Arquivo da tag: superação

As oportunidades nunca deixam de surgir a cada momento

Por Isaias Costa

Opportunity – Walter Malone

Ofendem-me os que dizem que não voltarei,

Porque bati à tua porta e não te encontrei;

Porque todas as noites permaneço à tua porta,

E ordeno que despertes e te ergas para lutar e vencer.

Não chores pelas preciosas chances que passaram;

Não chores pela idade de ouro que se foi;

Todas as noites queimo o registro do dia;

Ao erguer do sol, todas as almas nascem de novo.

Ri como um menino aos esplendores que passaram.

Às alegrias que se esvaíram, sê surdo e mudo.

O meu julgamento sela o passado que morreu,

Mas nunca prende um momento ainda por vir.

Mesmo afundado na lama, não torças as mãos nem chores.

Dou o meu braço a todos os que dizem: “Eu posso!”

Nenhum pária algum dia caiu tão baixo

Que não pudesse erguer-se e ser um homem novamente!

Lastimas a mocidade perdida?

Hesitas em desfechar um golpe merecido?

Volta-te então dos arquivos apagados do passado,

E encontrarás as brancas páginas do futuro.

Choras por uma pessoa amada? Liberta-te da magia;

És um pecador? O pecado tem perdão;

Cada manhã te dá asas com que voar do inferno,

Cada noite uma estrela para te guiar aos céus.

********

Eu fiquei absolutamente encantado com a leitura desse poema de Walter Malone que encontrei num famoso livro chamado “A lei do triunfo” de Napoleon Hill. O poema encarna a “oportunidade” e lhe dá voz como se fosse uma personagem.

Sempre que escrevo sobre isso gosto de primeiro ir à raiz da palavra oportunidade, que é belíssima. Ela remonta à navegação em tempos longínquos no qual existiam diversos tipos de ventos e para cada um deles eram dados nomes provenientes do latim. Um desses ventos era chamado de “ob portus”, que significa “vento que leva para o porto”. E oportunidade deriva dessa palavra. Ou seja, ela é como um vento que leva até o porto, que é um local de segurança e conforto. Interessante não é mesmo?

O que acho mais incrível é que os ventos nunca param. Depois que um vento sopra vem outro e outro e outro… Porém, vale destacar que o mesmo vento nunca sopra duas vezes e no mesmo lugar. Em outras palavras, uma vez que perdemos uma oportunidade, devemos aceitá-la e partirmos para outra. E aqui faço o link com esse belo poema. Logo na primeira linha a oportunidade diz:

Ofendem-me os que dizem que não voltarei

E ela continua dizendo:

Porque bati à tua porta e não te encontrei;

Porque todas as noites permaneço à tua porta,

****

Então só cabe a cada um de nós estar atento à passagem desse vento sutil e suave. As oportunidades surgem de “n” formas possíveis: através de uma conversa inspiradora com um amigo, de uma pessoa que esbarra com você no meio de um evento, de alguém que passa boa parte de uma viagem de avião conversando e dali se inicia uma amizade, um vídeo que você assiste despretensiosamente e tem um insight que revoluciona sua vida…

Ou mesmo de formas aparentemente tristes e decepcionantes como a perda de um emprego, a perda de uma grande amizade, a viagem para o exterior de alguém que você ama muito, a morte de uma pessoa significativa etc. Tudo isso são oportunidades disfarçadas para que nós tenhamos experiências que vão proporcionar o nosso crescimento como seres humanos nas mais diversas áreas da vida!

São extremamente inspirados esses versos:

Mesmo afundado na lama, não torças as mãos nem chores.

Dou o meu braço a todos os que dizem: “Eu posso!”

****

Aqui ele fala sobre as oportunidades disfarçadas nas experiências de sofrimento. Elas servem pra que nos fortaleçamos interiormente, principalmente no sentido espiritual. E se dizemos: “Eu posso!”, com firmeza e propósito, maravilhas vão surgir dessa determinação!

É como diria o mestre Chico Xavier numa de suas frases mais famosas: “Isso também passa!”. Momentos de dor, tormentas, sofrimentos, também vão passar, assim como momentos de glórias e grandes alegrias também dão lugar a novas experiências de dor, tristeza e sofrimento.

A vida tem esse movimento pendular o tempo todo e quanto mais cedo compreendemos isso melhor!

E os dois versos finais também são estupendos:

Cada manhã te dá asas com que voar do inferno,

Cada noite uma estrela para te guiar aos céus.

*****

Aqui é incrível a analogia com o olhar para cima, pra frente e para o alto, como muitos dizem. Lendo esse trecho até lembrei da querida profa. Cristina Cairo, que em todos os seus vídeos sempre começa dizendo: “Levanta a cabeça!”, pois essa é uma atitude que a própria neurociência já comprovou que faz com que nos sintamos automaticamente mais motivados e ativos.

Está passando por um momento infernal? Levante a cabeça e acione as suas asas que estão aí meio escondidas mas prontas para que você alce grandes voos! Está com a mente enovelada com a escuridão da noite? Então olhe para as estrelas e se deixe ser guiado por elas…

Que esse poema inspire você tanto quanto me inspirou, e que se for possível, escreva em algum lugar para ser relido em outros momentos ou salve esse texto para utilizá-lo como uma injeção de ânimo e força!

Vamos juntos aproveitar as belas e inúmeras oportunidades que a vida nos traz todos os dias…

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Antes de a morte chegar, ainda vamos abrir muitas portas

Por Isaias Costa

Esses dias li um texto no facebook do meu amigo João Vale Neto, tutor do CEBB (Centro de Estudo Budistas Bodisatva) que considero necessário pra esses tempos tão sombrios e de tantas incertezas quanto ao futuro. Leiam com toda a atenção!

*******

Todos passamos por algum momento da vida onde achamos que as coisas não vão ter jeito. Geralmente acontece na infância, quando percebemos que por mais fortes ou poderosos sejam nossos pais, eles não sabem de tudo. Olhamos para isso e vemos que não vamos ter condições de resolver “o que não tem jeito” justamente porque somos pequenos, sem muita capacidade ou recursos. Então, a impotência surge e, com ela, a falta de energia do corpo. Uma sensação de porta trancada e não sabemos onde está a chave. É assim que vão surgindo outras partes de nós: impotentes, depreciadas, melancólicas. Todas elas vem nos socorrer diante daquilo que “não tem jeito”. Quanto mais eu não tiver necessidades, menos vou precisar dar um jeito. Por isso, melhor ser incapaz, sem valor, logo, já que nada tem jeito. E assim a impotência se torna uma constância na nossa vida.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Um dos segredos do sucesso profissional de Fernando Scherer

Por Isaias Costa

Assistindo a uma Live especial do Pedro Superti no Instagram, na qual ele entrevistava o Fernando Scherer, mais conhecido por Xuxa, um homem que se tornou famoso aqui no Brasil por ter sido medalhista olímpico de natação. Nessa Live ele conta muita da sua trajetória de sucesso profissional e pessoal.

De uns anos pra cá ele fez uma verdadeira revolução na sua vida e vem trabalhando principalmente como palestrante e instrutor de meditação. Foi uma mudança quase que da água pro vinho. Ele falou muitas coisas interessantíssimas, porém uma em especial me tocou profundamente e quis compartilhar com todos vocês nesse texto.

Trata-se de uma baita lição sobre humildade e consciência dos campos sistêmicos familiares. Posso estar enganado, mas tenho a impressão de que o Fernando conhece vários princípios da Constelação Familiar, área terapêutica desenvolvida por Bert Hellinger.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Quanto mais preciso você for, mais precioso se tornará

Por Isaias Costa

1469008498147

No português há duas palavras com a escrita muito parecida e com significados absolutamente diferentes, as palavras PRECISO e PRECIOSO. Estava refletindo sobre elas e o quanto se complementam em diversos contextos. Se você pensar nas mais diversas áreas de atuação, quanto mais preciso você for, mais precioso se tornará.

Nos mais diversos esportes podemos verificar isso. No basquete, quanto mais preciso for o seu arremesso, melhor você é avaliado como jogador. No futebol, quanto mais preciso for o chute, maior a possibilidade de se tornar um goleador e ser convocado pra jogar nos mais disputados times. Na natação, quanto mais precisa for a sua técnica de nado e condicionamento físico, mais rápido você se torna. Nas corridas de fórmula 1, quanto mais preciso e concentrado for seu modo de dirigir, maiores as possibilidades de você ser um campeão etc.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A fé é a âncora da alma

Por Andreia Carvalho 

Fé

Todos nós em algum momento de nossas vidas tivemos a sensação de não saber mais o que fazer, de ver sonhos sendo desfeitos ou de situações saindo do nosso controle. Talvez por assim dizer “perdendo o controle” de nossas vidas literalmente. Ouvi uma pessoa falando outro dia que só lembrava de Deus quando não tinha mais saída, e comecei a imaginar que quando criança sempre lembrávamos da mãe quando as coisas não iam bem, sabíamos que a mãe sempre tinha colo, consolo e auxílio, seja para um machucado na perna ou para nos defender quando o amiguinho era mais forte. A mãe era a primeira coisa que vinha na cabeça, servia como uma “arma secreta”. Era nosso amparo, porque era mais forte que nós.

Continuar lendo

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Lições de Psicologia do filme “Grandes Olhos”

Por Isaias Costa

big-eyes-5

Assisti essa semana a um filme no Netflix que me deixou muito reflexivo. Um filme biográfico que conta resumidamente a história de Margareth Keane, pintora norte-americana que está hoje com 91 anos.

O filme se chama “Grandes Olhos” e tem esse título por causa do estilo da artista de pintar crianças com olhos grandes e bastante expressivos.

Quero de antemão dizer que contarei spoilers desse filme. Portanto, se você ainda não o assistiu, por favor, assista e leia o texto em seguida, até pra facilitar o entendimento ok?

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A melhor forma de ouvir um não

Por Isaias Costa

Cabeça erguida

Um dos programas de radio que escuto com mais assiduidade se chama “O sucesso é ser feliz”, na Radio Mundial de São Paulo, com o grande escritor e palestrante Roberto Shinyashiki.

Em um programa recente ele falou uma frase que achei bárbara. Essa frase, se bem acolhida, pode lhe ajudar a ter mais coragem, determinação e, acima de tudo, desenvolver mais a RESILIÊNCIA, que considero uma das virtudes mais importantes a serem integradas ao nosso ser. Se quiser ouvir esse programa basta clicar [aqui].

Enfim! A frase que ele disse foi a seguinte.

“É muito melhor ouvir um não diretamente no seu ouvido do que ouvir um não no cérebro”.

Roberto Shinyashiki

=> Clique aqui para ler o texto completo

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Ter um firme propósito amplia nosso tempo de vida

Por Isaias Costa

Florais de Bach

Esses dias estava ouvindo um dos diversos podcasts que acompanho, que é o da Ordem Rosacruz AMORC, no qual o tema eram os “Florais de Bach”, que são essências naturais provenientes de diversas flores e tem um imenso potencial de cura de doenças e promoção de equilíbrio energético.

No podcast [link aqui], a moça que foi entrevistada contou um pouquinho da história dos Florais de Bach, que é fascinante. É tão bonita que me inspirou a escrever esse texto que você está lendo.

Ela conta que o Dr. Edward Bach, que era um médico britânico do final do século XIX, em determinado momento da sua vida, teve uma doença muito grave. Ele teve que passar por uma cirurgia delicada, na qual os cirurgiões lhe estimaram apenas um tempo de vida de 3 meses.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A metáfora da faca e da pedra

Por Isaias Costa

Faca sendo amolada

Estava ouvindo uma excelente palestra com a professora de Filosofia da Nova Acrópole chamada Lúcia Helena Galvão sobre a temática da VONTADE, e um trecho me chamou bastante a atenção.

Ela contou uma metáfora muito didática para explicar a diferença entre as pessoas com grande força de vontade e as que têm pouca motivação no que fazem.

Ela comparou as pessoas com uma faca que está prestes a ser amolada numa pedra. Essa mesma pedra pode amolar muito bem uma faca, deixando-a afiadíssima e pronta para cortar muitas coisas, ou ela pode desgastar outra faca, deixando-a totalmente inutilizada.

Onde está a diferença entre as facas? Está no material que as compõe. A faca que se torna bem amolada tem um material forte, resistente e de qualidade. A que se desgasta e fica inutilizada tem um material frágil, maleável e de péssima qualidade.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A lição dos degraus da escada

Por Isaias Costa

Sculptures By The Sea 2013

Escadas são objetos muito interessantes e possuem diversas simbologias diferentes, até mesmo simbologias sexuais sabia disso? Pela teoria da interpretação de sonhos de Sigmund Freud ele comprovou por exemplos clínicos que quem sonha subindo e descendo escadas, em muitos casos o seu real desejo é de ter um ato sexual! Já pensou? Eu acho as teorias freudianas muito interessantes e aplicáveis na nossa vida.

Mas uma das melhores simbologias que vejo nas escadas é sobre o processo do CRESCIMENTO HUMANO. Para que a gente evolua, é preciso subir degrau a degrau essa escada da vida! Farei uma breve reflexão sobre isso a partir de uma inspiradora frase atribuída a Thomas Huxley, que foi um biólogo britânico do século XIX. Veja só…

****************

“O degrau de uma escada não serve simplesmente para que alguém permaneça em cima dele, destina-se a sustentar o pé de um homem pelo tempo suficiente para que ele coloque o outro um pouco mais alto.”
Thomas Huxley

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized