Arquivo da tag: tempo

A velhice é o verão de dentro e o inverno de fora

Por Isaias Costa

Group Of Senior Retirement Exercising Togetherness Concept

Ouvi essa frase lindíssima numa Live do Instagram com o João Vale Neto (@vale_joao) e a Leticia Garcia, da página “Silêncio e Movimento” (@silencioemovimento), e fiquei encantado com sua profundidade e poder de reflexão. Link [aqui].

Infelizmente, vivemos numa sociedade que demoniza a velhice como se ela fosse um erro, algo a ser evitado a todo custo. Nessa hora sempre lembro de uma frase que já virou clichê, mas é muito verdadeira: “agradeça por envelhecer, pois esse é um privilégio negado a muitos”. Sim! envelhecer é uma maravilha. Milhões e milhões de pessoas gostariam de ter vivido bem mais e acabaram partindo cedo por “n” motivos.

Inclusive posso até contextualizar com o momento atual, no qual centenas de milhares de pessoas já morreram pelo Covid-19. Garanto que todas elas, ou quase todas elas, gostariam de ainda estar vivas e saudáveis. Portanto, reforço pra você a importância da GRATIDÃO por estar vivo.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Um caminho possível para tornar o Ensino à Distância mais viável

Por Isaias Costa

shutterstock_565381135

Um dos grandes dilemas que o Brasil está passando no meio dessa pandemia do coronavírus é o EAD (Ensino à Distância). Quero nesse breve texto levantar uma reflexão sobre um dos maiores empecilhos para que ele aconteça de forma efetiva: os milhões de estudantes que não têm computador ou acesso à internet.

Eu me inspirei em diversas falas da querida Profa. Viviane Mosé nas Lives pelo Instagram. É compreensível dizer que não se pode ter as aulas remotas porque milhões de alunos não têm computador ou acesso à internet e por isso o melhor é esperar que a pandemia arrefeça para só então retornar às aulas presenciais.

Ok! Caso a pandemia durasse apenas 1 ou 2 meses essa seria uma solução perfeitamente viável, porém, o que complica é que o coronavírus tem se mostrado não só no Brasil, mas no mundo todo, bem mais contagioso e letal do que se podia pensar no começo de 2020.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O que vai ser da Amazônia em 2020?

Por Isaias Costa 

Amazonia-em-chamas-800x445

No sábado, dia 23/05/20, o Eduardo Moreira, no seu canal do Youtube, fez uma Live imperdível com convidados super gabaritados para abordar a temática do meio ambiente e da crise gerada pela pandemia do coronavírus. Uma das falas me tocou profundamente e me inspirou a escrever esse texto que você lê agora, da ecóloga Erika Berenguer. Confira!

********

“A fumaça das queimadas! Imagina que SP ficou escura. Agora imagina a área que está sendo desmatada, como é que não fica? Eu já lidei com esse desmatamento e lembro que em 2015 eu acordava na região onde eu trabalho e meu cabelo na cara cheirando a fumaça, igual quando a gente ia pra noitada na década de 1990 e voltava todo cheirando a cigarro! É a mesma coisa, só que na Amazônia.

E o que estava acontecendo não era porque tinha alguém fumando no meu quarto, não era isso! Era simplesmente porque estava acontecendo o maior churrasco da maior floresta tropical do mundo. Ela estava sendo queimada e eu estava fedendo a fumaça. O carro ficava coberto de fuligem. Eu tinha que jogar água no vidro pra limpar e conseguir enxergar. Eu dirigia com o farol alto e o pisca alerta ligado porque eu não enxergava! Se tivesse alguém na minha frente eu não via! Então eu tentava ficar brilhando de alguma forma e dirigir super devagar.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

“Corpo baixando barreiras” – uma técnica poderosa de auto-aperfeiçoamento

Por Isaias Costa 

1535113468-5b7ff93b0cc75_paaginas_1_2_e_3_find_terapias_integrativas_barras_de_access

Eu venho me aprofundando no autoconhecimento há muitos anos e uma das linhas terapêuticas que estou estudando é a “Barra de Acess”. Quero nesse texto abordar uma técnica poderosa para o auto-aperfeiçoamento e que certamente pode lhe ajudar.

Todos nós desenvolvemos muitas travas e resistências à medida que vamos saindo da infância e adentrando o desafiador mundo adolescente e adulto. Não é à toa que cada vez mais se tem investido e divulgado diversas linhas terapêuticas.

Assim como todo mundo, eu cresci desenvolvendo diversas travas, principalmente ligadas à timidez e autocentramento. Já como adulto, precisei fazer muita terapia para ir pouco a pouco vencendo essas barreiras. Algumas das terapias que já fiz e recomendo são: Psicanálise, Radiestesia Radiônica, Cura Reconectiva, Psicomotricidade, Florais, Reiki, Massoterapia, Cromoterapia, Barra de Acess entre outras.

=> Clique aqui para ler o texto completo

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Precisamos estar vivos e saudáveis para a Economia girar

Por Isaias Costa

documentario-humanos-divulgacao

A médica geriatra Ana Claudia Quintana Arantes, autora do best-seller “A morte é um dia que vale a pena viver”, participou recentemente de um excelente podcast da Jovem Pan chamado 45 minutos no primeiro tempo e uma de suas falas considero uma reflexão de extrema importância para todos nós: o valor imenso da vida frente à Economia. Ou seja, só existe Economia se antes houver seres humanos íntegros e saudáveis. Leia com bastante atenção!

**********

“Quando se fala das consequências da vida social que a gente vai ter: profissional, financeira, econômica, administrativa… ela vai sofrer consequências do luto.

Quem vai faltar no trabalho não é só a pessoa que morreu. Quem vai faltar no trabalho é a pessoa que morreu e todo mundo que a amava. Que, se for trabalhar, não vai trabalhar direito.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma das maiores dores da vida: a perda de um filho

Por Isaias Costa

Uma segunda chance Série

“A mulher que perde o marido é chamada de viúva. O homem que perde a mulher é chamado de viúvo. Os filhos que perdem os pais são chamados de órfãos. Mas não existe uma palavra para descrever os pais que perdem os filhos. Não existe palavra que descreva uma dor tão excruciante.”

Série “Uma segunda chance” – Netflix

A série coreana “Uma segunda chance” conta a história de uma moça que morreu prestes a dar a luz à sua primeira filha e toda a trama gira em torno dessa moça desejar, mesmo em espírito, estar o tempo todo perto da filha, vendo o seu desenvolvimento.

Essa série tem muitos momentos marcantes e emocionantes. Nós aqui no Brasil sabemos o quanto os coreanos, chineses e japoneses são excelentes em transmitir através de filmes e séries as nossas emoções mais básicas.

=> Clique aqui para ler o texto completo 

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

A vida é uma construção diária

Por Isaias Costa

permis-construire-brique-full-8242670

“Gosto da construção diária. É mais lenta, porém muito mais sólida. Não promete milagres, mas sustenta-se nas verdades adquiridas através de empírica jornada.
A construção diária é feita com muito trabalho e camadas sequenciais de prudência, mas também de pitadas de ousadia e inovação, que permitem a visão aberta para novas formas de construir.
Gosto da construção diária porque quem ama a construção lida melhor com a queda e com a reconstrução constante que a vida exige de nós.
Afinal de contas, aprender a levantar também é uma arte e só quem construiu várias coisas sabe o valor de cada uma das experiências anteriores.
Um bom construtor, com certeza, construiu e reconstruiu muitas casas (dentro e fora de si).”

Josie Conti

=> Clique aqui para ler  texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O amor é o encontro de duas paciências

Por Isaias Costa

Amor profundo

“A paixão é o encontro de duas pressas. O amor é o encontro de duas paciências” – Fabrício Carpinejar

Essa frase me trouxe uma imensidão de reflexões. Apesar de curta, ela é muito profunda e verdadeira. Estamos em tempos no qual a pressa parece que se tornou o guia dos relacionamentos e o Carpinejar vem nos mostrar que somente com paciência é que o amor pode ser despertado e crescer.

Por esses dias também ouvi um programa de rádio da “Vibe Mundial” bem bacana com a querida Barbara Moreira. Entre as várias temáticas ela falou sobre muitas pessoas se sentirem tristes e frustradas porque procuram um grande amor e muitas vezes não o encontram.

=> Clique aqui para ler o texto completo

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Livros prorrogam minha existência e impedem que eu caia nas malhas no banal

Por Isaias Costa

biblioteca

Estou publicando esse texto na mesma semana em que se faz memória aos 80 anos da partida do pai da Psicanálise Sigmund Freud. Ele morreu no dia 23/09/1939 aos 83 anos nos deixando um legado imenso e uma obra extremamente frutífera.

Até escrevi nas redes sociais que espero viver pelo menos até os 100 anos para conseguir ler a sua obra completa, que dá mais de 7000 páginas.

Refletindo sobre tudo isso encontrei algumas lindas palavras da escritora carioca Nélida Piñon que me inspiraram muito. Confira!

******

“Nasci escritora, nasci leitora. Os traços e as idiossincrasias, inerentes a ambos os estados, acompanham-me sempre. Já na infância, tinha apetite pelas palavras, escritas ou faladas. Olhava os escritores de forma agradecida. Aqueles seres, responsáveis pelos livros de lombadas atraentes e capas coloridas, forravam seu imaginário com feno e sonhos. Livros que me prorrogavam a existência e impediam que caísse nas malhas do banal.”

Nélida Piñon – Aprendiz de Homero

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O pensamento vê o mundo melhor que os olhos

Por Isaias Costa

mente-borboletas

“O pensamento vê o mundo melhor que os olhos. O pensamento atravessa as cascas e alcança o miolo das coisas. Os olhos só acariciam as superfícies. Quem toca o bem dentro de nós é a imaginação”.

Bartolomeu Campos de Queirós

Essa linda passagem do livro “O olho de vidro do meu avô”, de autoria desse incrível escritor mineiro, traz diversas reflexões interessantes. Acredito que para as pessoas mais idosas talvez traga até certo saudosismo do tempo em que não existia televisão…

Antigamente, as novelas eram transmitidas por rádio e suas histórias se desenrolavam tais quais as novelas atuais, com essa preciosa diferença na qual todas as cenas eram imaginadas pelos ouvintes. Por exemplo, a personagem Teresa, que se casaria com o Marcos, era imaginada de um jeito diferente por cada pessoa, e isso fazia com que existisse uma forma muito peculiar e criativa de se acompanhar uma novela.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized