Arquivo da tag: Rubem Alves

Para que serve a escola?

Por Isaias Costa

Merlí grande professor

Série “Merlí”

A maior parte de nós brasileiros passa no mínimo 14 anos da vida dentro da escola até concluir o ensino médio. Isso sem contar com as milhares, talvez até milhões de pessoas, que adentram nos cursos superiores e ficam mais 4, 5 ou mais anos estudando.

Tem algumas perguntas que chegam a parecer hilárias, porque aparentemente são simples, mas nem um pouco simples de responder. Essas aqui:

O que é a escola? Para que ela serve?

Nessa hora talvez você me contraponha dizendo: “Essas perguntas são muito simples Isaias! A escola é o local onde as crianças e adolescentes vão para estudar a aprender uma série de conteúdos que elas podem precisar ao longo da vida…”.

Será? Será que é simples assim?

Como eu amo conhecer as raízes das palavras, vou aprofundar essa questão a partir das palavras do filósofo e escritor Mario Sergio Cortella, extraídas do seu livro “A escola e o conhecimento – fundamentos epistemológicos e políticos”, um dos seus livros mais antigos, datado de 1998.

=> Clique aqui para  ler o texto completo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Só seremos felizes quando todos nós formos como jardins

Por Isaias Costa

Keukenhof Gardens - Holanda

Jardim Keukenhof Gardens na Holanda

Eu amo ler as crônicas do mestre Rubem Alves e me encanto com a poesia contida nas suas palavras e reflexões. Muitos não sabem, mas ele era um excelente jardineiro, só não transformou isso em um ofício empregatício. Cultivava plantas diversas no jardim que havia em sua casa.

Na sua crônica “O jardim”, ele explora a beleza imensa contida nos jardins e farei uma reflexão bem existencialista a partir delas. Se prepare para uma bela viagem…

*********

Jardim é paraíso. E paraíso é felicidade. Plantar um jardim é afirmar a confiança de que estamos destinados à felicidade. Pois é isso que significa jardim, que nada mais é que uma tradução do paradisus latino e do paradeisos grego. Palavras que, por sua vez, se derivam do pérsico antigo pairadeiza, que quer dizer “espaço interno fechado”.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Cada um evolui no seu tempo

Por Isaias Costa

transi1

Um dos assuntos que mais gosto de estudar e conhecer são as Leis Universais. Sempre digo que quanto mais compreendemos essas leis, melhor vai se tornando a nossa vida. O mestre Buda sempre dizia em seus sermões que a causa de todo o nosso sofrimento é o APEGO, de todas as naturezas: ao dinheiro, à profissão, aos pais, ao esposo(a), à fama, ao status etc.

Quem quiser se tornar mais sábio e feliz precisa aprender a desapegar de tudo isso, através do amor profundo, o que não é nada fácil e principalmente, cada um aprende ao seu modo e no seu tempo. Quero refletir um pouco sobre isso com você a partir das belas palavras extraídas do texto “Amor não é troca”, do lindo site Yoskhaz.

**************

“A Lei da Evolução é inexorável e fará com que todos cheguem ao destino. No entanto, cada qual viajará na exata velocidade da expansão do seu nível de consciência, que se modificará, seja por gosto ou imposição. Ninguém ficará para trás, mas nem todos estarão no mesmo passo. Então, algumas separações serão inevitáveis. É preciso entender que o processo evolutivo, embora desenvolvido através do convívio social, com suas dores e delícias, onde aprendemos com uns e ensinamos a outros, é individual e intransferível. Isto explica o erro de desejar manter alguém ao nosso lado a qualquer custo ou mesmo o sofrimento ao ver o outro partir…

=> Clique aqui para ler o texto completo

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Às vezes não dizer nada já diz tudo

Por Isaias Costa

f088f-e-inutil-querer-agradar-a-todos-capa-e-dentro

Praticamente todos os dias eu me lembro de uma das mais célebres frases atribuída ao grande Leonardo da Vinci que diz assim: “A simplicidade é o último grau de sofisticação”. Você sabia que quando ele disse essa frase não estava se referindo apenas ao que fosse operacional e prático? Ele estava se referindo, talvez, acima de tudo, ao nosso comportamento, à postura das pessoas sábias. Quanto mais sábia é uma pessoa, mais simples ela é, e opta por fazer tudo de um jeito que não traga estresse, dificuldades, não gere conflitos, mágoas ou ressentimentos com ninguém.

Esses dias eu estava refletindo sobre um comportamento que está presente em 100% das pessoas, em maior ou menor grau, que são as JUSTIFICATIVAS para aquilo que fazem ou que deixam de fazer. Um dos aprendizados bem difíceis na vida e as pessoas simples são nossas maiores professoras é o dizer NÃO na hora certa, pra pessoa certa e do jeito certo.

=> Clique aqui para lero texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A genialidade está ligada ao encantamento

Por Isaias Costa

mural-eduardo-kobra-einstein-bicicleta-genial-eh-andar-de-bike-fb-h-Foto-Divulgacao

Em minha opinião, um dos grandes gênios do século XX que está cada vez mais imortalizando a sua obra é o místico oriental Osho, que sempre me inspira não só a escrever, mas a fazer a minha vida se tornar mais rica internamente, mais leve, pura e essencial.

Quero falar sobre o tema da genialidade a partir da sua visão, extraída do belíssimo livro “Inocência, conhecimento e encantamento”. Esse texto certamente fará você refletir sobre como tem olhado a sua vida e como tem decidido vivê-la! Vamos as suas palavras…

************

As últimas palavras de Einstein foram: “Estive pensando durante toda a minha vida que iria desmistificar o universo. Mas o que aconteceu foi justamente o contrário. Quanto mais eu penetrei na existência, mais o mistério se aprofundou. Estou morrendo repleto de assombro, estou morrendo assombrado”. Mas isso é raro; esta é a qualidade de um gênio. O gênio é aquele que não permite que a sociedade o transforme em um robô; essa é a minha definição de um gênio.  – Osho

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Por que eu não gosto de tirar fotos?

Por Isaias Costa

19jul2013---depois-da-polemica-em-torno-de-seu-cabelo-marina-ruy-barbosa-vai-a-praia-sozinha-e-tira-fotos-fazendo-biquinho-1374264767952_956x500

Quero, antes de mais nada, deixar esclarecido que não estou criticando os fotógrafos nem nada do gênero ok? Até porque tenho amigos incríveis que são fotógrafos por profissão e eu os admiro imensamente.

Esse é um texto que já há um bom tempo eu queria escrever, mas não vinha a devida inspiração. Ela chegou hoje ao ler uma linda crônica do mestre Rubem Alves do seu lindo livro intitulado “O amor que acende a lua”.

Muita gente me pergunta sobre o porquê de eu não gostar de tirar fotos minhas, e venho a partir das palavras do Rubem explicar o motivo. Confira…

************

Há algo trágico no poema de Cassiano Ricardo.

Por que tenho saudade

de você, no retrato,

ainda que o mais recente?

E por que um simples retrato,

mais que você, me comove,

se você mesma está presente?

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A metáfora das Cisternas e Fontes

Por Isaias Costa

cisternas-1

Eu sou fã de carteirinha do mestre Rubem Alves e ler os seus livros tem me ajudado a ser um professor melhor e um ser humano melhor. A forma simples que ele conseguia transmitir grandes ensinamentos me encanta e faz perceber que a famosa frase do Leonardo da Vinci é a mais pura verdade: “A simplicidade é o último grau de sofisticação”.

Li um texto no qual ele falava sobre as pessoas cisternas e as pessoas fontes. Confira!

******************

William Blake foi um poeta inglês a quem aconteciam aforismos. Disse «aconteciam» porque aforismos são como relâmpagos. Acontecem. Iluminam repentinamente o céu vindos não se sabe donde. Como os relâmpagos, com um poder para rachar rochas. Hoje um dos seus relâmpagos aconteceu: «As cisternas contêm; as fontes transbordam.»

«Cisternas» são buracos que se fazem na terra para guardar a água da chuva. São muito úteis em regiões áridas onde a chuva é rara e os rios não correm.

A água que a cisterna contém não brota dela. É um outro que a põe lá.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Os 5 pilares de uma educação permanente

Por Isaias Costa

maxresdefault

Moacir Gadotti

Sendo professor, eu procuro o tempo todo estudar novas metodologias de ensino, procuro me reciclar, levar para a sala de aula algo que estimule os alunos e os façam criar o gosto pelos estudos.

A verdadeira educação é PERMANENTE, ou seja, não é possível você dizer que já aprendeu tudo, que algo não pode ser aprimorado etc. Para quem tem esse tipo de pensamento, o que digo é curto e direto: não siga na Educação, este não é o seu lugar.

Mas levando para os outros ramos profissionais, hoje em dia tudo passou a ser educação permanente. Nós temos essa falsa impressão de que educação se resume aos colégios, faculdades ou cursos! Nada disso! Tudo o que desempenhamos tem a educação e o aprendizado no meio. Portanto! Deixo claro que esse texto serve para todos, todos nós ok?

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

DRs são exercícios de autopercepção

Por Isaias Costa

DRs

Estava lendo as palavras da querida terapeuta Gisela Vallin no facebook e fiquei refletindo sobre um tema que muita gente não quer nem chegar perto, as “DRs” (discutir a relação).

Existem DRs não apenas em relacionamentos amorosos, mas em relacionamentos entre amigos, entre colegas de trabalho, e na família. Por isso esse é um texto que serve para todos, todos nós!

Compartilho abaixo suas palavras e em seguida farei uma breve reflexão sobre elas.

******************

Muitas vezes, entendemos que ser a gente mesmo nas relações é dizer: “Sou assim como sou, dane-se, goste de mim quem quiser, não me interessa a opinião de ninguém.”

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Da alegria ninguém se aposenta

Por Isaias Costa

825258_187714

Eu sou fascinado pelos escritos do mestre Rubem Alves. Sempre que leio seus livros, acabo me inspirando a escrever.

No momento em que escrevo esse texto, estou me deleitando com a leitura do seu livro intitulado “A alegria de ensinar” e uma de suas crônicas chamada “Ensinar a alegria” me inspirou a falar sobre a alegria e o quanto ela está conectada com a nossa VOCAÇÃO.

Abaixo transcrevo o trecho da crônica que mais gostei. Leia com bastante atenção!

***************

Reli, faz poucos dias, o livro de Hermann Hesse, O Jogo das Contas de Vidro. Bem ao final, à guisa de conclusão e resumo da estória, está este poeminha de Rückert:

Nossos dias são preciosos

mas com alegria os vemos passando

se no seu lugar encontramos

uma coisa mais preciosa crescendo:

uma planta rara e exótica,

deleite de um coração jardineiro,

uma criança que estamos ensinando,

um livrinho que estamos escrevendo.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized