Arquivo da tag: relacionamentos

Uma analogia entre a Física Básica e os relacionamentos

Por Isaias Costa

einstein-educacao-696x435

Eu sempre gostei das conhecidas piadas de nerd e fiquei refletindo psicologicamente a partir de uma das minhas favoritas e acabei tendo uma inspiração bacana para escrever esse texto que você lê agora.

A piada conta de um jovem triste que procura o físico Albert Einstein querendo um conselho sobre o seu namoro que estava por um fio.

Ele chega para o físico dizendo:

– Senhor Einstein, preciso de um conselho seu. A minha namorada me pediu um tempo e falou que precisava de mais espaço. O que eu faço?

– Acho que ela está querendo calcular a velocidade!

Continuar lendo

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

No futuro só existirão solteiros e bem casados

Por Isaias Costa

ser-solteiro-e-opcao-e-nao-falta-dela

Li esses dias algumas palavras sábias e certeiras do querido psiquiatra Flavio Gikovate a respeito do futuro dos relacionamentos não só no Brasil, mas no mundo todo. Farei uma breve reflexão a partir delas. Confira!

******

Numa relação respeitosa não há lugar para as “brigas normais dos casais”. Amor é paz, aconchego e companheirismo. Do contrário, é melhor ficar sozinho. A qualidade de vida dos solteiros está cada vez melhor, de modo que se transforma automaticamente numa “nota de corte” para os relacionamentos: tudo o que for pior do que viver só irá desaparecer. No futuro só existirão solteiros e bem casados!

Flavio Gikovate

******

Deixo claro que ele tinha essa noção para um futuro bem, bem distante. Provavelmente nem eu nem você que me lê agora veremos essa realidade na grande massa da população. No entanto, é um fato estarmos caminhando lentamente nessa direção.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O exibicionismo, as selfies e a felicidade ilusória

Por Isaias Costa

vicio-em-selfies-e-reconhecido-por-medicos-como-transtorno-mental

Este é o primeiro texto que estou publicando em 2019, e pensei num tema sensacional para começarmos nossas reflexões. O exibicionismo! O que me inspirou a escrever foram algumas sábias palavras do monge rosacruz Caciano Camilo Compostela. Confira!

********

“Não é porque você está calado, sozinho, distante dos círculos de festivas risadas e bebidas ao som de ritmos dançantes que és uma pessoa triste! Veja bem, não é porque te recusas a entrar na competição por grifes, modas e selfies, babando pelos mais caros carros ou o mais novo lançamento de smartphone que estais fracassado. Note que se não dás a mínima por parecer mais feliz do que és é porque, talvez, o seja mais do que parece.”

Caciano Camilo Compostela

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Excesso de ordem ou de caos não nos faz bem

Por Isaias Costa

Butterfly_effect_Wallpaper__yvt2

Estava ouvindo o quadro Revista CBN com a Petria Chaves e fiquei muito reflexivo ao ouvir uma entrevista que ela fez ao Prof. Silvio Anaz, que é Doutor em Comunicação pela PUC-SP. [Link aqui].

O foco da entrevista era falar sobre ordem e caos não apenas na sociedade, mas como algo que faz parte da história da humanidade. Logo no início da entrevista o Silvio contou um pouco desse processo histórico e até comentou um pouco sobre a Mitologia Grega.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Um caso de amor com o celular

Por Isaias Costa

Um caso de amor com o celular

Há poucos dias ouvi uma entrevista muito interessante com a jornalista e escritora Leila Ferreira na qual ela falava sobre “A arte de ser leve”, temática de um dos seus livros mais vendidos.

Num determinado trecho da entrevista ela falou algo que me chamou bastante atenção. Ela conta sobre a pesquisa de um dinamarquês que estuda o cérebro e que citou nesse livro.

Nessa pesquisa ele fez um mapeamento do cérebro de diversas pessoas e constatou que a relação com o celular é algo muito, mas muito superior a um vício. Ele percebeu que quando o celular tocava, a região do cérebro que era ativada era a ligada ao campo das emoções fortes de reencontro com pessoas amadas. Tipo aquela alegria de rever um amigo que não vê há anos ou a alegria de rever o namorado ou a namorada depois de uma viagem por conta do trabalho!

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A melhor forma de ouvir um não

Por Isaias Costa

Cabeça erguida

Um dos programas de radio que escuto com mais assiduidade se chama “O sucesso é ser feliz”, na Radio Mundial de São Paulo, com o grande escritor e palestrante Roberto Shinyashiki.

Em um programa recente ele falou uma frase que achei bárbara. Essa frase, se bem acolhida, pode lhe ajudar a ter mais coragem, determinação e, acima de tudo, desenvolver mais a RESILIÊNCIA, que considero uma das virtudes mais importantes a serem integradas ao nosso ser. Se quiser ouvir esse programa basta clicar [aqui].

Enfim! A frase que ele disse foi a seguinte.

“É muito melhor ouvir um não diretamente no seu ouvido do que ouvir um não no cérebro”.

Roberto Shinyashiki

=> Clique aqui para ler o texto completo

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

A gratidão pelos ciclos encerrados

Por Isaias Costa

Término de relacionamento

Esses dias li um artigo lindíssimo, daqueles que arranca lágrimas das pessoas mais sensíveis. Era um texto intitulado “Uma fábrica no deserto”, do site Yoskhaz. Entre as diversas reflexões e insights transmitidos nele, o que me tocou mais profundamente tem relação com os ciclos da nossa vida, que alternam entre alegrias, tristezas, depois novas alegrias e tristezas…

Leia com bastante atenção esses dois trechos que me inspiraram a escrever o texto que você lê agora!

******

1º Trecho

Por que não esquecer os momentos tristes? Eu queria saber. O ancião seguiu a explicação: “Porque não o esquecemos nunca. Pode-se ficar um tempo sem lembrar, então, inesperadamente, eles nos tomam de assalto. Não é assim?” Balancei a cabeça concordando. Uma lágrima escorreu em minha face. Ele aprofundou: “Todas as situações complicadas que passamos na vida tem uma razão de existir. Claro que naquele momento temos uma enorme dificuldade em entender. Mas os dedos do universo são longos e somente mais à frente iremos compreender para, então, agradecer…

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O afeto conduz a alma como os pés conduzem o corpo

Por Isaias Costa

55d39aa59426f3.3268195755d39aa5810db0.90576707

Esses dias, em meio a diversas leituras, eu me deparei com uma frase absolutamente maravilhosa atribuída a Santa Catarina de Siena, filósofa escolástica e teóloga do século XIV. Apesar de curta, ela pode nos levar a reflexões profundas.

Sua frase dizia o seguinte: “O afeto conduz a alma como os pés conduzem o corpo”.

Eu me senti muito tocado ao ler isso, o que me inspirou a escrever esse texto que você lê agora.

Não precisa acreditar em Deus ou ser religioso para compreender a verdade contida nessa frase. Inclusive, posso falar isso com tranquilidade, pois venho estudando Filosofia com bastante afinco e muitos teóricos falam sobre a alma sem uma conotação religiosa, entre eles o mestre Platão por exemplo.

Catarina cita o verbo conduzir, que encaixa perfeitamente na ideia que ela quis transmitir. Conduzir está ligado a sair de um ponto A em direção a um ponto B. Ou seja, está ligado a MOVIMENTO, a FLUXO, e obviamente, às MUDANÇAS.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Não vou me adaptar ao mundo como está agora

Por Isaias Costa

20130802154744_660_420

Sempre que leio os livros do professor e filósofo Mario Sergio Cortella, aprendo muito com sua forma simples e profunda de abordar os mais diversos temas. Estava lendo o livro “Educação, convivência e ética”, e um trecho em especial me fez refletir bastante com relação ao nosso país e também o mundo na atualidade.

*******

“Há uma diferença entre adaptação e integração. Não somos um animal de adaptação, mas de integração. Quando alguém se adapta a uma situação, é por ela absorvido. Quando alguém se integra, passa a fazer parte. Quan­do adaptado, é parte, tem uma postura passiva. Quando integra­do, faz parte, a postura é ativa.”

Mario Sergio Cortella

=> Clique aqui para ler o texto completo

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Olhe de novo para ver o que não foi visto

Por Isaias Costa

banhistas-na-grenouilliere

Obra “Banhistas na Grenouillière” de Monet

Um tema interessantíssimo voltado acima de tudo para o campo das ARTES, mas que certamente pode ser levado para todos os campos da vida é a PERCEPÇÃO, tema que abordei poucas vezes aqui no blog.

Percepção é a capacidade de aprender através dos nossos cinco sentidos (ou seriam mais?…). O que me inspirou a escrever esse texto foram algumas palavras do grande escritor português José Saramago. Leia com bastante atenção…

*********

“A viagem não acaba nunca. Só os viajantes acabam. E mesmo estes podem prolongar-se em memória, em lembrança, em narrativa. Quando o visitante sentou na areia da praia e disse: “Não há mais o que ver”, saiba que não era assim. O fim de uma viagem é apenas o começo de outra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na primavera o que se vira no verão, ver de dia o que se viu de noite, com o sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre. O viajante volta já.”

José Saramago

=> Clique aqui para ler o texto completo 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized