recursos que você possui nesse momento. Com o passar o tempo você poderá aperfeiçoar aquilo que já começou.

Você já reparou que quase tudo que prospera começou pequeno? Pode observar as grandes empresas e grandes restaurantes! Nem preciso me aprofundar nisso porque você sabe que é verdade!

Sugestão de leitura => As pessoas mais racionais tem medo da crítica

************

Enfim! Eu apontei nesse texto os pontos que considero serem os principais que geram a procrastinação. Certamente existem outros, mas eles derivam desses que coloquei aqui.

Coloque todas essas dicas na sua vida e você se perceberá dando grandes saltos de qualidade!

Paz e luz…

 

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized