Arquivo da tag: tempo

A vida é um facho esplêndido

Por Isaias Costa

20729508_1208957269210930_2718252933403330892_n

George Bernard Shaw

Esses dias li um pequeno texto de autoria do grande dramaturgo e romancista George Bernard Shaw no qual ele falava sobre a vida e obra que deixamos para a humanidade. Eu fiquei encantado com a profundidade das suas palavras e resolvi compartilhá-las com os leitores juntamente com uma breve reflexão. Vamos às suas palavras…

***************

“Esta é a verdadeira alegria na vida, ser usado para um propósito que reconhecemos como grandioso.

Ser uma força da natureza em vez de um pequeno torrão febril e egoísta, feito de aflições e lamentações, que se queixa pelo mundo não se dedicar a fazê-lo feliz.

Sou da opinião de que minha vida pertence à comunidade como um todo e, enquanto viver, é meu dever, meu privilégio fazer por ela tudo o que eu puder.

Quero estar completamente consumido quando morrer, porque quanto mais sirvo, mais vivo. Eu me regozijo na vida por si mesma.

A vida não é vela breve para mim. É uma espécie de facho esplêndido que agarro por um momento e que quero fazer brilhar o máximo possível antes de o passar para gerações futuras.”

George Bernard Shaw

=> Clique aqui para ler o texto completo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Nós temos muito a oferecer

Por Isaias Costa

140220114075031

Esses dias eu li um texto muito lindo e profundo de um escritor que admiro muito, que é o Gustavo Gitti! Sua forma simples e poética de escrever cativa quem tem sensibilidade logo nas primeiras linhas.

Era um texto falando sobre as infinitas possibilidades que temos de oferecer e não de simplesmente sugar dos outros!

Segue abaixo esse texto na íntegra, leia-o com bastante atenção e sem nenhuma pressa ok?

*****************

Oferecer – Gustavo Gitti

Quando você for para o trabalho, para a faculdade, para uma balada, não vá com uma postura de buscar algo, conseguir algo, sugar algo do local ou das pessoas. Vá para oferecer, vá para gentilmente entregar às pessoas as qualidades de sua simples presença. Ofereça qualquer coisa. Um olhar profundo já é muito hoje em dia. Vá para os lugares e apenas treine olhar tudo com um olhar de abismo. Muitas pessoas precisam só disso: serem olhadas, contempladas suave e lentamente, reconhecidas em sua manifestação mais sutil, tocadas de alguma forma e conectadas com um outro que as transcende e reacende o mistério que as faz viver. Continuar lendo

8 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Navegue pela internet, não naufrague nela

Por Isaias Costa

AAEAAQAAAAAAAAJiAAAAJDJhZDhkMjQ1LTU2ODctNDljMS04NmI2LWMwYzc2NDUyZTY2Mg

Esses dias estava assistindo no youtube a uma palestra do filósofo e escritor Mario Sergio Cortella, na qual ele falava sobre uma série de temas, mas foi dado um enfoque maior à era digital em que vivemos mergulhados hoje!

Ele falou a seguinte frase e que me deixou bastante reflexivo: “Tem gente que não navega pela internet, naufraga nela. Porque quando você navega pelo menos você está sabendo para onde está indo…”.

Essa frase, apesar de curtinha, traz uma verdade incontestável para o momento atual. A internet de fato pode ser comparada com um mar. Ela tem uma verdadeira tsunami de informações! Aproveito até esse gancho para completar com outra frase dita pelo Cortella: “Não podemos confundir informação com conhecimento. A internet tem muita informação, mas o conhecimento é uma seleção dessas informações. As informações são as ferramentas para o conhecimento”.

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Nós não nascemos humanos, nós nos tornamos humanos

Por Isaias Costa

11071467_735915496525800_1708191150289252954_n-624x482

Esses dias me deparei com uma frase genial de um dos maiores autores do século XX, o grande estudioso das religiões Joseph Campbell. Era uma frase de apenas 8 palavras, mas de uma riqueza profunda de reflexões. Veja!

“Nós não nascemos humanos, nós nos tornamos humanos.”

Talvez você se questione! Como assim? Não entendi! Em um primeiro momento essa frase parece mesmo confusa, mas ele estava absolutamente correto ao escrevê-la dessa maneira!

Eu gosto muito de conhecer as raízes das palavras, e por incrível que pareça, a palavra “humano” é conhecida por bem poucas pessoas! A sua etimologia vem do latim “humus”, que significa “terra fértil”. Esse termo é o mesmo que origina a palavra HUMILDADE. Ou seja, só pode ser humilde alguém verdadeiramente humano, e só pode ser humana a pessoa que faz de si uma terra fértil, capaz de gerar algo novo a partir de seus nutrientes cultivados.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Somente o tempo vai me revelar quem sou

Por Isaias Costa

criancas-brincando1

Estamos sempre em constante mudança…

Estava ouvindo uma linda música do grande Milton Nascimento em parceria com o Dani Black chamada “Maior”, e fiquei um tempo refletindo sobre o quanto nós mudamos ao longo do tempo e muitas vezes fazemos coisas que no passado imaginaríamos impossíveis!

As primeiras frases são as mais impactantes e também são as mais cantadas ao longo da música:

“Eu sou maior do que era antes

Estou melhor do que era ontem

Eu sou filho do mistério e do silêncio

Somente o tempo vai me revelar quem sou…”

Essas frases são muito bonitas e verdadeiras. Todos nós estamos em constante processo de aperfeiçoamento e melhorias!

Uma das principais reflexões que eu tiro dessa música é a de que não podemos prever o futuro e muito menos abrir a boca para dizer “eu sou assim, cresci assim e vou morrer”, como bem conhecemos da tal “Síndrome de Gabriela”.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Eu quero aproveitar o meu tempo de forma que me humanize

Por Isaias Costa

18403547_1126917340748257_2178202712516734272_n

Antonio Candido

Estou escrevendo e publicando esse texto exatamente no dia da morte de um ser humano incrível e que nos deixou um imenso legado de sabedoria, o sociólogo Antonio Candido. Falecido no dia 12 de maio de 2017 aos 98 anos de idade.

Esse senhor foi professor de sociologia em uma das melhores universidades do Brasil, a USP, e resenhou livros de autores lendários como João Cabral de Melo Neto e a querida Clarice Lispector. Enfim, sua partida deixará muitas saudades.

Farei uma breve reflexão a partir de um pequeno recorte de palavras escritas por ele. Uma reflexão sobre a importância de utilizarmos nosso tempo com sabedoria, valorizando os afetos em detrimento das coisas materiais! Confira!…

******************

“Acho que uma das coisas mais sinistras da história da civilização ocidental é o famoso dito atribuído a Benjamim Franklin, ‘tempo é dinheiro’. Isso é uma monstruosidade. Tempo não é dinheiro. Tempo é o tecido da nossa vida, é esse minuto que está passando. Daqui a 10 minutos eu estou mais velho, daqui a 20 minutos eu estou mais próximo da morte. Portanto, eu tenho direito a esse tempo. Esse tempo pertence a meus afetos. É para amar a mulher que escolhi, para ser amado por ela. Para conviver com meus amigos, para ler Machado de Assis. Isso é o tempo. E justamente a luta pela instrução do trabalhador é a luta pela conquista do tempo como universo de realização própria.

=> Clique aqui para ler esse texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Cada um faz a sua viagem

Por Isaias Costa

trem

Esses dias li um texto magnífico de um dos melhores sites voltados para o autoconhecimento que eu conheço, o site Yoskhaz. Era um texto que falava sobre os caminhos que cada pessoa segue e o quanto nós não temos o direito de interferir neles, querendo que a viagem do outro seja a mesma que a nossa.

Abaixo está algumas palavras desse texto e o link caso você queira ler o texto completo.

*******************

A estação

“Todas às vezes em que nos sentimos infelizes ou desconfortáveis significa que algo precisa ser modificado. Sempre na gente, nunca nos outros. Cada qual é responsável por suas transformações e arca com as consequências de suas escolhas. Abandone em definitivo vício de desejar que o outro, ou mesmo o mundo, mude para se adequar às suas vontades. Isto é falta de respeito e, pior, tentativa de dominação. Além de ser inútil por ser ineficaz. Faça a sua parte da melhor maneira possível e siga em frente, tão somente. Você pode até não concordar com o outro, mas jamais lhe impor qualquer tipo de mudança sob nenhuma condição. A recíproca também se aplica: nunca concedermos a ninguém o poder sobre as nossas escolhas. Afinal, em razão delas, caberá a cada qual as duras intempéries ou as belas paisagens da própria viagem”.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Te amo pra sempre?

Por Isaias Costa

post-sempre-header

Nós fomos acostumados a falar certas coisas que quando analisadas mais profundamente são, no mínimo inadequadas. Entre essas frases está o famoso “Te amo pra sempre…”.

Será que existe esse amor tão forte assim que se sustenta por todo o sempre? Por toda a eternidade?

Quero através desse breve texto lhe questionar sobre essa afirmação bastante duvidosa. Para embasar melhor a argumentação, compartilho algumas sábias palavras do Psicólogo e Palestrante Vitor Antenore Rossi. Confira!

*******************

Quando as sinceras juras de amor são vencidas pela rotina ou pela desilusão, os pares acabam caindo em uma espécie de dissociação afetiva. O outro que era como um farol durante as tempestades torna-se um rochedo contra o qual colisões constantes passam a ocorrer.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

2 técnicas para eliminar a procrastinação e aumentar a produtividade

Por Simone Oliveira

procrastinação

Há poucos dias foi postado um texto sobre a procrastinação [link aqui] e como nós devemos ter cuidado com o tempo desperdiçado em entretenimentos que não nos trazem benefício nenhum de crescimento.

Porém, a grande maioria das pessoas não possui disciplina necessária para evitar interrupções no meio de suas tarefas, seja para tomar cafezinhos ou jogar conversa fora, seja para consultar suas redes sociais e saber das últimas notícias ou ler artigos variados na internet (e digo isso pois sei que no mundo de hoje é muito difícil manter-se centrado numa tarefa de cada vez, já que tudo ao nosso redor é feito para que chame a nossa atenção, desviando o foco e fazendo com que percamos o fio da meada inúmeras vezes).

Gostaria de apresentar duas dicas que se colocadas em práticas podem surpreender quem as usa, no sentido de aumentar suas capacidades e, consequentemente sua autoestima e controle próprio, estimulando seu cérebro a realizar mais e desenvolver o seu potencial mais rapidamente. Elas são de graça, e apesar de parecer que isso é a propaganda de um produto que promete ser revolucionário e na verdade não tem nada de mágico, te digo que NÃO É. Seus resultados estão comprovados, bastando que você saia por aí procurando depoimentos reais de usuários que não abrem mão de pelo menos uma dessas técnicas e sinta vontade de usá-las. Mesmo porque quando acreditamos que precisamos mudar, já demos o primeiro passo, já nos mostramos conhecedores de nossa condição e queremos melhorá-la.

Pois bem, sem mais enrolações:

Técnica Número 1: Pomodoro

Bastante disseminada, a ideia do nome em original veio de um timer de cozinha em forma de tomate e para usá-la é muito simples: pegue um cronômetro qualquer – serve o do celular, algum aplicativo ou programa de computador, relógio, aparelho de som etc – e marque nele 25 minutos – o que é chamado de 1 pomodori.

Cada 25 minutos equivale a 1 pomodori.

Durante esse tempo você não irá fazer mais nada além da atividade que se comprometer a fazer dentro daquele período relativamente curto de tempo. Dessa maneira você irá forçar sua concentração apenas em uma atividade, sendo mais difícil desviar a atenção, sabendo que ao fim dos 25 minutos você estará “livre”. Deixe o cronômetro ligado e se dedique a tarefa; quando ele apitar, você irá parar imediatamente o que está fazendo e dar uma pausa de 5 minutos. Nessa pausa vale tudo, mas aconselha-se a se levantar, fazer algo com as mãos ou apenas cochilar caso a atividade ocupe demasiado a sua mente. O ideal é o descanso.

Ao fim dos 5 minutos ligue novamente o cronômetro para mais 1 pomodori, e assim por diante.

Completados 4 pomodoris você irá dar uma pausa maior – de 15 a 30 minutos – para iniciar o quinto e assim, ao final do dia você terá descoberto quantos pomodoris conseguiu fazer e o período do tempo literalmente aproveitado nas 24 horas. A satisfação é enorme ao ver que sua mente consegue se focar e ainda se cansar menos e o hábito de agir, em vez de dar lugar à inércia, fará parte da sua rotina.

Técnica Número 2: Em 3, 2, 1…

Também para indisciplinados e procrastinadores de carteirinha, a técnica do “Eu vou fazer essa coisa chata que eu preciso fazer em 3,2,1…JÁ!” aos meus olhos parece um incentivo próprio, imediato, como se levar o lixo até a lixeira ou lavar o banheiro, ou lavar os pratos do almoço fossem pequenos desafios levados ao nível de heroísmo para serem completados com maestria, e adivinha quem é o herói? Exatamente, você! Então, em vez de se martirizar porque não consegue fazer pequenos serviços simples você dá a si próprio um choque de ânimo e os transforma em missões, antecipando o orgulho que sentirá de si mesmo após termina-las e ganhando ânimo para começar. Lembre-se, 3, 2,1… JÁ! Sem tempo de pensar duas vezes, de sentir vontade de ligar a tv ou o computador ou se deitar na cama e ver o que há de novo no whatsapp.

Concluindo o assunto, devo dizer que existem muitas outras maneiras inventadas de acelerar a sua produtividade, essas são apenas exemplos. Além disso, lembro que alguns não se sentirão confortáveis com essas técnicas, outros preferirão outras, afinal de contas somos diferentes. O mais importante é encontrar o que te faz feliz e te leva para frente. Eu uso essas e apesar de não ser nada organizada, vi muitos resultados positivos desde o início. Não custa nada tentar, certo?  Experimente e me conte, nos comentários, qual é a sua opinião ou crítica.

euSimone Oliveira. Santos-SP. Bacharel em Engenharia Civil por formação e escritora por gosto. Estuda para concursos e se dedica às aulas particulares de exatas, ao namorado, à família e às suas atividades na igreja. Ainda não descobriu seu propósito na vida, mas tem certeza de que tem um. Pede que Deus a guie por esse caminho até a sua volta.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Tempo: Momentos felizes também produzem arte

Por Simone Oliveira

tempo

Geralmente ouvimos que os grandes músicos, esportistas, inventores e profissionais de renome tiveram suas maiores inspirações em momentos de extrema tristeza e agonia. De lá tiraram forças para mover montanhas de obstáculos e alcançar objetivos grandiosos. São milhares de exemplos de superação onde se exalta a derrota e a frustração para se chegar ao sucesso no fim da jornada. Porém, dessa vez falo da importância da felicidade durante o caminho diário, a cada segundo do viver.

A cada instante devemos olhar o tempo como uma oportunidade. Não apenas um meio de trabalho, estudo ou criação de ideias, planejamento, mas também como uma maneira de focar no presente e aproveitar ao máximo o que cada atividade pode nos proporcionar, seja a alegria ou a dor, sabendo que é preciso dedicar uma parcela considerável do dia para o trabalho, e outra menor, porém, não menos importante, para o lazer ou para os sonhos.

O divertimento ou o aprendizado são tão relevantes quanto a produtividade. Se soubermos ligar a nossa mente em tudo o que fizermos, tendo controle sobre os gostos e pensamentos, teremos mais vigor, alcançaremos a satisfação própria ainda que nas piores situações, realizando tarefas um tanto quanto desagradáveis aos olhos de outros, mas que são necessárias e geram um senso de dever cumprido.

Em suma, o que quero dizer é que a mente funciona pelo estímulo. Não é olhando o futuro que o galgamos agora, e sim, mantendo esse senso de estar fazendo a coisa certa nesse exato momento, e assim no minuto seguinte, e o no outro, no outro e assim por diante, que o caminho fica mais leve, prazeroso, e o fim dele será só um complemento de tudo aquilo que já degustamos.

Não é possível sempre estar atento aos sinais de que precisamos deixar a ansiedade de lado e as angústias do passado onde elas pertencem. Às vezes os problemas são outros e as situações são desesperadoras, então, nestas horas aproveite para chorar, gritar, esvair a raiva (sozinho é claro, nunca desconte nos outros, principalmente se eles fazem parte do seu círculo social e podem estar sofrendo também) e não pense que deveria estar superando, correndo! Tudo tem seu tempo. Saiba aproveitar cada segundo e não terá que lidar com as consequências de um arrependimento por algo que na verdade não era real, mas a sua mente criou.

Pare de se comparar com os outros. Muitos se diminuem ao ver que o outro tem a mesma idade mas já alcançou um emprego melhor, ou comprou um carro ou uma casa melhor, ou já casou, já teve filhos ou arrumou uma promoção. Acorde! Cada pessoa tem seu tempo, o tempo dela é outro, diferente do seu.

No fim das contas o que interessa é que sejamos felizes e tenhamos paz de espírito. Do que adianta ganhar o mundo e perder a vida ou viver como um louco, sempre com pressa de conseguir tudo e pensando que falta alguma coisa?

Já dizia o sábio Rei Salomão:

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;
Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;
Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;
Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.”

Eclesiastes 3:1-15

euSimone Oliveira. Santos-SP. Bacharel em Engenharia Civil por formação e escritora por gosto. Estuda para concursos e se dedica às aulas particulares de exatas, ao namorado, à família e às suas atividades na igreja. Ainda não descobriu seu propósito na vida, mas tem certeza de que tem um. Pede que Deus a guie por esse caminho até a sua volta.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized