Arquivo da tag: Pensamento

A melhor forma de ouvir um não

Por Isaias Costa

Cabeça erguida

Um dos programas de radio que escuto com mais assiduidade se chama “O sucesso é ser feliz”, na Radio Mundial de São Paulo, com o grande escritor e palestrante Roberto Shinyashiki.

Em um programa recente ele falou uma frase que achei bárbara. Essa frase, se bem acolhida, pode lhe ajudar a ter mais coragem, determinação e, acima de tudo, desenvolver mais a RESILIÊNCIA, que considero uma das virtudes mais importantes a serem integradas ao nosso ser. Se quiser ouvir esse programa basta clicar [aqui].

Enfim! A frase que ele disse foi a seguinte.

“É muito melhor ouvir um não diretamente no seu ouvido do que ouvir um não no cérebro”.

Roberto Shinyashiki

=> Clique aqui para ler o texto completo

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Ler muito é um dos caminhos para a originalidade

Por Isaias Costa

Cortella

Há poucos dias recebi um comentário de um leitor e que me deixou encafifado. Ele estava criticando o filósofo Mario Sergio Cortella porque nas suas falas ele cita um montão de filósofos e escritores da literatura brasileira e mundial. E nessa crítica ele disse que o Cortella é “mais do mesmo”, não traz nada de novo em suas reflexões!

Nossa! Tive que responder esse comentário discordando veementemente de sua visão, porque a realidade é exatamente o contrário do que ele disse. O Cortella é um homem que dedicou toda a sua vida aos estudos e pesquisas em Educação. Sua obra é um bálsamo de cultura e, como gosto de comentar de vez em quando, ele se apoiou nos ombros de gigantes.

Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

O afeto conduz a alma como os pés conduzem o corpo

Por Isaias Costa

55d39aa59426f3.3268195755d39aa5810db0.90576707

Esses dias, em meio a diversas leituras, eu me deparei com uma frase absolutamente maravilhosa atribuída a Santa Catarina de Siena, filósofa escolástica e teóloga do século XIV. Apesar de curta, ela pode nos levar a reflexões profundas.

Sua frase dizia o seguinte: “O afeto conduz a alma como os pés conduzem o corpo”.

Eu me senti muito tocado ao ler isso, o que me inspirou a escrever esse texto que você lê agora.

Não precisa acreditar em Deus ou ser religioso para compreender a verdade contida nessa frase. Inclusive, posso falar isso com tranquilidade, pois venho estudando Filosofia com bastante afinco e muitos teóricos falam sobre a alma sem uma conotação religiosa, entre eles o mestre Platão por exemplo.

Catarina cita o verbo conduzir, que encaixa perfeitamente na ideia que ela quis transmitir. Conduzir está ligado a sair de um ponto A em direção a um ponto B. Ou seja, está ligado a MOVIMENTO, a FLUXO, e obviamente, às MUDANÇAS.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Estamos condenados a sermos livres?

Por Isaias Costa

00000609

Uma das palavras que mais recebem definições diversas é LIBERDADE. Se for perguntado a cada pessoa o que ela pensa sobre a liberdade, teremos inúmeras respostas diferentes. Eu mesmo, a cada vez que tento responder o que vem a ser liberdade, falo ou escrevo de uma maneira diferente. Já escrevi diversos textos falando sobre ela, mas agora estou utilizando outras palavras e pensamentos.

Existe uma frase atribuída ao filósofo Jean-Paul Sartre que se tornou famosa. Ela diz o seguinte:

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Teoria ou prática? Com o que eu mais me identifico?  

Por Isaias Costa

Teoria ou prática

Na semana em que escrevo e publico esse texto atendi em consultório psicanalítico uma paciente que chegou triste, calada e cabisbaixa. Com apenas 22 anos, dizia estar sentindo muita angústia, ansiedade, insônia e tristeza.

Ao contrário do que muitos pensam sem analisar, ela não está depressiva, ela está confusa a respeito das suas escolhas e caminhos seguidos ao longo da vida.

A sessão foi muito proveitosa, pois expliquei pra ela que o sentimento de angústia cresce dentro da gente quando não temos muito forte dentro de nós qual é o nosso propósito.

Eu fiz questão de escrever esse texto a partir dessa vivência porque sei que muitos leitores vão se identificar com as ideias aqui transmitidas.

Como eu sou um apaixonado pela etimologia, ou seja, as raízes das palavras. Farei uma breve reflexão me baseando numa palavra linda e que poucas pessoas a conhecem em sua raiz. Trata-se da palavra TEORIA. Ela deriva de thea (uma vista) e horon (olhar).

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Já não sou mais quem era antes

Por Isaias Costa

00-54-696x365

 

É interessante em alguns momentos fazermos uma espécie de retrospectiva da nossa vida como o todo, pois nesse exercício podemos ter uma noção mais clara de como estão se dando as nossas mudanças e evoluções ao longo dos anos.

Estou publicando esse texto exatamente na data em que completo mais um ano de vida (30/04/18). É bem comum nos pegarmos refletindo sobre os caminhos trilhados na data do nosso aniversário. E não sei se foi coincidência, mas acabei me deparando com algumas lindas palavras do genial escritor Millôr Fernandes, falecido em 2012. Palavras extraídas do “Livro vermelho dos pensamentos de Millôr” e que me inspiraram a escrever esse texto que você lê agora.

Continuar lendo

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Não seja uma pessoa prolixa

Por Isaias Costa

comportamento_capa

Esses dias li uma frase magnífica atribuída ao escritor francês do século XVII La Rochefoucauld que falava sobre o poder que os espíritos evoluídos têm de transmitir grandes ideias em poucas palavras. Segue abaixo suas palavras:

*******

“Como é característico dos grandes espíritos fazerem entender em poucas palavras muitas coisas, os pequenos espíritos, pelo contrário, têm o dom de muito falar e nada dizer.”

La Rochefoucauld

*******

Esse é um tema que até esse momento não me ative, a PROLIXIDADE. Ser prolixo é uma característica que algumas pessoas têm e que as tornam muito chatas. Inclusive a própria palavra “chato” não é bem entendida pela maioria das pessoas…

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Vale a pena se apoiar nos ombros de gigantes?

Por Isaias Costa

Existe uma linda frase atribuída ao grande cientista Isaac Newton que diz o seguinte: “Se cheguei até aqui foi porque me apoiei nos ombros de gigantes”. Essa é uma frase que inclusive repliquei em vários textos de minha autoria.

isaac_newton_se_cheguei_ate_aqui_foi_porque_me_apoiei_n_l33m6mw

Porém, hoje venho me questionar e acima de tudo, questionar a você que me lê: “Vale a pena se apoiar nos ombros de gigantes?”. Em um primeiro momento essa parece ser uma pergunta meio maluca, do tipo que se responde: “Mas é óbvio que sim…”. Será que é tão óbvio?

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O Quê São Virtudes?

Por Juan O’Keeffe

Virtude da Prudência – Gaetano Susali – Veneza
Foto por Wolfgang Moroder

Olá,

Que bom que você está aqui.

Um tópico que me interessa bastante e pretendo explorar aqui no blog ao longo do tempo é o cultivo à virtudes. Mas antes de entrar no detalhamento a fundo de cada uma das virtudes do ser humano, achei por bem primeiro escrever este artigo base apresentando o significado de virtude e quais os seus tipos.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Olhe de novo para ver o que não foi visto

Por Isaias Costa

banhistas-na-grenouilliere

Obra “Banhistas na Grenouillière” de Monet

Um tema interessantíssimo voltado acima de tudo para o campo das ARTES, mas que certamente pode ser levado para todos os campos da vida é a PERCEPÇÃO, tema que abordei poucas vezes aqui no blog.

Percepção é a capacidade de aprender através dos nossos cinco sentidos (ou seriam mais?…). O que me inspirou a escrever esse texto foram algumas palavras do grande escritor português José Saramago. Leia com bastante atenção…

*********

“A viagem não acaba nunca. Só os viajantes acabam. E mesmo estes podem prolongar-se em memória, em lembrança, em narrativa. Quando o visitante sentou na areia da praia e disse: “Não há mais o que ver”, saiba que não era assim. O fim de uma viagem é apenas o começo de outra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na primavera o que se vira no verão, ver de dia o que se viu de noite, com o sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre. O viajante volta já.”

José Saramago

=> Clique aqui para ler o texto completo 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized