Arquivo da tag: sonhos

Pessoas âncoras

Por Isaias Costa

51757412-letting-go-psychology-concept-as-a-heavy-anchor-transforming-stock-photo

Outro dia li algumas lindas palavras do escritor Fábio Figueiredo que me fizeram refletir sobre as chamadas “pessoas âncoras”, que existem em uma quantidade muito maior do que se pensa! Vamos a elas?

************

“Há pessoas que são verdadeiras âncoras. Podem estar a seu lado, vestidas familiares, ‘amigos’, chefes, enfim pode ser qualquer uma de seu relacionamento. Cuidado, pois se você não perceber, fica ancorado junto ou simplesmente afunda, atola, encalha. O pior de tudo é quando você sabe, mas não faz nada para se soltar. Âncoras existem em todos os lugares, atenção e veja o que te amarra e não te faz navegar. Aliás, verifique se você mesmo não é uma. Desate os nós de si mesmo ou de outrem e parta.”

Fábio Figueiredo

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A fonte da juventude

Por Isaias Costa

lya-luft-696x421

Lya Luft e seus muitos livros…

É com grande alegria que apresento aos leitores o meu primeiro texto inspirado nas palavras da querida professora e escritora Lya Luft. Falarei um pouquinho sobre o que ela considera ser a FONTE DA JUVENTUDE, o que concordo plenamente! Veja só!

*****************

“A fonte da juventude chama-se mudança. De fato, quem é escravo da repetição está condenado a virar cadáver antes da hora. A única maneira de ser idoso sem envelhecer é não se opor a novos comportamentos, é ter disposição para guinadas. Toda mudança cobra um alto preço emocional. Antes de se tomar uma decisão difícil, e durante a tomada, chora-se muito, os questionamentos são inúmeros, a vida se desestabiliza. Mas então chega o depois, a coisa feita, e aí a recompensa fica escancarada na face. Mudanças fazem milagres por nossos olhos, e é no olhar que se percebe a tal juventude eterna. Um olhar opaco pode ser puxado e repuxado por um cirurgião a ponto de as rugas sumirem, só que continuará opaco porque não existe plástica que resgate seu brilho. Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente optou por levar.”

Lya Luft 

******************

De fato, a fonte da juventude se chama MUDANÇA. Quando você começa a achar que a vida está monótona, que não tem mais nada para ser feito, que já cumpriu tudo que tinha que cumprir, que todos os dias são os mesmos… Vixe! Você está decretando que está morrendo, que está perdendo o encanto pela vida.

Em cada momento, em cada minuto existe algo novo, existe um novo ar, uma nova esperança e novas experiências para serem vividas. Porém, é preciso que nós estejamos dispostos a isso, é preciso cultivarmos dentro de nós a CURIOSIDADE, a vontade de APRENDER COISAS NOVAS ou mesmo de APRIMORAR o que já sabemos fazer bem!

Eu, por exemplo, já li até esse momento algo em torno de uns 1000 livros e sinto que uma vida com uns 100 anos não serão suficientes para ler todos os livros que tenho vontade de ainda ler. Esse tipo de pensamento é o que faz a vida seguir com JOVIALIDADE. Fico feliz que bem cedo eu aprendi isso.

Procure fazer esse exercício hoje! Pense em algo que você gosta e que sabe que mesmo com décadas a fio, você não conseguirá concluir porque não dá tempo! Esse é um dos ingredientes dessa fonte da juventude. Pense um pouquinho sobre isso OK?

Eu gosto muito de conhecer as raízes das palavras, e uma bem interessante é CURIOSIDADE. Ela tem a mesma raiz da palavra CURA, que significa “cuidado”, “cultivo”. Ou seja, se eu tenho em mim curiosidade, eu me curo da MESMICE, tenho cuidado com o meu TEMPO, cultivo coisas boas e por conta disso acabo vivendo muito mais! Não é incrível?

Enfim! Guarde essas palavras: A CURIOSIDADE É A CURA PARA A MESMICE.

Quando você tem curiosidade, naturalmente se abre para as MUDANÇAS que a vida oferece o tempo todo e deixa o seu olhar sempre vivo e brilhante, como tão bem a Lya coloca: “Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente optou por levar.”

Que vida você optou por levar? Essa é uma pergunta bem profunda que lanço hoje! Pense um pouquinho sobre ela e saiba que uma escolha feita com amor, de coração, desejando crescer, aprender mais, amadurecer, certamente será a escolha que lhe proporcionará viver mais e melhor, cultivando a saúde, como falei no outro parágrafo.

Enfim! Esse pequeno texto foi escrito para lhe motivar a alimentar essa FONTE DA JUVENTUDE através de novos aprendizados, vivências, de abertura para o desconhecido… Tudo isso lhe ajudará a viver bastante, com jovialidade, saúde e brilho no olhar…

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

As variedades de situações enriquecem a nossa vida

Por Isaias Costa

presente-passado-futuro

Outro dia li uma frase fabulosa atribuída ao geógrafo, naturalista e explorador alemãoAlexander von Humboldt que me fez refletir bastante, ela dizia o seguinte:

“Para que o humano se enriqueça, se consolide e se aperfeiçoe é necessário que exista a variedade de situações”

Alexander von Humboldt

Apesar de curta, essa frase pode nos levar a grandes reflexões. Vou falar nesse texto a partir da minha própria experiência e da observação de pessoas que fazem parte da minha vida.

O nosso aperfeiçoamento está diretamente relacionado com as experiências de vida, e quanto mais diversificadas elas são, mais nós desenvolvemos o que chamo de RECURSOS, e esses recursos são na realidade, ferramentas de desenvolvimento das diversas inteligências que temos em nós como inteligência física, emocional, lógica, relacional, musical, expressiva, espiritual e por aí vai…

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O que eu penso sobre aposentadoria?

Por Isaias Costa

rubem-alves-morreu

Estou escrevendo esse texto no dia em que se faz memória ao falecimento de um senhor que admiro do fundo do meu coração e que me inspira demais a escrever. É claro que estou falando dele, o mestre RUBEM ALVES.

Ele faleceu no dia 19/07/2014 deixando um imenso legado de sabedoria para a humanidade. Assim como ele, a cada novo texto que escrevo, também estou deixando o meu legado para as pessoas. Ler as palavras do Rubem me motiva a continuar sempre escrevendo.

Em homenagem a ele, tratarei nesse texto de um tema que ele sempre falava, mas até este momento, nunca escrevi com mais detalhes, a APOSENTADORIA. Eu penso sobre a aposentadoria da mesma forma que ele, e para embasar as ideias, nada melhor do que as palavras do próprio Rubem não é mesmo?

“Imagino que o poeta jamais pensaria em se aposentar. Pois quem deseja se aposentar daquilo que lhe traz alegria? Da alegria não se aposenta… Algumas páginas antes o herói da estória havia declarado que, ao final de sua longa caminhada pelas coisas mais altas do espírito, dentre as quais se destacava a familiaridade com a sublime beleza da música e da literatura, descobria que ensinar era algo que lhe dava prazer igual, e que o prazer era tanto maior quanto mais jovens e mais livres das deformações da deseducação fossem os estudantes.”

Fonte: A alegria de ensinar

Essas são palavras lindas e inspiradoras. Minhas maiores vocações são o ENSINO e a ESCRITA. São duas coisas que amo e que me dá uma imensa alegria.

Quando alguém fala comigo sobre aposentadoria sempre brinco que vou me aposentar quando tiver uns 100 anos, porque eu sinto tanta alegria em ensinar e escrever que não me vejo longe disso no período da velhice. E esse texto é uma motivação para que você repense a aposentadoria.

É possível se aposentar de uma maneira mais inteligente e sábia. Infelizmente a maior parte das pessoas se aposenta e depois que se aposenta não utiliza seu maiores dons em prol de ajudar um grande número de pessoas, quem faz isso são as pessoas que tem dentro de si um propósito maior.

Quero deixar claro que o problema não é se aposentar, o problema é se ACOMODAR, o que acaba transformando a vida na terceira idade numa rotina enfadonha e desgastante.

Para que você entenda ainda com mais clareza o que estou querendo transmitir, compartilho algumas palavras do grande educador Gabriel Perissé:

***************

Na primeira página do jornal Folha de S.Paulo de hoje, “aposentadoria” é palavra em destaque.

“No século XVI circulava a palavra “apousentar”, no sentido de fazer alguém pousar e repousar. O hóspede podia pousar no “apousento” de uma casa amiga. No século XIX o “u” já tinha ficado na estrada (ou terá pedido a aposentadoria?). A aposentadoria tornava-se direito trabalhista.

(Curiosidade: D. Pedro I concedeu a aposentadoria aos professores públicos que completassem 30 anos de serviço. Tal aposentadoria era denominada “jubilação”, do latim jubilatìo,”gritos de alegria”.)

Aquele que peregrina por muitos anos tem direito a pousar um dia. A palavra “pousar” remete ao latim pausare, “parar”, “descansar”. Mas descansar com dignidade. E aposentadoria não significa pendurar as chuteiras e ficar num canto, parado, paralisado. O aposentado pode e deve caminhar em novas direções, dedicando-se a atividades diversas e exercendo funções sociais relevantes.”

Fonte: O pouso do aposentado

**********************

Percebe como é lindo? Se aposentar é POUSAR e parar tranquilo num ambiente que lhe dê prazer e alegria.

Eu sou bem jovem, mas me imagino bem velhinho numa casinha confortável escrevendo sem nenhuma pressa nem preocupação com prazos e compromissos maiores. Essa é, a meu ver, a melhor forma de se aposentar, você continuar fazendo aquilo que ama fazer, porém sem cobranças e sem tanta responsabilidade.

“O aposentado pode e deve caminhar em novas direções, dedicando-se a atividades diversas e exercendo funções sociais relevantes.”

Você que me lê agora, o que poderia fazer na sua velhice que fosse socialmente relevante? Se você nunca pensou sobre isso, que tal pensar hoje aproveitando essa linda inspiração que tive a partir do mestre Rubem Alves?

Enfim! Que você olhe a aposentaria com olhos mais amorosos e altruístas! Essa é a minha visão e sonho que mais e mais pessoas passem a enxergar esse período da vida a partir desse olhar, e assim se encham de criatividade para ajudar esse planeta a ser pelo menos um pouquinho melhor, como fez o querido Rubem, que sempre vai nos deixar saudades…

 

 

 

 

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Uma visão ampliada sobre o lazer

Por Isaias Costa

relaxar-mulher-praia-sol-verao-desestressar-1339186312540_615x300

Todos nós gostamos de ter momentos de lazer e diversão não é mesmo? Porém, infelizmente o lazer é visto uma forma extremamente reducionista na nossa sociedade. Nesse texto eu farei uma breve reflexão sobre o lazer levando para um âmbito bem mais amplo.

Pense comigo! Nós buscamos o lazer como forma de descansar e ter momentos prazerosos, OK? Portanto, tudo aquilo que desperta esses sentimentos bons em nós pode ser considerado um lazer.

É nessa hora que entram todos os tipos de HOBBYS e os chamados “sonhos engavetados”. Na realidade, esse é um texto bem motivacional. Estou propondo a você que resgate seus sonhos que foram engavetados pelo tempo, acredite no seu potencial para realizá-los e faça desses sonhos uma atividade mega prazerosa.

Pois é? Você sabia que isso pode ser e na realidade É UM LAZER? Porque lhe dá alegria, bem estar e mais motivação.

A mesma sensação que temos quando vamos viajar para uma praia, para uma serra, para uma cidade distante, pode ser conseguida através da descoberta e desenvolvimento dos nossos dons. Eu acho isso magnífico, pois retira de nós a NECESSIDADE DE TER QUE______________ ( viajar, ir a uma serra, fazer algo extravagante etc).

Esse é um ponto que preciso comentar, tem a ver com a nossa FELICIDADE e BEM ESTAR. Se você é uma pessoa que busca o lazer como uma forma de se DESESTRESSAR ou FUGIR DA REALIDADE, isso é sinal de que você não está tão feliz e realizado no trabalho que desempenha nesse exato momento.

As pessoas que dizem: “Não vejo a hora de que chegue logo as minhas férias para que eu possa curtir a vida…” precisam URGENTEMENTE rever suas atividades profissionais, pois não estão plenamente realizadas no que fazem. Eu já escutei essa frase de tanta gente, você nem faz ideia…

Perceba! “curtir a vida”. E só se curte a vida nas férias é? Você passa 11 meses sem curtir e só curte por 1 mês?

O que é interessante destacar é que muitas pessoas vivem tanto no piloto automático que quando chega a férias elas não têm CRIATIVIDADE para fazer dos dias das férias uma maravilha, nos quais possam experimentar coisas novas, hobbys novos.

Então ficam meio que “morgando” como se diz popularmente, e ficam esperando voltar para o trabalho para começar tudo de novo.

Onde fica a CRIATIVIDADE nessa história hein? Estou procurando lhe instigar a isso. O ponto principal é esse. Guarde com carinho essas palavras viu?

COM CRIATIVIDADE VOCÊ PODE TRANSFORMAR A SUA VIDA NUM LAZER

Falo isso me colocando como exemplo. Por muito tempo procurei buscar o que me fazia feliz de verdade e depois de muitos caminhos, de muitos tombos, de caminhos errados, acabei descobrindo que minhas maiores vocações são o ENSINO e a ESCRITA.

Eu amo ser professor e nem percebo o tempo passar. Nunca fico querendo antecipar o tempo para chegar as férias porque amo meu trabalho. Meu trabalho é quase um lazer pra mim!

Espero que tenha gostado dessa breve reflexão e pense com carinho sobre isso!

Faça o seguinte questionamento: “Aquele sonho lá da infância ou da adolescência que um dia eu alimentei, mas que hoje pode parecer loucura pode se tornar realidade não pode? Quer saber! Eu vou resgatar esse sonho e essa motivação e vou transformar esse sonho em realidade…”.

Ao fazer esse resgate você terá uma grande possibilidade de experimentar o lazer quase que por 100% do tempo!

Muito sucesso na sua vida…

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O controle sobre os outros é uma projeção nossa

Por Isaias Costa

670px-6421-1-1

Nesse texto vou falar sobre um tema bem interessante, que é o comportamento controlador. A maior parte das pessoas não se dá conta, mas SEMPRE o controle se trata de uma projeção da nossa personalidade sobre a outra pessoa. Vou explicar!

A forma mais comum na qual se observa o controle é a relação pais e filhos. Os pais, com seus próprios níveis de consciência e maturidade, procuram, através das suas referências, educar os filhos dizendo o que pode e o que não pode proibindo aquilo que não pode, porém, cometendo um erro gravíssimo, eles se fixam nas suas experiências de vida e nos seus referenciais, entende?

É nessa hora que os desequilíbrios começam a acontecer e claro que acabo me lembrando da célebre frase do meu amigo Raul Seixas que diz: “Cada um de nós é um universo”. Ou seja, aquilo que está dentro do seu referencial de vida e você acha que não é o melhor para o seu filho, pode sim ser o melhor. Vou citar dois exemplos.

Os pais que controlam a escolha profissional dos filhos.

É comum ainda nos tempos atuais aquela crença de que só é bem sucedido quem faz Medicina, Direito ou Engenharia. Será mesmo? Por quê? Pode ter certeza que toda e qualquer criança se questiona em relação a isso.

Nessa hora, os pais muito controladores acabam castrando os filhos e roubando os seus maiores sonhos de vida. Se um filho tem o desejo de cursar Música, Artes Cênicas, Pedagogia, Filosofia, Artes Plásticas… Por que impedir? Qual o problema se ele não se tornar rico financeiramente? Vou lhe dizer uma coisa! Se seu filho for bom mesmo, ele pode se tornar até um milionário trabalhando com as artes, depende do potencial interior para isso!

Esse controle quase sempre acaba gerando muita revolta nos filhos e por muitas vezes os fazem se tornar infelizes e acomodados, trabalhando a vida inteira em algo que não amam.

Outro exemplo muito sério está no campo dos relacionamentos amorosos. Muitos pais, quando estão com os filhos na adolescência e estes começam a namorar, ficam como “generais”, projetando sua própria personalidade sobre os filhos, controlando, chantageando, manipulando suas escolhas amorosas.

Até já escrevi tempos atrás sobre isso. Esses pais na realidade tem uma série de medos interiores e muitas vezes nem são tão felizes dentro dos seus casamentos, ou até mesmo são separados.

Eles olham os namorados ou namoradas dos filhos e ficam dizendo: “Essa garota não é pra você meu filho!”, “Esse rapaz não é pra você minha filha!”, “Tá vendo só a família dele, eles nem são da igreja!”, “Cuidado minha filha! Na família desse rapaz tem um monte de gente doente, se você casar com ele talvez tenha filhos cheios de doenças hereditárias…!”. É cada história! É cada aberração que me deixa até irritado de vez em quando.

Alguma dessas frases e pensamentos lhe soa familiar? Tudo não passa de projeção sobre os filhos, e quase sempre projeções negativas que implantam o MEDO dentro dos seus corações, medo este que acaba sendo transferido e transmitido de geração em geração.

Percebe como o buraco é mais embaixo? Se quiser ler mais sobre esse segundo ponto, compartilho um texto bem interessante que fala sobre um medo presente em praticamente 100% das pessoas, o MEDO DE AMAR.

O medo de amar

Para finalizar, quero falar sobre o controle entre casais, que é uma projeção clara e evidente.

O controle nos relacionamentos amorosos é bastante comum entre as pessoas que são AUTORITÁRIAS, que na realidade são extremamente medrosas e carentes afetivamente.

Também escrevi um texto aprofundando esse comportamento, seria muito interessante você ler, porque ele faz um paralelo com o que estou dizendo aqui. O link está logo abaixo.

Nunca confunda autoestima com autoritarismo

Quem é controlador nos relacionamentos só reflete a forma como foi educado pelos pais, que também eram controladores e castradores.

Essas pessoas passam a vida inteira sendo regidas pelo famoso “Você tem que… Você tem que…”. Conhece alguém assim? Eu conheço várias! hehe

Você tem que coisa nenhuma! Isso não existe. Nós só precisamos seguir o nosso coração e ponto final. Se todas as pessoas se comportassem dessa maneira, garanto que os consultórios psicológicos e psiquiátricos estariam bem mais vagos.

Existe muito controle e muita submissão porque as pessoas PERMITEM isso entende? E porque permitem? Porque falta AUTOESTIMA e AMOR PRÓPRIO, dois ingredientes fundamentais para ter equilíbrio na vida e relacionamentos frutuosos.

Há muito mais a ser falado sobre isso, mas deixarei as reflexões com você agora. Voltarei a tratar esse assunto tão amplo em outros textos. Aguarde…

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

O processo do vir a ser acontece sendo…

Por Isaias Costa

co_visCriativa

Eu falarei nesse texto, de uma forma breve e simples, sobre um dos principais fundamentos ensinados pela PNL (Programação Neurolinguística) e também pela Metafísica da prosperidade, que é a chamada VISUALIZAÇÃO CRIATIVA.

Ela tem um poder imenso de mudar a nossa vida em todos os aspectos e torna-se uma ferramenta para sermos tudo o que quisermos.

É como intitulei esse texto: O processo do vir a ser acontece sendo. O que isso significa? Que tudo o que fizermos, antes que venha a se tornar realidade, precisa primeiro ser imaginado e visualizado. SEMPRE. Essa é a visualização criativa. Vou citar diversos exemplos.

Se eu quero encontrar um namorado ou namorada, primeiro é preciso fazer essa visualização de como ele ou ela será fisicamente, as características de personalidade, o comportamento, os gostos etc. etc. Ao visualizar em detalhes, é preciso em seguida já se imaginar vivendo o dia a dia ao lado dessa pessoa, se sentindo muito feliz e realizado. A probabilidade de essa pessoa aparecer exatamente da maneira que você visualizou é muito grande.

Eu fiz comigo essa visualização e hoje namoro uma garota incrível, com todos os traços que eu imaginava e com qualidades melhores até do que esperava…

Se quero ter as amizades mais confiáveis do mundo, pessoas que acrescentem grandes virtudes e valores à minha vida, eu preciso antes de tudo visualizar esses amigos e aliado à isso, ser essa pessoa virtuosa, honesta, companheira etc. Assim, certamente atrairei para minha convivência, pessoas repletas de grandes valores, que me ajudarão a formar um grupo de amigos muito unido e forte.

Se quero ter um emprego melhor, com um salário melhor, com gente legal trabalhando comigo, eu preciso imaginar esse emprego. É importante salientar os DETALHES, quanto mais detalhes essa minha visualização tem, mais possibilidade de que essa visualização venha a se tornar uma realidade. Vou citar o meu próprio exemplo. Eu sonhava em me tornar o melhor professor de Matemática e Física da cidade, queria dar aula em uma faculdade ou universidade, ser professor de adultos. Visualizava os alunos felizes com a minha aula e tendo um relacionamento de muita parceria e respeito para comigo. Eu fui muito detalhista nessa visualização e o que aconteceu? Exatamente isso! Hoje dou aula para adultos, feliz da vida, crescendo, recebendo novas propostas de emprego e recebendo de quase todos os alunos a avaliação como “excelente professor”. Isso é absolutamente fantástico e sou prova viva do quanto é real.

É interessante você notar que isso serve não apenas para o momento presente, mas também para o futuro, essa visualização pode nos ajudar a construirmos o nosso futuro com passos firmes e seguros.

Pense comigo! Se quero mudar meu jeito de ser, meu comportamento, minhas metas, tudo isso começa na mente e vai se tornando realidade dia após dia. Eu vou me tornando quem eu quero ser já sendo esse alguém, entende?

Neste momento, estou estudando para me tornar psicanalista. Eu já me visualizo como um grande psicanalista, com a minha agenda lotada e milhares de pessoas me procurando para que eu dê palestras sobre os assuntos da mente e sobre a Psicanálise muito antes de ter concluído minha formação. Isso não é bacana? Estou detalhando todas as minhas visualizações para que elas venham a se tornar realidade de forma bem parecida com o que imaginei. E sei que isso vai acontecer, porque o processo de visualização nos IMPULSIONA. Ele é magnífico também por isso, pois ele anda de mãos dadas com os SONHOS. Quem tem grandes sonhos acaba também alcançando grandes realizações.

Sonhe grande! Imagine-se conquistando grandes coisas e se tornando um ser humano cada vez melhor. É assim que mudamos a nossa vida.

Antes de concluir, quero lhe dizer porque essa visualização criativa é tão poderosa. O motivo está nas LEIS UNIVERSAIS. Quando você visualiza a sua nova realidade, você lança uma ENERGIA no universo, e essa energia SEMPRE volta para você, de uma forma ou de outra. Agora o que eu não falei, mas que está incutido aqui também, são os pensamentos pequenos e derrotistas. Se você visualiza a sua vida sendo difícil, sendo um desastre, cheia de dificuldades, é essa a energia que você vai lançar ao universo e tudo na sua vida se tornará difícil. Se trata de uma DECISÃO. Você decide ir pelo caminho da alegria, do amor e da consciência, ou pelo caminho da dor e do sofrimento.

No fim das contas, tudo acaba nos levando à evoluirmos, mas me diz uma coisa? É muito melhor aprender através do amor e da alegria, concorda comigo? Então vibre nesse amor, seja esse amor e você perceberá na sua própria vida o quanto é real tudo o que coloquei nesse texto.

Desejo a você excelentes exercícios de visualização criativa…

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A semente da genialidade

Por Isaias Costa

cerebro y universo

Eu sou um rapaz que adora ler de tudo um pouco. Desde criança sempre fui muito curioso por aprender coisas novas e tenho um desejo muito grande de compreender as grandes coisas da vida para poder ensiná-las aos outros, não é à toa que acabei seguindo o caminho da EDUCAÇÃO e da ESCRITA. Os dois me favorecem a transmitir mensagens que para mim fazem todo sentido e sei que podem fazer bem a muita gente.

Nesse texto eu quero lhe falar sobre algo que levei bastante tempo para entender, mas quando me veio o insight, me trouxe uma imensa alegria. É sobre a GENIALIDADE.

Você sabia que existe uma semente que desperta a genialidade? E que se buscarmos encontrar essa semente dentro de nós, alimentando-a diariamente com bastante dedicação e foco em um sonho grande, nós também podemos nos tornar geniais?

Sim! É muito possível, nenhum pouco fácil, com certeza, mas possível.

A semente para despertar a genialidade se chama INQUIETUDE LATENTE.

Vou explicar a partir de exemplos para que você consiga de fato entender o que estou dizendo aqui.

Sigmund Freud. Todos nós sabemos que ele foi um revolucionário no estudo da mente humana, e desde muito pequeno muitas coisas lhe inquietavam profundamente. Quando criança, o que mais lhe inquietava era a natureza dos sonhos. Ele tinha o costume de escrever seus sonhos no papel e tentava decifrar o que eles queriam transmitir.

AVT_Sigmund-Freud_6137

Ele tornou-se adulto com essa inquietude latente dentro dele, crescendo e crescendo cada vez mais. Até que chegou ao momento que começaram a surgir profundos insights e ideias brilhantes a partir de sua experiência como médico psiquiatra e psicanalista.

Foi através de muitos estudos que ele escreveu o livro que se tornou uma das obras mais incríveis no início do século XX, inclusive ele próprio pensava desta forma, que sua obra sobre os sonhos marcaria para sempre a sua vida e a humanidade. E claro! Ele estava certo! Afinal, estamos falando de Freud, não é mesmo? Essa obra magnífica foi “A Interpretação dos sonhos”, que recomendo para todos que queiram se aprofundar no conhecimento da mente humana.

Além disso, tinham também suas profundas inquietações a respeito do sexo. Ele foi um homem que não conseguiu viver plenamente a sua sexualidade, o que gerou grandes transtornos emocionais. Por conta de tanta inquietude latente, ele quis entender com profundidade como funciona a sexualidade humana e seu desenvolvimento desde a infância. Com estudos extremamente aprofundados e com a observação de centenas de pacientes por ele atendidos, ele criou uma teoria completamente nova sobre a sexualidade, que choca milhares de pessoas até hoje, mais de 100 anos depois de sua publicação. Sua teoria para explicar as fases de desenvolvimento da sexualidade é absolutamente brilhante, temos as fases oral, anal e fálica, que começam desde o nascimento da criança com a fase oral e vão mudando para a anal e depois para a fálica, cada uma num tempo específico. Enfim! É uma teoria incrível que vale a pena conhecer com mais profundidade.

1-Nietzsche-Friedrich-Portrait-1860

Outro exemplo incrível é o grande filósofo Friedrich Nietzsche. O que mais lhe inquietava desde criança era a compreensão sobre DEUS. Ele tinha muito dificuldade de entender o que era Deus e durante toda sua vida procurou ardentemente a resposta para essa inquietação sem tamanho. Toda essa inquietude latente fez com que ele escrevesse uma obra absolutamente linda e emocionante. É impossível não conseguir admirar a inteligência fora do comum que ele tinha. Nessa hora lembro até do célebre anúncio publicitário da Apple no ano de 1997 que falava sobre os loucos, o Nietzsche era um louco e até hoje muito o odeiam. Então digo como neste anúncio, muitos podem odiá-lo, difamá-lo, taxá-lo de louco, mas ninguém pode ignorá-lo, porque ele deixou um legado eterno no campo da Filosofia e sua obra será estudada e relembrada pelas próximas gerações.

rubem_alves_1

Temos também um exemplo bem ilustrativo, o querido Rubem Alves. Durante toda a sua vida, pelo fato de ele ser um educador e também trabalhar profundamente com a mente humana, pois ele era filósofo e psicanalista, sua maior inquietude era poder fazer da EDUCAÇÃO algo que fosse prazeroso e da leitura algo que despertasse a imaginação da forma mais simples e gostosa possível.

Toda essa inquietação despertou a sua genialidade ao ponto de ele fazer com que muitas crianças, jovens, adultos e velhos passassem a amar o mundo da leitura e dos estudos. Não posso deixar de confessar a você que me lê agora que ele é uma das minhas maiores fontes de inspiração e até já recebi um elogio que me deixou imensamente feliz. Já me disseram que minha escrita parecia com a dele. Caramba! Nesse dia quase eu não dormi! rsrsrs. Sei que provavelmente nunca escreverei estórias tão maravilhosas e envolventes quanto as dele, mas sei que meus textos tem uma característica bem pessoal e carregam minha energia de um jeito que agrada a muitos que leem. Enfim! O Rubem é um gênio da literatura e me espelho nele para um dia, quem sabe, poder desenvolver também a genialidade que existe latente dentro de mim.

r3

Para concluir, não poderia deixar de falar do mestre Raul Seixas, não é mesmo? A sua maior inquietude latente desde sua infância era sobre a sociedade vigente na época, totalmente arcaica e baseada em princípios limitantes e ditatoriais. Ele sonhava em viver em uma sociedade na qual as pessoas fossem verdadeiramente LIVRES. Se existe uma palavra que resume toda a vida e obra do Raul Seixas, essa palavra era LIBERDADE. Por causa de toda essa inquietação que crescia dentro dele, ele criou, juntamente com amigos como o Paulo Coelho, a Sociedade Alternativa, cujo lema era: “Faz o que tu queres, há de ser tudo da lei…”. Um verdadeiro tratado pela liberdade em todos os sentidos. Como ele dizia: “Essa é a nossa lei e alegria do mundo”, ou “todo homem e toda mulher é uma estrela…”. Suas músicas são impregnadas de ideais libertários, e como também sou um cara que ama a liberdade mais do que qualquer coisa nessa vida, não poderia deixar de ter o Raul como uma das minhas maiores fontes de inspiração.

Quem costuma ler meus textos, percebe que cito o Raul o tempo todo, cito tanto que decidi criar um blog só para as ideias que tivessem a ver com ele! Ele merece toda lembrança, pois ele veio a esse planeta para fazer diferença, para deixar sua marca registrada, e deixou. Não é à toa que certamente você já escutou por aí “Raul Seixas não morreu…”. Pois é! Os gênios nunca morrem, permanecem vivos para sempre através dos seus legados para a humanidade. O legado do Raul está nas suas músicas e na Sociedade Alternativa.

Existem milhares e milhares de outros exemplos de gênios que despertaram todo seu potencial a partir dessa inquietação latente que foi crescendo até estourar como uma bomba atômica.

Então a pergunta que fica é: O que mais me inquieta interiormente e que tenho vontade de explorar até a última gota? Mas que me inquieta de verdade, ao ponto de me deixar perturbado?

Eu até hoje ainda não consegui responder a essa pergunta, ela é muito difícil, sabia? Porque só é possível respondê-la se já não estivermos mais dentro da famosa curva da MEDIOCRIDADE. Somente quando estivermos pensando em coisas grandiosas para nós e para a humanidade é que poderemos começar a pelo menos tentar respondê-la. Eu preciso falar sobre isso, porque a genialidade é para poucos. Primeiro saímos da mediocridade, para só depois desenvolvermos as grandes ideias.

Escrevi um texto bem detalhado para falar sobre a mediocridade e quem são os medíocres. Não vou escrever sobre isso aqui porque já é outra coisa. Se você quiser ler, o link está logo abaixo.

A mediocridade das pessoas

Para concluir, quero deixar bem claro que escrevi esse texto apenas para nos fazer pensar sobre esse tema tão bonito e inquietante. É possível sim desenvolvermos em nós essa genialidade, e a semente é essa. Ela já está lançada, a semente se chama INQUIETAÇÕES LATENTES

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O beija-flor Rubem Alves

Por Isaias Costa

Rubem-Alves1

Hoje completa exatamente um ano da morte do mestre Rubem Alves. Quem é fã dele, acredito que tenha a mesma reação que eu. Parece que a saudade dele só aumenta com o passar do tempo. Mas isso é bom sabia? Porque a gente só sente saudade do que foi bom e do que nos alegrou o coração. Se todos nós sentimos tanta saudade desse senhor super cativante, foi porque ele conseguiu um lugar especial dentro dos nossos corações. Eu acho isso tão bonito!…

Rubem Alves. Outro dia estava me lembrando de como surgiam as suas inspirações para escrever e ele dizia uma coisa muito bacana. Ele dizia que as estórias simplesmente apareciam na mente dele. Ele usava um termo engraçado “vagabundear”! rsrsrs. Quando ele deixava que sua mente vagabundeasse é que surgiam as suas melhores estórias, ou seja, quando ele não deixava sua mente se atormentar com tantas obrigações e preocupações.

Nesse quesito eu sou muito, mas muito parecido com ele mesmo! Esse texto que você está lendo agora surgiu assim, com a minha mente vagabundeando, ou seja, com a mente leve. Na realidade a inspiração surgiu a partir de um sonho muito singelo que tive.

No sonho eu me lembrava de uma de suas entrevistas na qual ele falava que criou uma pérola a partir de um grão de areia que se infiltrou profundamente na sua pele sensível de ostra. E essa dor foi uma pergunta que sua filha de três anos lhe fez: “Pai! Quando o senhor morrer você vai sentir saudade?”. Doeu demais ouvir isso e ele ficou totalmente sem chão e com os olhos cheios de lágrima, então sua filha completou: “Não chora não, por que eu vou te abraçar…”.

Desta simples manhã com sua filhinha, surgiu uma crônica emocionante que até hoje encanta muitas pessoas e leva as pessoas mais emotivas até as lágrimas.

A partir deste sonho me veio o pensamento. O mestre Rubem Alves era um grande e belo beija-flor. Essa comparação é perfeita para ele. Porque os beija-flores são pássaros belos e livres. Nunca se pode prender e querer só para si um beija-flor, porque ele morre de tristeza. Ele nasceu para estar na natureza agitando suas lindas asas a 80 batidas por segundo.

Ele era esse beija-flor, não apenas pela LIBERDADE que tinha de escrever o que quisesse, mas acima de tudo, porque ele conseguia retirar o NÉCTAR suave das experiências mais simples de sua vida.

Essa simples conversa com sua filha num dia comum lhe levou a retirar o néctar mais precioso e escrever uma estória que encanta os corações de todos aqueles que a leem.

Assim também foram com a maioria das suas estórias. Ele era um profundo observador. E nas suas caminhadas e nas conversas filosóficas que nutria com as pessoas ele tinha insights nos mais variados temas possíveis. Gosto dele muito por isso. Ele escrevia de uma maneira simples e cativante. Devido a sua simplicidade, ele tocava os corações das pessoas de todas as idades, desde um bebezinho que estava começando a conhecer o mundo até os velhinhos em suas vidas pacatas.

Suas palavras são como poesia e música, sempre dá vontade de ler ou ouvir outra vez. Alguns de seus textos eu já li inúmeras vezes e não consigo enjoar, porque são envolvidos por uma magia e um perfume dignos de um gênio da literatura.

Essa beleza está nesse néctar contido na simplicidade e que leva as flores a crescerem e darem frutos. Frutos como esse simples texto que você está lendo agora.

Rubem Alves. Esse senhor é uma das minhas grandes fontes de inspiração e me ensina demais a ser alguém melhor pelo poder da SIMPLICIDADE.

Enfim. Esta é minha singela homenagem a esse senhor que enche meu coração de amor e de vida. De onde ele está, tenho certeza que está fazendo os seus amigos espíritos rirem com suas piadas e estórias incríveis.

Um grande viva a esse mestre que certamente se eternizará através dos seus livros e da vida maravilhosa que levou na terra.

Para concluir, compartilho uma das suas crônicas, na qual ele cita esse dia e conversa com a sua filha. Vale a pena a sua leitura, é um texto muito profundo e reflexivo…

Sobre a morte e o morrer

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

E o Mario não para de crescer…

Por Isaias Costa

41656272113

Estou escrevendo esse texto a partir de um sonho muito maluco que eu tive outro dia, mas que me deixou encucado. Passei alguns minutos tentando interpretá-lo e decifrá-lo, então consegui entender o que ele queria me dizer. Tenho certeza que você vai gostar. Continue lendo para saber como se deu esse sonho.

Nele, aparecia um monstrinho muito pequenininho que primeiramente aparecia comendo umas plantas, e à medida que comia as plantas ia crescendo, de repente ele já aparecia maior e comendo plantas maiores, devorando troncos de árvores inteiras. E crescendo mais, e aumentando a sua fome.

Depois ele já se tornava gigante e começava a devorar as pessoas, as casas, as construções, e continuava crescendo cada vez mais, e sua fome só aumentando também.

Eu sei que essa estória continua dessa forma, até que ele devora todos os seres humanos, todas as florestas, todos os mares, todos os peixes e seres vivos do planeta inteiro, até que sobra apenas ele, imenso, na superfície da terra e querendo comer mais, aí ele olha para o espaço sideral e tenta pular para comer tudo que estivesse no espaço sideral…

Sonho maluco esse, não?

Sabe o que ele estava querendo nos dizer? Esse monstrinho é o ser humano e essa fome insaciável se chama GANÂNCIA, sim, GANÂNCIA. A ganância do ser humano é infinita e é ela que está destruindo o planeta inteiro. Eu tenho lido muito sobre a preservação do planeta nos últimos meses, então o meu inconsciente criou essa estória para me utilizar como um canal para alertar alguns poucos que estejam lendo esse texto agora.

O nosso planeta corre perigo meus amigos, um perigo iminente de ser completamente destruído pelos seres humanos.

Eu consegui me lembrar desse sonho e transformá-lo em um texto por gostar muito do jogo de videogame “Super Mario”. Nesse jogo, o Mario come uns cogumelos e cresce e fica mais forte e ágil. Fiz essa associação com o Mario para que você entenda que ele representa os seres humanos que estão destruindo o planeta Terra por causa da ganância.

Até que ponto a gente pode crescer? Até que ponto a gente pode explorar os recursos naturais? Até que ponto precisamos de tantos confortos para ter uma vida considera boa?

Esses são questionamentos muito importantes que precisam ser feitos.

Vemos cada vez mais as desigualdades sociais se acentuando no nosso país, os ricos ficando mais ricos e os pobres mais pobres. Por que, hein? Eu sei que essa pergunta é complexa demais e não dá para responder em um texto informal como esse, mas o que digo é que, existe muita coisa errada acontecendo e só depende de cada um de nós buscarmos não fazer parte de tanta sujeira, de tanta roubalheira, de tanta desonestidade, de tanta corrupção, e tanta desumanidade.

Meu desejo é poder levar consciência ao máximo de pessoas que eu conseguir, porque sei que o único caminho para mudar o nosso mundo e a sociedade como um todo é através da mudança do nível de consciência.

Nós ainda estamos vivendo na pré-história em se tratando de consciência meus amigos! Digo com sinceridade! Nós crescemos muito intelectualmente e tecnologicamente, mas não aprendemos nem a engatinhar quando se trata de sermos mais irmãos, de sermos mais solidários, de olharmos as dores dos outros e transportarmos essas dores para nossa própria realidade.

Só quando realmente entendermos que apenas vivendo em união é que esse planeta poderá se tornar um lugar magnífico de se viver, como um dia já foi. Em algum momento da história, o ser humano viveu em harmonia, e isso precisa ser resgatado, senão, o único caminho que restará será a barbárie.

Acredite! Eu não tive esse sonho à toa. Tenho certeza que essa era a mensagem que ele queria me transmitir e agora estou repassando para você que me lê.

Já está passando da hora de o Mario parar de crescer, porque se ele continuar crescendo, vai devorar o planeta inteiro e vai querer devorar o espaço sideral, mas ele não vai conseguir, porque não haverá mais nenhum ser humano para que ele devore, e claro, o Mario é um ser humano, não é mesmo?

Pense sobre isso…

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized